sexta-feira, 29 de dezembro de 2006

2006 em Retrospectiva...


Acima de qualquer outro comentário sobre desporto, fica o meu desejo de um excelente ano de 2007 para todos vós.

Está-nos no sangue e torna-se inevitável, a cada ano que passa, olharmos para o passado para perspectivarmos o futuro. É mais um ciclo que se fecha (não em termos desportivos) e outras esperanças renascem com o novo ano que aí vem.

Por razões de natureza inata, não consigo desprender-me da análise factual e é nessa perspectiva que mencionarei os aspectos desportivos que me pareceram mais importantes no ano de 2006 (de uma forma mais ou menos cronológica):

=> Período de Transferências (Janeiro de 2006)

A maré parecia indicar que o barco seguia o rumo certo, mas, a dada altura do percurso, alguém virou o leme bruscamente. Um clube como o nosso nunca afunda (pode meter água por todos os lados, isso sim), mas a sensação ficou que, uma vez ultrapassado este período de maresia, o barco lá se endireitou. O problema (opinião minha) foi que trazia gente a mais e começou a navegar… contra a maré.

=> Prestígio Europeu (e dinheiro nos cofres da Luz)

Sem dúvida que a equipa dos “Golias”, que víamos no campeonato, vestiu a túnica de “David” na Europa do futebol. E que bem que lhe caiu a veste! Este facto deveu-se ao acreditar de toda a equipa técnica, jogadores e Direcção que, mais que sonhar, há que trabalhar para alcançar o sonho. Indiscutivelmente, o prestígio do Benfica atingiu patamares mais elevados e os cofres da Luz ficaram um pouco mais desafogados.

=> “Matança” de “borregos” (vitórias no Dragão e no Bessa, por exemplo)

Há muito que o orgulho benfiquista não se enchia por motivos de “matança”. Pena que não existissem consequências de tais vitórias.

=> Quartos de final da Taça de Portugal

Manifesta-me, soube-me a pouco. Outro sentimento não seria de esperar quando, mesmo que com um golo irregular, somos eliminados na nossa própria casa por uma equipa quase a descer de divisão.

=> 3.º Lugar na Liga Betandwin.

Se ficar atrás de Porto e Sporting é, a olhos vistos, um péssimo resultado, o único ponto positivo que deste terceiro lugar ressalta é a possibilidade (depois concretizada) de disputa do apuramento para a Liga dos Campeões da temporada que decorre. Zero títulos em 2006.

=> Saída de Koeman

Envolto num mar de raiva (por um lado) e de gáudio (por outro), o Sr. Koeman decide interromper (foi ele que interrompeu) o vínculo contratual que o ligava ao Benfica durante mais uma temporada. Penso que a minha opinião é conhecida, daí só referir o meu obrigado pelo que de bom cá deixou, bem como o meu lamento pelos erros graves de balneário e de liderança que me pareceu revelar.

=> Entrada de Fernando Santos

Foi como se eu tivesse sido atingido por um camião TIR. Acalmei-me e procurei encontrar aspectos positivos na sua vinda. Alguns confirmaram-se, outros porém não passaram de mera esperança não concretizada. Fernando Santos consegue colocar-me numa corda bamba: ora contente, ora “piurso”. Já lhe pedi a cabeça e, enquanto os factos não me provarem o contrário (sem entrar em comparações), não me parece ser o treinador que o Benfica merecesse ter.

=> Transferências de Verão

Mesmo que tarde e a más horas, Rui Costa lá regressou à casa mãe. Uns dirão que foi quando foi possível ser. No fundo, só tenho que concordar. A mais-valia que trouxe ao plantel, infelizmente só se conseguiu materializar num reduzido número de jogos… o que nos leva a um ponto que falarei um pouco mais à frente: Departamento Médico. Quanto aos demais “entras e sais”, realço a permanência do capitão (com mais uma novela rocambolesca à mistura) e do Miccoli, sem esquecer obviamente a grande contratação de Fernando Santos (Katsouranis). Temos um plantel grande demais? Parece óbvio à vista da esmagadora maioria. Se não têm qualidade porque motivos vieram? Esta é a pergunta do tal milhão de euros…

=> Portugal no Europeu Sub-21

Podemos não ser tão bons como julgávamos, mas penso que também não somos assim tão maus (a história assim tem provado). Humildade e pés bem assentes no chão a todos aqueles julgaram que apenas o factor casa seria fundamental para vencer.

=> Portugal no Mundial

Desavenças de lado, goste-se ou não do treinador ou das suas escolhas, o que é certo é que a Selecção continua a fazer-nos vibrar. Parabéns ao Sr. Scolari pelo 4º lugar (quando se está tão perto, sabe-nos a pouco) e obrigado aos jogadores que tudo deram em campo para dignificarem as cores da nossa bandeira.

=> Caso Mateus

Eu poderia dizer que só acontece em Portugal, mas é mentira. Também acontece pelos outros países ditos civilizados. O problema é que lá resolvem-se os casos… aqui vamos resolvendo. Depois deu no que deu…

=> Inauguração do Centro de Estágio

Só uma pessoa distraída não percebe a importância de uma infra-estrutura deste nível. Parabéns à Direcção por ter abraçado este projecto e, sobretudo, parabéns por tê-lo materializado.

=> Apuramento para a Liga dos Campeões e consequente participação

É o nosso lugar e, perante um adversário de tão fraca qualidade, outro resultado não seria de admitir. Uma vez lá dentro (da Liga dos Campeões), ficam alguns amargos de boca (empate na Dinamarca, derrota com o Manchester nos moldes em que aconteceu na Luz). Nem falo dos golos em Glasgow…

=> Apuramento para a Taça UEFA

Do mal, o menos. Já pensei menos em levantar o caneco…

=> 3.º lugar (actual) na Liga

Pontos a mais de distância, nesta altura do campeonato, em relação ao F.C. Porto. Excelentes performances em casa, exibições de meter medo ao susto fora de portas (com excepções identificadas por todos).

=> Departamento Médico do Benfica e Preparador Físico

Um e outro são causa e consequência. Qualquer mau trabalho realizado num destes campos irá repercutir-se no outro. Infelizmente, a meu ver, a política adoptada tem sido a do “arriscar” para ver no que dá. Expomo-nos às consequências nefastas dessas decisões (jogadores imenso tempo sem jogar ou com recaídas difíceis de explicar), até que alguém revolta-se…

=> Modalidades

Indiscutivelmente, estamos a viver uma nova era. Não estou completamente a par das alterações de fundo a este nível, mas o que é certo é que os resultados estão a começar a aparecer. Parabéns à Direcção por acreditar no ecletismo do Clube.

=> Formação

Pelo que tenho lido aqui no fórum, os resultados têm começado a aparecer. Resta saber se têm continuidade. Parabéns ao Sr. Carraça.

=> Reeleição de Luís Filipe Vieira

Primeiro que tudo, obrigado à Direcção por ter permitido que os sócios correspondentes (como eu) votassem neste escrutínio. Votei em LFV, mas não passo cheques em branco a ninguém.

=> José Veiga

Continuo a pensar que tem uma influência acentuada no plantel do Benfica (para o bem e para o mal). Quero acreditar que quem com ele lida sabe analisar os prós e os contras do seu possível contributo no futuro. Mais do que saber onde é que o Sr. José Veiga andou metido, é importante não deixar de perceber onde é que ele nos poderá vir a meter. É uma matéria que continuo a considerar… sensível.

=> Apito Dourado

Nunca pensei que a esperança de justiça, em relação a um “porco”, se materializasse nas mãos de uma p***. Ao que o mundo chegou. Incrivelmente, olhamos para trás e perguntamo-nos: o que é que mudou de lá para cá? Provavelmente o restaurante, onde os chamados “cérebros” do futebol costumam juntar-se para amenamente “cozinhar”.


Novamente, um excelente ano de 2007 para todos vós.

4 comentários:

CorDeSang2 disse...

É verdade, boa análise.

Saudações gloriosas

El Charro Fever disse...

Era bom que 2007 fosse um bom ano.Parece que o Alcides,Diego,Marco Ferreira estão de saída (aléluia),o Kikin,fala-se que pode ir,espero que o Beto,Karyaka,Mantorras também possam ir.Se gastamos 2 ou 3 milhões no Marcel para o mandarmos embora,mais 2 no Kikin com o mesmo intuito (quando já tinhamos dado 1 milhão pelo Karadas e idém),acho que é justo libertarmos o Mantorras,pagarmos a um jogador em quem não apostamos,é lançar dinheiro ao vento e prejudicar a carreira do atleta,até porque ele já manifestou vontade de jogar mais vezes e se for preciso mudar,muda.Chega de prendermos atletas e contratarmos disparatadamente,só naqueles 3 avançados que referi,gastou-se entre 5 a 6 milhões de euros,nenhum deu sequer para pagar metade do seu passe...foram jogadores que nunca se imposeram e nada produziram,logo...chega disto,se é pra gastar 6 milhões,prefiro que o gastem todo num só jogador e renda o investimento,do que em 3 ou 4 candidatos à lista de dispensas.Que 2007 traga mais clarividência à política de contratações do Benfica.Força Glorioso

Sir disse...

"..olhamos para trás e perguntamo-nos: o que é que mudou de lá para cá?Provavelmente o restaurante, onde os chamados “cérebros” do futebol costumam juntar-se para amenamente “cozinhar”."

Grande parágrafo, este último.
Para quem não sabe, as transações eram todas realizadas, à sexta-feira, no restaurante do paizinho da Carolina.

El Charro Fever disse...

Sobre isso...só podemos dizer que o "novelo de lã" tecido por esses senhores de público,passou a arte...é que se a literatura é uma arte,eis que surge a P*ta lançando uma "mona lisa".Deprimente ver que em Portugal,na época festiva que se comemora o nascimento de Jesus Cristo,é essa senhora com as suas narrativas sobre o flatulento e a sua trupe que atingem sucesso.É uma "novela" portuguesa com certeza.Quando largarem o livro e passarem ao "Código Penal" e a sua devida aplicação aos visados,avisem,aí sim,direcciono para esses assuntos o interesse devido.