sábado, 30 de outubro de 2010

Vem aí borrasca

Não me refiro apenas ao temporal (meteorologico e económico-financeiro) que está a desmoralizar o país.
Refiro-me aos próximos dois jogos que vão definir o resto da época. Se perdermos com o Lyon, quase de certeza que teremos de voltar à Playstation para continuar a jogar na Champions. Se não ganharmos aos porcos da Ribeira talvez seja melhor virar as baterias para o segundo lugar e para outras competições ( Liga Europa, Taça de Portugal e Taça da Liga).
Pelo que ficou à vista de todos ontem, é por demais evidente que o JNF, a quem peço desculpa pelas frequentes citações, tem razão. Isto é, o JJ tem de meter o Airton a jogar ao lado do Javi. Porque uma coisa, meus amigos, é perder. Outra coisa bem pior é ser humilhado. Perder por 4 ou 5 ou mais tem consequências psicológicas devastadoras. Jogar para o empate ou para perder por 1 não envergonha ninguém. Os actuais campeões europeus fizeram isso e não se deram mal. Reconheceram a superioridade do adversário e acabaram por ganhar. Foram matreiros, como as raposas. Como Trapattoni.
Esta época o rei vai nú. Cautelas e caldos de galinha nunca fizeram mal a ninguém.
Antes de terminar e de começar o chorrilho de insultos digo apenas que espero estar errado e terei todo o gosto em voltar aqui para me penitenciar assumindo que nem para treinador de bancada sirvo. Espero que o Benfica ganhe os próximos dois jogos com categoria. But I 've got a bad feeling.
Última nota: o Peixoto é de certeza absoluta o pior jogador do mundo.

16 comentários:

Filipe Rodrigues disse...

Agora imagina se algum clube do mundo tivesse na mesma equipa o Peixoto e o Luis Filipe.... ó diabo, parece que há uma que os tem aos dois...

Anónimo disse...

Não sei o que te dizer... Caganço? Velhice do Restelo? Paranóia? Choraminguinhas? ... 5 vitórias sem sofrer golos...queres quantos trincos?...terça recordo-te que vamos jogar com o Lyon com 11 jogadores!!!

DeVante disse...

Primeiro, gostava de ler muitas "penitências" daqueles que falaram mal do Roberto e disseram cobras e lagartos a respeito do espanhol.

Ah, daqueles ainda que chamaram teimoso ao Jesus por insitir no Roberto e o criticaram porque o gajo não valia 8.5M!

Com Roberto na baliza, ganharemos à corrupção.

Pedro disse...

Concordo. A equipa, seja pq razão for, não está a ter a dinâmica defensiva do ano passado, estamos menos pressionantes e com apenas Javi como elemento essencialmente defensivo no nosso meio campo estamos a não conseguir suster as investidas dos adversários. Faz muita falta o Ruben naquele meio campo.

Jesus terá q mexer de alguma forma para dar mais consistência à equipa. Se com Airton, se com Maxi no meio, não sei...

Pedro disse...

Não concordo e abomino totalmente a tua última nota. O Peixoto está longe de ser um problema no SLB, longe mesmo.

VHugo disse...

Por muito que custe admitir...tens toda a razão.

http://forcamagicoslb.blogspot.com/2010/10/todos-ao-pavilhao.html

John Wakefield disse...

discordo... se pensarmos assim, o Benfica perde. pode ser por 1 ou por 2 mas perde mesmo. o benfica não deve jogar ao ataque mas também não deve fechar-se e abdicar de atacar, para jogar para o zero a zero. foi o que aconteceu na Alemanha quando na segunda parte deixamos de atacar e demos o controlo de jogo aos alemães.

temos que entrar com cautelas, sim, mtas aliás mas temos que marcar no Dragão para pontuar.

vose jeiga disse...

Já o disse e repito:

contra adversários com valor desportivo, especialmente fora de casa, o Javi e o Airton têm de jogar juntos.

gaitan e martins não defendem, aimar às vezes e o javi sozinho não faz milagres.

Ontem o paços dominou largos períodos do jogo...

4-3-3 tem de ser mais vezes utilizado.

Anónimo disse...

Peixoto não tem lugar em qualquer equipa da Liga. Mais vale jogar só com 10, para não dizer com um junior ou juvenil.
Jorge Jesus já está a abusar da nossa paciência. Cautela que não dura sempre!

Galaad disse...

Caro Rui,

Percebo perfeitamente o que queres dizer e até concordo com a ideia. Não concordo é com o "modus operandi" sugerido, ou seja, o problema, para mim, não reside em jogar com 1 ou 2 trincos, reside na atitude com que se encara o jogo. Não podemos querer jogar com o Lyon "olhos nos olhos", porque foi exactamente isso que o Paços fez na Luz e levaram dois golos e a diferença do Paços para o Benfica é a mesma do Benfica para o Lyon. Se jogarmos olhos nos olhos perderemos outra vez, se jogarmos com paciencia, concentrados, e aceitando a superioridade do adversario podemos ganhar. O Paços, com a equipa que tem e não tivesse tido mais olhos que barriga, podia ter saido da Luz sem ser derrotado.

Li por aqui que o Amorim faz muita falta, concordo. Li por aqui que o Peixoto é um problema, também concordo.

Roberto. Para já, o melhor elogio que lhe consigo fazer é que ,aos poucos, vai deixando de ser um problema para ser um caso sério de guarda-redes, mas ainda tem de provar muita coisa... No entanto, está num optimo caminho e num optimo momento. Que assim continue!

Manuel disse...

Se a minha avó tivesse rodas, era uma bicicleta!

FireHead disse...

Concordo. Se o Benfica não ganhar ao CRAC o campeonato fica decidido. Não estou a ver mais nenhum clube a conseguir vencer os corruptos aqui em Portugal. E, a comprovar-se o que eu estou à espera (pessimismo?), o melhor é empenharmo-nos na Taça de Portugal (que já nos foge há uns bons anos) e na taça da liga (para continuarmos a ser nós os grandes detentores desse troféu).
Quanto ao jogo com o Lyon, espero tudo menos uma derrota. Espero ficarmos em 3º lugar do grupo para irmos à Liga Europa (jamais teríamos hipóteses contra os tubarões da Europa, há que ser realista) e não me passa pela cabeça não conseguirmos ficar à frente do Hapoel. Se já dissermos adeus ao campeonato no próximo fim-de-semana, então é bom que nos dediquemos mesmo a sério à Liga Europa, pois afinal a eliminação na época passada frente ao Liverpool ainda me está a atravessada na garganta...
Para já vou acreditando.

Saudações.

JNF disse...

A frase a reter neste post, para mim é a de que o Rei vai nu. A verdade é esta e é isso mesmo que nos impediu de sermos campeões em 2006 e nos irá, provavelmente, custar o de 2011. Há um terrível sentimento de pequenez que faz os benfiquistas pensarem "oh, mas acabámos de ser campeões, nós somos campeões!".

Eh pá, também gosto muito de ser campeão, mas o mais importante é o futuro e esse está a ser totalmente negligenciado, especialmente pelos adeptos.

Concordo com o Galaad quando diz que a questão não é jogar com um ou dois trincos, não é isso, não é por aí. No entanto o Rui tem toda a razão quando diz que é preciso jogar com dois trincos. E porquê? Porque dos actuais médios do plantel, não há nenhum além de Airton e Javi que possa jogar naquela zona central do terreno, tão recuado. Martins erra passes em catadupa quando joga no centro, Aimar é preciso mais adiante, Gaitán não tem maturidade, estaleca nem cultura, Maxi até podia ser solução como foi em Milão mas não tem substituto na lateral, a Salvio aplica-se mais ou menos o mesmo que ao Gaitán, enfim, não solução além de Airton, pelo menos que não esteja lesionado (Amorim, claro!). Por isso, por uma questão de músculo e de travão, o "2" e o "6" têm de jogar. Nem é uma questão de jogar para o empate ou para perder por um, eu acredito veementemente que as nossas possibilidades aumentam quando nos jogos fora de casa contra equipas do nosso nível ou mais fortes alinhamos com esses dois.

Bimbosfera disse...

Boas, não percebi muito bem se é só contra o Lyon que há medo, sim, medo, se é contra o Lyon e o Porto, ou só contra o Porto.
Eu não tenho medo de nenhum deles. Mas limpinho, e vou ver se me explico...
Já aqui foi dito que acreditam que ficamos à frende do Hapoel. Para ficar à frente do Hapoel basta não perder com eles, praticamente. Ou seja, o que é que temos a perder, efectivamente, do que jogar para ganhar? Mas jogar a sério, com os melhores, os que melhor façam circular a bola, os que melhor a mantenham na nossa posse, ainda por cima contra um Lyon desfalcado? Nada nos impede. Desculpem, mas não concordo com o discurso derrotista.
Isto não é o Benfica, é para aí o Sporting ou algo que o valha.
Contra o Porto... Se não vamos lá com a mesma atitude, vamos lá fazer o quê, sinceramente? Para isso não vamos, e ao invés do boicote fora ser só dos adeptos (sim, eu sei que neste não há boicote e nem quero falar disso agora!) é da equipa toda, e não vamos. Ficamos assim, e vamos já dedicar as energias à Taça de Portugal. Espera, mas antes há jogo da Champions... Espera, mas como poupar energias para a Taça de Portugal se nos vamos cansar na Champions e no Campeonato?
Porra, deixem-se de m*rdas e vamos lá com pensamento de disputar o jogo, com respeito, mas para ganhar, em qualquer dos campos. Essa conversa do pontinho fora, aliás, do perder por poucos fora, se bem que o jogo seja em casa, foi o que nos fez perder o que de bom já tivemos ao longo dos anos.
Lamento, mas isto não é o Benfica. Não temos as armas do ano passado? Não, claro que não, então aposte-se nas armas que se tem, e se retire delas o melhor rendimento, nem que para isso, para ganhar, seja necessário jogar com dois trincos, coisa que a equipa não está habituada, pois falta Ramires para as compensações à direita, falta a criatividade de Di Maria à esquerda, falta Cardozo a bombar como há um ano, Saviola super finalizador, etc, etc.
Eu acredito na vitória, COM RESPEITO, mas não com discurso derrotista. Este discurso só preconiza uma coisa, terça à noite, e sábado ou domingo depois do jogo com os azuis uma frase «eu bem dizia». Isso não é Benfica, lamento, mas não é!

Abraço

Márcio Guerra, aliás, Bimbosfera

Bimbosfera.blogspot.com

Galaad disse...

Não esquecer que o Gaitan não pode jogar contra o Lyon. Assim sendo, de certeza que a equipa que vai entrar em campo é a mesma que jogou contra o Paços entrando o C Martins para o lugar do Gaitan.

Anónimo disse...

Cuidado que o Cezar Peixoto fói o JJ que o quis
O JJ já está a preparar um campionato de Playstation