domingo, 8 de junho de 2008

Do Contra

Este Benfica de hóquei é mesmo do contra: como é que se atreveram a entrar em campo e a ganhar ao FC Porto? Com que direito é que uma equipa entra em campo, é roubada a torto e a direito pela dupla de arbitragem e ainda arranja forças para limpar aquelas aventesmas? Realmente, há coisas fantásticas...

Depois do desmoralizante 6-0 infligido pelos azuis-e-broncos, o Benfica "levantou-se" com a classe que o caracteriza e contra 7 ganhou ao clube corrupto assumido. Apesar de jogarmos contra os campeões da corrupção (vejam como surge o segundo golo do Porto e a expulsão anedótica do Mariano), ganhámos a partida com tentos de Ricardo Barreiros (em grande forma), Valter Neves e Vítor Hugo.

Nos próximos dias voltaremos a Fânzeres para dar continuidade ao bom resultado alcançado na Luz e, se possível, calar aqueles que são os únicos adeptos em Portugal que podem agredir gratuitamente os adversários com a conivência habitual das autoridades incompetentes. É o país que temos. Contra tudo, força Benfica.

1 comentário:

moondog disse...

eu so gostava de saber é como é que esses artistas chegam ao pavilhao, roubam como roubam, e saem de lá intactos.

estes ultimos anos tem sido sempre assim, tenhamos nós boa ou má equipa, nao interessa para o caso.

no futsal é a mesma merda, ainda hoje com as osgas foi assim tambem.

isto só ha-de mudar quando um artista destes levar um desempeno e ficar a beber liquidos por uma palhinha.

até la, nao vale a pena continuarmos a ter esperanças.
porque ontem ganhamos, mas na proxima se calhar ja nao ganhamos.
depois os jogadores começam a desmoralizar, porque é impossivel ganhar sempre contra mais do que aqueles que deveriam ser.
e depois sao assobiados pelos adeptos, porque nao jogam nada e assim ja "nem temos razoes para protestar com os roubos" porque "a equipa nao deu o litro".

basicamente, foi o que aconteceu com a equipa de futebol.
este ano.
e no anterior.
e nos anteriores.