quarta-feira, 9 de agosto de 2006

Não estou!... Simplesmente, não estou!


Não estou!... Simplesmente, não estou!

Não estou contente (os austríacos são fraquinhos). Não estou triste (empatar com golos é um mal menor). Não estou optimista porque construímos uma equipa para um modelo de jogo que, pelos vistos, ficará em “banho-maria” (outro mal menor?). Não estou pessimista porque temos um treinador flexível. Pior que não admitir um suposto erro é insistir num facto evidente à vista desarmada: a inadaptação à estratégia!

Não estou a favor da táctica porque já mudámos tantas vezes que já nem sei o esquema hipoteticamente a aplaudir. Não estou contra ela porque, sem uma, também não vamos lá! Nunca, como agora, vi tanta “multiplicação”: é 4x3x3… é 4x4x2… é 4x4x1x1… é 4x2x3x1… é 3x4x1x2. E os dias a passar…

Como rentabilizar 5 avançados com espaço para apenas 1 (4x3x3 hoje)? Em alternativa, como criar mais-valias pelas alas se os extremos que dispomos, aos meus olhos, não se chegam à qualidade (desde muito cedo patenteada) de Simão, por exemplo? Porquê apenas 6 defesas para toda a temporada, sabendo que apenas dispomos de dois laterais de raiz? O que fazer com todos os médios deste plantel? Baralhar e voltar a dar?

Não estou contra o treinador (é muito cedo para “obituários” – não me revejo na figura de cangalheiro, sequer) porque, apesar de não ter sido a minha escolha, é (como outros também o foram) o técnico do Benfica. Não deixarei de lhe apontar o dedo sempre que necessário for (já comecei, como bem se pode constatar), mas deixemos o homem trabalhar. Opinem, manifestem-se pela crítica assertiva, mas esqueçam-se dos assobios e dos lenços brancos porque, no Verão, aconselha-se o mínimo de roupa possível. É um adereço dispensável.

Não estou contra os jogadores, apesar de pensar que Deus, na Sua infinita sabedoria, não distribuiu inteligência e raciocínio rápido a alguns jogadores do Benfica, tal é a forma um pouco descabida como são admoestados com cartolinas amarelas ou são apanhados em contra-pé pelos adversários. Vamos acreditar que são apenas resquícios de umas férias bem gozadas e que o juízo volta logo, logo.

Não estou contra o Departamento Médico, mas ai daquele que se lesionar até o início do campeonato. Muito menos depois! Não estou com disposição para me digladiar de argumentos com ninguém a respeito da importância do Miccoli, por exemplo, nesta equipa quando não está com uma lesão muscular. Afinal de contas… temos os melhores ou não?

Também apetece-me dizer que não estou com o espírito pequenino que temos vindo a demonstrar. Não estou com a falta de ambição, o cansaço físico anormal que se tem notado, a insegurança dos nossos três guarda-redes, o desaparecimento do Nelson desde a temporada passada, o Manuel Fernandes que se anda a tratar num “estaleiro” qualquer à revelia do Benfica (pelo que se disse), a “novela Simão” que já tresanda de tanto se mexer nela.

Quanto a este último ponto…oh rapaz (sim, sou mais velho que o Simão), ou vais ou ficas! Isto não é vida. Obrigado pelos golos, pelas assistências, pelo campeonato e pelas taças que ajudaste a vencer, pelo brilho que deste à nossa camisola, mas estou farto desta tua cantiga do “roda, roda, vira, roda, roda, vem”. Decide-te homem!

Apeteceu-me hoje… não estar!

Para quem não gostar destas linhas e quiser retorquir, não se esqueça: não estou! Aliás… estou com o Benfica e também estou de férias. Mas tenho que referir que o pouco tempo dedicado a esta causa (o Glorioso), infelizmente, tem sido complementado com um desligar da TV, interligado com o desabafo:

…“Perdoai-lhes, Senhor…”

2 comentários:

Diavolo Rosso disse...

Estás confuso, não sabes ver um esquema adequado, vês um plantel que foi construido para um esquema que não funciona, vês grandes dificuldades em mudar de esquema por o plantel estar mal construido, olhas para a equipa em campo e desesperas, olhas para o banco e a única coisa que podes fazer é dizer "acudam-me que não vejo volta a dar a isto", ou seja confusão, confusão, confusão e muita ilusão (enquanto houver vida...)
Isto é o que tu pensas engenheiro do penta, mas não estás sozinho. No Açores tens um camarada que está como tu.

lembro-me de alguem me dar a nóticia da contratação do treinador, foi mais ou menos
- &%)(/)$%&&/#%$"##"Q#"
- ehehehe calma jovem

Agora sim estou calmo, já li os últimos capitulos deste livro, já sei como acabam.O resto do livro agora é apenas um vaguear para um fim já certo, mesmo que alguns capítulos nos façam esperar um final diferente, o epilogo já está escrito.

Alvaro disse...

Mais um treinador Mouro para o melhor clube português! Será vitorioso como os outros?