domingo, 28 de novembro de 2010

Levantar a cabeça

Talvez comece hoje o plano B do Benfica. Porque o sonho de ser bicampeão acabou. Porque o sonho de uma boa campanha na Liga dos Campeões está desfeito. Mas, nem tudo está perdido. A prioridade do Benfica deve passar, agora, por garantir o segundo lugar, que dará acesso às pré-eliminatórias da Champions. Fizemos uma figura miserável nesta competição, mas é fundamental estar entre os melhores ano após ano. Por isso, hoje é imprescindível ganhar para aumentar distância sobre os que nos perseguem. Para consolidar o 2º lugar.
Além disso, dentro de duas semanas temos Taça de Portugal. Jogo a doer. Mas uma festa encarnada no Jamor animaria as hostes e, porventura, minimizaria os danos psicológicos.
Duas notas finais. 1ª: Ainda que timidamente, Jesus assumiu finalmente a responsabilidade pelos desaires. Retirou a pressão sobre David Luiz. Fez bem.
2ª: Vieira reiterou confiança em Jesus. Vale o que vale. Mas também fez bem. Faria, igualmente, bem emendar a mão anulando o boicote e apelando ao apoio dos adeptos.
E Pluribus Unum

4 comentários:

JNF disse...

Num momento em que a equipa, mais que nunca, precisa do apoio dos adeptos para minimizar as perdas, a manutenção deste boicote num campeonato perdido é de uma estupidez atroz.

xenrik disse...

Nem um em Aveiro. Beira-mar para os distritais. Menos um para o sistema.


SAudações,

Xenrik

FireHead disse...

Concordo com o xenrik. Boicote até ao fim. Vamos dar cabo dos que servem o sistema. A equipa não precisa de ter os adeptos a puxar por ela nos estádios dos adversários porque todos os jogadores sabem que os verdadeiros adeptos estão sempre com eles.

Anónimo disse...

Continuo a apoiar a decisão de Vieira! Nem um adepto, Nem um tostão para os coniventes com o sistema! ZERO Benfiquistas em Aveiro será um aviso!...