quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Atenção



Marcou um dos golos frente ao U. Madeira no último jogo da equipa B e tem sido, finalmente, aposta para Norton de Matos pelo que penso que merece uma nota. Depois de alguns meses com pouca utilização na equipa de juniores, os dirigentes acharam que Raphael Guzzo merecia minutos, uma vez que tinha mostrado muito potencial nos juvenis, na equipa B e assim tem sido.

A sua posição predilecta, aquela onde prefere jogar é a número 10, mas para mim, onde rende realmente, é mais recuado no terreno. Como 8, mas sobretudo, como 6. É um médio polivalente, e pode fazer todas as posições de meio campo, mas penso que é na primeira fase de construção que se solta o génio que tem dentro dele. A equipa B veio de uma serie de maus resultados pelo que Norton de Matos reestruturou parte da equipa. Apostando em Bruno Gaspar, em Guzzo, deixando Leandro Pimenta de fora e voltando Hélder Costa à equipa com mais minutos. Com isso vimos um futebol ainda sem grandes ideias, pois com este treinador é difícil criar um fio de jogo, mas com mais qualidade de jogo, quanto a mim. Com Guzzo em posições recuadas no meio-campo vimos mais circulação de bola e mais qualidade de passe. É certo que tem de melhorar muito o seu jogo, como a rapidez de execução, intensidade de jogo, jogo aéreo que será importante na sua afirmação como sénior na posição 6, e dimensão física, ou seja, ter mais qualidade quando joga sem bola, e esta equipa B vai fazê-lo evoluir esse aspecto. E depois, claro, experiência. Mas tem 18 anos e isso deixa-me tranquilo. Tem capacidade de passe e criatividade para dar e vender, é no fundo, muito talentoso.

Por isso sugiro: Estejam atentos a este rapaz.

Nome: Raphael Guzzo
Nacionalidade: Portuguesa
Nascimento: 1995/01/06
Posição: Meio-Campo
Pé preferido: Direito
Peso e Altura: 68kg e 1,77m

11 comentários:

Pedro disse...

Fosga-se...ninguém nasce em 1995...

Anónimo disse...

COPIADO DO BLOGUE O MANEL
"Muitos benfiquistas têm levantado a lebre sobre a excepcional condição física dos azuis do Porto. É preciso não esquecer que já estamos com mais de meia época disputada e a rotação dos principais jogadores não tem sido muita.
«... O FC Porto dos últimos jogos (contra Gil Vicente e Guimarães) é uma equipa quase imbatível. Constrói uma muralha a meio campo que os adversários raramente transpõem, e depois impõe-se como quer. Os seus jogadores são autênticos “cavalões”, exibindo uma capacidade física e atlética que chega a ser estranha. Correm do primeiro ao último minuto, ganham sempre no choque, saltam como macacos, vão buscar bolas ao “cimo dos arranha-céus” (como diria Freitas Lobo) e reduzem os opositores a zero. Chegou a meter dó a máscara de impotência no rosto dos vimaranenses.»
(José António Saraiva,"

Anónimo disse...

è brasileiro

B Cool disse...

O Leandro Pimenta tem estado afastado da equipa devido a lesão e coincidentemente ou não tem correspondido ao período de menos fulgor da equipa.
O Helder Costa é, na minha opinião, demasiado indiviidualista. Pressuponho que nas camadas mais jovens aquele estilo de futebol lhe rendesse frutos mas a jogar mais a sério é impossível ter qualquer sucesso.
O Cafu fez um jogo miserável. Já não via a equipa B há alguns jogos mas foi mau demais.
O Benfica continua a apostar no Luciano, no ascues, no Carole e no M'vom e não percebo estas apostas visto que não terão futuro na euipa principal.
Na verdade, mesmo o Miguel Rosa já não faz muito sentido que continue a ser uma aposta, pois está mais que visto que não será aposta e mais valia deixarem-no ir à vida dele.

B Cool disse...

O Leandro Pimenta tem estado afastado da equipa devido a lesão e coincidentemente ou não tem correspondido ao período de menos fulgor da equipa.
O Helder Costa é, na minha opinião, demasiado indiviidualista. Pressuponho que nas camadas mais jovens aquele estilo de futebol lhe rendesse frutos mas a jogar mais a sério é impossível ter qualquer sucesso.
O Cafu fez um jogo miserável. Já não via a equipa B há alguns jogos mas foi mau demais.
O Benfica continua a apostar no Luciano, no ascues, no Carole e no M'vom e não percebo estas apostas visto que não terão futuro na euipa principal.
Na verdade, mesmo o Miguel Rosa já não faz muito sentido que continue a ser uma aposta, pois está mais que visto que não será aposta e mais valia deixarem-no ir à vida dele.

betclick disse...

Vou estar atento a este jovem nos próximos jogos do Benfica B. É bom ver novos talentos do futebol português a mostrar o seu valor em campo. E felizmente há muito talento em Portugal!

Anónimo disse...

É um jogador de nivel mundial na sua idade, esta época ainda vai fazer a fase final de Juniores. Tal como o Helder Costa. Vamos com calma.Tal como o Derlis

Luis

PP disse...

Caro Francisco Silva,

Sabes o que estou a antever?

É que andamos a formar talentosos meio-campistas que depois não conseguirão vingar na equipa principal por não corresponderem a um perfil físico/técnico/táctico predefinido.

Pelo menos é isso que temo. Leandro Pimenta já não deveria estar na equipa B, assim como o Miguel Rosa. Isto para não falar no Miguel Vítor...

Gostava que a equipa A soubesse aproveitar o talento e com isso soubesse adaptá-lo às suas necessidades, inventando-se se for necessário. Se fazem isso com o Enzo, o Matic, entre outros, porque não fazer com a prata da casa?

Podemos argumentar que estarão verdinhos. É um facto, mas enquadrados num plantel devidamente equilibrado com experiência poderão amadurecer mais rapidamente... é tudo uma questão de saber "temperar".

Quanto ao Guzzo, seria benéfico para a próxima temporada ser um dos titulares indiscutíveis na equipa B, assim como o Rosa é esta temporada. Mais uma temporada para ver se ele consegue manter performances se é apenas um "bom momento" fruto da motivação de subida de escalão.

Numa escala de 1 a 5, sendo que 1 é para jogador de distrital, 2 para a 2ª liga, 3 para a 1ª, 4 para o clubes grandes e selecção e 5 jogador de top, em termos de potencial enquadravas em que nível?

Anónimo disse...

O Raphael veio acescentar qualidade que o meio campo bem precisava, já no jogo anterior tinha sido titular e aí já tinha reparado nele. Sendo o Pimenta um médio de contenção e Luciano(se trocar de cérebro é capaz de dar jogador) trinco eram notótias as dificuldades do meio campo em construir jogadas com pés e cabeça algo que ainda mais se notou quando a dada altura o Norton resolveu acrescenter o Ascués a essa zona do terreno. Ainda com idade de júnior o Raphael entrou bem na equipa e parece prometer!
Más notícias com a lesão grave de Fonte graças a uma entrada desnecessária e já sem bola de um caceteiro da União que podia bem ser castigado pela sua acção grosseira. As melhoras!
Ruben Pinto sofreu uma lesão semelhante no início da época, alguém sabe se já começou a fazer trabalho de campo?

Anónimo disse...

Infelizmente um frasco de perfume no meio da merda acaba por lhe tomar o cheiro...
No SLB tem sido assim nos últimos anos...Por isso se tinha algumas esperanças de ver jovens craques portugueses formados no Benfica a despontarem já a perdi toda...

Don Andrés disse...

Tem muito futebol nos pés este menino. Só não concordo que tenha de evoluir por aí além no que toca à rapidez de execução e também prefiro vê-lo, não a 10, mas como 2º médio num meio-campo a 3. Que seja bem aproveitado.