sexta-feira, 21 de dezembro de 2007

A catarse do futebol do Benfica

Luís Filipe Vieira comanda, desde a saída de José Veiga, os destinos do futebol profissional do Benfica. O saldo tem sido desastroso. O planeamento da época foi miserável: contrataram-se quase 20 jogadores novos e manteve-se o treinador que viria a ser despedido dois jogos depois. Nenhum dos anteriores quatro treinadores tinha sido merecedor do voto de confiança que lhe garantiria a continuidade, até que o pior deles todos o recebe, inexplicavelmente.

Camacho chegou, com a criança nos braços, e ainda agora está a expurgar os erros que herdou de Fernando Santos. Ele é, de todos, o menos culpado da situação actual do nosso futebol. Pode não ser um génio táctico, nem usar sobretudos estilosos. Pode estar muito diferente desde a sua primeira passagem pelo Benfica. Mas não pode, em circunstância alguma, ser utilizado como bode expiatório para os problemas do Benfica.

Senão, vejamos: que pode um treinador fazer com um plantel que, para colmatar o défice de esquerdinos, adquire uma carrada deles e se esquece de contratar um extremo direito em condições? Que pode o espanhol fazer se tem quase uma dezena de sul-americanos ainda em fase de adaptação? Como há-de o Benfica passar com distinção nos testes mais difíceis, se a média de idades do plantel denota uma clara inexperiência da maioria dos seus jogadores? Que pensará Camacho quando olha para o banco e vê que o único 10 que tem, e que já está na casa dos 35 anos, não tem ninguém à altura para o substituir? Como é que o Benfica quer marcar golos se, para além de Cardozo, dos quatro avançados disponíveis, um está inadaptado, outro é perdulário, outro é coxo e o último é um adolescente chinês?

E as situações desmultiplicam-se. Sr. Vieira, por mais revistas que envie para casa dos sócios, começo a duvidar da sua reeleição. O clube está pejado de incompetentes adeptos dos nossos rivais, que não perdem uma oportunidade para nos apunhalar pelas costas - vide o exemplo José Veiga, inevitável futuro candidato à presidência do Benfica.

Tudo bem que as acções de marketing são necessárias, e que já começa a ser cliché pegar por aí, mas tudo tem um limite. Os associados não se vão deixar cegar pela neblina de promessas e queixas sobre a arbitragem. Há que por cobro a algumas situações que continuam a ser perpetradas pelos dirigentes do Benfica.

Por exemplo, o caso Léo. Apenas sei que o baixinho está a forçar a corda por um salário mais elevado. Compreendo-o. E compreendo que o Benfica queira ser intransigível na sua posição. Mas será que compensa dispensar um valor seguro, que tanto nos tem dado ao longo dos últimos anos, para contratar uma incógnita, como o caso de Gilberto, que mesmo a custo zero iria auferir um volumoso salário?

Atente-se, igualmente, na questão Bergessio e Diaz. Dois argentinos que chegaram no Verão, dos quais Camacho não parece gostar. Mas estes dois têm mais uma coisa em comum: a escassez de oportunidades que lhes foi concedida, que me deixa relutante em relação às suas dispensas.

Será que não veremos, um dia destes, um destes três a brilhar num clube rival?

Se Vieira quer imitar o fcporto, que copie os bons exemplos de gestão desportiva, porque a sua, a meu ver, tem sido um fracasso. E é isso que realmente interessa, que traz os adeptos à Luz e lhes renova a paixão pelo jogo. É isto a célebre mística do Benfica! E eu só peço que ma devolvam.

9 comentários:

VeRMeLHoVZKy disse...

Sempre do contra... sempre do contra. Já não há paciência.

Quanto ao Léo:

"Falei agora com o presidente e estou super bem. Ele pediu para que o Iko (empresário) ligasse para ele e é isso que vai acontecer. O dialogo é uma coisa normal e o presidente sempre me tratou bem, com muito respeito. Eu continuo a acreditar. O presidente sempre me tratou bem e eu também tenho muito carinho pelo Benfica. Tem tudo para dar certo. Precisamos sentar-nos e conversar. As coisas vão caminhando. Ele tem os seus compromissos e o meu empresário tem os dele. Não tem como recuar. O carinho é muito grande e eu acredito que vai dar certo."

Sir disse...

Isso não muda uma vírgula no que eu disse. Estamos a falar em meras suposições, até porque todos os dias a informação veiculada nos media é diferente.

JNF disse...

Só uma pequena correcção: o tal avançado perdulário é o melhor marcador da equipa apesar de não jogar os 90 minutos há muito tempo.

Quanto ao resto concordo com tudo, pena é que desde há muitos anos para cá, LFV não tem concorrência à altura. Jaime Antunes? Guerra Madaleno? Apesar de LFV não ter a popularidade que teve anteriormente, acho que mesmo contra qualquer um destes dois candidatos, Vieira ganharia.

P.S. Sir, recebeste o meu e-mail?

Sir disse...

Isso só demonstra como o nosso ataque está muito aquém das expectativas.

Não recebi nada, JNF. Reenvia, se não te importares.

Anónimo disse...

grande post. É pena terem sido dos últimos a acordar. Agora é tarde, Tri-campeonato para o Porto e com mais dois anos de LV significa o penta para o Porto.

Tivessem acordado quando ele trouxe o Santinho e não tinham ido duas épocas com o caraças.

Raquel disse...

concordo plenamente com tudo o que dizes! ;)

Anónimo disse...

Muda pois. A informação vinda dos Média é tudo menos verdadeira. Falar supondo, porque veio no Jornal x, porque o jornal x ouviu na rádio y, é o pior que se pode fazer. Vamos apoiar o Benfica. Se nós próprios estamos sempre do contra, quem estará connosco?

joao.pedro2 disse...

E ainda falta denunciar o enorme escândalo quer é um tal de Jorge Gomes trabalhar para o presidente do Benfica, fazendo observação e relatórios de jogadores para Luís Filipe Vieira, sem dar conhecimento ao Rui Águas. E sabem, por acaso, quem é este Jorge Gomes, ex-funcionário do FC Porto e ligado aos pormenores mais escabrosos do Apito Dourado e a todo o sistema de intimidação dos corruptos do Norte. É esta gente que nós queremos a trabalhar no Benfica, sem que o seu presidente tenha a coragem sequer de o anunciar como colaborador do clube? É esta gente que devemos apoiar? Um dia destes arrepende-se e volta ao seu ninho original e denuncia tudo o qúe se passa no Benfica ao todo-o-poderoso Pinto da Costa, como fez a Filomena, que até voltou a casar com ele. Este presidente é um tótó, só faz asneiras. É o nosso cavalo de Troia.

Pedro disse...

"Isso só demonstra como o nosso ataque está muito aquém das expectativas." está mesmo? pensava que tínhamos, em número de golos marcados, o melhor ataque dos últimos anos? da última década?

para além disso: "bons exemplos de gestão desportiva (...) é isso que realmente interessa" - é mesmo? e em primeiro lugar? mesmo mais do que o saneamento financeiro? Creio que grande parte dos benfiquistas sofre de memória curta, ou esquecem-se de uma das últimas temporadas em que tivemos uma *grande* equipa, em que por haver salários em atraso (!!) jogadores denunciaram os contractos com justa causa.

concordo que o Benfica, face ao seu historial, devia oferecer aos adeptos muito mais e melhor. Mas desatar a fazer eco de uma imprensa anti-benfiquista é alinhar com o sistema nortenho e continuar a minar o pouco que de bom se tem feito. haja paciência.