sábado, 15 de março de 2008

Sr Presidente, precisa de um empurrãozinho?

Muitos foram os treinadores que por cá passaram, sem sucesso, durante a dinastia Vieira. A todos eles, o denominador comum: saíram todos como os maus da fita. Vieira tem esse poder de enganar os benfiquistas menos letrados e interessados. Um demagogo com conhecimentos pode tornar-se muito perigoso, mas o crédito começa a esfumar-se quando os disparates cometidos durante anos começam a vir ao de cima. As hostes começam a exaltar-se, sobretudo, quando o futebol - a que muitos chamam, e muito bem, o core business do Benfica - está no pior estado dos últimos 10 anos.

Na sua última crónica, José Marinho afirma que o Benfica dos dias de hoje não tem oposição. Pois bem, eu acho que os benfiquistas themselves são a oposição. Este blog é oposição. Tudo o que é discutir ideias, apresentar diferentes perspectivas, dar voz a quem alude ao que é melhor para o Benfica...tudo isso é oposição. A oposição é boa para o clube, até certo ponto. Se soubermos ser oposição e não o ser ao mesmo tempo, se houver o bom senso de discutir os pontos negativos e de aplaudir o que de bem se conquista. O problema é que, muitas vezes, os adeptos, bem habituados pelos tempos em que o Benfica era uma força da natureza, não usam o seu bom senso para medir as suas reacções e para apoiar sempre, independentemente da direcção, do treinador, dos jogadores ou do adversário. Porque o Benfica também é indiferente a tudo isso!

Não se deixem enganar pelos meus devaneios: o principal culpado pelo estado precário em que o clube se encontra, ao nível do futebol mas, sobretudo, ao nível organizacional, é Luís Filipe Vieira. E aqui concordo com José Marinho, o problema é que ninguém se assume como alternativa ao presidente do Benfica. E depois dos últimos exemplos presidenciais, muitos dos benfiquistas, afectados pelo síndroma da sportinguização, já pensam que, mal por mal, mais vale ficar com este por mais uns tempos. Não condeno o desalento dos adeptos, porque também sobre mim se abateu uma grande abulia, mas o meu benfiquismo só sai reforçado de cada vez que vejo que o meu clube está em baixo.

Os fundamentalistas que apoiam Vieira continuam a ostentar a bandeira da construção do Estádio e do Centro de Estágio, iniciativas que não lhe pertencem. Não se cansam de chamar a atenção para o renascer das modalidades, mas a verdade é que elas continuam longe do que um dia foram. Qual é a nova estratégia? Contratar atletas portugueses de renome avulso, casos de Nélson Évora, Vanessa Fernandes e Telma Monteiro, e pagar-lhes para envergar a camisola do Benfica. Assim é fácil ganhar medalhas, mas o mérito é estritamente negocial. Por último, a grande bandeira que Vieira ainda vai pregando aos menos crentes nas alturas de maior aperto: a recuperação financeira. Quando o presidente assumiu os destinos do clube, que já vinha convalescendo nesse campo sob a batuta de Vilarinho, o clube estava ainda com um grande buraco orçamental. A grande questão é perceber o que foi e é feito para manter os balanços positivos. Venderam-se os activos. O problema é que, no Benfica, os activos são a mão de obra. Simão era o operário que mais rendia. De que nos vale vendê-lo por uns milhões (e ainda aguardo, pacientemente, pelos dois jogadores do Atlético de Madrid que foram incluídos no negócio) se, sem ele, ou alguém melhor, o clube perde a capacidade de produzir mais, de render mais...de ganhar títulos?

É que o último já foi há muito tempo, e o Porto já caminha, nas calmas, para o tri-campeonato. Com ou sem apitos dourados, somos derrotados, e não há desculpa possível para perdoar a recessão do nosso futebol nos últimos três anos. Vieira não está aqui para nos burlar. Dinheiro não lhe falta...aliás, arrisco-me a dizer que não precisa do Benfica para nada. Então, remato eu: De que é que está à espera para sair?

7 comentários:

JNF disse...

Vai por mim, Sir. O Vieira está à espera que o presidente da Michelin saia do cargo, e aí conseguirá fazer grandes negócios (p. ex. contratar o Makukula para acartar pneus).

Anónimo disse...

Brilhante post! Do melhor que por aqui se tem visto.

Francisco disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Velho Estilo disse...

O Vilarinho...

Anónimo disse...

ó Francisco:

Você é mesmo parvo, assumidamente burro ou só vê o que lhe convem?

Aqui ninguém é anti-Vieira. Somos é todos pró-Benfica.

Com esse género de comentários, aqui não faz clientela. Talvez nos blogs afectos ao fêcêpê tenha mais sucesso.

Ass. Galaad

Anónimo disse...

o pior do Benfica são os seus adeptos... eles são a razão do insucesso...fazem a vida negra aos jogadores, treinadores e presidentes...não dão tempo e depois querem resultados... há um resultado menos positivo e cai logo uma pressão dos diabos sobre jogadores e treinadores... depois querem que se mande vários jogadores e treinadores embora...
como é que neste ambiente criado pelos próprios benfiquistas se pode ter sucesso? Como as pessoas hão-de ter resultados se se sentem desmoralizadas e desapoiadas?---
ainda por cima desrespeitam um presidente que ao longo dos 8/9 anos esteve no Benfica como dirigente e fez um inegável bom trabalho (só tirou o clube da lama)...

enfim... estamos onde merecemos... não há harmonia para mais

Francisco disse...

oh anónimo,mas das duas três, 1)burro não sou. 2)Falar mal do Vieira, não falo,3)e depois não sei se o SIR retirou o meu comentário.
Não se irrite porque tem de dizer ao Veiga para mudar de penteado