sexta-feira, 25 de maio de 2007

Ainda em jeito de balanço


O Melhor

Dos vários jogadores que, a espaços, se foram evidenciando ao longo da época, nenhum teve a constância exibicional nem a garra, o querer e a capacidade de arcar com a equipa às costas do Petit. Katsouranis foi o primeiro a destacar-se, nos primórdios da época, mas, vítima da inexistente rotatividade de Fernando Santos, deixou-se vencer pelo cansaço. Depois foi a vez de Simão e a sua veia goleadora serem os principais protagonistas, para deleite dos Benfiquistas. Mais para o final, Miccoli e Karagounis foram os que apresentaram o futebol mais vistoso, em clara minoria no plantel encarnado. Todavia, na minha opinião, foi o grande Armando Teixeira o activo mais valioso esta época. É, aos 30 anos, um ícone do clube.

Os Flops

Não restam dúvidas de que a qualidade do futebol de Nélson tem vindo a descer em flecha. Esta época, após a saída de Alcides, não tinha adversário para o lugar e tratou de se reclinar à sombra da bananeira. Quero o Netcha de outros tempos de volta! Derlei é outro. Chegou, correu, correu e.. não fez nada de especial. Para além das carências técnicas e psicológicas, o seu comportamento em campo era, grande parte das vezes, reprovável. Que se vá. Depois há Nuno Gomes. Não tenho palavras para descrever a época de um dos nossos símbolos, depois de, no ano passado, ter feito 15 golos e uma excelente campanha. Que volte em Julho com o valor que eu lhe reconheço, faz-nos muita falta um ponta-de-lança a sério.


Os que eu gostava de ter visto jogar

Moreira, Moretto, Manú, Miguelito, Paulo Jorge, Diego, Karyaka e Mantorras. Todos eles têm uma coisa em comum: valor a mais para os minutos que jogaram. Fernando Santos tem dito que sem ovos não se fazem omeletes. O que eu acho é que, quando o cozinheiro é o degredo, mais vale ir comer fora. Paulo Jorge começou a época em alta, lesionou-se, e logo o Engenheiro tratou de o esquecer. Miguelito, com um pouco de rodagem, tinha capacidade para assumir o posto de lateral esquerdo na seleção..quase nem calçou. Sobre Mantorras já me pronunciei, alguém está a mentir aos adeptos ou então o angolano anda iludido. Diego foi brilhar para longe. Karyaka foi queimado à uma época, por um conhecido periódico desportivo. And so on.


Revelação

A revelação desta época, no Benfica e na Liga, foi o jovem central David Luiz, contratado no Mercado de Inverno. Sagaz, veloz, bom sentido de antecipação, bom tempo de corte e óptimo jogo a aério. Muito bom!

João Coimbra - parabéns para ele que completa hoje 21 anos -, também despontou este ano da formação, revelando alguns pormenores interessantes. Merecia mais minutos. Pedro Correia ascendeu este ano à equipa principal e ainda tem muito que trabalhar para lá chegar mas, aos 19 anos, é uma grande promessa. Quem também promete muito é o talentoso oriental, Yu Dabau, que deverá mudar-se para os séniores na próxima temporada.


Reforços

Fábio Coentrão e Zoro, dois jovens com bastante potencial para posições em que não tivemos alternativas suficientes! Não conheço ao pormenor mas fiquei agradado com as contratações.

8 comentários:

VeRMeLHoVZKy disse...

Eu acho que o Nelson e o Derlei tiveram o mesmo problema.

São bons jogadores que precisam de muito apoio psicológico. São jogadores (ao contrário de Petit, Simão ou Luisão) que se vão abaixo com as críticas.

Derlei chegou e fez asneira... e foi massacrado! Levou com um sumaríssimo, coisa que não se viu a Bruno Alves, Ricardo Costa, Pepe, Lucho, etc.

Foi um sumaríssimo a pedido que o afectou bastante.

Nélson começou bem... mas como era o elo mais fraco foi logo queimado pelos Jornalistas. Os mesmos que glorificam agora o Bosingwa que regularmente mete os pés pelas mãos.

É aqui que faz falta Veiga. Para os manter fortes.

Sir disse...

Concordo. Faz falta um director desportivo, o presidente não pode desempenhar os dois cargos ao mesmo tempo. Não tem é que ser, necessariamente, o José Veiga.

pteixeira disse...

Se o nome de Norton de Matos é a aposta para Director Desportivo (já se fala insistentemente), podem esperar mais uma enchente de palha para os burros (que o quiserem ser) deglutirem.

Ainda ontem vi uma lista infindável de porcaria (jogadores que não vlem nada) que ele colocou no Sporting. Ou ele não vale nada ou então é um grande benfiquista (por mal aos outros fazer).

Não existirá, no universo benfiquista, alguém capaz de assumir este maldito cargo?

Sinto que nos estão a "prejudicar" com um "F" muito grande.

Sir disse...

Pois. Se é para vir o Norton, prefiro o Veiga.

A próxima época é a última do Rui Costa enquanto jogador profissional e gostaria de o ver assumir o cargo.

Outras opções de qualidade passariam pela contratação de Camacho para treinador - mesmo a treinador seria um bom filtro de jogadores - e, quiçá, de Paulo Futre para Director Desportivo.

VeRMeLHoVZKy disse...

Concordo com quem fala em Rui Costa. É um homem de paixão e um verdadeiro Gentleman com contactos por todo o mundo.

Anónimo disse...

Sinto-me INDIGNADO com a não presença do Léo no lote dos 'melhores'. Há que melhorar isso (:

Sir disse...

É verdade, sim senhor; falta uma referência ao Léo e também ao Quim, que acabei por não adicionar nos melhores da época. Não se destacaram tanto mas também foram presenças de qualidade.

Marquês de Barrabás disse...

Subscrevo o teu post, Sir.

Saudações Gloriosas