segunda-feira, 2 de julho de 2007

O poeta do silêncio

Salve benfiquistas!

Os treinadores de futebol não costumam primar pela eloquência. Todos sabemos, porém, que para um treinador de futebol falar bem não precisa de falar muito. Com meia dúzia de chavões e um punhado de ideias simples e claras, qualquer treinador se safa com brio de uma entrevista.

No entanto, todos sabemos também que há treinadores, entre os quais o nosso Fernando Santos, que quando falam têm tendência a meter os pés pelas mãos. Como líderes de homens, possuem virtudes e defeitos; mas como relações públicas deles mesmos, espalham-se ao comprido, ao ponto de nos fazerem duvidar da sua competência global.

Lendo a entrevista de Fernando Santos ao pasquim Record (1 de Julho de 2007), não pude deixar de reparar na quantidade alarmante de afirmações “estranhas” proferidas pelo nosso treinador. Analisemo-las.

Não gosto de falar em reforços pois parece que são melhores do que os que cá estão.

Estava eu convencido de que os reforços eram mesmo para ser melhores que os cá estavam. Já dizia o Camacho: “Para virem reforços, só se forem melhores do que os que cá estão”. Mas afinal, o murciano estava errado.

O Benfica tinha um plantel reduzido no que diz respeito à equivalência de qualidade dos jogadores. [...] o plantel do Benfica tinha 13/14 jogadores e isso não pode voltar a acontecer.

Estas afirmações também são curiosas, sobretudo porque não me lembro de as ouvir proferidas no início da época anterior; nessa altura, o discurso era mais triunfante. Mas também posso andar esquecido... Resta acrescentar que, com um plantel ainda mais desequilibrado, os três treinadores anteriores conseguiram conquistar mais do que o Sr. treinador actual. Sem desculpas.

[Em resposta à pergunta do Record: Com plantel mais equilibrado e mais a Taça da Liga vai rodar mais o plantel esta temporada?]A ideia não é rodar, é mediante o calendário ter condições para mudar de jogo para jogo mas também no próprio jogo.

Portanto a ideia não é rodar, é apenas rodar.

[...]Quero poder lançar outros quando alguns atletas estiverem em baixo de forma.

A questão é, em que forma estarão os “outros” (e com que entrosamento) se passarem a vida no banco feitos inválidos...

O que sinto é que não há grande cultura do treinador português e é sempre exigido determinado número de coisas...

Entre outras, que ganhe. Quanto à falta de “cultura” ou tradição de treinadores portugueses no Benfica, o Sr. Fernando Santos, que é benfiquista, conhece-a melhor que ninguém. Mais do que queixar-se de uma realidade que já conhecia há bem mais que uma época, valeria mais lutar para mudar o status quo.

A pré-eliminatória, em termos económicos, é muito importante para o Benfica. Mas veja-se o caso do Bayern de Munique que não vai estar na Champions.

Em primeiro lugar, não gostei muito da alusão ao Bayern. Cheira-me a desdramatização antecipada para um eventual falhanço na pré-eliminatória... Em segundo lugar, alguém que lembre ao Sr. Fernando Santos que o Benfica é um Grande Europeu, e que a participação nas competições europeias não tem só a ver com o económico mas também com a defesa dos nossos pergaminhos.

... pela experiência que tenho, o que me foi dado sempre a ver é que não encontro nenhum argumento muito válido para fazer um estágio no estrangeiro, a não ser razões económicas.

O económico volta à carga. Caro Fernando Santos, lembre-se dos milhares de benfiquistas espalhados por esse mundo fora, sobretudo na Europa, em África e na América do Norte, que raramente têm a oportunidade de ver ao vivo o seu Clube do coração. Não serão eles um argumento válido?

E já mesmo no fim da entrevista...

[Respondendo se contava com Yu Dabao no plantel] Vamos ver. Tenho de o ver primeiro.

Ainda não viu? Madre mia!

...

Enfim, só nos resta esperar uma pré-época mais bem sucedida do que "certas e determinadas" entrevistas.

Saudações Gloriosas!

8 comentários:

Sir disse...

Já estava com saudades, Marquês.

Não tinha ainda lido essa entrevista(felizmente?). As observações estão no ponto.

O que mais me agoniza é que estas afirmações parecem ser um resumo da época passada. E ao que parece, a mentalidade continua intacta.

Com esta dança dos reforços quase me tinha esquecido do obstáculo que é para um candidato ao título não ter um treinador capaz no banco. O melhor é que com este plantel, até o Fernando Santos se arrisca a ser campeão.

PS: Quanto à questão do estágio, apesar de compreender o lado mais populista do clube, creio que o Centro de Estágio é o local mais que indicado para começar a época. Tenho muita pena que os emigrantes não possam assistir a mais jogos do clube, mas acho que a opção tomada foi a melhor.

Marquês de Barrabás disse...

"O melhor é que com este plantel, até o Fernando Santos se arrisca a ser campeão."

É a nossa esperança...

Remate cruzado disse...

não dêem à entrevista importância que não tem. também estão com uma vontade quase poicuinhas de ver palavra a palavra onde podem cascar no homem.

eu gostei da entrevista.

muito mais interessante é esta vergonha nacional

http://www.maisfutebol.iol.pt/noticia.php?id=827947&div_id=1304

You'll never walk alone disse...

É pena é que vamos perder o karagounis..tudo bem,vem o manuel fernandes (excelente "reforço" diga-se de passagem,já fazia falta),mas eu pessoalmente apreciava o grego,experiência,bons pés..é pena..e pena maior o facto de ir a custo zero..quer dizer,conseguimos embarretar o cluj a dar 1 milhão pelo amoreirinha e ninguém dá isso pelo Karagounis?É estranho...mas pronto.
Quanto ao Fernando Santos,já nem ligo,espero é que os 11 que entrem em campo,apliquem o que sabem,em toda a sua melhor forma e caguem nas instruções do treinador,até parece que o tou a ver a mandar a equipa recuar após reduzir para 3-2 em barcelona...

José disse...

Este treinador é a maior merda que já passou no Benfica.

Marquês de Barrabás disse...

Não sei se sou tão pessimista, mas que há motivos de alarme, há.

Só um cego não os via...

pteixeira disse...

Ainda bem que é o próprio Fernando Santos a admitir que estão reunidas as condições para que se consiga vencer.

A época foi planeada atempadamente, os principais reforços contratados sem recurso, parece-me, a muitas soluções alternativas, o estágio realizar-se-á onde o Engenheiro indicou, a equipa médica estará renovada...

Espero que a realização do espectáculo "7 maravilhas do mundo "(relvado) não se torne "a" desculpa da temporada. Oxalá tenham pensado neste aspecto e se precavido.

Tudo o mais que o Sr. Fernando Santos possa dizer, nesta altura da época, parece-me conversa de cartilha. Vamos à página "x" do assunto "pré-temporada" e está lá tudo o que se deve dizer.

É lógico que, quando se quer inventar e fugir ao estipulado, asneiras são ditas, como o conteúdo deste post assim o elucida.

Anónimo disse...

Para o Recor o que Dizer da #bola" és mesmo Merda