sexta-feira, 13 de março de 2009

Obviamente vais à merda, parte II



O povo é sereno, sim senhor, os oportunistas é que são impacientes.

Antes de mais, devo esclarecer que espero, como certamente a maioria dos benfiquistas, que as próximas eleições à presidência do Benfica contem com um número considerável de candidatos. Mais candidatos irão não apenas reforçar o debate de ideias como evidenciar a histórica tradição democrática do clube, contribuindo ainda para a valorização do vencedor e para a legitimação da sua autoridade. Posto isto, todos os candidatos aparentemente SÉRIOS que surgirem ao longo dos próximos tempos irão merecer de minha parte total receptividade. Eu disse SÉRIOS, não disse? Ah, então fica desde já explicado o título desta mensagem.

Comecemos por esclarecer alguns pontos importantes. Não se pode condenar alguém apenas por ter crescido no seio de determinada família, ou numa determinada cidade ou região. O Porto está cheio de benfiquistas tão benfiquistas quanto o maior dos benfiquistas. Também não se pode condenar alguém apenas por trabalhar numa estação chamada Porto Canal; decerto que eles têm lá alguns funcionários de sólidos princípios. Resumindo, não se pode avaliar uma pessoa pela aparência mas pelo seu comportamento. E é precisamente o comportamento que compromete Bruno Carvalho.

Desde as primeiras mensagens que escreveu no seu blog, deixou bem evidente a existência de uma agenda própria, de objectivos bem definidos que em muito ultrapassavam a mera discussão da actualidade benfiquista. Como era conhecido apenas no seu bairro, começou por convidar para o blog novo benfica (criado por ele e por António de Souza-Cardoso) alguns nomes respeitados no Universo benfiquista, como o Prof. Júlio Machado Vaz, Pedro Ribeiro ou Miguel Esteves Cardoso (que nunca escreveu uma mensagem sequer). Pedro Ribeiro encerrou (aparentemente) a sua participação no blog em Dezembro de 2008, após reagir de forma contundente a um texto de branqueamento da corrupção praticada pelo FCP, da autoria de Bruno Carvalho (o texto do agora candidato é demasiado repugnante para merecer um link, mas a reacção do Pedro Ribeiro pode ser encontrada aqui). Já o Prof. Júlio Machado Vaz assumiu uma postura mais diplomática, mas ainda assim cedo se distanciou das posições assumidas por Bruno Carvalho, reagindo com especial veemência quando o director do Porto Canal decidiu submeter os comentários dos leitores ao seu lápis azul: "Da mesma forma que exigi a moderação dos comentários, asseguro-lhe que no dia em que o blog se tornar uma espécie de religião que não tolera o desacordo, sairei. De imediato e sem alarde." Quem comparar os comentários aos textos mais recentes de Bruno Carvalho com os de há uns meses atrás, irá reparar que a acérrima oposição da maioria deu lugar a uma aparente aceitação generalizada. Muitos dos comentários, pelo estilo de escrita, até parecem partilhar a autoria, imaginem só.

Voltemos à génese do blog. Convidados os nomes mais sonantes, que garantiriam não só alguma popularidade como uma dose especial de crédito, procurou uma forma de o divulgar ao maior número de pessoas possível. Aproveitando-se dos contactos que mantinha na Comunicação Social, garantiu algumas notas de destaque em jornais e revistas. A cereja no topo do bolo foi mesmo a presença de Luís Filipe Vieira e de Rui Costa no lançamento do blog. Como nos apercebemos poucos meses depois, todo este processo estava delineado desde o primeiro instante, pelo que dois traços de carácter (ou falta dele) desde logo se evidenciaram: este indivíduo tem estômago e ambição. Estômago para manter uma farsa durante tanto tempo (que terá exigido grandes doses de hipocrisia e dissimulação) e ambição suficiente para se convencer de que os fins justificam os meios. Citando Grame Souness: "Este homem é muito perigoso. É capaz de mentir-nos olhos nos olhos.". Se recordarmos qual o alvo destas afirmações, rapidamente nos apercebemos dos riscos que uma pessoa deste calibre representa.

Infelizmente para Bruno Carvalho, o que lhe sobra em ambição, falta-lhe em inteligência. Subestimou a capacidade de avaliação dos benfiquistas e traçou a estratégia errada. Começou bem, com a criação do blog, mas deitou tudo a perder quando achou que a colagem ao FCPorto e exaltação das suas conquistas desportivas recolheria massiva aceitação por parte dos benfiquistas. O plano era simples (ou simplório) e pode ser constatado com uma leitura (não mais que supérflua) do referido blog:

1) Desvalorizar a corrupção praticada pelo FCP, passando a ideia de que embora esta possa existir, é pouco relevante para o sucesso desportivo (a presente época desportiva desmente-o taxativamente);

2) Desvalorizar o combate à corrupção levada a cabo pelo Benfica, considerando-a um subterfúgio para justificar os insucessos desportivos (até o mais desatento benfiquista é capaz de constatar que se não fosse a postura diligente do nosso clube, a esmagadora maioria das manobras escusas do FCP seriam até hoje ignoradas);

3) Analisar as finanças do Benfica de forma redutora de modo a aproveitar os poucos conhecimentos da generalidade das pessoas na área económica, procurando assim passar uma imagem distorcida da realidade (para um esclarecimento rigoroso, sugiro a leitura dos blogs forumbenfica.blogspot.com e tertuliabenfiquista.blogs.sapo.pt);

4) Simplificar a receita para o sucesso desportivo, passando a ideia de que basta ter os melhores jogadores para se vencer os jogos em Portugal e que o modelo de gestão do FCP, se implementado pelo Benfica, poderia recolher idênticos resultados (razão pela qual foi obrigado a implementar o primeiro ponto desta lista).

Este plano até poderia resultar... se os benfiquistas fossem estúpidos. Alguns até são, e até quebram prolongados silêncios só para se insurgirem contra a oposição ao agora candidato, mas a maioria saberá perceber quais as reais intenções deste oportunista (adjectivo que, dado o contexto, soa a elogio).

Para finalizar, deixo um alerta especial sobre uma mensagem deste indivíduo relacionada com a Benfica TV e Olivedesportos, em que vinca claramente a ideia de que a Olivedesportos deve ser vista como aliada e que a miserável remuneração que nos reserva é um preço bem aceitável e superior ao que conseguiríamos se estivéssemos livres de contrato. Já antes tinha referido que, ao invés de atacarmos a Olivedesportos e o seu presidente Joaquim Oliveira, deveríamos agradecer a quem nos paga pelos direitos de transmissão dos jogos. É público que a actual direcção não irá renovar contrato com a referida empresa (o actual termina em 2013) e que a recuperação dos direitos de transmissão representará um aumento substancial das nossas receitas. Basta constatar que dos 10 jogos de maior audiência na última época, 8 incluíam o Benfica. Os jogos do Benfica são, de muito longe, os mais valiosos do mercado e nenhuma estação pode dar-se ao luxo de perder metade deles. A Olivedesportos e o seu presidente sabem disso, pelo que devemos preparar-nos para um período pleno de contra-informação em diversos meios de comunicação social. A Controlinveste, propriedade de Joaquim Oliveira, detém JN, DN, 24 horas, o Jogo e Global Notícias. O novo director da Agência Lusa, principal agência noticiosa portuguesa, é administrador da Controlinveste. Estejam atentos a todas as notícias, não se deixem influenciar e votem em consciência, é o que peço a todos.

Em relação a este Bruno Carvalho, que desfrute bem dos seus 15 minutos de fama pois antes de dar por isso voltará a ser o Zé Ninguém que sempre foi.

9 comentários:

JNF disse...

Bravo!

Anónimo disse...

Parabéns pelo artigo ,e há que desmascarar os falsos Benfiquista.
Glorioso para sempre

Galaad disse...

Grande post!!!!!!

Este individuo ainda não deve ter olhado bem para o emblema do Benfica.

No nosso emblema está uma Águia, não um abutre...

Benfica Eagle disse...

Grande POST!!!

A minha vénia ;)

Abraço

PS: Não dês muita importância ao post do "Camões". O homem está a ficar nervoso ;)

NoDevil disse...

Mainada!!!!

Com este post pode ser que as papoilas saltantes acalmem de verdade!

Special K disse...

O Bruno Carvalho não é solução para o Benfica, por diversas razões, mas a principal é porque vive um autentico conflito de interesses.
Dito isto, é de bradar aos céus a baixeza e a falta de civilidade de alguns posts e comentarios.
Por mim quero que apareçam muitas mais candidaturas, pois não me revejo nem no Vieira nem no BCarvalho, mas a sua candidatura é bem vinda, pelo menos há debate e não o seguidismo que vejo todos os dias na net.
Por outro lado o BCarvalho demonstrou coragem ao assumir as criticas atraves de uma candidatura que ele sabe que é para perder (basta ver as reacções) ao contrario de muitos que muito criticam mas são inconsequentes nas suas acções.

Anónimo disse...

para a proxima
epoca (ás tantas):

treinador - roy keane

primeiro alvo - afonso alves

não acham estranho o Benfica estar agora a priviligear o mercado britanico? o quique nao estava mais virado para o mercado espanhol?

D'Arcy disse...

Parabéns pelo post. Traduz claramente aquela que, também, é a minha opinião sobre o referido candidato a candidato, e a estratégia por ele adoptada, que deixa transparecer quais os interesses que se poderão dissimular por detrás desta eventual candidatura.

Espero é que o autor do post não seja acusado de ter um discurso encomendado.

LuigiSLB83 disse...

Obviamente.