segunda-feira, 21 de setembro de 2009

'Tá tudo doido?!

Vamos por partes. Ontem, em Leiria, o Benfica amealhou o quarto penalty em 5 jogos a contar para a Liga. Um contra o Marítimo, por rasteira de Miguelito a Saviola, outro em Guimarães, por mão de Flávio Meireles, um terceiro frente ao Vitória de Setúbal, por rasteira a Ramires, e ontem mais um, o mais flagrante de todos, por golpe de kung-fu a Aimar. Eu sei que dói a muitos adeptos de outros clubes, especialmente aqueles que se fazem passar por benfiquistas para escrever na caixa de comentários deste blogue, mas lamento informar que não há nenhuma regra que diga que não se pode assinalar penalties sobre os jogadores do Benfica. Temos pena, aguentem e não chorem.

O que mais me espanta é o provincianismo exibido por muito boa gente na televisão, na blogosfera e noutros lados. Hoje fui comprar a A Bola. Na crónica assinada por Nuno Paralvas, a opinião sobre a arbitragem é a seguinte: "Jorge Sousa (6) - Assinalou correctamente o penalty sobre Aimar, lance mais complicado do jogo. Perdoou a expulsão de Panandetiguiri." É isso mesmo que leram. Na edição online do MaisFutebol também concordam com a decisão do árbitro. Pateiro e Tall, jogadores da União de Leiria envolvidos nos golos do Benfica, afirmam ambos que é falta sim, mas pensam que é fora de área (nem sei o que dizer...). Manuel Fernandes, claro, fala com o coração.

Os cães ladram, mas a caravana passa. Do que eu não me esqueço, como muitos, acidentalmente, se olvidam, foi de dois lances distintos que puseram a carreira de Nuno Gomes em perigo, por situações semelhantes a esta: o primeiro foi na época em que fomos campeões, após entrada brutal de Marco Tábuas, guarda-redes do Setúbal, na Luz, às pernas do avançado encarnado. Não foi assinalada falta, nem penalty. Outra situação foi na época seguinte, já perto do final do campeonato, num lance com o defesa-central belenense Pelé, que atirou com Nuno Gomes para o estaleiro por algumas semanas. Claro que esses lances, nas mentes de sportinguistas, portistas e outros que tais, nunca existiram, mas eu não me esqueço.

Se dúvidas sobrarem, então aconselho-vos a irem aos sítios da Liga Portuguesa de Futebol Profissional e da FIFA, para ver se aprendem alguma coisa sobres as leis do jogo. A hipocrisia continua enorme, assim como o medo em ver como o Benfica, dentro e fora do relvado, está mais forte.

Por mais que tentem repetir vezes sem conta a mesma mentira, não a conseguirão tornar verdade.

4 comentários:

Anónimo disse...

desculpa JNF, mas o teu post está incompleto. o benfica deveria ter 5 gp neste momento. estou a falar dum que ficou por marcar contra o Maritimo (um mto parecido seria depois assinalado no dragao contra o Nacional).

Quanto ao lance de ontem, eu comecei por ter duvidas, mas lendo a regra...

«O jogo perigoso não implica necessariamente contacto físico entre os jogadores. No caso de contacto físico, a acção passa a ser punida com um pontapé-livre directo ou com um pontapé de grande penalidade. No caso de contacto físico, o árbitro deve analisar a possibilidade de ter ou não havido um comportamento antidesportivo.»

Site da LPFP - http://www.lpfp.pt/futebol/leisjogo/lei12.aspx

Na foto vê-se bem o contacto físico.

Bruno Venâncio disse...

Afirmar que aquilo não é falta só pode ser por má-fé ou desconhecimento total do que é futebol. É falta aqui, na China, em Hong Kong e em qualquer parte do mundo. Essa gente é completamente doida. Se fosse sobre o Hulk ou o Liedson era falta claríssima. Como foi sobre um jogador do Benfica já é sermos levados ao colo. É uma vergonha quererem branquear a grande época que já viram que vamos fazer com mentiras que ditas muitas vezes ainda se vão tornar verdade, como a de que o título com o Trappatoni também fomos levados ao colo. Essa é outra que nunca vou perceber. Fazendo as contas de modo justo, ainda ficávamos com mais 5 ou 6 pontos nessa época. Fomos isso sim prejudicados em diversos jogos essa época. É de uma estupidez impressionante afirmar que foi um campeonato oferecido. E mesmo em relação à final da taça da Liga, não nos podemos esquecer que o golo do Sporting nasce de uma falta de Vuk sobre Maxi não assinalada antes dele fazer o cruzamento. portanto, em rigor, houve roubo para os 2 lados, e com 0-0 haveria penaltys à mesma e ganhávamos à mesma. Agora falar da forma como os lagartos ganharam o campeonato e a taça de 2001/02, isso já não falam. E dos assumidamente corruptos nem vale a pena falar. Espero que se calem de uma vez por todas.

R 49699 disse...

Sofrida, mas merecida!! sem haver qualquer roubo!!
Isso deve custar a tanta gentinha!!

Núcleo Benfiquista TAP disse...

JNF ... este ano.... contra frutas e cafés com leite, contra familias de árbitros no Brasil e quinhentinhos por acolá... vamos ser CAMPEÕES.... e os fcp's( do norte e de Lisboa ) estão aterrorizados porque reconhecem que vai ser muiiiiiiiiiito difícil parar-nos este ano. E os próximos...