terça-feira, 22 de setembro de 2009

O outro plantel - Os Emprestados (III)

Deixando (ou tentando, pelo menos) deixar de parte os assuntos das grande penalidades assinaladas a favor do grande e do enorme de Lisboa, vamos ver mais seis jogadores que o Benfica tem emprestados a outras equipas. São eles:

Binya Começamos com um "prato forte", muito forte mesmo, demasiado forte se calhar. Esse é um dos problemas de Binya: não saber controlar a força e o ímpeto que tem. É um jogador maldoso que não conhece o seu futebol e as suas limitações. Não concordo quando se diz que podia ser um jogador útil. No passado, cheguei a defender tal tese, hoje, abomino-a. Binya não é, nem pode ser jogador de futebol para o Benfica. Para uma equipa que lute pela manutenção, aí sim, sabe destruir, destruir e destruir. Fora disso, é nulo.

Andrés Diaz Seis milhões de euros por Di Maria, no início, não foi mau negócio. Veio com um brinde atrás, este Andrés Diaz, que se encontra emprestado ao Banfield da Argentina. O único senão do negócio de Di Maria foi, precisamente, Andrés Diaz: ficámos com um pendura por resolver. Acho que até o seu contrato terminar, vamos ter de empresta-lo sistematicamente todos os anos. Não posso dizer se é bom ou mau, até porque nunca o vi verdadeiramente jogar, mas já perdeu o seu espaço na Luz.

Adriano Silva
Fisicamente é muito parecido com Urreta: médio-avançado baixinho, cabelo encaracolado, rápido, corre todo o tempo que for preciso. Parece, pelos poucos jogos que vi e pelo que me contam, muito esforçado, apesar de não ter um potencial por aí além. Pode ser que com muita sorte e muito trabalho consiga ficar numa equipa qualquer da primeira Liga enquanto profissional (actualmente é mais um jogador que se encontra emprestado ao Carregado). Acho difícil que se consiga afirmar no Benfica.

Rúben Lima
Defesa esquerdo internacional sub-21 português (apesar de ainda ter 19 anos), este jovem encontra-se emprestado ao Vitória de Setúbal. É relativamente bem conhecido pelos adeptos benfiquistas, sendo que fez a sua formação no clube. Sempre ouvi falar bastante bem deste jogador, que até tem sido aposta no Sado, sendo titular tanto com Azenha, como com Quim. Já nas duas épocas anteriores, emprestado ao Aves, foi também aposta clara, tendo jogado a maior parte dos jogos. Por mim, já teria integrado o plantel principal já este ano, mas tal não foi possível. Vamos ver se é para o ano, porque qualidade, há!

Hélio Vaz
Contratado aos juniores do Montijo para ingressar nos juniores do Benfica, este jovem avançado encontra-se emprestado ao Mafra, clube pelo qual ainda não jogou ainda, nesta época. Desconheço por completo este jogador, pelo que não poderei opinar sobre o seu futuro.

André Carvalhas Prometeu tanto, mas tanto, enquanto júnior mas tarda muito, demasiado, em afirmar-se. Não digo que não tenha valor, mas ainda não o demonstrou. Para mim, parece ser uma daquelas esperanças que não passa, precisamente, de uma esperança. Outro como Pepa, Eduardo Simões ou João Coimbra. É uma pena se tal se vier a confirmar. Aos 20 anos, conta com passagens por Rio Ave e Olhanense, ambas na época passada, realizando um total de 10 jogos, todos incompletos. Este ano, o baixinho médio ofensivo recomeça do zero, no GD Fátima, em conjunto com David Simão. Até ao momento, e após debelada uma lesão na coxa, tem sido titular, jogando sempre que disponível, sendo quase imprescindível ao treinador Rui Vitória. No entanto, questiono a mentalidade deste jogador, que aponta como uma das razões para a escolha do Fátima o facto de o clube "ficar perto de casa".

7 comentários:

Hattori Hanzo disse...

Concordo ctg. na questão de Ruben Lima: em vez de termos gasto este ano dinheiro para jogadores naquela posição preferia vê-lo já este ano no Benfica embora me pareça que tenha de melhorar um pouco em termos defensivos para se poder tornar num bom lateral-esquerdo. Diáz foi a contrapartida de DiMaria e está tudo dito. Quanto a Bynia acho que poderia dar jeito em alguns jogos se não tivesse sido já queimado em Portugal e tivesse de facto aprendido a controlar o seu ímpeto. Dos jovens é esperar, embora me pareça que o único que pode ter algumas esperanças se tiver cabeça é Carvalhas. Os outros 2 nem nos júniores foram titulares o ano passado.

Jotas disse...

Caro jnf, destes jogadores, julgo que apenas o Ruben, poderá num futuro próximo fazer parte dos quadros do Benfica, até porque me parece, ser a zona do campo, onde o Benfica está mais carenciado.

Bruno Venâncio disse...

Não gosto do futebol de Binya e espero que faça uma grande época na Suíça e seja vendido o mais rápido possível de modo a encaixarmos uma verba qualquer com ele. Nunca interiorizei que o seu futebol servisse para o Benfica, não gosto do seu estilo de jogar, não o considero muito inteligente nem tacticamente nem mesmo a compreender as diferentes fases do jogo, o que pode e não pode fazer. É um jogador que não deu nada ao Benfica.

Sobre Díaz, vi-o jogar na taça da Liga com o Estrela da Amadora uns minutos. Marcou um penalty e bem. Não sei mais nada sobre o seu futebol. No entanto, neste momento tem uns 26 anos e não me parece que alguma vez faça parte do plantel. Se bem que tenhamos falta (neste momento) de trincos (não temos nenhum para substituir o Javi; apenas o Amorim o pode fazer).

Adriano Silva não conheço.

Ruben Lima pode vir a ser um caso sério como lateral esquerdo da equipa, mas ainda tem de crescer, isso tem-se visto nos jogos do Vitória. Espero que não seja outro Tiago Gomes, que por acaso agora até está a jogar (finalmente) no Belenenses.

Hélio Vaz não conheço.

André Carvalhas sofre do "síndroma de Porfírio". É uma futura promessa para sempre adiada. Há 2 épocas que se fala dele ficar no plantel sénior do Benfica. Pois a época passada no Rio Ave jogou de forma residual. Foi depois em Janeiro para o Olhanense onde jogou ainda menos. Se não der agora um novo impulso à sua ainda curta carreira não vai passar daqui. Eu sinceramente não aposto nele.

Éter disse...

Sempre tive esperanças no Carvalhas, mas já as perdi.

Espero estar enganado, claro.

António Pista disse...

O blog "Emprestados pelo Benfica" segue exaustivamente cada um dos jogadores.

Bynia é um jogador que jamais terá lugar nos quadros do Benfica.

Os júniores que saem para os séniores, têm que rodar em clubes de da II Liga e depois num de 1ª até estarem em condições de integrar o plantel do Glorioso.

http://aguia-de-ouro.blogspot.com/

Anónimo disse...

O Carvalhas mora em Almada pa

Vasco,saudações benfiquistas

JNF disse...

Mora Almada? E então? Fátima é mais perto de Almada que Aveiro, ou São Miguel. Essa entrevista foi dada ao André Sabino, do blogue que o António Pista indicou no comentário acima.