sábado, 9 de julho de 2011

Quais serão os jogadores dispensados?

É certo que após o estágio do Benfica na Suíça, alguns jogadores terão guia de marcha, uns sobretudo por falta de capacidade para competir no Benfica, outros porque poderão levar por tabela, por causa do excesso de estrangeiros no plantel. Miguel Rosa e Léo Kanu foram emprestados ao Belenenses, André Almeida segue o mesmo caminho. Fernández, Shaffer e Kardec têm também a porta de saída bem aberta, e que belo trio de cepos este, não há que ter medo das palavras. Depois há os tais que correm o risco de não serem inscritos, fala-se em Carole, Wass, Mora, Rodrigo ou Urretavizcaya. Poderá haver alguma surpresa mais na lista de dispensas? Quais serão aqueles que Jesus irá preterir? Matic está seguro? César Peixoto terá espaço dentro da equipa? Martins vai aceitar a condição de suplente?

11 comentários:

Pedro disse...

Dispensar Wass e Carolle não faz qqr sentido pois são/devem ser as alternativas nas laterais. Rodrigo e Mora, pelo menos um deles, tem q ficar para fazer parte do leque de opções atacantes.

Far(away) disse...

Acho que o Carole tem mesmo os dias contados. Acredito que que os dois Rodrigos façam parte das escolhas principais.

Tiago disse...

Até agora não há grandes surpresas. As saídas iram depender das entradas que restarem.

O excesso de não formados localmente e no clube é um problema para as competições da UEFA. Implica acima de tudo que todas as vagas não sejam preenchidas tal como acontece com muitos clubes.

E o principal é ter um plantel que permita conquistar o campeonato. Mas também acho que o Benfica deve começar a pensar mais neste assunto e deve emprestar os jovens estrangeiros a clubes Portugueses para depois serem considerados formados localmente. Neste sentido o Urreta e o Carole se não ficarem deviam pelo menos rodar em Portugal.

Mais do que os que saem a mim preocupa-me mais os que ficam.

H disse...

eu tenho uma opinião bastante curiosa... eu acho que esta é a época melhor preparada, mais activa... senão vejamos a quantidade de ajustamentos que tem havido, jogadores emprestados ... e ainda nem fizemos o primeiro jogo da pré época.

A questão aqui é que quando fazemos puzzles mentais não temos nem ideia do que já está alinhavado na equipa... senão vejamos, compra-se Mika e todos pensavam que Julio Cesar e / ou Roberto estavam de saida pra reduzir o lote Não Nacional.

Martins deve estar de saída, Peixoto também. O primeiro porque a concorrencia é já demasiada se bem que ser português lhe traz vantagem.

Peixoto já não tem pernas, e se Carole for emprestado como tudo indica, entao que o faça em Portugal e que venham 2 laterais esquerdos para a Luz.

Só tenho o receio do Urreta e Rodrigo serem dispensados por causa de simples números!

Rearviewmirror disse...

Pelas contas parece que terão que ser dispensados 8 jogadores "estrangeiros", ou não formados em Portugal.

1- Julio César
2- Carole
3- Jardel
4- Shaffer
5- Fernandez
6- Mora

faltam 2, entre Matic, Kardec, Rodrigo Urreta e Wass.

E ainda faltam o defesa esquerdo e o médio centro.

Não gostava de estar no papel de jesus..

Luís disse...

Penso que o Peixoto e o Martins caso não fossem portugueses , facilmente seriam dispensados/vendidos.
Mas são necessários 8 portugueses.
Espero que o Rodrigo e Mora fiquem .
Carole e Wass estão verdes , mas podem ser alternativas .Urreta parece que vai sair pois JJ continua à procura de outras opções (Danilo e Witsel).

John Wakefield disse...

Posso estar enganado, mas esta lista de 8 jogadores dispensados não deve andar longe da decisão final de JJ:


1- Júlio César (emprestado)
2- Oblak (emprestado)
3- Kardec (emprestado)
4- Shaffer (vendido)
5- Fernandez (emprestado ou vendido)
6- Rodrigo (emprestado)
7- Mora (emprestado)
8- Urreta (emprestado)

Não é que eu concorde com ela, mas se essa história de que de facto o Benfica tem que cortar nos estrangeiros pode obrigar-nos a fazer alguns sacrifícios!

Pedro disse...

Penso que temos muita qualidade no plantel, mas assusta-me que se venha a verificar a dispensa de alguns jogadores: Martins é de grande garra e tem qualidade para o Benfica, o Carole poderá ainda não ser primeira escolha mas no pouco que jogou mostrou muita qualidade, será uma pena não ficar.Os Rodrigos devem ficar, já o Urreta não vejo como poderá jogar infelizmente.

Tenho lido que JJ anda a ensaiar o Nolito na lateral direita, fico preocupado que ainda não tenha parado de inventar, parece que o ano passado não lhe chegou, como pode um jogar como este ser adaptado á direita quando chegou o Enzo? Tem soluções a mais? Não comprassem tantos...
Parece-me que o César Peixoto não tem lugar no plantel, o Matic ainda não vi nada dele, mas também não espero muito, (Airton porque foste?). Wass deve ficar, o Maxi é titular e este poderá crescer normalmente. Fernandes embora.

Preocupa-me esta situação de pré-época, vão ser jogos só de experiências, quando no meu entender, deveríamos estar já a colocar o esboço da melhor equipa e depois ir alternando, mas como no ano passado, não será assim. À dois anos, foi diferente, começa-mos a pré-época e já sabiamos qual seria a equipa, começou logo a jogar desde inicio e quando começou a competição já estavam preparados.

A ver vamos senhor JJ, não será por falta de qualidade.

Topo Sul

CsA disse...

- Jogadores formados em Portugal que estão actualmente no plantel:
Michel, Miguel Vitor , Roderick, Nuno Coelho, Ruben Amorim
Carlos Martins, Cesar Peixoto, David Simao, Nelson Oliveira
Ruben Pinto, André Almeida, Fabio Faria

- Estrangeiros que estão actualmente no plantel:
Artur, Roberto, J.Cesar, Oblak
Maxi, Wass, Carole, Shaffer, Luisão, Garay, Jardel
Javi, Matic, Aimar, B. Cesar, Gaitan, Nolito, Enzo, Urreta, Fernandez, Cardozo, Saviola, Mora, Rodrigo, Jara e Kardec

Considerando que Oblak, Urreta, Fernandez, Shaffer, Kardec, Andre Almeida e F.Faria são cartas fora do baralho e que Roberto/J.Cesar serão dispensados: temos 10 + 19

Oblak e Urreta (ou caso se confirme a dispensa de Carole) deveriam ser emprestados a clubes nacionais para que daqui a 2 épocas (1 época ao Urreta) contem como jogadores formados localmente.

É sabido que o plantel terá 27 ou 28 jogadores caso R.Pinto seja inscrito para contabilizar os 8 jogadores formados localmente. Sabendo também que só podem ser inscritos 17 estrangeiros, o plantel deverá ter no máximo 19 estrangeiros.

Dado que a prioridade é contratar um lateral esquerdo, este seria o cenário mais simples:
- Entrada: 1 def. esquerdo estrangeiro
- Dispensas: C.Peixoto e R.Pinto do lote dos 10 + Jardel

Um cenário extremo seria:
- Entradas: 1 def. esq + 1 central + 1 médio (estrangeiros)
- Saídas: C.Martins/Aimar, Jardel e Carole

CsA disse...

"Sabendo também que só podem ser inscritos 17 estrangeiros" -> nas provas UEFA

CsA disse...

Caso se confirme Witsel, duvido que C.Martins aceite a condição de jogar menos. Podia servir moeda de troca com Ansaldi.

Na minha opinião Roderick deveria ser emprestado a um clube onde possa jogar regularmente e evoluir. Colocando Jardel fora do baralho, isto implicaria a vinda de um central. Solução nacional: Castro, F.Meira ou Manuel da Costa. Solução estrangeira: Mangala (também podia ser alternativa a Javi) ou Geromel.

Ouve.se por aí que Quaresma anda a procurar casa em Lisboa....eu encararia com bons olhos a vinda de Quaresma, envolvendo Saviola no negocio.
Para a posição de Saviola existem: Mora e Jara. Podendo também Rodrigo, Gaitan e B.Cesar desempenhar bem essas funções.