segunda-feira, 16 de março de 2009

Calma e lucidez

Nesta altura todos os benfiquistas estão em sofrimento. O título é uma miragem e o acesso à Champions vai pelo mesmo caminho. Mas quem vê os jogos do Benfica semana após semana não pode estar surpreendido.
É evidente que o treinador é fraquinho. O Fernando Santos também o era, tal como o Jesualdo quando por cá passou. 300 kMS a norte foram ambos campeões. Ou não foram? Então porque é que não conseguem ser campeões no Benfica?
Porque é que o Aimar, o Reyes, o Suazo e o Cardozo, entre outros Não jogam rigorosamente nada? O Rodriguez estava a jogar mais no Porto do que qualquer um destes meninos já jogaram no Benfica quando teve, digamos, um "encorajamento".
Miúdos com 25 ou 30 anos, solteiros e com milhares de contos por mês fazem o quê à noite?
Vão para a caminha às 10 da noite, para darem o litro no treino ou no jogo do dia seguinte?
Não tenham dúvidas de que estes meninos não levam o Benfica a sério. No Benfica só a defesa e um ou outro centro campista é que trabalham. Não chega. Estes meninos não podem ter um mílímetro de folga. Eles ainda não perceberam (porque ainda ninguém lhes fez perceber) que eles estão cá para servir o Benfica.
Resumidamente, o problema é a estrutura, ou a falta dela, à volta da equipa. Estes meninos que ganham quase todos para cima de 50000 euros por mês têm de abrir a pestana. Talvez não seja preciso partir-lhes o carro.
Agora, despedir o treinador? Isso é o que a comunicação social quer. Notícias de abertura, capas de jornais, etc. Talvez fosse mais inteligente vir a público imediatamente oferecer mais dois anos de contrato a Quique e apertar o cerco aos meninos dos Ferraris, das p... e do vinho verde. Talvez assim comecem a jogar futebol e se portem como homenzinhos.

13 comentários:

AS disse...

A credibilidade da sua opinião perde-se quando enfia o Fernando Santos no mesmo saco do Sr. Flores.
Lá que tenha alguma coisa contra o homem, é uma coisa. Agora vir a fazer comparações do incomparável é que considero que não faz sentido.
O Benfica de Fernando Santos, quer queiram quer não, praticou do melhor futebol que tivemos a oportunidade de presenciar nos últimos anos, com um plantel reduzido e que foi fustigado por lesões nos seus principais elementos. Para além disso foram vendidos, em Janeiro, jogadores de forma incompreensivel e que pioraram as alternativas existentes. Sejam honestos.

mafegos disse...

A partir do momento que se humilha ,principalmente o Diamantino e atiram-no para as calendas e deixam toda a equipa tecnica nas mãos dos espanhóis,que nada sabem do Benfica nem do futebol português,de quem é a culpa?
Se o treinador é fraquinho,porque razão dar-lhe mais dois anos de contrato?
O problema é ir buscar tipos a ganhar milhões e que para o futebol ,já eram, como o Reyes e o Aimar.

JNF disse...

Tens razão em tudo o que dizes, mas aquela parte do título e da Champions serem uma miragem... enfim. Um ponto é o que nos separa da Champions e 5 do título. Sabendo que o Porto vai a Guimarães e o Sporting a Matosinhos na próxima jornada...

Aires disse...

Nao podia estar mais de acordo!!!!

Galrinho disse...

O quique não sabe pôr a equipa a jogar em ataque continuado. Tem uma filosofia muito defensiva, bom para uma equipa do meio da tabela, para jogar em contra ataque. Isso resulta bem em Espanha, Itália, FRança e em Portugal. Mas esta táctica no SLB não se admite. Por isso, os jogos em casa são miseráveis.

E a dispensa do léo é inexplicável. E aqui também se vê se um treinador tem olho para os jogadores.

Saud benf
Galrinho

am disse...

Condordo com o comentário de AS. Com Fernando Santos praticou-se o melhor futebol dos últimos anos e com jogadores inferiores aos actuais.
Mas o que fez LFV dispensou-o na 1ª jornada da segunda época após empate com o Leixões.
Pergunto eu, o que vai fazer agora com Quique.
Saudações Benfiquistas
..

Éter disse...

Parece-me que há por aí uma tentativa de dizer que Suazo, Reyes, Aimar e Cardozo são solteiros e que por isso saem muito à noite...
Nada de mais errado, têm todos mulher e filhos a viver com eles em Portugal. Portanto não é por aí que o gato vai às filhós.

Se esse comentário era para outros, o único dos habituais titulares que poderá enquadrar-se nesse modo de vida é o Di Maria.

Uma coisa é darmos a nossa opinião sobre determinados temas, outra bem diferente é inventar coisas. Um pouco de pesquisa não faz mal a ninguém, antes pelo contrário.

Para boatos maliciosos sobre o Benfica já temos os pasquins...

Anónimo disse...

Sob o título de " O Estranho caso do sobrinho da Lolla", escrevi algo sobre o nosso treinador..

se vos interessar consultem o link do Post:

http://fait-divers.blogs.sapo.pt/89145.html

Saudações Benfiquistas

Anónimo disse...

O problema de Fernando Santos é não ter tomates. Não os tem para com os jogadores nem a direcção. A direcção fez o que bem entendeu, comprou com quiz e vendeu da mesma maneira, tudo sob o silêncio do treinador.

Benfiquista da Aldeia

utopia disse...

Se é verdade que existe falta de profissionalismo nos atletas... a responsabilidade não recai em primeiro lugar no treinador... não estou a perceber...
Fui dos primeiros a falar bem dele, hoje estou numa cruzada pela sua saída - o discurso dele é estranhissimo, no meu entender deve estar com vontade de voltar para espanha e então dá estas gafes...

AS disse...

E que tal começarmos a falar de eleições e alternativas ao poder instituido no Benfica?
Se calahar é por aqui que se podem resolver alguns dos problemas que nos afectam. Talvez ...

Anónimo disse...

está tudo louco!!!
Ou então é mais do mesmo, nós benfiquistas (socios/adeptos) somos todos os anos iguais, começamos cheios de confiança, muitas vezes sem se saber bem porquê, (a comunicação social ajuda a criar o excesso de confiança), achamos que temos os melhores jogadores os melhores treinadores, (se calhar temos mesmo, porque muitas vezes roubam-nos tanto treinadores como jogadores).
Depois quando percebemos que afinal já não dá para ganhar, achamos todos os anos a mesma coisa, a solução de todos os problemas é mandar tudo para as ortigas e começar de novo.
Com tudo isto esquecemo-nos que no futebol português, para ganhar não basta ter os profissionais mais competentes...
Se este ano não der, que se corrijam os erros para que no futuro se possa ganhar…
FORÇA BENFICA

Anónimo disse...

está tudo louco!!!
Ou então é mais do mesmo, nós benfiquistas (socios/adeptos) somos todos os anos iguais, começamos cheios de confiança, muitas vezes sem se saber bem porquê, (a comunicação social ajuda a criar o excesso de confiança), achamos que temos os melhores jogadores os melhores treinadores, (se calhar temos mesmo, porque muitas vezes roubam-nos tanto treinadores como jogadores).
Depois quando percebemos que afinal já não dá para ganhar, achamos todos os anos a mesma coisa, a solução de todos os problemas é mandar tudo para as ortigas e começar de novo.
Com tudo isto esquecemo-nos que no futebol português, para ganhar não basta ter os profissionais mais competentes...
Se este ano não der, que se corrijam os erros para que no futuro se possa ganhar…
FORÇA BENFICA