segunda-feira, 2 de abril de 2007

O Super-Escabroso

Na sequência dos incidentes de ontem, parece-me que se impõe uma pequena reflexão em forma de alerta em relação a esta espécie que se continua a multiplicar de forma rápida, mas, felizmente, assexuada. Falo, pois claro, do Super-Escabroso.

Mal trajado, pouco instruído com a dentição incompleta e um odor condizente: assim está traçado o protótipo de um Super-Escabroso. As suas indumentárias não variam muito. Nem de indivíduo para indivíduo, nem, muito menos, de dia para dia.

Para baixo, meia Sport por cima da calça de fato-treino de lycra, para que possamos observar em pormenor os detalhes reluzentes das suas sapatilhas com molas, suspensão reforçada e, em casos extremos de rebeldia, atacadores desatados.

Da cintura para cima, sem esquecer o sempre presente bling bling - que é como quem diz uma volta em ouro falso com uma cruz na ponta -, vestem um colete SD ou Ultras, ou, em alternativa, uma camisola do Porto da época 98\99 com o patrocínio da latrinária marca Revigres, à frente, e o número 69 acompanhado do nome 'Fábio, o destroca naifas', atrás. Em dias de festa, há alguns que usam a parte de cima do fato-treino. Por baixo, não podia faltar uma camisola interior suada, do Pikachu ou do Neco. Porque estes energúmenos até têm um lado mais querido.

Pormenores como o brinco de plástico, o boné ou o cabelo empastado em gel, ficam para outro dia.

O típico Super-Escabroso é, como não podia deixar de ser, adepto da agremiação nortenha que é o foculporto. Tem de ter, entre outros atributos, a elegância de um Manuel Serrão, o dealer de um Miguel Sousa Tavares e o desportivismo de um activista da ETA com esclerose múltipla. Todas estas caractrísticas convergem para um ódio exarcebado em relação ao melhor clube do mundo, que é, no fundo, a sua razão de sobreviver.

A sua lábia é conhecida e as suas manhas mais velhas que aquele puto - porventura, já falecido - que ainda hoje aparece nas embalagens de Kinder barrinhas. Engenho também não lhes falta. Uns especializam-se em ligações directas, outros, em furtos menores. Os mais retardados acabam, geralmente, a trabalhar no McDonald's.

O seu quotidiano é como o seu léxico: pouco diversificado. De manhã, "roubar betos"; à hora de almoço, espancar a progenitora, ou, caso esta tenha saído para se prostituir, pontapear o irmão mais novo; ao início da tarde, coçar a zona pudibunda enquanto escarram para o chão; ao fim da tarde, "roubar betos"; à noite, "roubar betos"; às primeiras terças-feiras de cada mês, tomar banho; isto tudo com umas flatuências pelo meio. Qualquer acção que não conste da minha enumeração, só pode ser um mero lapso.

Ontem, à saída da Luz, os repórteres do Eterno Benfica tiveram oportunidade de captar algumas palavras de um dos mais eruditos Super-Cabrões, que passo a transcrever: "A gente somos os maiores e fomos superiores a vós. Como eu já tinha dito em antes do jogo - sim, porque eu posso só ter três dentes e uma lasca mas tenho boa memória - íamos para jogar à bola e jogamos. Prontos, vós conseguisteis o empate no fim, agora é alevantar a cabeça e pensar já no próximo jogo contra o Setúbál.". A discursante foi uma senhora de meia idade, que para além de ter de nos pagar o microfone que ficou encharcado de perdigotos, deveria ser igualmente condenada a depilar as suas axilas.

Termino por aqui, uma vez que começo a recear que seja exercido qualquer tipo de represália física contra mim ou contra a minha família, não vá algum deles ter um amigo que sabe ler.

8 comentários:

Galaad disse...

Exactamente!!! A descrição é própria de um Super Cabrão e, quanto ás represálias, não tens de te preocupar uma vez que, como bem frisaste, são rarissimos os que sabem ler e/ou escrever...

Marquês de Barrabás disse...

Muito bom, Sir, muito bom!

You'll never walk alone disse...

Sobre o que se passou ontem..é de ver..nortenhos,sem ofensa Sir.Mas são puros matarruanos do campo.Devo porém acrescentar,algo que já disse no fórum do SerBenfiquista,como tal,limito-me a colocar aqui :

Tiaguu
Juvenil

Lisboa - "Quem vier morre!"Hoje às 22:21:00


Óbvio que eles são os maiores culpados,mas temos de ver que se não tivessem colocados onde estão...nada disso teria sucedido certamente (nos outros anos,não sucedeu).Toda a gente sabe os grunhos que eles são e meterem-nos por cima de adeptos do Benfica,obviamente que é um sério risco,que aliás,se tornou real infelizmente.Responsabilzar criminalmente os individuos de tais actos,é o que todos esperamos,mas sinceramente,também espero que o Benfica evite novamente colocar grunho adversários em pontos de risco para os adeptos do glorioso.

Em4Lyf disse...

Ah grande texto Paulo! :D

You'll never walk alone disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
ﻝф‡∆, εζ þĭЬε disse...

ta excelente!!! de tirar o chapéu!! ;)
Já não sei onde li, mas concordo: preferia pagar a multa, mas não cedia nem 1 bilhete para esses cabrões arruaceiros!

Anónimo disse...

É por causa deste tipo de comentários que o desporto é rei? Cada qual tem a sua preferência futebolística. Há no FCP grandes arruaceiros e no SLB grandes arruaceiros. No FCP muitos analfabrutos, no SLB muitos analfabrutinhos. Por isso deixem de se armar aos cucos porque quem não tem esse tipo de preconceitos são os do SCP.


Simpatizante do SCP mas, do Bila (SCVR) de coração

Gil disse...

excelente sir. muito bom. já n1 me ria assim há mto tempo. folgo em ver que aprendeste (finalmente) a escrever ;)
eheheh