sexta-feira, 2 de março de 2012

Uma imagem vale mais que mil palavras #7

Estádio da Luz, 20 de Dezembro de 2009, Saviola celebra o golo da vitória, frente ao Porto, que embalaria o Benfica rumo ao 32º título

Em dia de jogo, recordamos uma imagem de uma das noites mais incríveis que a nova Luz presenciou. Em noite de chuva torrencial, a Luz engalanou-se para receber um clássico que se esperava muito quente. O Benfica de Jesus recebia o Porto de Jesualdo depois de uma semana em que os encarnados tinham arrancado um empate a ferros em Olhão, cortesia de Nuno Gomes, mas onde tinham perdido em batalha Coentrão e Di Maria por motivos disciplinares e Ramires e Aimar por lesão. O Porto apresentava-se em crescendo, motivadíssimo e confiante que deixaria a Luz no comando do campeonato. Face às indisponibilidades, Jesus lançou Peixoto a defesa esquerdo, Urreta a médio esquerdo, Martins no lugar de Aimar e Ramires ao pé-coxinho. Todos estiveram surpreendentemente bem, arrancando grandes exibições. Mas foi o golo de Saviola a passe de David Luiz, a meio do primeiro tempo, que provocou a grande explosão de alegria na Luz. O Benfica soube gerir o jogo como equipa grande que era e conquistou uma vitória que permitiu ganhar uma vantagem que não mais largaria para o Porto. Sagrou-se campeão nacional.

7 comentários:

Mar de Chamas disse...

Não há dúvida que excelente imagem.

é isso que se pede, luta, ambição e dedicação.

Carrega Benfica

Soareskafe disse...

E foi o jogo onde brilhou .... o Luis Filipe

John Wakefield disse...

e o Urreta... (completando o comentário do SoaresKafe).

mrmg disse...

Excelente crónica.

O Incentic deve ser assim.

Deixo aqui parte da minha perspectiva:

O Benfica venceu o único confronto o ano passado pq o treinador perdeu os tiques de vedeta e armou a equipa à Eriksson: Peixoto = Paulo Madeira... Lembram-se...

http://aminhachama.blogspot.com/2012/03/este-jogo-batalha-de-logo.html


Et Pluribus Onum

DeVante disse...

Basta-nos não alinhar de início o Bruno César. É que já nos basta o Emerson naquele corredor esquerdo...

Anónimo disse...

luis e filipe e felipe menezes também "brilharam" nesse jogo.

foi uma vitória improvavel. confesso que não estava nada à espera e acredito que a esmagadora dos benfiquistas pensava como eu..

lembro-me que lá para os 80 minutos o luis filipe tem um remate que se entrasse o estádio ia abaixo..

mas esse jogo apenas provou uma coisa, Jesus "sem bazófia" como está ao nivel dos melhores, consegue transmitir aos seus jogadores além de conhecientos técnicos e táctivos uma motivação extraordinária.

já o Jesus com bazófia.. perde campeonatos e taças no próprio estádio..

para hoje só peço um jesus sem bazófia..

Anónimo disse...

Acho demasiado estranho o silêncio dos dirigentes do Porto antes do jogo... Terão tudo controlado? Eles que tanto gostam de incendiar os clássicos para conseguirem motivar os seus jogadores através do ódio contra o Benfica.