quinta-feira, 26 de novembro de 2009

José António Silva

Por intervenção do ministro Mariano Gago e do reitor da Universidade do Porto, José Carlos Marques dos Santos, o Benfica venceu esta dura batalha que se arrastava há mais de 5 meses contra a Faculdade de Desporto do Porto, nomeadamente contra o director do seu conselho directivo, Olímpio Bento, confesso adepto do FC Porto, e ex-cronista do jornal A Bola, onde semanalmente destilava veneno contra o maior clube deste país.

Foram meses muito difíceis para o Andebol do Benfica, dificuldades essas causadas por um traste, sem-vergonha, que conseguiu durante este período sobrepor os seus interesses pessoais e do seu triste clube ao interesse do professor, da Universidade e do Benfica. Recordo que é prática corrente e normal as faculdades de desporto cederem os seus docentes para este tipo de trabalhos.

Parabéns a todos os que lutaram e defenderem os interesses do SL Benfica nesta causa, não só aos responsáveis pelas modalidades, mas também em particular a Sílvio Cervan, que, na televisão, foi dos poucos a noticiar este episódio, e à Tertúlia, que acompanhou este caso na blogosfera. Agora, e após o trabalho desenvolvido pelo treinador-adjunto Pedro Gama e também por Ana Sobral, o Benfica volta a ter um treinador experiente e com "cabedal" para o cargo. Numa época sem playoff, o Benfica segue bem posicionado no Nacional de Andebol, a apenas um ponto do conjunto de líderes formado por Belenenses, ABC, Porto e Madeira SAD.

2 comentários:

Tasmaniapt disse...

Parabéns então à instituição e aos intervenientes!!

Pedro disse...

PS: Desculpem o offtopic, redjan podes enviar-me um email?
magicoslb@gmail.com