sexta-feira, 25 de julho de 2008

O que Gonçalves Pereira queria...

Recentemente soube, de fonte extremamente segura, quais as intenções de Gonçalves Pereira, o presidente do Conselho de Justiça da Federação. É óbvio que a sua intenção era emitir uma decisão favorável ao FC Porto. Mas como? É o que vos explico nas próximas linhas.

Com os sete elementos do Conselho de Justiça, a decisão a ser emitida seria desfavorável ao FC Porto e Boavista. Nessa medida, e a pedido de um clube (penso que o Boavista), o presidente tentou excluir o João Carrajola Abreu, adepto do Sporting, que em princípio, emitiria um parecer desfavorável aos clubes do Porto. Com a sua destituição, ficariam 6 elementos, sendo que 3 deles (António Gonçalves Pereira, Elísio da Costa Amorim e Francisco Mendes da Silva) eram respectivamente de FCP, FCP e SCP e dariam os seus votos favoráveis a Porto e Boavista, enquanto os outros 3 (Álvaro Batista, Eduardo Santos Pereira e José Diogo Salema Pereira dos Reis) votariam contra o FCP e BFC, sendo que apenas sei a filiação clubística do último dos senhores, adepto do Benfica. Com o "empate" a três votos, caberia ao presidente do CJ, António Gonçalves Pereira a decisão (o chamado "voto de qualidade"), e, como é óbvio, manteria o seu voto, sendo que no final, Porto e Boavista ganhariam 4-3.

Porém, após a saída de Gonçalves Pereira e Elísio Amorim, ficaram os 5 vogais. Estes cinco elementos, onde estava incluído o próprio Francisco Mendes da Silva, acabaram por votar contra FCP E BFC. A estratégia de Gonçalves Pereira não teve êxito e acabou por cair no ridículo total ao ir à RTP, SIC e TVI em menos de 24 horas defender acerrimamente os interesses de FCP e Boavista, como se tratasse de um advogado destes clubes.

P.S. Deixemo-nos de Sidneis e afins. Quero só dizer aqui muito claramente a minha opinião: acho que até pode vir a ser um excelente reforço, mas não a curto-prazo (que é o que o Benfica mais precisa neste momento). Mas, atendendo a que certos clubes compram metade do passe de um ex-jogador do Vilanovense que actuava recentemente nas divisões secundárias do Japão por 5,5 milhões €, a compra de Sidnei até pode ter sido um bom negócio.

7 comentários:

Anónimo disse...

onde anda o ministério publico isto é um caso de policia.

Tiago Pinto disse...

caros amigos:

li o parecer e acho que a bem da verdade todos nós deveríamos lê-lo, foi incrivel o que se passou naquela reunião e a forma como freitas do amaral trata gonçalves pereira - representante da máfia neste processo - é, no minimo, uma esperança para a justiça desportiva portuguesa.

quem quiser saber mais pode visitar:

http://footballdependent.blogspot.com/

desculpem lá a publicidade.

tiago

Sir disse...

5,5 milhões!

Anónimo disse...

deixo aqui o endere�o de um blog em que tem toda a actualdiade do slb.
http://slb-ao-minuto.blogspot.com/

desde ja dou os meus parabens ao autor deste blog, por ter um exelente blog.

o blog do slb foi criado a muito pouco tempo, por isso nao fiquem suprendidos com com as poucas postagens que tem

galrinho disse...

caro JNF

o blog da bola, do marinho neves, contou a vergonha q se passou na reunião do CJ, ainda com mais pormenores e detalhes, logo na semana seguinte à reunião.

Um abraço
galrinho

JNF disse...

caro Galrinho,

eu sei, eu também li o Blog da Bola, mas tinha de por aqui este post porque foi precisamente isto que se passou. Tudo o que disser respeito à verdade sobre o que se passou no CJ, nunca é demais ser mencionado.

galrinho disse...

JNF

isso é verdade, nunca é demais escrever sobre a vergonha do gonçalves pereira...

e de todo o polvo: guilherme aguiar, pôncio, o falecido adriano pinto, reinaldo, madaíl, laurentino, joaquim oliveira, valentim, mesquita machado...

enfim, o polvo de facto é grande e resta saber como o SLB, sozinho, luta contra tanta corrupção.

parabéns pl blog.

um abraço
galrinho