domingo, 19 de dezembro de 2010

Jesus tem razão...

Jesus tem toda a razão do mundo quando fala no diferente critério que existe na marcação dos penalties a favor do Benfica e a favor de outras equipas, nomeadamente o Porto, É so atentar ao que aconteceu na capital do móvel, onde um penalty foi marcado, por a bola ir de encontro... veja-se lá... ao pé do jogador do Paços. A afronta do rapaz, meter o pé a bola... toma lá penalty para abrires a pestana.

É por estas e por outras que o actual campeonato está entregue. O Porto não está a jogar melhor que o Benfica, mas está a ter as ajudas necessárias nos momentos certos, nos momentos de aflição. E não são ajudas divinas, são de homens de preto mesmo. Se calhar era tempo dos benfiquistas deixarem de ser, e perdoem-me a expressão "cornos mansos" e começarem a fazer algo contra este estado de coisas. Tu aí, que me estás a ler neste momento podes fazer algo contra esta podridão instalada no futebol português. Como? Olhem por exemplo e a esta distância, começar desde já o clima de "terror psicológico" em volta do Benfica-Porto, até porque poderá estar em causa nessa altura, a invencibilidade do Porto na liga.

Seja em casa, nos cafés com os amigos, na escola ou faculdade ou no trabalho, mostrem a vossa revolta, e quando chegar a esse célebre jogo, desloquem-se à Luz e façam essa gentinha nojenta perceber a força do Benfica, criem um ambiente difícil, de medo, que isto não vai lá com falinhas mansas. Sejam mais Diabos de Gaia, e menos adeptos de mandar umas bocas em frente a TV ou nos fóruns na net.


Far falou... e falou com desprezo por este futeboleco português.

21 comentários:

Carlos Alberto disse...

Consigo concordar com tudo o que escreveste.

Deve ser a teoria do 'relógio parado' mas tens toda a razão. Temos mesmo de deixar de ser 'cornos mansos'.

Jorge disse...

O Diabo de Gaia na altura foi condenado a um ano de prisão, pena suspensa e substituída por multa. É um criminoso que ou está a aguardar julgamento ou já está preso por tráfico de tabaco. Escolhe melhor os teus heróis.

Não vou deixar de ser pessoa de bem por causa do futebol.

JNF disse...

Eu também não vou deixar de ser pessoa de bem. Mas tinha vergonha em ter um presidente que trafica carne branca, tinha vergonha da merda de justiça que há neste país e da forma como tu é controlado. Mas isso sou eu. Não sou adepto da violência, mas não vou chorar lágrimas de crocodilo se acontecer algum mal a essa pseudo-gente asquerosa.

Bimbosfera disse...

Lamento, mas com violência não... Não vejo sentido nisso. É futebol, para começar. Devemos exigir, isso sim, que as regras se cumpram. Agora custa é? Onde estavam quando os órgãos sociais pediram que se fizesse greve aos jogos fora? Toda a gente, Benfiquistas incluídos, gozaram com o clube? Então vão todos levar... Bem, fico-me por aqui, que não quero ser censurado. Fomos gozados, como deve ser, e como merecemos, por não seguirmos uma simples medida de não ir ver jogos fora. Não ligámos. Ou seja, continua a pouca vergonha. Vejam lá o que se passou nas jornadas imediatamente a seguir a isso? Continuou a pouca vergonha que hoje voltam a falar? É bem feito, temos o que merecemos por sermos realmente uns cornos mansos, aliás, eu hoje, depois de ler este texto AQUI no Eterno Benfica, até ia mais longe. Diria algo pior, mas não digo, fica para cada um imaginar. Caramba. A nossa casa é a Luz. Custa muito o Benfica ir jogar à nossa terra e não ir ver? E quem nem sequer tem privilégio de ter o clube da terra na 1ª Divisão... Ora, pronto, mas coitadinhos, não vai a Portimão há não sei quanto tempo, não vai à Madeira há um ano, (aliás, já lá tinha ido, creio, para o Nacional), é aqui, é ali, ora porra! É bem feito. Agora vimos para aqui fazer posts todos indignadinhos porque os porcos do costume foram beneficiados, como de costume, mas defendermos uma medida proposta por uma direcção democraticamente eleita não... Democrático só o termos opinião para sermos do contra. Porra, ainda hoje li um texto do Gil Vicente no Coração Encarnado e tudo me veio à cabeça, agora, «toma que é para almoçares» levas aqui com um texto de novo a queixar... É bem feito, sim senhor! Mas comigo não contem para esse peditório...

Abraço

Márcio Guerra, aliás, Bimbosfera e Boas Festas a todos!

Bimbosfera.blogspot.com

JNF disse...

"Onde estavam quando os órgãos sociais pediram que se fizesse greve aos jogos fora?"

Olha, eu estava a fazer o que devia. Apoiar o Benfica. Pelos vistos continuam sem perceber, mas eu volto a explicar quantas vezes forem precisas recorrendo ao senhor Bella Guttmann: Eu, antes, já tinha ouvido falar na mística. Mas encolhia os ombros. Não sabia o que era. Francamente, até pensava que não fosse nada, que não passasse de uma simples e vã palavra. Agora, porém, que a conheci, senti e vivi, afirmo-lhe que ela existe. Não há nenhum clube do Mundo que possua mística igual à do Benfica. E é este, afinal, um dos grandes segredos dos seus êxitos e da sua força. Tentarei explicar algumas das suas manifestações exteriores mais palpáveis. Veja, por exemplo, a sua massa associativa. Chove? Está frio? Faz calor? Que importa? Nem que o jogo seja no fim do Mundo, entre as neves da serra ou no meio das chamas do Inferno, por terra, por mar ou pelo ar, eles aí vão, os adeptos do Benfica, atrás da sua equipa. Grande, incomparável, extraordinária massa associativa!

Qual é que é a relação entre fazer o boicote (retirado porque se percebeu que não ia dar a lado nenhum) e fazer frente ao Porto? Zero. É isso que vai fazer com que os árbitros passem a ser isentos? Que os gajos do Leiria corram como se o jogo deles fosse o último? Que patetice. Estou convicto que, daqui a 10 anos, recordaremos a medida do boicote como uma patetice épica tomada em tempos de desespero psicológico.

E se achas que isso de Democrático é ter opinião contra, é simples: se não gostam, não venham. Se não conseguem tolerar uma opinião devidamente fundamentada de um benfiquista, é escusado virem cá. Que parvoíce.

Far(away) disse...

Isto não se trata de um apelo a violência, antes um apelo ao despertar das consciências dos benfiquistas. Fica a nota.

Continuem com esse espírito inocente que o o Benfica continuará a ser esfoliado. Cornos mansos, pois.

Bimbosfera disse...

Olá de novo. Não vale a pena repetir o muito que já escrevi sobre essa opinião, do apoio e não apoio fora. Outra coisa, que acho que não está a passar na minha mensagem, o apoio ao Benfica tem que ser sempre presente, mas em primeiro lugar em casa, na Luz. Não estou a dizer em minha casa, em Viseu ou Portalegre, é na Luz. É lá que é o apoio dos Benfiquistas. Ir fora? Ok, é uma opção, e nunca nos fez sermos mais ou menos vencedores fora, até porque as grandes vitórias fora, dessas que mencionas de Bella Gutman, não foram só na Luz, foram fora, e noutros tempos, de ditadura. Foram, quanto muito, fora de casa, mas em Portugal.
Depois há outra coisa, ainda que tangente ao que disse atrás, foi nos idos anos 60. Foi numa altura em que «o polvo», «o padrinho», «o Papa», como lhe quiserem chamar, ainda não estava com o sistema implantado no meio disto tudo. Ele usou-se de tudo para chegar onde chegou. Serviu-se de Benfiquistas, com ligações estratégicas ao longo dos anos, em todos os clubes, o nosso incluído, e mesmo assim nada o impediu que chegasse onde chegou, e que estendesse os tentáculos como quis. Por isso, agora, os tempos são outros. Claro que há mística. Claro que há vontade de apoiar. Mas o pessoal fala, fala, mas fez efectivamente o quê para lutar contra isto? Da minha parte, posso dizer que fiz pouco, mas, depois de me sentir, enquanto Benfiquista, maltratado em 2 sites, o MaisFutebol e A Bola, que não mais lá entrei de livre vontade. Podes dizer o mesmo? É pouco? Claro que é... Gostava de estar empregado para pagar cotas e poder contribuir como um sócio normal. Além disso, já deixei de comprar qualquer desportivo há imenso tempo, e se comprar só compro o nosso jornal. É pouco? É... Se puder deixo de comprar, e respondo isso em inquéritos online, produtos que estejam de alguma forma relacionados com o Porto. Mas porra, se ninguém fizer nada, seja bem ou mal, mas de forma unida, o que é que se ganha? Creio que o lema ainda serve para alguma coisa, ainda que não seja o que muitos pensam, «Todos por um», e sim «De muitos um», creio que se não assumirmos fazer algo em conjunto, toda e qualquer força é perdida à nascença. Claro que posso sempre cá deixar de vir, se fizeres questão, mas não creio que seja necessário chegar a tanto...

Abraço

Márcio Guerra, aliás, Bimbosfera e Boas Festas a todos!

Bimbosfera.blogspot.com

JNF disse...

Claro que quero que venhas cá, tu e todos os que vierem por bem e com a intenção de discutir os assuntos, concordando-se ou não, mas saber respeitar. Dizer que devíamos seguir o boicote porque Vieira o decretou é uma tonteria. Se assim fosse, eu teria de manter apoio incondicional ao Nando das Facturas, apoiado por Vieira. Ou já se esqueceram?

Bom Natal a todos.

JNF disse...

Far, "esfoliado" é que não. :) Espoliado talvez.

Far(away) disse...

Bimbosfera, eu costumo ler os teus comentários... vou dizer-te uma coisa... eu sou uma pessoa que prezo a coerência, é um princípio, sob o qual conduzo a minha vida.

LFV apelou tanto à verdade desportiva, lutou para que o "Apito Dourado" fosse notícia, e que algo de bom para o futebol Português saísse desse luta. Mas depois, passando algum tempo, manifesta apoio a Fernando Gomes para a presidência da Liga, quando todos sabemos de onde saíu esse senhor. Isto é ser coerente?

Quando é o teu próprio clube, na vez do senhor presidente, que se contradiz entre o que diz e o que faz, é caso para ficares seriamente preocupado.

Far(away) disse...

Eu sei JNF .-.

Bimbosfera disse...

Creio que não estava a perceber o que seria o «Nando das facturas», assim de repente, mas com o comentário do Far(away) fez-se luz.
Eu não sou, como deve ser fácil de perceber, mandatado pelo LFV para o defender do que quer que fosse, mas para mim, o que se passou nessa altura, tem a ver, ainda que conscientemente ou não, com um provérbio que reza mais ou menos assim «mantém os teus amigos perto, e os teus inimigos ainda mais perto». Duvido que Vieira pensasse nisso ao manifestar o apoio a FG. Só que há 2 coisas que não podemos esquecer à data do acontecido. O Benfica era campeão, ou quase, e sentia-se que as coisas poderiam estar «assentes» para que mais glória viesse no futuro, e que havia uma segunda questão menos retratada pelo pessoal, à data, e que, para mim, foi a pedra basilar no apoio, a força que o Benfica teria na negociação dos direitos televisivos em conjunto com a Liga. Era um assunto que estava a ser muito falado, sobretudo depois de sermos campeões, e acharmos que o nosso valor todos os anos é exactamente igual ao que merecíamos por uma época como a do ano passado. Para mim foi este o motivo do apoio ao «Nandinho». Para muitos, e hoje em dia pode mesmo parecer, e não me custa dar-vos aparente razão, parece ser um tiro nos pés, pois ele fez logo o que lhe competia, em despachar de lá quem era competente, minimamente, para os cargos onde estava, para plantar flores azuis nos seus lugares, mas fica aqui o registo então da minha opinião sobre este facto, que, duvido, tivessem relacionado alguma vez até agora... Ou não, claro, eheheh!

Abraço

Márcio Guerra, aliás, Bimbosfera e Boas Festas a todos!

Bimbosfera.blogspot.com

Anónimo disse...

Eu ouvi dizer que a estratégia é simples:
1) Passagem de autocarro do FCP na A1 e em viaduto são arremessados vários cocktails molotov.
2) Em pânico jogadores saem do autocarro e são vítimas de bolas de golfe.
3) Pinto da Costa é violentamente agredido dando entrada no Hospital...
mas isso foi o que eu ouvi!

O País está a ferro e fogo e o futebol é o Circo dos gladiadores Romanos do Século XXI. Com corrupção isto vai arder, ai vai sim!...Mas eu quero é estar longe!

DeVante disse...

Pois bem, eu quando li este post pensei logo para mim: vão aparecer benfiquistas a condenar a "violência" e a dizer que nós não fazemos isso...

Tudo bem, mas quando levam bolas de golfe e outras merdas que tais, servem para reclamar...

Nós também devemos criar esse clima de intimidação, acho bem, basta de sermos anjinhos e de comer e calar...

Anónimo disse...

eu volto a insistir e não me vou calar.

(1ª volta)

Penalties por marcar a favor do Benfica

vs Académica (1)
vs Nacional (1)
vs Guimarães (2)
vs Marítimo (1)
vs Beira Mar (1)
vs Rio Ave (1)

penalties hilariantes marcados a favor do fcp:

vs Nacional (1)
vs Setúbal (1)
vs Paços (1)

contra o Naval ainda dou o beneficio da duvida ao árbitro...

Toneca disse...

a força do Benfica está e sp esteve na mobilziação da massa adepta, não é com merdas de boicotes ou o que seja, somos campeões porque fomos melhores, fomos demolidores, ou já se esqueceram?

é por isso que exijo mais e mto mais de mtos meninos que andam em campo apenas a mostrar camisola! Exijo mais, quero mais, porque quero ser sempre campeão!

Quanto às manobras de bastidores, caguei p Porto, p Vieira e p os apoios que ele dá, é dentro de campo que começa a nossa revolta, nas bancadas começa a nossa vitória!

CARREGA BENFICA

Pedro disse...

Quem diz que com violência não tb dá a cara qd leva uma chapada por causa de qqr problema no trânsito?

Somos GOZADOS à descarada. Os árbitros ROUBAM-NOS na Luz, na nossa casa, com um sorriso na cara e nós tudo bem. PORRADA!!! Só assim isto muda, só assim eles ficarão com medo de nos prejudicar, só assim eles pensarão duas vezes em aceitar as putas.

As declarações do filho da puta do corrupto mor são um gozo total na nossa cara. Q pena o AVC ter sido ao lado...

Vermelhusco disse...

Vamos lá ver o que se faz. Não percebo a mansidão dos benfiquistas com esta pouca vergonha. Já está mais que provado que a Justiça não existe e não faz nada em Portugal.

DeVante disse...

Vermelhusco e Pedro...

Nós temos de nos portar bem porque senão tudo nos cai em cima, a começar pelos nossos próprios adeptos...

Os corruptos no ano passado perderam e nem à Champions foram, mas todos são unânimes em considerar que foram prejudicados pelos castigos e outras merdas.

Nós, este ano estamos a ser violentamente roubados, os nossos adeptos dizem que o Gaitán não é extremo, que vende-se Di Maria e Ramires, que a época não foi planeada e que Vieira é um cretino...

Que querem que façamos? Nós damos armas aos corruptos porque eles nem tem de se esforçar para arranjar desculpas, nós mesmos arranjamos por eles porque no nosso seio tem pessoas que "pensam pelas suas cabeças" e que "não são carneiros" nem "vieiristas"...

Depois querem que Elmanos, Benquerenças, Sousas, Miguéis e outros dessa vida não os prejudique sem hesitar...

Bimbosfera disse...

São todos uns heróis, portanto. Ou seja, tenho amigos de outras cores, verdes, azuis, e quero ir ver um jogo com eles a um estádio, ao nosso, ao deles, o que for. Seja no café, que é igual ao litro. Assim que o árbitro começar a roubar, se acontecer, viro-me para o meu amigo e mando-lhe uma bola de golfe, claro, porque assim é que se resolve.
Portanto, eu é que sou burro, manso, o que quiserem chamar, e vocês é que são todos inteligentes.
Querem ser melhores que eles? Então sejamos melhores, não sejamos só da boca para fora. Não calemos a nossa revolta, mas não pactuemos com violência, só isso. À espera disso estão eles, ou acham que os jornais não falarem das bolas de golfe é o quê? É até as nossas claques começarem a fazer o mesmo, para aí sim condenarem...
Haja decoro, meus senhores.
A direcção propôs uma medida e tiveram o direito de a apoiar ou não, apesar de eu achar que fizeram mal em não apoiar, mas o certo é que nessa altura as coisas acalmaram. Foi só o Vieira dizer que se acabava o boicote, ainda que de nome, que a roubalheira voltou em força. Penalties por levar com a bola no pé? Vão lá com bolas de golfe, que a outra claque é que tem culpa, ou os adeptos que simplesmente gostam do jogo mas são de outras cores...
Tristeza de post, sinceramente, e tristeza de comentários... Vão lá, façam como eles. Num post queixamo-nos que a direcção se está a parecer com os corruptos, mas noutro aprovamos violência.
Eu sei que são de bloggers diferentes, mas porra... Haja decoro!

Abraço

Márcio Guerra, aliás, Bimbosfera

Bimbosfera.blogspot.com

JNF disse...

O Far disse e volto a realçar:

"Isto não se trata de um apelo a violência, antes um apelo ao despertar das consciências dos benfiquistas. Fica a nota."