segunda-feira, 26 de abril de 2010

A Mais Bela Página da História do Futsal Português

Épico, brilhante, sublime. É um feito que tem tanto de inacreditável como de histórico e merecido. Estou sem palavras para descrever aquilo que vi hoje no Pavilhão Atlântico. Eu estive lá, orgulho-me disso. Guardo esta vitória na memória, guardo recordações deste jogo para toda a minha vida. Hoje, o Benfica escreveu a mais bela página da história do futsal português. O Sport Lisboa e Benfica venceu a UEFA Futsal Cup, sagrando-se assim na melhor equipa europeia.

No início desta partida perguntaram-me que percentagem de hipóteses tinha o Benfica de ganhar esta final. 20%, disse. Não era pessimismo nem tão pouco falta de conhecimento do valor da nossa equipa. Penso que quem sabe o real valor dos comandados de Jesus Candelas daria estas mesmas probabilidades. O Benfica não era, de perto nem de longe, o favorito. Afinal de contas, do outro lado, estava a melhor equipa europeia, com jogadores titulares nas selecções brasileira e espanhola, frente a um grupo de jogadores que nem formam uma equipa porque o treinador é fraquíssimo e incapaz, certo?

André Lima tem ouvido e suportado estoicamente todo o tipo de provocações e comentários menos próprios de todo o universo do futsal, mesmo vindos do Benfica. Estou farto de ouvir gente dizer que André Lima é fraco, que não tem pulso, que é mais jogador que treinador, que não tem conhecimentos, que não faz daquele grupo de jogadores uma equipa, enfim, todo um conjunto de barbaridades ditas por benfiquistas. No final do jogo, assim que o apito suou, o meu olhar foi directamente para André Lima e ver a sua reacção. Chorou, naturalmente, chorou pelo título que lhe escapou em 2004 na final frente ao Boomerang Interviu, chorou pelas críticas, chorou pelos golos que apontou, pelos que falhou, pelas finais ganhas enquanto jogador, chorou por ter sido o melhor e mais importante jogador da História do Futsal Português, chorou, num turbilhão de emoções, pela vitória na maior prova de clubes a nível europeu. Para quem não sabe, esta prova não é o equivalente à Liga Europa mais sim à Champions League no futebol. O jovem André Lima, jogador, treinador e pessoa exemplar, homem que deu mais que qualquer outro ao futsal benfiquista e português, consegue assim conquistar todos os troféus nacionais e ainda o mais importante troféu a nível europeu em apenas dois anos. Poderia ser melhor? O meu grande, grande obrigado a ti, André Lima. Os campeões são assim mesmo, "reagem como grandes e não choram como pequenos". Parabéns, mais que qualquer outro, este título é em primeiro lugar teu!

O ambiente no Pavilhão Atlântico foi simplesmente explosivo: mais de 9 400 adeptos, praticamente quatro vezes mais que a lotação do maior pavilhão encarnado, empurraram o Benfica para uma vitória histórica. O jogo começou com um Benfica desinibido e descomplexado, com trocas de bola seguras não só no nosso meio-campo mas também no dos espanhóis. No entanto, o Interviu acabou por marcar primeiro numa jogada em que se ficou a reclamar, com razão, falta. Marquinho dava vantagem a "Castela". A reacção encarnada não se fez esperar e, num livre estudado, Joel Queirós, a passe do mágico Ricardinho, fuzilou Luis Amado, considerado por todos como o melhor guarda-redes do mundo. Com a igualdade reestabelecida, o Benfica ganhou um claro ascendente sobre o seu adversário durante os cinco minutos seguintes mas não conseguiu materializar em golos tal supremacia, acabando o primeiro tempo encostado às cordas pelos espanhóis. O intervalo chegava com mais Benfica em termos de jogo jogado, mas com o empate a persistir no marcador.

O segundo tempo iniciou-se, praticamente, com o golo encarnado, fruto de um canto estudado (algo em que criticam tantas vezes esta equipa): Ricardinho marca o lance, César Paulo dá de calcanhar para Arnaldo que aparece e remata (com aqueles All-Stars cor-de-rosa) ao canto superior esquerdo da baliza do Interviu, sem hipóteses para o guarda-redes. Finalmente na liderança do jogo. Mas por pouco tempo. Numa jogada onde a defesa estava claramente descompensada, Bebé teve de sair da baliza para vir cobrir um avançado e Betão, o possante pivot da formação de Madrid, ficou com a baliza aberta para finalizar de calcanhar.

Face a este resultado, surpreendentemente, o Interviu não tomou as lides do jogo e acabou por ser mesmo o Benfica a faze-lo. No espaço de cinco minutos, Joel Queirós cria e inventa cerca de quatro oportunidades para facturar, mas não consegue. Arnaldo também tentou bisar, mas não deu. Só dava Benfica! Onde estava o Interviu todo-poderoso que tanto falaram? Jesus Candelas é assim tão bom? Por que é que foi necessário recorrer a tanto jogo directo para o pivot Betão para criar perigo quando têm super-estrelas como Schumacher, Borja, Marquinho, Gabriel, Daniel, Ortiz e Jordi Torras? E André Lima é assim tão mau? Davi é tão fraco quanto dizem, ele que secou Betão? Arnaldo está acabado? Joel é fraco? Ricardinho não tem a cabeça no Benfica? Pedro Costa está velho? Só deu Benfica, Benfica e mais Benfica.

Empate a dois golos no final dos 40 minutos regulamentares, seguiram-se o prolongamento, em duas partes de cinco minutos cada para decidir o vencedor. Nos primeiros cinco minutos o Benfica teve mais bola mas as melhores oportunidades foram mesmo as do Interviu, que pareceu fisicamente mais forte. No entanto, após excelente intercepção de Davi, este segue para a baliza espanhola e de pé esquerdo, o seu pior pé, remata forte e rasteiro junto ao poste, marcando o golo decisivo. 3-2, Benfica na frente, com o Pavilhão Atlântico ao rubro. Conseguiria o Benfica aguentar a pressão?

O público galvanizou-se e daí para a frente, mesmo não tendo bola praticamente durante a segunda parte, e apoiou a equipa de forma impecável. Cada corte era celebrado, cada boa acção defensiva era festejada. O Interviu apostou no 5x4 que André Lima tanto odeia e o Benfica teve de defender desta forma durante cinco minutos, cinco penosos minutos. No entanto, fe-lo com grande êxito: Pedro Costa, como elemento mais recuado do losango que defendeu o 5x4, teve papel preponderante e absolutamente fundamental, com três ou quatro cortes absolutamente fulcrais. Gonçalo também fez essa posição com bastante sucesso e impediu um passe para golo quase certo. Ricardinho mais sobre a esquerda e Arnaldo mais à direita foram de uma exactidão defensiva 100% eficaz, e claro, Joel, fantástico a saber aguardar e fechar os espaços. A vitória chegaria pouco depois com o apito final mesmo em cima de uma ocasião soberana de golo para o Interviu. Vitória incontestável do Benfica que faz história na modalidade. Quem percebe um pouco disto tem noção do incrível feito alcançado pelos nossos jogadores. A eles, ao corpo técnico e a quem chefia as modalidades e a quem as apoia, nelas acredita e as financia, o meu/nosso grande obrigado.

Parabéns aos campeões: Bebé, Zé Carlos, Carlos Paulo, Rúben Simões, Davi, Pedro Costa, Gonçalo Alves, Zé Maria, Pedrinho, Arnaldo, Ricardinho, Marinho, Anilton, César Paulo e Joel Queirós, sem esquecer a maravilhosa equipa técnica liderada por André Lima que conta com a preciosa ajuda de Nelito, Sónia Teixeira e Nélson Coelho. Viva o Benfica!

Adenda: Aqui fica o resumo do jogo e as declarações pós-encontro dos jogadores e equipa técnica do Benfica. Vejam e ouçam, porque há muito a reter nas palavras deles.




8 comentários:

Éter disse...

"André Lima tem ouvido e suportado estoicamente todo o tipo de provocações e comentários menos próprios de todo o universo do futsal, mesmo vindos do Benfica."

Permite-me corrigir-te: especialmente vindos do Benfica. O que é muito triste.


E o 5x4 foi mesmo magistral. Lição de bem defender.

djeiti disse...

Gigante post!
Como ENORME foi a nossa exibição!
Superior! Que jogão! Que nível de futsal! Que ambiente no pavilhão!

Hoje quando alguns me perguntam admirados porque estou afónico...contendo as lágrimas de emoção, faço um esforço enorme e consigo dizer duas só palavras enquanto bato com a mão no peito: "Campeão Europeu!"

Obrigado BENFICA!!!

Vermelhusco disse...

Da para perceber que es grande fa de futsal. :)
Francamente eu nao costumo seguir muito este desporto mas acho que vou comecar a estar mais atento...

E uma pena saber que os nossos adeptos sao hostis para com um treinador que ja nos deu tanto nos ultimos dois anos (isso sabia que ele tinha dado trofeus ao Benfica). O campeonato e em playoff certo? Se assim for o titulo ainda esta perfeitamente ao alcannce apesar de estarmos em terceiro no campeonato.

Verdade seja dita, este ano Sporting e Belenenses estao fortissimos.

Vladimir Kaspov (NãoSeiDaNave) disse...

Grande post.

OBRIGADO BENFICA. OBRIGADO ANDRÉ LIMA!

JNF disse...

Adoro futsal mas não o posso seguir (leia-se ir ao pavilhão) todos os jogos, nem pouco mais ou menos. Agora, sinceramente, a equipa este ano está longe de estar a fazer um grande campeonato, mas as coisas decidem-se nos playoff. O Sporting está muito forte, reforçou-se muitíssimo bem nos último ano e meio com Divanei, Cardinal, Caio Japa, mantendo jogadores importantes como Benedito, Café e Evandro, apesar de ter um treinador bem fraco que estaciona o autocarro sempre que joga com o SLB. Já o Belenenses, sem nomes sonantes, conseguiu construir uma equipa muito sólida com estabilidade (conhecem-se todos há alguns anos), tendo um treinador magnífico, Alípio Matos. Quando os playoff começarem, poderemos ver quem é o grande favorito. Neste momento, e apesar de estarmos em 3º, o Benfica deve ser considerado como favorito simplesmente pelo momento de forma que atravessa. Mas a distância que nos separa dos rivais de Lisboa é mínima. Acredito que o campeão acabará por ser o Belenenses, que nas últimas duas épocas esteve pertíssimo de o ser. Este ano jogará, muito provavelmente, a 3 jogos da final no "terrível" Acácio Rosa e isso constitui uma grande vantagem.

mariofarm disse...

Isto foi simplesmente MAGNÍFICO!Obrigado BENFICA e obrigado ANDRÉ LIMA!FORÇA BENFICA!!

Anónimo disse...

Só uma pequena correcção: em 2004 não foi contra o Charleroi mas sim contra este mesmo Interviú.

O GLORIOSO disse...

Concordo com tudo e digo mais temos de ter muito orgulho desta rapaziada do Futsal pois sabem elevar e respeitar o maior clube do mundo.
O Futsal vai fazer 9 anos de existencia e nesses anos temos 5 titulos (com 1 tri - dentro de 2 meses será tetra), 4 taças de Portugal, 4 Supertaças, 1 final da Uefa (como disse a Champions League), 1 final de Recopa (corresponde á antiga Taça das Taças) e ontem finalmente foi Campeão Europeu.
A modalidade mostrou o que é o verdadeiro Benfica, a gloria, as vitorias, a mistica, a garra, o querer afinal são os valores do nosso Benfica.
Todos os jogadores encarnam e sentem o que é o Benfica e rapidamente ficam com a mistica do clube. Vejam a maioria até não era benfiquista mas hoje todos têm benfiquismo por todos os lados basta ver o caso mais incrivel do nosso Gonçalo Alves. O Ricardinho até era adepto duvidoso (corrupto) mas hoje a forma com canta o Hino e fala do seu (nosso) Benfica dá-me muito orgulho pois é isso que o verdadeiro Benfica represente. Ricas que sejas feliz faças o teu pé de meia no Japão e volta rapido cá te esperamos mas antes há mais 2titulos para ganhar.
André Lima tem dado chapadas de luva branca a muita gente, até infelizmente alguns benfiquistas. Pois é afinal o Alipio é que é bom não é?
André é o Guardiola do Futsal em menos de 2 anos ganhou todos os titulos que um treinador de 1 clube pode ter, o resto são balelas.