sexta-feira, 14 de outubro de 2011

O Senhor Benfica faz anos



O Senhor António José Oliveira Conceição, que eu carinhosamente trato por Senhor Benfica, e conhecido no mundo do futebol por Toni, faz anos.
Nunca vi o Senhor Toni jogar ao vivo, não tive esse prazer, mas vi o Senhor Toni ser treinador, director desportivo, pai de jogadores e muito mais no Benfica. O Senhor Toni trabalhou 25 anos ininterruptos no clube até ser corrido por um tal de Manuel Damásio, regressando mais tarde como Director Desportivo, e mais tarde como treinador, tendo sido novamente maltratado, desta vez pela massa adepta.
Mas há muito que não vejo o Senhor Toni no Benfica... Há tempo a mais! É para pessoas como o Senhor Toni que tem sempre de haver espaço no Benfica. E é uma pena ver que o Senhor Toni, para se sustentar, só o pode fazer lá fora devido à sua ligação quase umbilical com o Sport Lisboa e Benfica.

E hoje, ao completar 65 anos, lá continua o Senhor Toni bem longe da sua casa, o Estádio da Luz. O que me apraz dizer, é que tenho pena! Muita pena, e fico triste.

Parabéns Toni, o meu Senhor Benfica!

E o meu muito obrigado, afinal de contas é o mais titulado dos treinadores que eu vi no Benfica, muita gente é que parece que se esquece disso.

7 comentários:

DracoSLB disse...

Grande Homenagem!

Muito bem!

John Wakefield disse...

17 títulos que ganhou ao serviço do Benfica...
Como jogador entre 1968-1981:

8 campeonatos
5 taças de Portugal
1 supertaça
(foi ainda eleito o jogador do ano em 1972).

Como treinador do Benfica:

2 campeonatos
1 taça de Portugal
(está na final da taça dos campeões europeus em 1987-88)

Dados retirados de: http://fr.wikipedia.org/wiki/Ant%C3%B3nio_Jos%C3%A9_Concei%C3%A7%C3%A3o_Oliveira


É indiscutivelmente uma lenda do clube... Nunca o vi a jogar, mas o seu currículo impõe respeito!

David Gonçalves disse...

Não contabilizaram os títulos como treinador adjunto e quão importante ele foi a coadjuvar Eriksson !!
!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Bcool973 disse...

Atenção, haja memória também para as coisas menos positivas. Ele foi despedido na última passagem porque foi responsável pela PIOR classificação de sempre do Benfica num campeonato - 6.º lugar e como na nova época estava a começar mal, foi sacrificado e atraiçoado pelo seu "amigo" e adjunto de sempre. Independentemente desse péssimo desempenho, que coincidiu ainda por cima com a saída do mourinho do Benfica, após uma vitória de 3 secos sobre a lagartada,

Joga Bonito disse...

A pior classificação de sempre do Benfica num campeonato foi numa época em que houve 3 treinadores. Considerar o Toni o responsável por essa classificação é demasiado redutor. Ainda para mais, o que muita gente desconhece, é que já em fase adiantada da época, quando o Toni pegou na equipa (em Dezembro...) o Benfica estava ainda pior classificado.

Na época seguinte, quando o Toni se demitiu, o Benfica ia na liderança do Campeonato quando sofreu 2 assaltos de seguida: o 2-2 com os lagartos (mergulho do jardéu) e na semana seguinte a derrota no Bessa com Mantorras a sofrer 28 faltas nessa partida e paulo turra e pedro emanuel a conseguirem acabar o jogo, somando a isso penaltys por marcar sobre Simão Sabrosa pelo brilhantina Proença.

Bcool973 disse...

Não querendo alimentar a discussão volto a referir, o toni, por quem eu tenho grande estima, mas à semelhança de todos os treinadores que andam pelas arábias perdem um bocado de contacto com as realidades nacionais, levou a equipa do 6.º lugar, igual ao lugar no final da época, ao 2.º lugar a 1 ponto do 1.º o boavista, na véspera de receber o xadrez na luz, jogo onde poderia ter passado para a frente e arrancado definitivamente para o título. O problema foi que após o empate a 1 em casa, a equipa desuniu-se e com uma senda de maus resultados foi-se afundando até ao 6.º lugar. Sim, o Toni foi o principal responsável pelo lugar obtido, pela incapacidade mostrada. Como o Toni foi o principal responsável pela vitória de 93/94 onde pegou numa equipa psicologicamente em frangalhos, pelas deserções do paulo sousa e do pacheco, pelos muitos meses de atraso nos ordenados, pela grande instabilidade directiva originada pelos filhos do Jorge de Brito, que impugnaram judicialmente os actos de amor ao clube que o pai realizou, pelas mamasiadas iniciais e foi ele o cimento que nos levou ao título. A minha gratidão pelo o que o Toni fez pelo Benfica, quer como principal, quer como adjunto de muitos treinadores durante muitos anos, ele a verdadeira linha de continuidade durante a década de 80, como jogador, é imensa. No entanto, tem aquela grande mancha no nosso currículo

Anónimo disse...

Sim, mas na 2ª passagem pela LUZ, quer como treinador, quer como Director desportivo foi assobiado, tipo Cardozo. É que eles só são bons quando não estão na LUZ, pois quando estão é sempre o mesmo, são mal tratados por alguns imbecis que se dizem de benfiquistas.


Miguel