sábado, 23 de fevereiro de 2008

Anti-Sistema #1: é mentira!

Inicio hoje uma série de posts que sei que vou ter oportunidade de escrever sobre os casos de corrupção que abundam no futebol português sob a tutela daquilo a que se vulgarizou chamar de Sistema. O objectivo é, acima de tudo, dar a conhecer a muita gente aquilo que eles, com o aval dos media, tentam branquear. O Benfica pode estar a jogar mau futebol, mas não podemos baixar os braços a esta luta que também é nossa!

Não vi a entrevista que Pinto da Costa concedeu ontem à SIC, mas pelo que já li nos blogues e nos jornais, pelo que vi na televisão e pelo que me contou quem viu, o homem voltou a não dizer nada de jeito. Não posso deixar, no entanto, de lhe dar tempo de antena, para falar de duas ou três mentiras que descortinei facilmente no seu discurso.

O presidiár...perdão, o presidente do fóculporto afirmou, segundo soube, que não conhecia Ricardo Bexiga, o deputado do PS que foi agredido, por membros da claque super dragões, uns dias depois de se ter insurgido contra a corrupção latente no futebol português. Será coincidência? Claro que sim, claro que sim. Agressões destas são um meio recorrente e eficaz para calar os coros discordantes e decorrem há décadas sem qualquer punição.

Afirmou ainda não ter conhecimento que a "reputada" jornalista Felícia Cabrita escreveu a sua biografia antes de ela a ter acabado. Pois é, então como é que explica os jantares na marisqueira após os jogos do fóculporto? Como é que justifica ter andado, literalmente, a mamar nos peitos da Cabritinha? E não me venha dizer que foi por gostar muito de Quim Barreiros.

Por último, o presidente do fêciêpê disse estar a negociar a contratação de uma jovem promessa que pode ingressar no plantel do fóculporto. Até aqui, tudo bem. O problema foi ter-se esquecido que, na última entrevista que deu no mesmo e único canal que lhe dá audiência, afirmou ter já confirmado duas grandes contratações para a próxima época. Hoje, como sempre, Pinto da Costa continua a mentir também aos adeptos da agremiação que preside há quase 30 anos, e o que recebe são aplausos.

Mais uma prova de que, em Portugal, o crime compensa.

PS: Já que estamos na onda, fica aqui mais um exemplo do jornalismo pro-sistema asqueroso que se pratica em Portugal! Enquanto o Porto marca golos irregulares (olha, acabou de marcar um!) e Bruno Alves distribui pancada violentamente em todos os jogos em que participa, estes jornaleiros facciosos da algibeira continuam a ser o reflexo de um país e de um desporto corrompidos.

16 comentários:

You'll never walk alone disse...

O facto,é que a saída de Veiga,contribuiu muito para o amenizar deste caso.Veiga tem mil e um defeitos é certo,também tem o seu mau carácter,admito..mas sabia como,onde e quando colocar o dedo na ferida e que ferida essa !!
Vieira simplesmente perdeu o fogo que tinha por trás de si,Vieira era um atirador (com os seus comentários),mas as balas certeiras sempre pertenceram a Veiga.
Saíndo de cena um dos que mais e melhor oposição fazia a estas situações..voltamos ao quotidiano que se instalou nas ultimas décadas.
O facto é que é fácil para o "Sistema" sobreviver,quando ninguém ou quase ninguém lhe faz frente.

Golan disse...

Esqueceste de referir acerca do jogo de hoje que o fiscal de linha assinalou erradamente 3 fora de jogo ao Lisandro quando ele ia isolado para a baliza, pelos vistos a azia faz mal à memória.

Francisco disse...

Nesta eliminatória da Taça UEFA o Benfica defrontou o Nuremberga, clube com quem, em 1962, se tinha cruzado. Quis o destino que, em 2008, a primeira eliminatória fosse na Luz, onde o Benfica venceu por um zero. Uma vantagem mínima. Logo após o primeiro jogo, surgiram um conjunto de crónicas comparativas entre os dois Benficas, o de 1962 e o de 2008, sobre o desaire da Luz e o deprimente futebol do Benfica da actualidade. “O Benfica está irreconhecível o Benfica é uma especie em extinção”. Importa no entanto referir. Em 1962 tanto o Benfica como o Nuremberga eram campeões nacionais. Hoje passados 46 anos a realidade interna dos dois clubes, bem como, as suas envolventes são muito diferentes. No entanto, em 2008 tal como em 1962 o Benfica passou a eliminatória. No meu ponto de vista, que choca com a de muitos benfiquistas, o jogo de 2008, fica para a História, como um exemplo da garra Benfiquista e do talento de quatro jogadores – Rui Costa, Sepsi, Cardozo e Di Maria. Estando a perder por dois golos a zero, em casa do adversário, o Benfica aos 89 minutos dá a volta ao resultado marca dois golos em três minutos e ganha a eliminatória por três golos marcados contra dois sofridos o que equivale a cinco a dois num cômputo de desempate. Para além disso e ao contrário de 1962 o Benfica não perdeu nenhum dos dois jogos. Poderá afirmar-se que o Nuremberga está a descer de divisão enquanto o Benfica está em segundo lugar no campeonato/liga. È verdade. Porém as envolventes são diferentes. O futebol alemão, incorporou um conjunto de conhecimentos técnicos e científicos desenvolvidos nas áreas da gestão, da medicina desportiva, da psicologia, da física e das tecnologias de informação, sendo os seus jogadores pujantes, disciplinados e organizados (ao contrário dos adeptos). O Nuremberga está na linha de água por razões endógenas e inerentes ao seu funcionamento, porque não quis ou não foi capaz de interiorizar todos os conhecimentos disponíveis. O futebol Alemão é portanto mais elaborado do que o futebol Português, consequência dos seus protagonistas estarem apetrechados com conhecimentos de táctica, que lhes permite movimentações com trajectórias mais surpreendentes, fruto, diga-se também, das poderosas tecnologias de imagem, que lhes permite um conhecimento do adversário inimaginável na década de sessenta.

È expectável, por isso, que qualquer clube alemão pratique bom futebol independentemente da sua posição no campeonato. Como se pode constatar pela comparação entre o futebol praticado pelo dois últimos da liga portuguesa e da liga alemã o União de Leiria e o Nuremberga, respectivamente. È verdade que o Benfica está em segundo lugar a dez pontos do líder. No entanto o Benfica passou, na década de noventa, por crises financeiras ruinosas e por isso não dispõe de instrumentos financeiros que lhe permitam adquirir os meios científicos técnicos para acompanhar o progresso cientifico como o fizeram os clubes alemães.

Para além do mais não existe no futebol alemão a suspeição que paira sobre o futebol português, onde o Presidente do clube que lidera o campeonato chega aos portões do tribunal, oscultado por membros da sua claque mais tarde arguidos de processos complicados, para ser interrogado sobre processos instaurados, arquivados, reabertos e alguns denunciados por uma “lover affair”, num labirinto de argumentos de acusação e defesa que se arrastam com uma lentidão confrangedora.


São, por isso diferentes as envolventes de 2008 e as de 1962. Algumas das envolventes do futebol português de hoje, sobretudo as mais infelizes, num Portugal democrático membro da União Europeia, não eram espetáveis, quando o Benfica foi a 27 de Maio de 1988 Neckarstadion, em Estugarda disputar final da Taça dos Campeões Europeus, tendo perdido na marcação das grandes penalidades (6-5)


No entanto é com esta realidade que os adeptos do Benfica se confrontam. Numa ambivalência de sentimentos entre o sofrimento e a felicidade entre a alegria e a tristeza entre desanimo e a esperança, entre a dúvida dos factos e a certeza de ser adepto do maior clube do mundo e do clube português que mais vezes disputou a final da taça dos campeões europeus. No “tribunal” Nuremberga, a 21 de Fevereiro de 2008 o Benfica cumpriu a sua missão, honrando Portugal. È desejo de todos os Benfiquistas que a sua equipa tenha a sabedoria e a inteligência de prosseguir até onde lhe for possível através do trabalho e da honestidade .

Cabe a outros, também, cumprir com determinação, isenção e lisura as funções que lhe foram destinadas.

Saudações Benfiquistas

Anónimo disse...

será possivel que estes corruptos nao conseguem ganhar um jogo de maneira limpa???

outro golo irregular? LOL
fdx mas quantos ja fizeram neste campeonato?

obviamente que os jornais e a televisao vao falar de 1 lance qq isolado do jogo do benfica até pq o clube da fruta ser beneficiado invariavelmente é absolutamente normal.

imagens nao vai haver, bem como as agressoes do b alves,etc.. o que vao mostrar vai ser 1 lance qq do jogo de amanha. querem apostar quanto? LOL

neste país cada vez mais vencem os chico espertos. é a cultura do chico espertismo ao rubro.

roubar nao é uma vergonha... vergonha é ser apanhado.

Benfiquista de Gema disse...

Fui um dos que perdeu algum tempo a ver a entrevista da treta que mais uma vez P.C.deu á Sic...Só faltou foi discutir o sexo dos anjos,por foram só trivialidades,nada de novo e que não fosse já sobejamente conhecido.
Única novidade,foi a critica ao PGR Pinto Monteiro!
Coincidência ou não a entrevista aconteceu no mesmo dia em que o Dir.Polícia Judiciária do Porto pediu a demissão,porque estava para ser demitido por obstrução ás investigações da Procuradora H.Fazenda.
Não há coincidências mas esta entrevista... Hum... hum...
Uma pequena questão relativamente ao comentário do Francisco...
Desde quando é que o futebol é uma ciência exacta?
Mudou muita coisa ao nível das metodologias de treinos,ao nível da preparação física,acompanhamento clínico e fisioterapêutico,mas o que de facto mudou e muito foi a atitude dos jogadores porque nos anos 60 o que faltava em organização sobrava em vontade de vencer,honra de servir o clube,categoria individual ,e um sentido do colectivo que levou o SLB a ser BICAMPEÃO EUROPEU

P.S- Que falta de categoria a dos entrevistadores,até parecia que tinha havido uma combinação prévia das perguntas !

Sir disse...

Quanto à PJ do Porto, saiu de lá um porcalhão, ligado a muita coisa que se passou até hoje, e entrou um porcalhão do mesmo calibre ou maior. É a lei da vida e o polvo a desmultiplicar-se.

PS: Até parecia? Mas alguém duvida disso?

Francisco disse...

Resposta ao Benfiquista de Gema
O Futebol não é uma ciência exacta,claro que não, mas compara o número de lesões dos jogadores dos clubes italianos com os nossos e vê a diferença. O Rui Costa talvez um dia entre amigos diga a sua preparação. Mas também de pergunto a estrutura financeira de hoje do Benfica podia manter o Eusébio?
Acreditas?

Benfiquista de Gema disse...

Eu não duvido,e nunca tive dúvidas,porque desde que a tríade dos Pintos (Adriano Pinto,Lourenço Pinto
Sardoeiro Pinto) tomaram conta da Associação de Futebol do Porto,e o P.da Costa tomou de assalto a presidência do F.C.P,através dum golpe palaciano derrubando o Dr.Américo de Sá,as coisas mudaram completamente no futebol em Portugal.
Desapareceram várias equipas de futebol do Sul,e apareceram outras a Norte,e com consequências desastrosas para o futebol nacional e principalmente para as equipas do
Sul que perderam muito do poder decisório devido ao enfraquecimento das associações de futebol!
Esta história ainda está para ser feita,e a correlação de forças ainda é favorável aos que estão ligados ao F.C.P.mas ainda alimento
a esperança de ver alguns assentar a bunda no tribunal e ver os rostinhos queridos atrás das grades

Benfiquista de Gema disse...

Só mais uma pequena achega,ao "P.S" do post do Sir,relativamente ao tipo de jornalismo que se faz em Portugal.
As páginas centrais do jornal A Bola comentavam as cenas inanarráveis que se passam nos túneis dos campos de futebol,colocando em relevos 2 fotos do Jorge Costa sangrando devido a uma agressão do Weah no túnel de acesso ás cabinas no fim do jogo!
O que faltou foi a foto da violenta pisadela que o "Bicho" pregou ao Weah,que eu vi na Rai,no dia imediato ao jogo das Antas corria o ano de 1996!
Enquanto se fizer jornalismo deste calibre,e jornais como a Bola enviarem para escrever sobre os jogos do SLB,jornalistas pró F.C.P como o Rogério Azevedo e quejandos, estamos á espera do quê!

You'll never walk alone disse...

E tendo dito isto tudo,voltemos novamente as atenções para o Benfica e para o jogo que aí vem com o Braga.

Francisco disse...

è por isso que eu estou à espera do Canal do Benfica, Diz-me lá quantos clubes o Porto emprestou jogadores. Eu direi que só sobram nós e os lagartos. O Jorge costa dizia no pontapé de saida que o Domingos Paciência trocava impressões ou pedia conselhos ao Jesualdo. E depois vem o David Borges dizer que o FCP domina o futebol português, claro há muitas formas sem ser através dos arbitros. Estejam com atenção e nós vamos ver

A Minha Selecção disse...

É hábito dizer-se que cada adepto português é um treinador. Tal afirmação ganha contornos de uma maior veracidade quando falamos das convocatórias da selecção nacional para campeonatos do mundo e da Europa. O que propomos é que cada um liberte o treinador que guarda dentro de si e escolha os jogadores que gostaria de ver jogar por Portugal no próximo Verão por terras da Austria e da Suiça.

http://aminhaseleccao.blogspot.com/

NM. disse...

fELIZMente alguem consegue reparar neste jornalismo asqueroso !

Cada vez sinto mais tristeza pelo futebol portugues.

Tenos disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Pedro Neto disse...

Mais um golo irregular. Alguém tem feito a contabilidade?

Tojagal disse...

This comment has been removed because it linked to malicious content. Learn more.