quinta-feira, 13 de março de 2008

Quatro Linhas #6: Um Benfica sem oposição!


Começo esta crónica, recordando uma das datas mais nefastas da história recente do Benfica. O local do crime é Vila do Conde, onde o Benfica seria derrotado nessa ventosa noite de Inverno. Uns dias antes, o presidente do clube, Manuel Damásio, esteve nas instalações do Finibanco a apresentar o seu projecto de sociedade desportiva para o Benfica a um conjunto de luminárias benfiquistas a quem o costume e a classificação apressada da imprensa aprendeu a designar de “notáveis”. Confesso que nunca percebi muito bem esta designação, especialmente num clube que tem, segundo se diz, seis milhões de “notáveis”. Pois bem, agora que sei o que se passou nesse pequeno conciliábulo de benfiquistas, mais desprezo tenho por essa extraordinária categoria de adeptos do Benfica, uma espécie de catálogo de primas-donas do espectáculo folclórico que dá corpo a uma ténue existência de oposição no clube. Assusta-me pensar que pode sair de um destes bestuntos a simples ideia de criar motivação nos sócios do Benfica a mudar de novo para um tipo de aventureirismo que o clube já pagou demasiado caro.

Nessa reunião, num dos gabinetes do Finibanco, Manuel Damásio e sua direcção explicaram o seu projecto. O Benfica tinha previsto um encaixe de dezoito milhões de contos – digo bem, contos, não euros – o que significava que a incensada sociedade desportiva do projecto Roquete no Sporting acabaria ridicularizada pela grandeza destes números. Um desses notáveis, referiu mesmo a Manuel Damásio que o seu projecto de SAD, era “fantástico e confirmação do prestígio do clube”. Para que se tenha uma ideia, toda a imprensa portuguesa estava ainda babada pelo superior exemplo sportinguista, que arrecadara dois milhões de contos em subscrições de acções da SAD do clube de Alvalade. O projecto de Manuel Damásio permitia ao Benfica ganhar o futuro, ganhando 80 milhões de euros. Tudo documentado. Isto existe, eu próprio guardo uma cópia dessa relíquia, de cada vez que o meu inconformismo pelo estado actual do clube me leva a prolongados suspiros por uma espécie de revisionismo que eu gostaria de fazer em certos acontecimentos.

A reunião passou-se, Manuel Damásio convenceu-se do apoio expressivo de alguns dos sócios mais ilustrados do clube e passou a dormir mais descansado nessa semana. Porém, poucos dias depois, nessa noite em Vila do Conde, o Benfica deixou mais uma fraca e bisonha imagem do clube dominador que tinha sido no passado e Manuel Damásio, de repente, fica numa posição de enorme enfraquecimento perante os sócios. Uma Assembleia Geral do clube confirmaria as piores previsões, chumbando o projecto de sociedade desportiva da direcção. Entre os “altifalantes” mais destacados do Benfica, censurando o projecto, lá estavam alguns dos mesmos “notáveis”, que poucos dias antes o tinham elogiado. O resto da história todos sabem como terminou. Manuel Damásio renunciou ao seu mandato, ferido na sua legitimidade e os seus adversários puderam, durantes todos estes anos, continuar com uma pungente dedicação à má-lingua, de cada vez que o Benfica entra numa espiral de resultados negativos. São quase sempre os mesmos e Deus nos livre e guarde de um dia assaltarem a caixa-forte do clube.

O Benfica precisa, mais do que nunca, de massa crítica. Não precisa de oportunistas, que esperam apenas por uma oportunidade que a generosa imprensa desportiva ciclicamente lhes dá de nos exibir a sua vaidade e existência. O Benfica chegou a este ponto de não ter uma hipótese credível de escolha entre uma direcção que dirige mal e uma oposição que se opõe, apenas por maneirismo e feitio. Mais do que os cem jogadores contratados por Filipe Vieira, os seis treinadores em quatro épocas, os anúncios pomposos e cada vez mais ridículos que desta vez é que vai ser e a gritante transformação do Benfica em cemitério de jogadores, treinadores e directores-desportivos, mais do que tudo isso, o que causa verdadeira urticária, é o actual estado de coisas do lado das alternativas. Sinto o Benfica inane, em que são mais as vozes da reacção do que a própria reacção. Incomoda-me esta anestesia geral que afecta os benfiquistas, incapazes de se revoltar contra um presidente que acha que pode continuar a passear pelos intervalos da chuva sem se molhar e uma oposição que leva demasiado a sério a sua ridícula importância.

Um destes dias ouvi António Simões. Antiga glória do Benfica, pessoa educada e de boa composição intelectual. Nas ondas da rádio, Simões não foi naquela maré anódina de comentários de ex-jogadores que apenas dizem o que o actual presidente do clube tolera. Não. O que disse Simões de tão profundo? Que não percebia como é que Filipe Vieira ainda não tinha assumido as suas responsabilidades na lástima a que chegou o futebol do clube. E, de facto, é preciso que se note, que não é o único a não perceber. Um homem contrata e descontrata, constroi e descontroi, faz o que quer e lhe apetece com total impunidade e qual é a sua reacção perante o desastre? É a de fazer de conta que faz sempre parte de um filme distante. No Benfica actual, entre mortos e feridos, alguém há-de escapar. O que me impressiona é que os benfiquistas não se apercebam que é sempre o mesmo a escapar. Ileso e sempre pronto para outra. Enquanto isso, a oposição é um vegetal e o Benfica um clube adiado.

27 comentários:

David Marques disse...

post 5 estrelas! Não mudava uma palavra!

You'll never walk alone disse...

O Benfica é um retrato fiel do nosso país.
Sócrates governa,quase forma imperial,graças a uma maioria que o elegeu.
Tal como Vieira,Sócrates é críticado (nos mais variados sectores).
Tal como Sócrates,Vieira alheia-se de responsabilidades usando sempre o discurso de que "sabemos o que fazemos e estamos a levar o clube a bom porto".
Tal como ao governo de Sócrates,falta oposição credível ao Benfica.
E em ambos os casos,andam os portugueses todos (ou quase todos),de bolsos apertados,com o índice de pessimismo no auge,inseguros àcerca do futuro e os Benfiquistas em particular,vivem exactamente o mesmo "estado de graça".
Melhor prova de que o Benfica é o clube mais português de todos não poderia haver.

Anónimo disse...

Não me diga que agora querem mandar o presidente embora. Querem passar de cemitério de treinadores, tb a cemitério de presidentes? Deixem o homem em paz e quando acabar o mandato quem tiver vontade e... capacidade que se candidate. é muito fácil falar mas o SLBenfica é um barco muito grande´e complicado, não é para todos.

You'll never walk alone disse...

"Ouvido ontem no Tribunal de Gondomar, no âmbito do chamado processo Apito Dourado, o árbitro de Vila Real revelou ter recebido de Luís Filipe Vieira em Setembro passado, no dia do jogo do Benfica frente à Naval, valiosa peça em cristal." - Jornal A Bola.

Vá Sr.Vieira,peça justiça,apele a que não deixem este processo morrer na praia e punam os responsáveis.
Vamos lá ver é se no fim,não acaba com uma gravata bem apertadinha no pescoço.

Anónimo disse...

Subscrevo as palavras do You'll... na analogia Vieira Sócrates!

Pedro Neto disse...

Excelente post, como de costume. Não tirava uma vírgula.

Catenaccio disse...

Caro José Marinho,

Fantástico artigo. Revelador do estado actual do Sport Lisboa e Benfica: uma direcção autista face aos focos de desestabilização e incompetente no tocante ao core business do clube, o futebol; uma oposição sem credibilidade, que surge em momentos sanguinários para vir torcer a esperança encarnada.
É triste saber que com o actual estado de coisas, o futuro não se avizinha brilhante. É frustrante tomar consciência que as opções são, ainda, mais assustadoras.
Na minha visão pessoal, atribuo responsabilidades a Luís Filipe Vieira, quer na péssima planificação desportiva, quer no entendimento que faz da relação com a imprensa desportiva e a forma como comunica, interna e externamente.
Contudo, personalidades do tipo de Jaime Antunes (poderia citar outros), assusta milhões de benfiquistas e faz recear mudanças intempestivas. É-se preso por ter cão e por não ter.
Ainda assim, as palavras de Simões devem ser levadas a sério. Há dias, folheando um dos diários desportivos deparei com um desabafo do Grande Capitão, Mário Coluna. Não me recordo das palavras exactas, mas o sentido era idêntico à opinião de Simões.
Creio que velhas glórias encarnadas podem ter um papel fundamental no apaziguamento da actual situação, na transmissão de serenidade e união entre os benfiquistas.
Até poderia ser um caminho a seguir: um futuro presidente inatacável no seu benfiquismo, na percepção sobre as sensibilidades do balneário e heterogeneidade de diferentes egos e personalidades. Não é crucial saber de economia, relatórios & contas, marketing ou gestão comercial. Importa, isso sim, ser um óptimo gestor de recursos humanos e escolher uma equipa profissional que garanta competência nas várias vertentes de um clube moderno e ambicioso. Um pouco à imagem de Franz Beckenbauer, no Bayern de Munique. Essa seria a minha alternativa.

Cumprimentos.

Vermelho disse...

No Domingo, quando Camacho demonstrava uma suprema dignidade e hombridade na hora da despedida, fomos forçados a assistir ao já tradicional número de prestidigitação de Vieira - como sacudir a água do capote sem molhar qualquer parte do corpo ou como adejar com mais uma promessa de um novo ciclo para obnubilar os espíritos mais incautos.

Vermelho disse...

Acaso não se achasse agarrado ao poder como uma lapa, com a demissão de José Antonio Camacho, não restaria a Luís Filipe Vieira outra solução que não fosse a demissão e a convocação de eleições antecipadas para o final desta temporada.
Se não encontro dúvidas em afirmar que Camacho era parte do problema, idêntica asserção identifico em asseverar que o principal responsável pelo actual estado de coisas no Benfica se chama Luís Filipe Vieira!
Cingindo-me à presente temporada, dizer que Vieira tem acumulado erros a um ritmo vertiginoso:
Primeiro, assumiu a gestão do futebol profissional em partilha com a administração da SAD e decidiu manter Fernando Santos como treinador principal quando era evidente que a sua fragilidade importaria a sua queda ao primeiro desaire.
Depois, entronizou intempestivamente Rui Costa como director desportivo e construiu um plantel profundamente desequilibrado, no qual as saídas de Manuel Fernandes, Simão e Miccoli não conheceram o devido suprimento.
Demasiados delitos!
Um total desregramento, no qual avulta uma completa ausência de planeamento, organização, coordenação e estratégia!

pedro nunes disse...

mais uma vez nada tenho acrescentar...completamente de acordo..
mas acrescento q pior q a actual direçao é n haver alguem(menos uma pessoa) q se diga q tenha valor p presidir ao clube..
neste momento penso numa pessoa p liderar o projecto do benfica, qto a mim teria o meu voto...
essa pessoa é humberto coelho... já q n lhe dão a oportunidade de treinar a equipa, eu apostava nele entao p presidente
PRESIDENTE:HUMBERTO COELHO
DIRECTOR DESPORTIVO: RUI COSTA
TREINADOR: seria o mourinho, mas é mm um sonho, em alternativa o treinador seria ERIKSSON

Ricardo disse...

José Marinho,

é, sem dúvida alguma, o fraco nível de opositores credíveis, o principal problema do Benfica, actualmente. E é estranho este fenómeno, sabendo que temos uma massa tão grandiosa de adeptos. Ninguém, com capacidade financeira, de mobilização, organizativa, amante do clube é capaz de aparecer? Alguém que, mesmo não sendo nenhum milionário, tenha conhecimentos? Não se entende. Nem a total vacuidade dos que aparecem a contestar nem a quase subserviência de grande parte dos "notáveis" benfiquistas em relação a Vieira.


catenaccio,

Mais uma vez, para não fugir à regra, de acordo. Essa poderá ser uma excelente opção. Alguém que saiba rodear-se de elementos para cada área específica do Clube, mesmo que não entenda, mais do que o necessário, de cada dessa área. Ipmortante é ter como Presidente alguém do Benfica, alguém que saiba sempre rumar para o sucesso e, muito importante, para a verdade. Que faça auto-análises, por sabê-las fundamentais para o Clube. No fundo, alguém que gosto mais do Benfica do que do próprio umbigo. É isso que está em causa.


vermelho,

Não tenho nada a dizer sobre as suas palavras. Concordo, apenas.

Anónimo disse...

sr José Marinho, tenho admiração pelos seus comentários e concordo muitas vezes consigo... infelizmente neste isso já não se sucede...
começo pelo titulo do Post - Benfica sem oposição... é mentira o Benfica está cheio de oposição... a maioria dos adeptos FEZ A VIDA NEGRA ao fernando santos e ao Camacho... agora a culpa é do Vieira (pois ele só tirou o clube da ruína a par com o Vilarinho)... por isso, a grande oposição do Benfica são os seus adeptos... eles não dão tempo a nada... os adeptos não dão tempo aos treinadores e quando aparece o primeiro mau resultado, o TREINADOR JÁ É MAU, depois vêm os lenços brancos e depois vêm as assobiadelas, depois ainda vêm as petiçoes feitas por benfiquistas destabilizadores... Os adeptos do Benfica não dão tempo a Edcarlos, Maxi Pereiras, Di Marias pois os benfiquistas querem uma equipa de sonho do dia para a NOITE... os adeptos do BENFICA NÃO TÊM PACIENCIA... e esse será o grande opositor ao sucesso do Benfica... pois reina a Impaciencia e isso faz com que todos os jogadores e treinadores se sintam pressionados, desmotivados e desmoralizados... NÓS TEMOS VALORES MUITO BONS PARA O FUTURO MAS É PRECISO PACIENCIA -


"O Benfica chegou a este ponto de não ter uma hipótese credível de escolha entre uma direcção que dirige mal"

esta direcção dirige mal? tirar o Benfica da ruína é dirigir mal, termos três atletas medalhados é dirigir mal, contruir o estádio magnifico que temos é dirigir mal, construir o centro de estágio é dirigir mal, ter as contas positivas é dirigir mal, pagar grande parte das dividas é dirigir mal, ter avanços no Futsal, Voleibol e Futsal, ter uma nova equipa de ciclismo é dirigir mal, ter retirado a marca do Benfica da lama é dirigir mal... é verdade, TER FEITO ISTO TUDO PELO BENFICA É PARA OS NOSSOS RIVAIS DIRIGIR MAL ...

por isso... Só não vê quem não quer...

temos estabilidade financeira com o Vieira meus senhores... antes do sr Vieira e do sr Vilarinho, o benfica aparecia até na publicidade da SIC a pedir donativos para se salvar... tristeza... a memória é curta... o Vieira passou para uma grande maioria dos benfiquistas de BESTIAL A BESTA tal como o Camacho e tal como muitos jogadores... e assim é graças aos adeptos que o benfica será um cemiterio de jogadores e treinadores, pois ninguem se sente bem com a pressão e com o inferno causado por um grande numero de benfiquistas...

Esta é a minha opinião caro Marinho, respeito-o muito mas aqui tenho que discordar consigo...

Saudaçoes benfiquistas

Isaias disse...

O artigo está muito bem escrito e coloca o dedo na ferida do nosso clube.

Falta competência desportiva a este presidente, que nem se pode queixar de falta de experiência na medida em que já conta com vários anos de futebol desde os tempos do Alverca.

O LFV pode andar o resto da vida no futebol que não passa disto, não é que seja por falta de inteligência mas julgo que o problema é falta de interesse pelo fenómeno. A componente de gestão administrativa e marketing parece-me bem mas o Benfica é muito mais do que isso e tem de ganhar sempre ou quase sempre.

Esta onda de contratações de antigas glórias é completamente inconsequente e contraproducente se não existir uma estratégia e um líder - é tudo ao molho e fé em Deus - até o Rui Costa já está a ficar queimado com esta falta de rumo e definição.

Agora falam no Queirós - espero muito bem que não contratem o homem para treinador, na medida em que não tem perfil para ser o homem da linha da frente, tem isso sim para ser o reponsável máximo pela Formação do Benfica para a médio prazo produzirmos grandes talentos, homens e atletas com frequência.

O Benfica não pode esperar mais e continuar a estar sujeito ao tubo de ensaio de LFV em que só é campeão por obra do acaso - é necessária competência, organização e respeito pela história do Benfica.

CHEGA de termos a liga dos campeões como objectivo! Temos de voltar a ter a hegemonia do futebol portugues, sendo o sucesso na europa uma consequência disso, como sempre foi ao longo da nossa história.

Eleições antecipadas JÁ!

Gostava que o Humberto Coelho se candidatásse.

Saudações Benfiquistas

Velho Estilo disse...

Bolas, em todos os Blogs de maior relevo que falam do Benfica aparecem sempre uns "anónimos" com o mesmo discurso (parece quase copy/paste)a defender o Vieira...

Será que a SAD(but true...) já tem assalariados a fazer este tipo de serviço ???

Irra...Apre...

Anónimo disse...

Novo cargo para o Benfica com o nome de Contestado...

Agora os adeptos do Benfica não precisam de criticar treinadores, presidentes ou jogadores, mas critiquem sim o contestado ...

O Contestado é um novo cargo em que a pessoa que exerce esse cargo é bem paga para assumir a culpa de tudo...

"O Edcarlos joga mal, a culpa é do Contestado"

"O autocarro do Benfica avariou, a culpa é do contestado"

Assim, os Benfiquistas já têm um cargo onde podem ter um bode expiatório... e que me dizem?

You'll never walk alone disse...

Apesar de o discurso em parte ser verdadeiro Velho Estilo,porque o facto é que o Vieira tem sido uma nulidade no planeamento desportivo do futebol profissional,mas no que toca às finanças,no que toca ao sucesso em modalidades e agora mais recentemente,a um crescendo nas camadas jovens..o facto é que aí n podemos apontar muito o dedo.
Mas pronto,isso não iliba a sua incompetência..aliás,ele é o maior inimigo de si próprio..fazer um bum trabalho para depois o mandar abaixo assim...

Velho Estilo disse...

Eu em relação a finanças tenho sempre as minhas reservas. O que hoje é verdade, amanhã... Já vi demasiados exemplos na vida de situações económicas e desafogadas de clubes e empresas que afinal quando muda a "gerência" não são bem assim, mas consigo dar sem problema esse braço a torcer. O problema é que estamos perante uma situação total de descrença por parte dos associados e adeptos do SLB que a longo prazo colocam claramente em risco esse propalado "desafogamento" económico/financeiro.

O desempenho desportivo deve ser sempre a alavanca para o sucesso de um clube. Mesmo neste tempo de SAD 's e afins...

Um abraço

Isabel disse...

Eu gosto do José Marinho porque escreve bem e este é um blog com nível. No entanto discordo profundamente da sua posição face a Vieira e Vilarinho. Como também não estou de acordo com a sua posição relativamente à abordagem financeira proposta por Manuel Damásio. Hoje estariamos como o Sporting, refens dos bancos. Como alguém, neste blog, já disse o que eles fizeram Vilarinho e Vieira e estão a fazer de bem, parece importante voltar a salientar o facto de o Benfica futebol não ter tido até agora cumprido os objectivos propostos. Eu pessolamente gosto muito do Koeman talvez porque conheço muito bem a Holanda e a organização das empresas holandesas, porque koeman se foi embora fica para mim uma incógnita. Veio Fernando Santos, era um homem que tinha treinado os dois maiores clubes portugueses, porque não explicou como o Porto está organizado ou porque não o ouviram fica a questão em aberto, que merecia ser debatida. è dificil governar o Benfica sem se ter uma boa endurance para lidar com a comunicação social, isso de facto Vieira não tem, não tem a serenidade que por exemplo Paulo Azevedo teve quando perdeu a OPA sobre a PT. Tem sido talvez para mim o grande erro de Vieira a falta de assessores de imprensa capazes de o aconselharem a ter comportamentos mais adequados e comedidos. Não sei se é assim também no futebol. Acho que o Benfica precisa como hoje se disse de un Estados Gerais, o problema é que somos demasiadamente apaixonados e não temos por vezes o descernimento e a paciência, para lidar com a comunicação social. Temos na realidade ao contrário de Pinto da Costa grandes inimigos, não do Vieira mas do Benfica na comunicação social e todos os sabemos identificar. Era bom que fazermos uma prospeção sobre a forma organizativa dos grandes clubes europeus para fazer crescer o clube que nós amamos.
Apesar das divergências obrigado Zé Marinho pelo eu excelente espaço de dialogo
Saudações Benfiquistas

BP disse...

EXCELENTE! É isso mesmo!!!!! E tb concordo com o comment do You'll never walk alone! Precisamente! Se já há tanta gente a gostar de imaginar humberto na presidencia, pq nao ir ter com ele e meter-lhe essa ideia? Sera k ninguem daki o conhece?? ou ninguem conhece apoios para que ele os possa ir reunindo?? O pergio da demissao agora do LFV é que ninguem de jeito se levantou e disse: "uqero pegar neste barco e sou capaz de fazer isto em condições!!!"

AS disse...

Tenho a impressão (e posso estar enganado)que todos aplaudem o artigo de José Marinho sem sequer perceber ao que ele se refere. O que José Marinho defende ( e eu estou com ele neste aspecto)é o projecto apresentado pela direcção de Manuel Damásio em conjunto com uma consultora, bastante reputada, a Roland Bergar, na altura representada, nessa assembleia por Miguel Júdice e António Bernardo, actualmente Vice Presidente do Comité Executivo Mundial desta empresa. O que esse projecto defendia, e que foi recusado pela massa adepta do Benfica, muitos deles com a facilidade de análise de muitos dos que escrevem na blogo esfera, era muito parecido com o que Vale e Azevedo veio a defender mais tarde para modelo de SAD. Como se devem recordar, esse modelo assentava numa permissa que era o SLB só deter 25% do Capital Social da SAD e serem-lhe atribuidos alguns direitos de veto. Os restantes 75% do Capital seriam colocados em bolsa e quem fosse detentor da maioria de capital ficaria com a gestão do futebol do clube. Concordam ? OU começaram a surgir algumas dúvidas porque não sabiam do que se estava a falar? Eu posso dizer que concordo.

spire disse...

visitem ptwfmix.blogspot.com
è um bom blog de futebol que anda á procura de membros...

Aproveitem

Anónimo disse...

O mantorras é um jogador...ele tem talento natural, é um daqueles jogadores que ja merecia a titularidade

Tiagojcs disse...

Os benfiquistas parecem ter memoria curta . Não acredito que haja quem elogie ou veja em Manuel Damásio um presidente capaz . Na minha opinião se o Glorioso está como está muito se deve à má gestão e fraco conhecimento desportivo do mesmo senhor que atirou com uma mais maiores empresas do país para a a falência . A unica competencia do Sr. Manuel Damásio é a de aparecer ao lado da sua sociavel esposa nas revistas da mesma cor que o equipamento secundario do Benfica .



http://catedraldapalavra.blogspot.com

Algarviu disse...

Um pequeno reparo... António Simões é flor que se cheire?

Akinogal disse...

This comment has been removed because it linked to malicious content. Learn more.

Francisco disse...

Eu pergunto o que ganhamos com Manuel Damásio ou Vale e azevedo. Como se pode defender este tipo de gestão. è possível também apoiar Veiga???. Nós gannhamos o campeonato muito aflitos. Precisamos sim de organização, porque temos as finanças equilibradas,estuturar o futebol é bem mais complicado do que estruturar s modalidades amadoras a diferença está é que damásio e Vale e Azevedo nem isso fizeram. Desculpem mas não posso estar de acordo com o Zé Marinho e com todos os que apoiam esse tipo de projectos. Pena tenho eu e MUITA que os benfiquists tivessem rejeitado Luis Tadeu,para dar lugar a Vale e Azevedo porque Luis Tadeu é um homem com conhecimentos e capacidades para voltar a elevar o Benfica à categoria de grande clube europeu. Na realidade o que falta hoje é uma estrutura, porque equipa é a melhor dosultimos anos, que me desculpem os que não concordam, nunca tivemos tantos jogadores a participar nas suas selecções. O problema é técnico como se deve fazer para evitar lesões, para melhorar a estrutura animica dos jogadores. A estrutura quem faz o quê. Os Chefes Mafiosos tem sobre os honestos, e Mario Puzo bem demonstra nos seus livros, a vantagem de serem inteligentes e serem capazes de criar grandes estruturas, imbativeieis em muitos casos.No Benfica não é só um presidente que muda uma estrutura. Em dois ou três anos pode destruisse aquilo que depois leva dez ou vinte a voltar a construir. Nós deviamos e nos unir, não extramar posições e fazer uma análise séria de como por exemplo se organizam os grandes clubes. Vocês podem ver quantos dos clubes que ream grandes no tempo do Benfica ainda estão, quantos estão como o Benfica, esta análise serena, deveria ser motivo de uma conferência sobre o Benfica, mas à porta fechada, porque de imprensa como a do Rui Santos e do Luis de freitas Lobo já temos que baste.
Obrigado pelo blog

Francisco disse...

Quero só esclarecer que obviamente a minha referência a Mario Puzo era uma analogia mas que o quadro comparativo, nada tem com o Benfica. E se há analogias entre as personagens de Mario Puzo com dirigentes do Futebol português, esas não estão no Benfica.

Quero ainda acrecentar que hoje ouvi o jogo jogado na TSF. Foi feita uma das análises mais serenas e correctas sobre o Benfica. Até o LUis de Freitas Lobo o fez de uma maneira muito séria, francamente gostei. Nós precisamos de repensar o Benfica. Eles advogam um sistema constituido por elementos portugueses e do Benfica. È eu estou de acordo. O que se passa para além das quatro linhas, era bom que fosse discutido de forma serena. Porque não lançar esta petição.
FAZER UMA CONFERENCIA SOBRE O BENFICA, À PORTA FECHADA.



Saudações Benfiquistas