terça-feira, 12 de julho de 2011

Kardec: Estava na cara que ia correr mal

Muitas vezes as jovens selecções de alguns países servem como base de referência para a avaliação de potenciais bons reforços para as equipas de futebol. Falando da américa do sul, as selecções jovens do Brasil e da Argentina estão sempre debaixo de olho dos vários olheiros dos grandes clubes. No entanto nem tudo o que aparece como destaque tem valor, é preciso saber separar o trigo do joio, e isso faz-se observando o jogador para além daquilo que faz pela selecção do seu país. Alan Kardec chamou a atenção de vários clubes após o mundial de sub-20 do Egipto, onde apontou 4 golos, entre eles o Benfica. Jesus entendeu apostar no então jogador do Internacional de Porto Alegre para a frente de ataque, muito influenciado certamente por aquilo que viu durante esse mundial de sub-20 no Egipto.

Digo isto porque se Kardec fosse avaliado por aquilo que fez ao serviço do Vasco da Gama, rapidamente chegariam à conclusão de que se trata de um jogador com pouca qualidade, se queremos apostar  num Benfica forte. Kardec apareceu na equipa principal do Rio de Janeiro e teve um início prometedor pela equipa da Colina, obtendo inclusive elogios do actual presidente do Vasco, Roberto Dinamite. Mas foi sol de pouca dura. Em duas épocas e após 14 golos em 60 jogos, os adeptos perderam a paciência com ele, pelo seu faro de golo pouco apurado, por desperdiçar chances a mais em frente à baliza, por se revelar limitado tecnicamente. Não foi surpresa então que foi emprestado ao Internacional, onde diga-se de passagem esteve pouco tempo, realizando dois jogos pela equipa gaúcha.

Não quero martirizar o Kardec, apenas quis pegar no exemplo dele para ilustrar que as aparências podem iludir e que a observação de um jogador tem que ir muito além de uma determinada fase. Agora Kardec, foi recambiado para o Brasil, desta vez para competir no Santos, talvez a servir de rebuçado para adoçar a boca do presidente santista, pensando nas possíveis compras de Danilo e Alex Sandro. Tal como Felipe Menezes, prevejo que será mais um jogador que andará de empréstimo em empréstimo até o contrato expirar e é preciso evitar este tipo situações. Não é possivel acertar sempre obviamente, mas é possível errar menos vezes. E isso faz-se sendo mais rigoroso nas observações e pensando menos nas comissões...

11 comentários:

Rearviewmirror disse...

Kardec poderia ser uma alternativa bem válida ao Tacuara, tal como mostrou no inicio da época passada.

Vai jogar para um dos melhores clubes brasileiros, que tem Neymar e Ganso, e vai-se valorizar. E muito. Não tenho duvidas.

Far(away) disse...

Tenho muitas duvidas do seu sucesso no Santos, mas era bom para o Benfica que assim acontecesse.

Histórias de Futebol disse...

também dúvido muito, o ano pasado começou mesmo muito bem, mas não está a altura para jogar no SLB.

Alexandre disse...

Far,

Comparar Danilo com Alan Kardec não faz qualquer sentido. Aliás, nem me parece que este post acerte na questão. Obviamente que o Jesus viu o Kardec jogar no Vasco da Gama. Não foi o Mundial de sub-20 que o deu a conhecer. O problema do Kardec no Benfica é que não marcou. Tentou muitas vezes, muitas vezes foi perigoso, mas a bola não entrou.

Não me parece nada que tenha sido uma contratação flop. Parece-me, sim, que não pegou. Ele tem boas características físicas e técnicas, mas (até ver) não suficientes para o Benfica. Tivemos pontas de lança de semelhante ou superior investimento que mal conseguiam dominar uma bola (Bergessio, Kikin Fonseca, Karadas, Dabao, Marcel, Delibasic, Makukula) e agora o Kardec é que leva com a porrada.

Percebo que dê jeito para se mandar umas bocas ao treinador. Mas há que ter memória de quem passou e ser justo com quem ainda é jogador do Benfica.

Quanto ao Danilo ou ao Alex Sandro, penso que o Mundial sub-20 ainda não ocorreu, pelo que não será certamente por essa competição que vêem.

Toda a tua argumentação faz sentido para dois jogadores do passado - Adu e Di Maria. Um correu mal e outro correu bem. O que concluis daí?

Abraço,
Alexandre

Far(away) disse...

Eu não comparei o Danilo ao Alan Kardec Alexandre, onde foste buscar essa ideia? Só falei no Danilo no sentido do Kardec ir para o Santos e isso poder facilitar a saída do Danilo e do Alex Sandro para o Benfica, de alguma forma. Eu estava pelo exemplo do Kardec, falando de uma forma mais geral.

Isto não se trata de mandar bocas ao treinador, antes de Jesus isto já acontecia. Mas ao contrario do que tu afirmas, eu estou convencido que foi o mundial de sub 20 no egipto que fez com que Jesus apostasse nele, até porque ele fez alusão a esse mundial aquando da sua contratação. Portanto eu não estou a inventar nada.

E repito, Kardec é fraquinho, flop, jogador sem categoria, como queiras.

Glorioso11385 disse...

Tenho familiares brasileiros, adeptos do Vasco da Gama. Ficaram surpreendidos quando o Benfica contratou o Kardec. Embora desejassem o seu sucesso, pois também são benfiquistas, disseram-me que era fraco. Com a cabeça, ainda se safava; com os pés, era limitado. Isto foi há um ano e meio...

Pedro disse...

Gostava de ver o Kardec emprestado a um Marítimo ou Guimarães...

Anónimo disse...

(PENAJ) Sou Benfiquista e ...Vascaino! Vivi no Rio e tive o prazer de ver ao vivo no Maraca o Vasco a vencer o brasileirão em 2001. Voltei para Portugal e deixei amigos na torcida Vascaína...quando falei do Kardec eles logo disseram "Cara! Kardec é muito ruim! Vocês vão querer MATAR ele!" Tá tudo dito!

Anónimo disse...

Em condições normais, teria sido titular no início da época passada. Vejo nele potencial para ser um bom avançado, só tenho pena que não seja emprestado a uma equipa de segunda linha portuguesa. Talvez não valorizasse tanto o passe do jogador, mas com certeza iria melhorá-lo. É o que lhe falta. Jogar com mais regularidade, ganhar mais intensidade, cultura táctica e confiança. Os golos que marcou pelo Benfica não são de um avançado vulgar. Não concordo nada com este post. Se for para continuar nesta toada, esta época vai ser muito produtiva.

Tiago disse...

Kardec foi contratado para suplente e para crescer no Benfica! Neste papel fez um bom trabalho. Se até o Cardozo é super criticado...

Anónimo disse...

O Benfica vendeu 50% do seu passe ao Fundo por 3 milhões de euros. Economicamente ficou a ganhar com Kardec. É bom lembrar este caso para que o Fundo não seja apenas mencionado quando temos que repartir "lucros".