quarta-feira, 28 de junho de 2006

O Benfica já não é o que era..

31 Campeonatos, 24 Taças de Portugal, 4 Supertaças, 2 Ligas dos Campeões e 5 finais da Champions perdidas.. é inegável o passado glorioso e preenchido de vitórias do Benfica. Mas uma visão mais realista, mais acostumada à realidade dos nossos dias, permite perceber que do Benfica de outrora já muito pouco resta. Nos dias que correm, o dinheiro parece falar mais alto, e o Benfica já não tem a imagem na Europa de que disfrutava no passado.
Senão, vejamos o que mudou.

Desde os anos 60, com Eusébio, Coluna e companhia, que o Benfica não tem uma equipa tão gloriosa, capaz de fazer temer a Mundo. É certo que o clube tem nome na Europa, mas o seu potencial futebolístico está longe do que era antigamente.. a nossa ultima final europeia foi há 15 anos, desde então, alternando fracasso com ausência, o Benfica não se fez ouvir na Europa. Até este ano.. A nossa brilhante participação no ano de ‘re-estreia’ foi fenomenal! Mas no próximo ano, vamos ainda ter que participar na 3ª pré-eliminatória da Liga dos Campeões, para garantir o acesso à mesma. Ainda há um longo caminho a percorrer. Até porque neste momento, em termos futebolísticos, o Benfica não é de longe um grande do futebol Europeu ao nível de Real Madrid’s, Barcelona’s, Juventus’, Milan’s, Chelsea’s, Lyon’s, ou mesmo do Liverpool e ManUtd, que este ano eliminamos.

Outro aspecto onde estamos bastante diminuídos, é na área financeira. Tudo bem, que não me lembro ver o Benfica nadar em dinheiro, mas longe vão os tempos em que viviamos desafogados. Neste momento, é difícl competir na contratação de jogadores de ‘top mundial’ com equipas que estão a anos-luz de nós, em termos económicos. Aqui a situação é mais grave. O problema nesta área, é que não temos que lutar só com colossos pela contratação de bons jogadores, mas também com equipas que geralmente ocupam lugares no fundo das tabelas de outros campeonatos, mas que, ainda assim, têm um maior potencial financeiro que o do Benfica. Contudo, penso que estamos no bom caminho para a recuperação. O plano traçado pelos nossos dirigentes para a redução do passivo a longo prazo parece eficiente, e o clube está a recuperar a olhos vistos. O positivo desempenho na edição deste ano da Champions foi importante na amortização de dívidas e no aumento do orçamento, pelo que também é fundamental sermos presença assídua na competição.

Esta questão tem vindo a preocupar-me, e parece-me evidente que o grau de exigência não pode ser tão elevado. Eu, que sou um jovem, e não vivi – com muita pena minha - esses tempos gloriosos do Benfica, vejo as coisas de um modo mais realista. O Benfica já não tem o potencial que tinha, a que habituou os mais velhos, ou menos novos se preferirem. Todos fazemos parte de um clube ganhador, mas que está a recuperar de uma crise, e nestes momentos o passado, por mais glorioso que seja, de pouco ou nada servirá.

Há porém uma coisa que o clube nunca perdeu – a mística. A tal mística de que muitos falam e que nem todos sentem. Essa eu sinto-a, e por alguma razão sou o Benfiquista mais acérrimo que conheço aqui na cidade da corrupção. É isso que mantém acesa a chama do clube, e é por isso que somos o clube com mais sócios do Mundo. Futebolísticamente e financeiramente falando, podemos não ser os melhores, mas para todos os adeptos benfiquistas, o Benfica será sempre o maior do Mundo, como um filho é sempre o mais bonito aos olhos dos seus pais.

Peço que me perdoem esta visão mais fria, e, na minha opinião, mais realista, da actualidade do Benfica.

Saudações Benfiquistas - E pluribus unum.

3 comentários:

Anónimo disse...

Boa análise, rapazes. Descobrí o blog, lí um bocado, e tmb concordo com as opiniões do Galahad no seu geral. Acho que virei aqui mais vezes.

Alma Benfiquista disse...

Caro Sir,

Não tens de pedir desculpa a nenhum Benfiquista porque essa análise é verdadeira (por muito que nos doa a verdade).

É um facto que perdemos o comboio da 1ª linha europeia.

É um facto que vimos o nosso clube ser arrastado para uma grave crise financeira, por culpa de alguns incompetentes e irresponsáveis que geriram o nosso Sport Lisboa e Benfica.

É um facto que, neste momento, é-nos impossível concorrer com outros clubes na aquisição de jogadores de top-mundial (muito por culpa da crise que atravessamos e também pela famosa "Lei Bosman" que desvirtuou o futebol europeu)

Mas, temos alguns argumentos que fazem possível recuperarmos o nosso lugar no seio dos maiores clubes do mundo:

- Somos uma das maiores massas associativas do mundo. Ou seja, com um projecto de "Benfica" interessante e que faça acreditar os adeptos, ganharemos forças (e dinheiro) para voltar à ribalta.

- Além de sermos muitos, somos uma massa associativa impressionante, na forma como gostamos e apoiamos o nosso Sport Lisboa e Benfica. Basta lembrar as palavras de pessoas como Camacho e Trapattoni para percebermos que essa é uma vantagem que tem de ser rentabilizada (não é fácil a nenhuma equipa jogar no "Inferno da Luz" que se viveu com o Manchester, o Liverpool ou o Barcelona). Na época da nossa última final europeia, e depois do golo do Vata contra o Marselha, o sr. Tappie disse (mais ou menos) o seguinte sobre o lance do golo: "Foi um golo com a mão que o árbitro validou. Mas com este ambiente impressionante é muito fácil um árbitro enganar-se. Nunca tinha visto um ambiente como este".

Se há afirmação do sr. Luís Filipe Vieira com a qual concordo é de que "O gigante está a despertar". Temos de saber rentabilizar a força da nossa massa adepta para começar a ganhar com consistência. Depois das vitórias virá o dinheiro, depois do dinheiro virão os grandes jogadores e depois... o ciclo volta a repetir-se!!

Parafraseando John F. Kenedy: "Não perguntemos o que o Benfica pode fazer por nós. Perguntemos o que nós podemos fazer pelo Benfica"

Um abraço benfiquista, Sir.

Anónimo disse...

com grande vontade e força mental o GLORIOSO S.L.BENFICA SERA O MAIOR e melhor clube do Mundo?????? viva o glorioso s.l.benfica SEMPRE !!!!!!