quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Morreu há 28 anos


Contra o Benfica, todos valem, ou fazem por valer, o dobro daquilo que efectivamente valem. É uma guerra santa. Só quem está lá dentro do Benfica é que pode saber o que é a mística. Eu, antes, já tinha ouvido falar na mística. Mas encolhia os ombros. Não sabia o que era. Francamente, até pensava que não fosse nada, que não passasse de uma simples e vã palavra. Agora, porém, que a conheci, senti e vivi, afirmo-lhe que ela existe. Não há nenhum clube do Mundo que possua mística igual à do Benfica. E é este, afinal, um dos grandes segredos dos seus êxitos e da sua força. Tentarei explicar algumas das suas manifestações exteriores mais palpáveis. Veja, por exemplo, a sua massa associativa. Chove? Está frio? Faz calor? Que importa? Nem que o jogo seja no fim do Mundo, entre as neves da serra ou no meio das chamas do Inferno, por terra, por mar ou pelo ar, eles aí vão, os adeptos do Benfica, atrás da sua equipa. Grande, incomparável, extraordinária massa associativa! Nunca encontrei jogadores que sentissem tanto a camisola como os do Benfica. Mesmo que não sejam tecnicamente famosos, tornam-se futebolistas assombrosos e temíveis. É a mística do Benfica.


Bela Guttmann

7 comentários:

Bruno Venâncio disse...

Sinceramente, não sei se ache este homem um mito do Benfica ou uma persona non grata. Não nos podemos esquecer que ele lançou a famosa maldição que até agora perdura. Depois dele já perdemos muitas finais de Ligas do Campeões. Deu-nos 2, mas não sei não, com estas coisas não se brinca, e a verdade é que essa maldição até agora perdura.

redjan disse...

Maldições aparte o facto é que esta descrição da Mística diz muito da grandeza do Glorioso. Sempre a senti enquanto adepto. Pena que por vezes, MUITOS esqueçam a sua parte. Apoiar até ao fim do mundo, trazer gente e mais gente... pôr o nome do Clube mais e mais e mais acima.

dezazucr disse...

A questão é que a famosa Mística há muito deixou de existir. Só os adeptos ainda a têm, acompanhando a equipa para tudo quanto é lado. Espero, mais uma vez que esta equipa consiga recuperar essa Mística, que é feito de vitórias que por sua vez são construídas à custa de muito talento e é claro, sangue e suor, algo que tem faltado aos jogadores e treinadores que nos últimos anos têm representado o Glorioso - o espírito de sacrifício e o acreditar, como nós os adeptos, acreditamos sempre.
Carrega Benfica.
Espero uma vitória para hoje, pois no Benfica qualquer empate tem de ser um mau resultado.

Constantino disse...

Pensar que Guttman tem alguma coisa a ver com as finais da Taça dos Campeoes perdidas pelo SLB é parvoice e é entrar no ramo do sobrenatural, que não existe. Este homem terá sido o melhor treinador que passou pelo SLB e para sempre estaremos em divida com ele, com os filhos, netos, bisnetos etc etc etc.
A tão propalada "maldição de Guttman" é uma infeliz coincidencia.
Há um video a circular na net que ficava muito bem anexado a este post:

http://www.youtube.com/watch?v=LLFmrJqs3zs

Constantino disse...

Pensar que Guttman tem alguma coisa a ver com as finais da Taça dos Campeoes perdidas pelo SLB é parvoice e é entrar no ramo do sobrenatural, que não existe. Este homem terá sido o melhor treinador que passou pelo SLB e para sempre estaremos em divida com ele, com os filhos, netos, bisnetos etc etc etc.
A tão propalada "maldição de Guttman" é uma infeliz coincidencia.
Há um video a circular na net que ficava muito bem anexado a este post:

http://www.youtube.com/watch?v=LLFmrJqs3zs

Éter disse...

"Nem que o jogo seja no fim do Mundo, entre as neves da serra ou no meio das chamas do Inferno, por terra, por mar ou pelo ar, eles aí vão, os adeptos do Benfica, atrás da sua equipa."

Há muito tempo que sei essa frase de cor, e de cada vez que entro num estádio penso nela. O Benfica somos nós.

Bruno Venâncio disse...

Assim como ninguém pode dizer que o sobrenatural existe, também ninguém pode dizer que não existe. Não sei, digo eu. Que a maldição passados 46 anos ainda se mantém, é a mais pura das verdades. E poderia dar-se o caso de nunca mais termos chegado a nenhuma final, o que sabemos muito bem que não é o caso. Não sei não. Este homem deu muito ao Benfica mas não saiu da melhor forma nem brindou os benfiquistas com comentários abonatórios ao nosso clube. Mas pronto, há mesmo casos em que definitivamente é melhor cair em graça do que ser engraçado. Muitos outros profissionais que já passaram pelo Benfica, ficaram com o clube no coração e sempre o defenderam com unhas e dentes, foram injustiçados pela opinião pública e adeptos. Outros, muito piores profissionais e que teceram comentários absolutamente difamatórios e de mau gosto sobre o nome do clube, ficaram para a história como mitos. Mas ok, tudo correcto.m