domingo, 27 de novembro de 2011

Uma foto que diz tudo...

... acho que diz mesmo tudo do que se passou no encontro, enquanto jogaram onze contra onze. O espanhol Javi a segurar a equipa atrás e Aimar a segurar a bola e a espalhar magia no último terço.
O jogo começou de forma muito estranha, com muita bola pelo ar e com o Sporting a ganhar claramente supremacia no nosso meio-campo. Tivemos muita dificuldade em construir desde trás, com o jogador a quem se pedia que começasse a construir jogo, a receber a bola invariavelmente de costas para a baliza adversária, o que dificultou imenso o nosso futebol ofensivo. Valeu Aimar, que quando a bola lhe chegava, tranquilizava a equipa.
Com grande parte da primeira parte jogada, uma das poucas incorporações de Emerson pela esquerda viria a dar o canto que iria resultar no golo, em que Javi Garcia bateu Rui Patrício. Este golo demonstra que a componente física é importantíssima no futebol. Por norma, a equipa mais forte e mais resistente, saí vitoriosa. É importante ter um Aimar que esclareça o futebol ofensivo da equipa, mas também relevar o papel de Witsel e Javi que ganharam todos os duelos físicos, mesmo encontrando-se em inferioridade numérica no meio-campo. Literalmente, foram a todas.
Quanto à segunda parte, fica marcada pelo episódio de Cardozo. Condeno a atitude de Cardozo, podia ter custado um resultado negativo que felizmente, não aconteceu. Primeiro, não é normal um árbitro expulsar um jogador por protestos. Se isto se tornar lei daqui em diante, temos que compreender. Como sei que isso não irá acontecer, limito-me a dizer que o senhor árbitro veio com a lição bem estudada a partir do intervalo...
Em relação ao nosso paraguaio, devia ser repreendido e, porque não, multado. Podia ter custado o jogo e sabendo ele que se encontrava com amarelo, mais cuidado deveria ter tido.
Após este episódio, só deu Jorge Jesus. A equipa encontrava-se por baixo, estava com dificuldade em suster o futebol a toda a largura do campo do Sporting. No entanto, as entradas de Ruben Amorim e Rodrigo, alteraram por completo o rumo que o jogo estava a tomar.
A equipa bastante compacta e a fechar bem as laterais só permitiu bolas bombeadas para a área, momento que apenas deu Javi Garcia. Ganhou todas as bolas no seu raio de acção.
Foi com meia-hora de grande crença que ganhamos o jogo, esperemos que esta crença acompanhe a equipa até final da temporada. Se isso acontecer, o campeonato será nosso.

MVP: Javi Garcia. Pelo golo e pela forma como segurou a equipa durante os noventa minutos e em particular, na última meia-hora.

11 comentários:

Velha Guarda disse...

Também lá estive. O Javi está novamente no seu melhor momento, soberbo, imperial. Fazendo a ligação com a defesa e a linha média.
Pablito com a sua técnica desfiava os nós, com classe e muitos anos de bola.
Quanto ao Cardozo, prendeu dois ou três adversários´na defesa do adversário. Vi o episodo e fiquei baralhado com a atitude do árbitro. Aquele tipo de gesto do Cardozo é normal.
Um que fomos superiores em tudo.

mundoslivres disse...

Imperial, competente... ENORME CORAÇÂO!

Anónimo disse...

Meu caro, eu dei resposta positiva a pergunta do post anterior, mas depois de hoje, infelizmente, a pergunta deixa de fazer sentido...
Gramde vitoria, abraco,
Pn

SC disse...

Excelente texto.Concordo com tudo e acrescentaria apenas a necessidade dos homens das alas comecem a ser mais produtivos..xuta xuta e gaitan teem que desiquilibrar bem mais,a brincar a bricar tao ali 14m investidos.
Semana brutal..ao vivo em manchester e na luz!!
De Todos Um

John Wakefield disse...

Grande jogo de Javi, sem dúvida. Mas na minha opinião, Aimar e Artur foram igualmente decisivos nesta vitória do Benfica. Estes elogios, embora em menores dimensões, devem ser estendidos a praticamente todos os restantes jogadores.
Apenas não gostei da actuação dos seguintes jogadores:

1- Emerson - "não teve pernas" para travar o Carrillo. O brasileiro não deveria ser titular neste momento no Benfica. Mas a verdade é que Capdevilla não está melhor.

2- Cardozo - pela atitude pouco inteligente em protestar veemente lances de pouca importância. Poderia ter deitado tudo a perder.

Em relação à arbitragem, João Capela esteve mal no lance respeitante a Cardozo. O atleta em questão poderia ter sido repreendido numa das ocasiões e depois veria o amarelo, no caso de reincidência. Mas não foi o que aconteceu... Capela é mãos largas a mostrar amarelos aos jogadores. Deveria ser mais criterioso nesse âmbito.
Já no ano passado tivemos 4 jogadores expulsos em Dérbies:

Dragão - Luisão (camp.) e Coentrão (taça)
Alvalade - Sídnei
Braga - Javi Garcia

Destas expulsões apenas a de Luisão para o campeonato me pareceu convincente. De resto, Coentrão foi expulso por uma falta inofensiva e normal na 1º mão da taça de Portugal. Sídnei foi expulso, tendo terminado a sua presença em campo com uma falta efectuada.
Por seu turno, Javi foi expulso por uma agressão ainda hoje não comprovada em Braga...

Anónimo disse...

É neste tipo de jogos que se forjam os campeões. A equipa do Benfica deu uma lição de querer e de determinação, pois só assim conseguiu jogar durante trinta minutos em desvantagem numérica.
Julgo que é justo destacar as exibições dos seguintes jogadores: Javi Garcia, não só pelo golo, mas também pelo jogo que fez, com grande capacidade de luta; Pablo Aimar, sempre ele a construir jogo e a correr pelo campo todo; Witsel, muito bem a pautar o jogo do Benfica na segunda parte; Rodrigo, entrou muito bem, correu quilómetros atrás da bola, contra os defesas contrários e teve a hipótese de “matar” o jogo quando se isolou, só foi pena ter adiantado demasiado a bola e, quando rematou, já o guarda-redes contrário estava praticamente em cima dele a tapar o caminho para a baliza.
Mesmo aqueles jogadores que estiveram menos bem lutaram até ao limite e dignificaram a camisola que vestiram. E foi isso que permitiu à equipa aguentar o resultado de 1-0. Foi, por exemplo, o caso de Jardel, que, de cabeça, não deve ter perdido um dos muitos lances por alto na defesa e, no ataque, ainda teve dois bons remates, um de cabeça e outro de meia distância.
Devo dizer que a primeira parte parece que passou num ápice, já que, apesar de não estarmos a assistir a um jogo brilhante, foi sempre jogado a grande ritmo. Pelo contrário, a segunda parte parece que demorou horas. Tudo isto porque a expulsão do Cardozo condicionou bastante o jogo do Benfica. O lance da expulsão aconteceu perto da linha lateral onde estão os bancos das duas equipas. Como eu estava no lado contrário, nem me apercebi qual foi o motivo do segundo cartão amarelo. Falta de Cardozo não foi, quanto muito terá sido falta do jogador adversário e foi contra isso que o Cardozo manifestou a sua insatisfação. Não me pareceu que se justificasse a amostragem do cartão amarelo. O árbitro não teve o mínimo de bom senso na amostragem desse cartão. Estragou por completo o espectáculo com aquele cartão. Já a amostragem do primeiro cartão ao Cardozo me pareceu escusada. É daqueles cartões que se mostram escusadamente. Para mostrar aquele cartão, o árbitro teria de mostrar cartões a todos os jogadores que se empurravam na área.
É justo destacar o papel de Jorge Jesus. São sempre muitos os que aparecem a criticá-lo quando as coisas não correm bem. Quando acontece o contrário, são poucos os que aparecem a elogiar. Ontem, JJ esteve de novo bem nas substituições. A equipa passou a defender melhor com a entrada de Rodrigo e de Ruben Amorim. Só a entrada de Nolito é que, na minha opinião, deveria ter sido feita mais cedo.
MM

xirico disse...

Javi sem dúvida e Aimar.Foi pena o Javi não ter sido capitão pois seria a melhor resposta ao racista do Alan.

Anónimo disse...

em alturas de merda como a que atravessamos ainda é o nosso Benfica que nos dá alento e alegria! em manchester e na luz, foram dois grandes momentos. OBRIGADO SLB

Bettencourt disse...

Se bem que aquele olhar é suspeito. :P

Gostei mais de uma imagem que passou na TV do avi, quando abraçou um conjunto de companheiros e suspirou olhando para cima. Foi uma imagem em que eu vi toda aquela entrega de 90 min.

Abraço

Resultados Benfica disse...

Obrigado slb por esta grande vitoria:)

Rui Sérgio Guerra disse...

Boa noite, "PB" e benfiquistas,

Obg e parabéns pela tua crónica!

PARABÉNS BENFICA!
PARABÉNS AO "JJ" E A TODOS OS JOGADORES!
PARABÉNS AOS BENFIQUISTAS PRESENTES,… QUE PÚBLICO FANTÁSTICO! Obg malta!

PRÉMIOS DE EXCELÊNCIA;
O público SLB + Artur + Garay + Javi + Aimar + Witsel + Gaitán (que pena, seres "mandrião"!).

PUXÂO DE ORELHAS:
Emerson (Srs. LFV+RC+JJ,…não havia uma opção…“melhorzinha”, para contratar ? HELP!!!) Cardozo (“Helllo!!!... Wake up!!!... WTF???... Se não tivéssemos ganho,…ias correr…e muito!!!)

GANHÁMOS,.. OBJ° N°1 OK,... ÓPTIMO!
GANHÁMOS,… jogando + de 30min c / 10 (!!!),… 4 dias depois de Manchester! Mai nada!

Please,… NEXT!

PS:
Quanto aos “anormais” que apareceram na Luz e outros que se esconderam… ou afins, como:
- "O ACÉFALO E DEMENTE" director das osgas,
- “O PAINELEIRO DOS MAUS FÍGADOS”!,
- “OS MENTECAPTOS” do Rui Oliveira e Bosta…e o RAIVOSO-LEPROSO do Dias Asneira!,

a todos esses “intelectualóides da diarreia vocal” !!!”,
… QUE PAGUEM AS DEVIDAS REPARAçÕES! (Medo! Terão € para isso ou… + 1 “calo”???),
... E DEPOIS,… QUE SEJAM DEVORADOS PELO VENENO E ÓDIO QUE NOS DESTILAM!

Força BENFICA!
Nós somos… do SPORT LISBOA E BENFICA!
COM MUITA HONRA E ORGULHO!

Não somos anti-nada…, nem anti-ninguém!
AH!!!… E… “só ligamos à m*** “… QUANDO ESTAMOS DISTRAÍDOS!!!

Daqui da Palermo lusa, abraço a todos,
RSG