segunda-feira, 16 de maio de 2011

Olho na Águia: Bruno César


Bruno César é um jogador contratado pelo Benfica ao Corinthians de São Paulo. Trata-se de um médio ofensivo de 22 anos, que joga predominantemente na posição vulgarmente chamada de playmaker. Bruno César começou por destacar-se no campeonato Paulista no Nororeste em 2009, onde chamou a atenção do Santo Andre, clube para onde viria a transferir-se nesse mesmo ano. E foi também após um grande campeonato paulista onde o Santo André sagrou-se vice-campeão que despertou a cobiça do timão, que apostou imediatamente na sua contratação.

Não tardou muito a ter grande impacto no Corinthians, a sua afirmação foi rápida e contundente, como mostra a sua campanha no brasileirão de 2010, onde foi nada mais, nada menos do que o melhor marcador da equipa com 15 golos em 34 jogos disputados, números capazes de fazer inveja a muito ponta de lança. Foi sem surpresa que após o término do brasileirão foi considerado a revelação brasileira de 2010 e o craque do campeonato.

Possuidor de excelente técnica, boa visão de jogo, alia essas qualidades a uma capacidade de finalização assinalável, o que lhe permite marcar muitos golos, como demonstra o registo acima referido. Não fosse suficiente e tem uma facilidade de ser decisivo nas bolas paradas, o que no futebol contemporâneo é sempre uma qualidade extra que qualquer equipa procura num jogador. Tacticamente falando e jogando sem bola, precisa de evoluir, e Jesus terá consciência disso mesmo, no entanto é um jogador inteligente, logo não será difícil para ele assimilar as naturais diferenças entre o futebol praticado no Brasil e o futebol praticado na Europa, bem como os métodos de trabalho do seu futuro treinador.

Onde pode melhorar? Na forma como algumas vezes corre muito mas mal, na ânsia que tem de ir à todas as bolas (daí a conotação com Tevez), ou seja, precisa dosear melhor a forma como analisa o jogo sem bola, por vezes perde o discernimento necessário uma vez recuperada a posse do esférico, resultado do cansaço que teve no momento anterior do jogo. Melhorou no entanto nesse aspecto, a partir do momento em que tornou-se um indiscutível no Coringão, talvez porque conquistou o seu espaço e porque sobretudo amadureceu sob o comando de Mano Menezes (actual seleccionador brasileiro), que soube olhar para o jogador e atacar os seus pontos menos fortes. Com Tite não foi bem assim.

Dito isto, é importante referir que não é um tipico médio ofensivo brasileiro, ou seja, não estamos a falar de um jogador que joga à sombra da bananeira, dormindo no pedaço, que tenha falta de intensidade de jogo, que seja molengão. Esta minha referência serve para afastar qualquer receio, que alguns benfiquistas possam ter deste jogador poder ser um novo Felipe Menezes. Nada a ver, Bruno César é infinitivamente melhor não só nesse aspecto, como em todos os outros. É um jogador aguerrido, que raramente está parado no campo, que joga a um ritmo alto e que está sempre em constantes movimentações, com um futebol muito adulto e diria eu europeizado, é aquele jogador que quando tem a bola tem processos rápidos, joga bem ao primeiro toque, curto ou longo, razão pela qual prevejo que não seja necessário, grande período de adaptação, como habitualmente costuma acontecer aos jogadores provinientes da América do Sul.

Olhando para o actual sistema táctico de Jorge Jesus (4-1-3-2) e partindo do pressuposto que o vai manter, Bruno César, será uma óptima opção para o lugar desempenhado por Aimar, espero é que isso não signifique a saída de El Mago. Zanaki (seu sobrenome) confere qualidade no último terço do terreno, e tem dentro das suas qualidades, as ferramentas necessárias para gerir os ritmos da partida conforme a equipa necessita, embora não seja um jogador tão cerebral como Aimar. Em comparação com este, oferece outras coisas:  poder de fogo, maior rapidez e mais resistência física, e por outro lado um controle de bola também ele excelente (Aimar nisso é insuperável) e uma grande facilidade e assertividade no passe. Tudo somado, estas sim são as oportunidades de negócio que o Benfica pode e deve aproveitar.

Veredicto: Aprovado.

20 comentários:

God Letko disse...

Gostei da analise, agora é esperar para ver

Cumps God Letko

patriarca disse...

Vamos ver, como dizia um cego. Como isto está só acredito depois de o ver jogar.

mega disse...

concordo plenamente com a avaliação dos jogos que vi dele o maior defeito é se esconder muito do jogo e nao pegar no jogo e gerir ritmos mas por outro lado passa sempre ao primeiro toque e cria muita velocidade no jogo com os seus passes

Far(away) disse...

Patriarca podes confiar, aqui acertamos totalmente na contratação.

Gore disse...

Comentário demasiadamente optimista para a realidade. Demasiadamente individualista para a posição que deveria ser o coração da equipa.

Tenho bastantes reservas em relação ao jogador. Espero estar enganado.

Alexandre disse...

Boas,

saluto a análise. E não é por dizer bem. Até porque, por vezes, os jogadores parecem fazer todo o sentido na teoria e depois, por alguma razão, não conseguem encaixar. Elogio a análise feita por ti, a exaustividade, o conhecimento e a pertinência dos aspectos salientados. Por estranho que possa parecer, este tipo de análise em blogs de adeptos é uma raridade. Portanto, os meus parabéns.

Quanto ao César, sinceramente só o conheço dos vídeos de youtube. A nível ofensivo parece-me muito forte, mas questiono-me sobre a sua capacidade de ser disciplinado defensivamente (naquela posição, é fundamental). E digo isto por me parecer - avaliando pelas posições que ocupou no Timão - que nunca teve muitas obrigações defensivamente, para além de pressionar os defesas.

Aproveito também para te perguntar:

Com Bruno César achas que faz sentido manter o Carlos Martins?

Ou, de uma forma que mais gostaria que acontecesse, como conseguirá Jesus gerir Aimar, Carlos Martins e Bruno César para a mesma posição?

E, só para ser chato, não te parece que nos fica a faltar um médio centro com a valência de ser parceiro defensivo do Javi em jogos em que queremos jogar na expectativa?

Saudações,

Alexandre

Joase disse...

Com essas características que enumeras, não encaixará juntamente com Aimar Javi e um Gaitan por exemplo Jara/Saviola e cardozo?

Amorin, Martins, Jara/SAviola, Mora e Nolito.

Se não vendermos, não precisamos de comprar muito.

Abraço

JNF disse...

Do que vi, devo dizer que não concordo com algumas coisas, nomeadamente com a intensidade de jogo. Não é assim tão forte nesse aspecto (do que me pareceu) e tem algumas dificuldades quando pressionado. Endossa bem a bola para os colegas mas não é muito forte na forma como progride pelo centro do terreno em contra-ataque.

Vi 3 ou 4 jogos do Timão com Bruno César e esse jogador que vi não é o mesmo que descreveste. Espero que seja eu a estar enganado. Parece ter qualidade, mas não é disto que precisamos.

Far(away) disse...

Gore,fiz questão de dizer onde o jogador tem de melhorar, não referi apenas os aspectos positivos.

Alexandre, obrigado pelas considerações. Em relação ao que perguntas sobre o Martins. Eu acredito que ele está de saída, e com a entrada de BC o seu espaço está cada vez mais reduzido e BC é bem mais jogador que o Martins.

Concordo em absoluto contigo quando afirmas que nos fica a faltar um médio à semelhança de Ramires, ou no mínimo que possa ser o segundo médio de equilíbrios a frente de Javi. Ainda por cima tenho muitas reservas em relação à condição física de Amorim. É sem dúvida alguma, ou deveria ser uma das prioridades no ataque ao mercado de verão.

Joase, encaixar pode encaixar, até porque os bons jogadores têm que saber fazer algo mais do que apenas a sua posição natural, ainda mais no futebol de hoje em dia. Mas vejo BC como um 10 sobretudo. Ele próprio diz que gosta mais de ser um 8, mas um 8 no futebol brasileiro é bem diferente nas suas competências de um 8 no futebol europeu.

Abraço a todos.

Far(away) disse...

Caro JNF, vais ver que é um jogador com essas mais valias que referi. Vi para cima de 20 jogos do bichinho, sei bem do que estou a falar. No entanto, não é ainda um jogador feito, tem coisas a corrigir no seu jogo. Esse trabalho fica para o JJ.

João Maia disse...

Aimar, Bruno César, Carlos Martins, Gaitán e David Simão? O que fazer com isto tudo?

PB disse...

Espero muito estar enganado, mas desconfio tanto do rapaz... Na minha melhor previsão, talvez na segunda época comece a jogar bem com regularidade...

Far(away) disse...

João Maia, é minha convicção de que o Martins está de saída, e mesmo o Aimar não ponho as mãos no fogo que vá permanecer...

Bryant disse...

"(...)Ele próprio diz que gosta mais de ser um 8, mas um 8 no futebol brasileiro é bem diferente nas suas competências de um 8 no futebol europeu(...)"

Ou seja, não é um organizador de jogo porque não se considera um 10, nem tão pouco se preocupa muito com questões defensivas porque não é um 8 europeu. Logo... talvez se encaixasse melhor no campeonato brasileiro. O Benfica não gastava mais €5M, o homem continuava como peixe na água a 8 no brasileirão, para gáudio dos adeptos do Corinthians e ficavamos todos contentes.

Mas não, Vieira volta a inventar mais uma vedeta brasileira abdicando de um talento emergente para a mesma posição, ex-capitão de equipa dos júniores do Benfica, canhoto e até fisicamente a fazer lembrar este novo craque. Mas por seu turno não brilhou no brasileirão 2010, brilhou antes na Liga Portuguesa, numa equipa que até foi à final da Taça da Liga, ficou classificado em 7º no campeonato.
Sinceramente... lamentável esta contratação. Não percebo como um blogue como este que valoriza, ou pelo menos valorizava, os jovens da nossa formação dá como veredicto a aprovação da contratação do Bruno César.
Mau demais... Esperem que daqui a dois anos está o David Simão a ganhar títulos noutro lado. De Paços de Ferreira a Braga é um saltinho e depois para o Porto é via directa.

BBVA disse...

Desde que esse gajo veio com a conversa do Benfica ser uma "ponte de passagem" que não gosto dele. Ainda não percebeu para o que vem. Ainda não percebeu o que é realmente o Benfica.

Agora ele que me impressione, porque a má opinião do Bruno César já eu a tenho.

Saudações Benfiquistas

JNF disse...

Bryant,

este blog e os seus escribas não têm agenda própria. Cada um escreve o que bem entender acerca das contratações do Benfica. A opinião de cada autor não reflecte a opinião do blog, até porque cada autor escreve e fala por si. Por mim, não haveria lugar a Bruno César no plantel, para o Far há. São pontos de vista diferentes e temos de os aceitar.

Far(away) disse...

Bryant confundes completamente as coisas. O que tem a ver o facto de eu aprovar a chegada de BC com o não valorizar os jovens da nossa formação? Eu limitei-me a descrever o jogador e a dizer que foi uma boa contração, por favor saiba separar as coisas.

E você está errado, BC é um 10, organizador de jogo, embora diferente de Aimar. O que o BC disse foi apenas uma opinião onde mais gosta de jogar, não é onde realmente tem jogado, mais uma vez confundes a coisas.

Seria bom que no futuro não fizesse juízos de valor sobre o que não está escrito no texto. Limite-se a ler o que está lá e a interpretar apenas o que está lá.

DMC disse...

Boas,
eu mesmo vi uns quantos jogos desde Bruno César e devo dizer que concordando com a generalidade da critica antevejo alguns problemas e algumas vantagens. Devo dizer que tirei estas conclusões depois de jogos com equipas grandes no Brasil e não com equipas que não lembram a ninguem.
Começando pelo que é bom, a qualidade de passe sobre pressão. Para mim é uma qualidade fundamental e ainda mais no nosso futebol. Saiba essa grande virtude ser ainda mais explanada e o jogo pode esperar-se rápido e com passes a rasgar, a cortar linhas e a servir companheiros. Não é tão espontâneo no remate quanto eu desejaria, mas parece-me ser um bom gestor de bola. Acho que com Jesus ser irá moldar num bom jogador. Por outro lado, tenho algumas ressalvas quanto à sua generosidade para com a equipa, nomeadamente na rapidez de apoio. Não é um molengão mas não é de perto nem de longe um ramires (neste aspecto).

Tem um tipo de futebol diferente do David Simão, pelo que, me parece, com a entrada dos dois haverá momentos para jogarem os dois ou à vez. Aliás, e falando do David, acho que o gostaria de ver num processo que o levasse a fazer algo parecido com o que aconteceu com o Anderson. Julgo até, que se fosse treinado pelo Sir Alex, se transformaria num jogador de classe inquestionável. Haja vontade e paciência para estes dois jogadores.
Assim concordo perfeitamente com o veredicto ainda para mais quanto este jogador vem oferecer algo que os vários jogadores que temos não tem (o que não quer dizer que não são meras repetições no plantel). A gestão de Jesus será, mais uma vez, fundamental.

cumps
DMC

Edu disse...

Gostei muito da ideia. Parece-me interessante que se vá analisando alguns dos reforços e se vá dando a conhecer aos caros leitores.

Confesso que ainda não vi um só jogo do Bruno César, deixei tais tarefas para esta altura, com a paragem dos campeonatos europeus.

Deixaste-me com as expectativas bastante elevadas, Far. Espero que o moço tenha sorte e que prove aquilo que viste nele. Esperemos também que a sua adaptação seja rápida.

Um abraço a todos.

Filipe F disse...

Já conhecia o blog "de nome" mas ainda não tinha feito uma visita mais atenciosa. Muito bom tanto o blog como a análise ao Bruno César. O único ponto negativo desta contratação é para mim o facto de isso significar a saída de "El Mago".