sexta-feira, 20 de maio de 2011

Carta aberta a Rui Costa

Caro Rui, lembro-me de ver-te caminhando pelo antigo estádio da luz eras ainda um miúdo, com um brilho nos olhos, por respirares aquele ar de Benfica. Lembro-me de ver-te regressar do empréstimo ao Fafe e rapidamente espalhares magia no relvado da Catedral. O terceiro anel começava a admirar os teus passos, a perceber que aquele rapaz tinha qualquer coisa de especial, ainda por cima vinha do nosso sangue, das nossas escolas, era um de nós. Valdo tinha antecipado que o seu substituto eras tu caro Rui e não se enganou.

O perfume do teu futebol conquistou a todos, benfiquistas mas não só, não tardaria, estarias a partir para outras paragens, pois o teu talento era demasiado grande para ficar confinado ao nosso pequeno Portugal. Os tempos eram difíceis, o clube passava por graves dificuldades financeiras, e não me esqueço de que foste para a Fiorentina, porque estes davam mais dinheiro ao Benfica, deixando para trás o Barcelona. E a partir daí fizeste uma bonita carreira, sendo o nosso orgulho. Cada assistência para golo era pura magia, cada golo por ti marcado, fazia aumentar a eterna saudade que por ti sentíamos. Era uma mera questão de tempo até regressares a casa, todos tivemos essa noção, desde a noite em que choraste na Luz por teres marcado um golo pela Fiorentina ao teu Benfica, e mesmo assim foste ovacionado em peso pelos sócios e adeptos. O cordão umbilical nunca tinha sido cortado.

Regressaste, e terminaste a tua carreira junto dos teus, aplaudido por quem sempre te adorou, por quem sempre te quis bem. Assim são as verdadeiras famílias, nunca se esquecem dos seus membros, mesmo que eles estejam muito tempo distantes uns dos outros. Mas não era altura para saudosismos, não havia margem para eternas despedidas, afinal o Rui continuaria no clube, assumindo uma pasta de grande importância como é o cargo de director desportivo, e uma vez mais os benfiquistas estiveram contigo, acreditaram em ti, deram-te o benefício da dúvida. Olhamos para o Rui Manuel Costa e queríamos crer que podias ser a personificação perfeita dos verdadeiros valores benfiquistas, que irias transportar a classe dos relvados para o exercício das tuas funções. A maioria de nós tinha esperança que tivesses competência para o cargo apesar da tua inexperiência natural nessas andanças.

Os primeiros tempos não foram fáceis, conseguiste trazer jogadores de enorme categoria para o clube, entre eles Pablito Aimar, mas a escolha do treinador (Quique) não foi a mais correcta. A época de estreia no cargo não teve um saldo positivo. Tudo bem caro Rui, quem nunca errou que atire a primeira pedra, nem Roma foi construída num só dia. Mas pouco a pouco, fomos percebendo que foste ficando afastando das decisões à volta da equipa de futebol, foi ficando claro aos olhos de todos que o senhor presidente chamou a si muitas das tuas responsabilidades, e que ficaste na sombra, mais distante, como que apenas fosses um Às de trunfo para tempos que pudessem ser mais negros. Desde a entrada de Jorge Jesus que assim tem sido.

E eis que chego ao ponto crucial desta minha carta dirigida a ti, caro Rui. Porque não te revoltas contra o actual estado de coisas, tu sofres como um de nós, porque então ficas recolhido e protegido num cargo que nesta altura é alegórico? Porque assistes sem reacção à deturpação dos valores que um dia fundaram este clube, porque ficas impávido e sereno, observando um Benfica a distanciar-se cada vez mais daquilo que devia ser o seu rumo, as vitórias???!! Deixa-me dizer-te ídolo, hoje estou triste contigo, hoje olho para ti e não vejo aquele brilho nos olhos de quando eras miúdo. Não leves a mal o meu desabafo, caro Rui, afinal as famílias também têm que saber lidar com o desapontamento e com a frustração. As famílias não servem apenas para os momentos bons. E hoje meu amigo, sou sincero, tenho que dizer-te que estou desiludido contigo, que esperava mais de ti.

10 comentários:

Águia Preocupada disse...

Belo texto! Os meus parabéns pelo tom intimista, sereno e familiar.
E sobretudo muito oportuno.
Que se passará com ele? Admitindo que manteria o recato até final da época para não ser mais um motivo desestabilizador da equipa, não se percebe, nem se pode aceitar a continuação dum silêncio que além de incomodativo já se torna uma questão de sofrimento para os que o apreciam e sentem como familia.
Rui Costa só tem dois caminhos: Continuar calado aceitando cobardemente a situação de humilhação de que está a ser alvo e com isso cair na consideração e desmerecer o respeito dos adeptos, ou dá o murro na mesa e espalha nela as cartas todas e quem sabe, com uma atitude dessas, vigorosa e corajosa, salvar o Benfica!
Como está a situação, acredito que uma palavra de Rui Costa agora, poderia ser o verdadeiro grito do Ipiranga e de libertação do nosso Clube!

JOÃO VAZ disse...

Sinceramente acho que ele não se chateia assim tanto :/

Nramos disse...

Fantástico Far, perfeitamente explanados os sentimentos do puro benfiquista. Não alterava uma virgula.

Anónimo disse...

O problema são os... 20 mil euros por mês

Tiago disse...

pf. parem de insultar o Rui Costa! ele merece a nossa confiança e estas criticas só mostram oportunismo sem fundamento, porque se o Rui achasse que estava a mais ou que estava a haver um ataque interno aos interesses do Benfica, já tinha batido com a porta!

eu ainda me lembro de TODOS os dias saírem nos jornais noticias de dividas do Benfica!!

O Bandido disse...

Ele só lá está a ganhar do dele! deve estar com medo de se insurgir! alguem que lhe diga que os Benfiquistas estão com ele! Preferia mil vezes um Rui Costa a presidente que um Orelhas que já foi sócio do Porto e do Sporting etc... Chega de mansidão! vamos á revolução!

Edu disse...

Caro Far, obrigado. Adorei ler, fantástico. Ainda à pouco quando escrevia o meu texto pensei em tanta coisa que escreveste, não poderias ser mais oportuno.

Gostava mesmo muito que esta carta chegasse ao Rui Costa.
Abraço a todos.

Far(away) disse...

Espero muito mais do Rui, daquilo que ele (não) tem mostrado, mas mesmo muito mais...

ZePissa disse...

Podes lhe mandar: ruicosta@slbenfica.pt

Pedro Soares disse...

Bom texto, espero é que responda e mesmo antes de responder que a leia! Vai dando noticias parabens!