domingo, 22 de março de 2009

A questão dos pontas-de-lança


Em primeiro lugar deixo-vos uma pergunta. Com quem é que o famoso Dr. House é extremamente parecido? Não vos faz lembrar mesmo ninguém?

Neste jogo, Dr. Gregory House resolveu lançar dois pontas-de-lança no início da partida. "Finalmente!", exclamaram alguns, "Agora põe-se a inventar?!", questionavam-se outros. Nem sei bem o que achei: se por um lado, parecia óbvio que com apenas um ponta-de-lança não íamos a lado nenhum, a alteração do sistema de jogo, com o consequente recuo de Aimar para o meio-campo poderia ser demasiado arriscado. E ainda agora, passadas algumas horas sobre o final do jogo, continuo sem saber se foi bom ou não. Ganhámos, é verdade, mas fomos assim tão superiores por jogar com dois pontas-de-lança? Acho que não.

No entanto, é importante relembrar que foi contra o Sporting que jogámos, não contra a Académica, Naval ou Trofense, com todo o respeito. É assim que devemos jogar: com dois avançados de raiz. É preciso, nem que seja pelo factor intimidamento, entrar com gente que mostre que vem para marcar golos. E finalmente Dr. Gregory House percebeu isso. Percebeu o que José Antonio Camacho, Giovanni Trapattoni, Fernando Chalana e Ronald Koeman não perceberam. Percebeu aquilo que Fernando Santos já sabia. Esperamos que ainda seja a tempo.

5 comentários:

Gonçalo Teixeira disse...

Sim, claro q o jogo não foi bom. Já estou farto de ver o nuno gomes sosinho na frente nestes últimos anos se ele nem um ponta de lança é. Também é preciso ver que tem q haver rotinas com dois avançados. Também é preciso ver que o Suazo só jogou os últimos 30 minutos. Foi uma experiência e não foi tão má quanto isso. Só espero que quique não mude muito daqui para a frente. Aimar na frente não dá. Concordo perfeitamente com o que foi dito no texto. Sempre achei isso. Espero que os jogadores percebam que é preciso levantar taças!!

Pelicano disse...

Lá estão os nomes a influenciar a análise... em relação ao último jogo, Aimar em vez do Di Maria, Nuno Gomes em vez do Aimar... nada mudou.

Anónimo disse...

eu fiquei satisfeito pela vitoria mas acreditem. jogamos mais uma vez um futebol fraco e tivemos sorte no árbitro porque o mais normal era perdermos o jogo! e nao nos vamos apurar para um lugar na Champions a jogar assim!

Anónimo disse...

jogar com dois pontas de lanca nao tem nada a ver. o importante é o sistema escolhido funcionar, seja ele losango, 442 ou 433, com 0,1,2 ou 3 pontas de lança.

JNF disse...

0 pontas de lança? Como?