segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Grupo da Luz, duas semanas e meia depois

Foi há já alguns dias que o Grupo da Luz, pelo seu presidente Bruno Carvalho, voltou atrás na decisão de apresentar o candidato que concorreria com Luís Filipe Vieira à presidência do Benfica. De lá para cá abateu-se o silêncio sobre o Grupo da Luz. Nunca mais foram vistos. Já alguém deu o alerta de desaparecimento desta gente?

Ora, é precisamente duas semanas e meia depois da data prometida para o anúncio do candidato às eleições que vos volto a falar do agora desaparecido Grupo da Luz. Sumiu sem deixar rasto. Não sei se está apenas desaparecido em parte incerta, se foi raptado ou se foi morto praticamente antes de nascer, mas pelo sim pelo não, vamos dissecando o tal Grupo.

Consultando a "casa" do Grupo da Luz, que se situa no Facebook, e lendo os seus estatutos, vemos que o Grupo nasceu da necessidade de reflectir sobre o Benfica tendo como missão, e passo a citar, "propor soluções, apresentar ideias e projectos para uma melhoria permanente do Sport Lisboa e Benfica enquanto instituição e clube desportivo". Sinceramente, é bonito. Pena é que nada, mas absolutamente nada do que o Grupo da Luz se propôs a fazer tenha sido cumprido. Basta consultar a página do Grupo da Luz para se constatar que aquilo não é mais que um conjunto de notícias, de resultados do Benfica e de perguntas com a função de entreterem os leitores. Onde estão as "soluções, as ideias e os projectos para uma melhoria permanente do SLB"? Não estão. E duvido que haja.

Sempre foi do meu interesse, como acredito que seja das pessoas que navegam pelos blogs, conhecer o Grupo da Luz. Quem são, o que querem para o Benfica, que medidas propõem, o que pensam, etc. Coisas concretas, nada de abstracto. Não me basta saber que são um grupo de amigos, não me basta saber que querem que o Benfica ganhe, não me basta saber que têm várias ideias se não dizem quais são. Basicamente, o Grupo da Luz ainda não trouxe absolutamente nada de concreto ao Benfica e aos benfiquistas desde que foi fundado. Aquilo que disse apenas e só através da internet, quase exclusivamente por uma página do Facebook que, gostem ou não, não é acedida por mais 5% dos eleitores, foi um conjunto de balelas, frases feitas, trivialidades e discursos desprovidos de conteúdo que não chegam nem atingem os adeptos do Benfica. Muita conversa fiada, muita burocracia e o desconhecimento total e completo do poder que a internet pode exercer em tempo de eleições. Pior que não explorarem as potencialidades de blogs e fóruns com as suas ideias (se as tivessem), é reagir negativamente, à defesa, com medo e recorrendo ao insulto quando confrontados com a crítica que decorre de uma situação em que o dito Grupo meteu os pés pelas mãos sem dar explicações (como se viu num post aqui publicado há tempos). Pois bem, voltando ao mote dado no início do parágrafo, alguns membros do Eterno Benfica tentaram entrevistar o dito Grupo da Luz. Já que o Grupo não se apresenta nem divulga as suas ideias, vamos saber o que eles pensam. Acreditem que tentámos. O problema veio da burocracia do lado de lá. O Grupo da Luz não se quis dar a conhecer, tentou dar palha aos nossos leitores com respostas vagas, imprecisas e que nada dizem. Voltámos a tentar obter respostas concretas às perguntas junto do Grupo, como qualquer outro jornalista faria caso entendesse que o conteúdo das respostas não era minimamente aceitável na medida em que o que era respondido não se relacionava com as perguntas (basta ver o que Vítor Gonçalves, da RTP, fez recentemente a Pedro Passos Coelho), mas do outro lado só obtivemos a confirmação do que já esperávamos: o Grupo da Luz não se quer dar a conhecer nem quer dizer o que pensa (se é que pensa) do e para o Benfica. Como se isto não bastasse, Bruno Carvalho, assumindo a condição natural de desconhecer da situação, vem criticar o nosso blog por não ter publicado a entrevista como resposta a questões que em nada se relacionam com o tema do que discutimos no Facebook (podem ir lá ver através da página do Grupo da Luz). Por não querermos que falte nada a Bruno Carvalho, e apesar de não queremos bombardear os nossos leitores com banalidades acerca de gente que não merece o tempo investido, deixamos aqui algumas das respostas que o Grupo da Luz nos deu acerca de quem são e o que querem para o Benfica, bem como os emails em que pedimos para serem mais específicos em dadas questões, como qualquer jornalista faria:


Foi assim que iniciámos a conversa, foram estas as regras do jogo que impusémos ao Grupo da Luz. Aceitaram. Após o envio das perguntas, as respostas dadas às primeiras perguntas, sobre o Grupo em si, foram estas:

1. O que é o Grupo da Luz e quem o constitui?
Tal como vem definido no Artigo 1º dos seus Estatutos, o Grupo da Luz é uma agremiação de pessoas que visa, através de vários meios e iniciativas, reflectir sobre o Sport Lisboa e Benfica. Tem como missão propor soluções, apresentar ideias e projetos, para uma melhoria permanente do Sport Lisboa e Benfica enquanto instituição e clube desportivo.

2. Como surgiu a ideia da fundação e com que motivações?
Da simples tertúlia que começou com poucos membros, o Grupo da Luz foi crescendo e mais pessoas se foram juntando. Daí surgiu uma necessidade de consolidação do Grupo, tendo para isso sido criados os seus Estatutos. A ideia base passava essencialmente por discutir o Benfica de forma livre, democrática, educada e organizada.

3. Quais os objectivos do Grupo da Luz? Que soluções, ideias e projetos tem o Grupo da Luz apresentado para melhorar o Benfica, tal como vem expresso nos vossos estatutos?
Essa pergunta devia ter sido depois de termos falado dos órgãos sociais do Grupo da Luz contemplados nos Estatutos. Ressalvo que contemplam a eleição, de dois em dois anos, de órgãos sociais e corpos dirigentes – Direção-Geral e Câmara de Membros. A cada Direção Geral eleita cabe-lhe representar, em juízo, o Grupo da Luz e apresentar, no âmbito das atribuições do Grupo representadas no Artigo 14º do Estatutos, as suas soluções, ideias e projectos para ajudar a melhorar o Sport Lisboa e Benfica. Assim, pelo respeito institucional que me cabe, essa pergunta não me deve ser colocada a mim. O meu papel, na Coordenação da Câmara de Membros do Grupo da Luz, é apenas o de dirigir os trabalhos e orientar os debates.

4. Quais as vantagens em ser membro do Grupo da Luz?
Parece-me que a palavra “vantagem” é inconveniente. A resposta imediata será, provavelmente, participar nas suas atividades anuais, como jantares, ciclos de conferências e outras, onde se pode conviver com outros benfiquistas. No entanto, o Grupo da Luz nasceu da vontade de privilegiar o debate e respeitar a discussão entre os benfiquistas e nele são bem-vindos e convidados a participar todos os que queiram, de forma livre, mas educada, expressar-se sobre o seu clube. Isto é o que deveria acontecer naturalmente no seio do Sport Lisboa e Benfica, não é nenhuma “vantagem”.

5. Têm alguma ligação com outros grupos que surgiram nas redes sociais, como o Por Ti Benfica?
No seu Artigo 8º, o Grupo da Luz define-se como independente de partidos políticos, de organizações religiosas, filosóficas, sindicais ou quaisquer outras. Esquecemo-nos, provavelmente, de referir outros grupos nas redes sociais (risos). Agora mais a sério, o Grupo da Luz pretende ser de todos e não ser conotado, como tem sido, como uma força de oposição. Para isso veja-se o Artigo 12º dos Estatutos que escreve, de forma clara, que:
“ 1. O Grupo da Luz goza de autonomia em relação aos corpos sociais do Sport Lisboa e Benfica, bem como de outras figuras institucionais consagradas naqueles estatutos, na elaboração das suas normas internas, na sua administração e na definição dos seus planos de atividade e intervenção.
2. A função de Presidente do Grupo da Luz é incompatível com a de Presidente do Sport Lisboa e Benfica”

6. O Grupo da Luz deu-se a conhecer pelo Facebook e por aí se ficou. Dois dos grandes pontos de discussão do Benfica na internet são os blogs e os fóruns. Por que motivo não se deram a conhecer também nesses meios?
A representação externa do Grupo da Luz é uma competência da sua Direção Geral, assim como a estratégia que define para o crescimento do Grupo. Está eleita e mandatada pelos membros. Novamente, pelo lugar que ocupo, prefiro abster-me de responder a essa questão.

7. E para além da internet, de que forma é que o Grupo da Luz pretende chegar aos sócios do Benfica, nomeadamente àqueles a que as redes sociais não dizem nada?
Mais uma vez remeto para os Estatutos, nomeadamente na descrição daquelas que são as competências de ambos os órgãos, a ausência novamente de uma resposta sobre esta matéria:
São competências do Coordenador da Câmara de Membros:
a) Dirigir os trabalhos, orientar os debates e as disposições regimentais e declarar o assunto discutido quando o entender suficientemente esclarecido;
b) Organizar as fichas de inscrição e requerimentos dos membros que integram e pretendem integrar o Grupo da Luz.
c) Organizar os jantares do Grupo da Luz previstos no Artigo 15º.
d) Dar conhecimento à Câmara de Membros de todos os documentos não reservados que lhe forem dirigidos;
e) Presidir à Comissão Eleitoral e organizar o Processo de eleições;
f) Mandar proceder às votações necessárias e proclamar os seus resultados;
g) Declarar os assuntos encerrados.
São competências da Direcção-Geral:
a) Representar o Grupo da Luz, nomeadamente em juízo;
b) Zelar pelo cumprimento dos Estatutos do Grupo da Luz;
c) Prosseguir as atribuições do Grupo da Luz, previstas no artigo 14º;
d) Cumprir e fazer cumprir as deliberações da Câmara de Membros;
e) Planear, dirigir e coordenar as atividades do Grupo da Luz.

Resumindo, não respondem ao que pedimos. Na primeira questão não dizem "quem" são, na segunda não especificam de onde se conheciam, na terceira evadem-se completamente à questão, na sexta idem e na sétima a mesma coisa. Se pensavam que isto é uma entrevista da Benfica TV a Vieira, daquelas em que o guião das perguntas e respostas é escrito por João (ou Juan?) Gabriel e dado a conhecer com dias de antecedência a Vieira e ao entrevistador improvisado, enganaram-se. Fizemos chegar essa ideia ao Grupo da Luz, especificando onde queríamos mais esclarecimentos, tal como qualquer jornalista faz ou deve fazer quando confrontado com uma resposta insatisfatória para si ou para os seus leitores ou ouvintes.


Mas o Grupo da Luz não acedeu ao nosso pedido, rejeitou e curiosamente, ao contrário do que Bruno Carvalho diz, até concordou em dar por terminada a entrevista sem a sua publicação.


Foi assim que aconteceu. Solicitámos uma entrevista, explicámos as regras, aceitaram mas, do outro lado, só nos responderam palha. E como não tomamos os leitores por burros, não servimos essa palha. Perceberam depois de todo este paleio quem é o Grupo da Luz e que ideias tem para o Benfica? Não, pois não? Pois, eu também estou assim.

Esta 5ª feira, pelas 20h30, vai decorrer uma Assembleia Geral no Pavilhão nº 2 do Sport Lisboa e Benfica com o objectivo de apreciar e votar o relatório de gestão e contas da época 2011/2012. O presidente do Grupo da Luz, Bruno Carvalho, o mesmo que afirmou que não iria a Assembleias-Gerais do clube, reconsiderou agora que, dada a gravidade da situação no Benfica, se deslocaria a essa AG para falar aos sócios mas não na condição de presidente do GdL (como se o cargo se pudesse dissociar assim de repente e por magia da personagem!). Gosto da coerência e espero que fale muito e bem. Por exemplo, no seu caso específico, gostaria que explicasse o porquê de não dar notícias sobre o candidato há duas semanas e meia, correndo o rumor (apesar de já me ter sido confirmado como uma certeza por gente que está por dentro do Grupo, mas chamemos-lhe ainda assim "rumor") de que não haveria candidato nenhum. Poderia também explicar publicamente as acusações que lhe foram dirigidas por parte do grupo Por Ti Benfica, de querer assumir à força a posição de presidente da SAD no impedimento de poder ser candidato à presidência do Benfica. Seria útil se esclarecesse também as ridículas intervenções que tem em público, pedindo a contratação de jogadores inalcançáveis à carteira do Benfica, como Ganso, Lisandro López e Anderson, ou pelo Facebook, onde sistematicamente dá tiros nos pés, mentindo a torto a direito, seja sobre a suposta visibilidade que tem nos media (que não tem, ou costumam aparecer notícias a seu respeito ou a respeito do Grupo nos principais diários desportivos?), seja sobre as ideias e os candidatos que diz ter e que não apresenta.

Resta saber se o Grupo da Luz, fundado com o pressuposto de ser uma organização a longo prazo, se manterá activo após as eleições de Outubro. Se tal não se vier a concretizar, como desde já afirmo que penso, só se provará que este grupo foi instrumentalizado por um ex-candidato impreparado que se conseguiu auto-descredibilizar por duas vezes à procura de poleiro.

Concluindo, o Grupo da Luz recusa-se a assumir ideias e pensamentos, o que para quem quer concorrer à presidência do Benfica é, digamos, uma enorme contradição, e ainda ridiculariza na blogosfera quem questiona as decisões tomadas no seio do grupo com posts inócuos como este. Afinal de contas, quem é o Grupo da Luz e o que querem para o Benfica? Nem eles sabem.

16 comentários:

moleculasdeamor disse...

Mais uma cena da treta! Este Bruninho não me alegra a alma! Nas últimas eleições pedi a sua exoneração de sócio - aquilo que nos presenteou foi muito surreal!

nunomaf disse...

JNF!

O meu enorme aplauso a todos os elementos do Eterno!

De pé!

Anónimo disse...

Os meus parabéns à equipa do Eterno Benfica pelo esforço efectuado, mas como por aqui se vê, é impossível arrancar alguma ideia aos Grupo da Luz. Ali não há nada.

Joao disse...

Assim se vê que o Grupo do Carvalho não tem ideias para o Benfica. Esse senhor quer usar o Benfica como trampolim social para ser famoso. Que ridículo.

Anónimo disse...

A página de FB do Grupo da Luz é das coisas mais ridiculas que por ai andam. Só tios, betinhos e engravatados que não fazem ideia o que é o Benfica. Eles gostam é de Quizes para ocuparem o tempo...ideias e sugestões para o Clube dá muito trabalho. Mas criarem estatutos e camâras de membros para o grupo já não dá trabalho...

No facebook o Por Ti Benfica dá 1000 a zero a esse tal Grupo da Luz.

Professor Carabinas

xirico disse...

Esse Bruno de Carvalho jamais me convenceu.Mas é bom o Eterno os ter desmascarado para além de qualquer dúvida.

Anónimo disse...

Grupo do Lulz.

Meu rico Benfica, estás entregue aos bichos.

Ricardo disse...

Excelente, JNF.

Absurdo, este Grupo da Luz.

Germano Bettencourt disse...

Ohh, eu tenho sempre curiosidade do que pode sair destes grupos, mas regra geral não me lembro de nenhum que me tenha surpreendido pela positiva.

Abraço

John Wakefield disse...

Muito bem, caro JNF.
Este grupo da Luz é tudo menos credível. Se não apresentam as suas ideias e os seus projectos, nunca poderão ganhar eleições. Problema deles. Infelizmente, com este tipo de "oposição", o Vieira até agradece... Não há ninguém credível que queira avançar? O que se passa com o Bagão Félix, também se vendeu como o Moniz?

Anónimo disse...

Engraçado é a falta de coragem de quem se esconde atrás de letras.
Engraçado é quando não se publicam comentários neste blog.
Engraçado é falar de um grupo em prol de outro , porque será ?
Engraçado é concordarem com os actuais estatutos !
Engraçado é uns terem de apresentar ideias e outros não.
Engraçado é ser engraçado!

Luis Rosario disse...

Carrega, JNF. Queremos gente boa no SLB, lutaremos para fazer cair a máscara de todos os impostores...

JNF disse...

Engraçado é falar em falta de coragem de quem se esconde atrás das letras assinando depois como anónimo.
Engraçado é mentir acerca da publicação de comentários, basta perguntar a algum membro do GdL que não nos tenha insultado se foi censurado.
Engraçado é acusarem-nos de falar em prol de outro Grupo quando eu não pertenço ao Por Ti Benfica, ao Grupo de Vieira ou a qualquer outra associação.
Engraçado é acusarem-me de concordar com os actuais estatutos quando aqui neste blog já disse que os actuais estatutos são uma aberração (está aqui o link, trolha: http://eternobenfica.blogspot.pt/2011/03/o-perigo-dos-estatutos-do-sl-benfica.html)
Engraçado é que uns, na sua página do Facebook, se comprometeram através de uma declaração que faz parte dos seus estatutos a apresentarem ideias, outros não.
Engraçado é não perceberem que com esta atitude só se enterram mais e a vossa figura se descredibiliza exponencialmente.
Engraçado é ser mentiroso e não ter piada nenhuma.

Anónimo disse...

Fui eu que falei no Por ti Benfica.

Fiz uma simples comparação entre páginas de facebook. Uma compromete-se (através de estatutos) a apresentar ideias e não apresentam nada a não ser Quizes e informações básicas que se encontram em qualquer site/página de desporto. A outra não tem estatutos nenhuns e já apresentou ideias e fomentou o debate.

É só essa a "diferença"

Professor Carabinas

JC disse...

Então tu andas a tratar mal o Bruno Carvalho e os seus comparsas? És indecente, pá.

Anónimo disse...

O Bruno é um grande Portista, ate fala como o patrão do Dragão

Justino Pinheiro