sábado, 25 de junho de 2011

As oportunidades de negócio a evitar


 
Tem razão Menezes. Na época transacta a rotação da equipa por parte de Jesus em determinados sectores demorou tempo a mais, e foi feita apenas muito perto do final da temporada. Mas a verdade é que as soluções em qualidade também não abundavam, ou alguém já se esqueceu aquando do jogo da Liga Europa na pedreira contra o Braga, quem Jesus meteu no jogo, para tentar fazer com que o Benfica voltasse ao jogo? Menezes e Kardec. E queríamos chegar à final... Milagres não acontecem todos os dias. Só às vezes.

Menezes também tem razão quando afirma que jogou fora de posição. Na maior parte das ocasiões foi utilizado como um interior, o que para um jogador lento e sem intensidade de jogo, é quase suicídio. Diz-se que quem não tem cão, caça com gato, mas caçar com este gato ainda por cima desposicionado no terreno é atirar pedras na Cruz. Por isso existia uma necessidade óbvia de reformular a segunda linha da equipa, pois se é verdade que Jesus raramente fugiu do seu onze base enquanto ele este disponível, também é verdade que com aquele banco, tinha que espremer o sumo da laranja até ao limite. O Menezes, o Fernández, o Kardec e outros que tais, não têm a culpa de terem chegado ao Benfica, mas sim os responsáveis e quem de direito, que um dia pensaram que eles pudessem ser mais valias. Oportunidades de negócio destas são dispensáveis. Agora vão andar de empréstimo em empréstimo...

16 comentários:

Anónimo disse...

patriarca disse:


De facto se Jogasses á Bola como falas era um craque, mas infelizmente não passas de um jogador Fraquissimo, em Campo tens que pedir licença a um pé para levantar o outro.

Filipe Amaral disse...

"Oportunidades de negócio destas são dispensáveis. Agora vão andar de empréstimo em empréstimo..."

O normal infelizmente... Pena que para termos destas "oportunidades", não se dêem jogos e verdadeiras oportunidades a outros jovens, mas parece que este facto esta época está a mudar, espero que a mudança seja real e se mantenha por mais anos.

Retomando a conversa do Filipe Menezes, é pena que não alinhe no mesmo discurso do seu colega Airton, que no momento da apresentação só tinha coisas boas a dizer do clube que é dono do seu passe, ao contrário deste menino que por todos os lados quer arranjar uma maneira de não assumir as responsabilidades de não ter justificado o investimento e as oportunidades que de facto teve, está bem que não foram muitas, mas as suficientes para se perceber o que ali tínhamos.

Cumprimentos,

Filipe Amaral

Anónimo disse...

O Kardec começou bem a época e só não se impôs porque o Jesus assim não o entendeu. Alguém se recorda da forma do Kardec por alturas do jogo da supertaça? Bem melhor que o Cardozo!
Depois teve uma lesão que o atirou para um resto de temporada fraco. É um avançado promissor que tem que melhorar muito, sobretudo o poder de finalização, mas daí a ser considerado dispensável vai uma grande distância!
Não me parece nada um caso de má prospecção, antes de fraca gestão do plantel. Depois de uma boa meia temporada, devia ter sido emprestado a uma equipa portuguesa que lhe desse mais oportunidades. Estou curioso para saber o seu destino (empréstimo na liga Pt impõe-se!) deste avançado que é tido por vários meios como um dos valores a ter debaixo de olho nos próximos tempos...

O Menezes fazia 30 por uma linha no Brasil e aqui nunca se impôs. Nunca gostei do que vi e não percebo essa história da oportunidade de negócio, se não é para rentabilizar a aposta. Tenho medo que o César seja outro caso semelhante, é que do que vi dele não vi qualquer intensidade de jogo e não me parece que este seja o melhor timing para o SLB ter outro Roger no meio campo.

Far(away) disse...

Kardec é fraquinho... sem nível para o Benfica. O seu destino deverá ser o mesmo que o do Menezes, empréstimo ao Brasil. A ver vamos.

H disse...

Kardec só valeu pelo golo ao Marselha se não me engano, de resto não deu mais nada ao clube!

Joni disse...

sinceramente acho que o Kardec tem qualidade e só precisa de tempo e confiança. ele posiciona-se bem, tem bom drible e toque de bola mas tem hesitado na ocasião de finalizar... é um jogador que a cabecear é fantástico mas precisa de confiança só... cumps se quiseres passa pelo blog em que escrevo futlol.blogspot.com

MS disse...

Freddy Adu titular na final da Gold Cup. Finalmente.

Anónimo disse...

Fraquinho? O Kardec ainda não está pronto para ser opção regular na equipa e podia ter rodado durante esta temporada num clube português... aí estamos de acordo!
Vejo nele um excelente cabeceador. O que não é estranho para a estatura dele (com provas dadas! tens o exemplo do Cardozo que no ar, enfim...). Mais estranho é a agilidade e o bom drible. Precisa é de aumentar o ritmo de jogo, ser mais combativo e ter mais confiança na hora de finalizar. Foi um erro não o emprestar, espero que o benfica não vá pelo mesmo caminho esta época, porque assim está a esbanjar um dos avançados brasileiros mais promissores.

Far(away) disse...

Sigo o Kardec desde os tempos do Vasco da Gama e nunca vi nele nada de especial. De lá para cá, continua exactamente na mesma.

Anónimo disse...

tolice. as oportunidades aproveitam-se e ha que arriscar.

talento tem ele. mas joga a brasileira e disso nao passa. kardec tambem tem as suas qualidades. fernandez tambem as tera, veremos se tem oport~unidade para crescer.

nenhum clube do mundo acerta todos os jogadores que compra. se acertar metade ja e bom. seja o benfica, o manchester ou o cascalheira.

maxi pereira quando chegou, ao fim de um ano todos diziam que nao valia nada. salvio, ate dezembro, todos diziam que nao valia nada. cardozo ainda hoje ha uns burros que dizem que nao presta...

luisao, so quase no fim da epoca de estreia deixaram de gozar com ele e dizer que era um cepo.

Far(away) disse...

Isso para mim é sacudir a água do capote. Obviamente que nenhum clube acerta em todas as contratações. A questão é que o Benfica falha vezes a mais.

Mentiroso disse...

Far,

A perspectiva de um futuro enquadramento de Kardec no plantel do Benfica, após cumprir um ano de empréstimo numa equipa onde possa competir regularmente, é dos poucos temas que nos separam. O outro é a inclusão do marido da Diana Chaves no plantel da próxima época. Não quero acreditar que isso venha a acontecer.

A propósito de definição do plantel, partindo do pressuposto que vamos ter 10/11 jogadores de meio campo e 5/6 avançados, quem seriam, na tua opinião os excluídos da extensa lista de jogadores às ordens de Jesus?

Far(away) disse...

Cesar Peixoto por mim pode ir embora. O que digo é que desde que não seja como lateral, pode ser um jogador útil em algumas circunstâncias. Além dos mais o facto de ser português, quase que o garante no plantel, não é bem o que eu acho, é mais o que Jesus acha.

Quanto aos jogadores que possam ficar de fora, fora os óbvios como Fernández e afins, acho que Urreta não tem o lugar seguro no plantel, apesar de achar que ele tem qualidade, e que Rodrigo muito dificilmente ficará como opção já que Jesus confirmou Nélson Oliveira. Especula-se que Mora possa ser emprestado, mas não acredito nisso. Se tal acontecesse seria um erro.

JD disse...

O Menezes já devia ter sido despachado há muito tempo.

Acho inadmissivel um jogador com 20 anos e a precisar de ganhar espaço na equipa jogar da forma q ele jogava, ou seja, rosto fechado, sem uma pinga de alegria.

Quem me dera q ele jogasse à brasileira, pelo menos viamos alguma espontaneadade.

Desculpem lá, mas aparte de tudo, jogador q não se diverte a fazer o q mais gosta, não serve!

Kardec, ainda pode ser diferente, mas tem q rodar num guimarães.

John Wakefield disse...

O Diego Souza, que era mais craque que este Felipe Menezes, nem sequer teve uma oportunidade em jogos oficiais. Por isso, o Menezes que fique lá no Brasil onde o ritmo de jogo é mais lento e por isso, é o único continente onde ele pode brilhar. Cá simplesmente não tem hipóteses com aquela lentidão. Espero que não aconteça o mesmo com Bruno César, muito bom tecnicamente mas pelo que tenho visto em alguns videos, parece-me um pouco lento! A ver vamos...

Far(away) disse...

Não te preocupes John, o Bruno César não é lento.