quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Yebda: até dava jeito, não dava?

Nunca percebi o empréstimo de Yebda. Em primeiro lugar por ser um dos melhores médios defensivos do campeonato português, pois além de destruir jogo também sabe sair a jogar, algo que, por exemplo, falta a Javi Garcia. Depois, porque o Benfica ficou sem cobertura para uma eventual lesão ou castigo do médio-defensivo titular. Yebda tinha tudo o que Jorge Jesus poderia desejar num jogador para aquela posição: estampa física, velocidade, bom passe curto, capacidade de sair a jogar. Mas por uma razão que desconheço, JJ não quis segurar o franco-argelino. Com esta recta final de primeira volta, Yebda daria muitíssimo jeito para fazer na quinta-feira com o AEK a posição de "6", sendo que contra o Porto poderia fazer o lugar de Ramires. Mas alguém não quis ver as coisas como elas são. Querem um bom reforço para Janeiro? Yebda. E nem precisam de gastar nem um tostão dos 18 milhões.

16 comentários:

DeVante disse...

Creio que Yebda saiu a seu pedido.
Queria ser titular e como isso não foi possível, preferiu sair e Jesus aceitou. Compreendo ambas as partes. Yebda era titular no ano passado e queria assegurar um lugar no mundial. Jesus não quer jogadores contrariados...Enfim...
Ninguém contava com que teríamos tantos lesionados de uma assentada.
Ramires, Martins, Aimar...

Anónimo disse...

Não concordo! Yebda era muito limitado, lento (onde é que viste velocidade no homem?) e inconsequente. É um crime compará-lo ao Javi!

No.Worries disse...

Se não percebeste eu posso tentar explicar: o Yebda saiu porque sentiu que iria jogar pouco com a entrada do Javi. Saiu por sua iniciativa e não por iniciativa do clube ou do treinador. Ninguém o "empurrou" para fora do Benfica! Ele saiu por não querer enfrentar a concorrência.

Agora só posso discordar contigo quando fazes comparações com o Javi, porque o espanhol é claramente superior ao francês/argelino em todos os aspectos do jogo, inclusivé no de "sair a jogar". É incomparável... Javi é muito mais jogador. Claro que agora Yebda dava jeito, para Javi poder descansar. Mas nem dá para comparar os dois.

John Wakefield disse...

só se Javi Garcia estivesse lesionado.

sigmund disse...

Não concordo com várias coisas:

«Em primeiro lugar por ser um dos melhores médios defensivos do campeonato português...»

Ele não é médio defensivo, é um 8, um box-to-box. A posição 6 era-lhe perfeitamente estranha.

«...também sabe sair a jogar, algo que, por exemplo, falta a Javi Garcia.»

Não falta. Só faz falta algo que seja necessário. A mim não me falta comida de cão em casa: não tenho mas tb nao preciso. Ao Javi pede-se que recupere e passe rapidamente a um colega mais adiantado. Se ele saisse a jogar só estaria a empatar o jogo da equipa.

«Depois, porque o Benfica ficou sem cobertura para uma eventual lesão ou castigo do médio-defensivo titular.»

Tb não concordo. Se tivesse ficado, além de uma adaptaçao à posiçao 6, seria terceira opção, a seguir a Javi e Ruben. Para a posiçao de interior nao tinha capacidade, pois é preciso saber ocupar as alas, funçao para a qual ele nao está rotinado (nem tem velocidade para isso).

Ou seja, seria titular em situações excepcionais como esta, em que temos 2 ou 3 lesionados e 2 castigados. Valeria a pena manter um jogador como ele (que nao deve ser barato, veio a custo zero...) para jogar meia duzia de vezes por ano? Claro que nao.

JNF disse...

No Worries,

é aí que Jesus deveria entrar: "não estás satisfeito, mas tens de ficar". Se amanhã o Cardozo, o Aimar e o Saviola vierem dizer que querem sair, o que fazes? Dizes adeus e obrigado? É óbvio que Javi Garcia é melhor que Yebda, eu nem discuto isso, mas que dava jeito dava, assim como Amorim dá jeito quando não temos Ramires, apesar de o brasileiro ser "n" vezes melhor que o Rúben.

Sigmund,

1 - no Benfica jogou como médio defensivo várias vezes e cumpriu.

2 - não constitui portanto, nas tuas palavras, substituto para J. Garcia, mas o Amorim agora é 6??? Desde quando?!

3 - Se não vale a pena ter um jogador para fazer 10 jogos por ano, suponho que sejas a favor da dispensa de um dos GR do actual plantel, de um dos centrais (para quê quatro?!), do Urreta, que nem calçou, do Mantorras e quem sabe do Nuno Gomes ou do Keirrison, certo?

Anónimo disse...

o amorim faz o 6 tao bem como o yebda - que tinha graves perdas de bola em zona perigosa. fraca tecnica.

tinha qualidades, mas ja começara a criar ondas no balenario por ver que ia ser suplente.

Mr. Shankly disse...

"1 - no Benfica jogou como médio defensivo várias vezes e cumpriu."
Não, jogou várias vezes como médio em duplo pivot. Neste sistema, só na pré-época e quase sempre mal. De qualquer forma, gosto dele e acho que tinha lugar no plantel. Mas é óbvio que ia passar a época no banco, salvo lesão grave do Javi ou do Ramires.

Vermelhusco disse...

JNF, nao percebo porque insinuas que o JJ nao fez tudo para segurar o Yebda como que digas que ele tinha velocidade e boa capacidade de sair a jogar.

Para comecar o Yebda nunca quis ficar no Benfica se nao tivesse assegurado um lugar no onze ou vantagem nessa luta. Ele proprio pediu para sair para jogar com regularidade.

Claro que lhe poderiam ter dito "nao estas satisfeito mas tens de ficar" mas muito francamente tal ideia iria prejudicar ainda mais o Benfica: o jogador nao teria hipoteses de ser convocado para a seleccao da Argelia para o Mundial e o clube teria muito menos oportunidades de fazer dinheiro com este jogador. Assim joga regularmente, esta feliz, vai ao Mundial, o Benfica nao lhe paga salarios e pode fazer dinheiro com ele no fim da epoca.

Alem do mais tens jogadores mais do que suficientes no plantel para fazer a posicao do Javi.
A posicao do Ruben Amorim (que dizes que nao para 6 para validar o teu argumento) e no meio-campo, um pouco mais adiantado que o Javi mas tambem no centro. Serve perfeitamente para jogos de menor intensidade competitiva substituir o Javi e sabe sair melhor a jogar e tem melhor qualidade de passe que o argelino-frances.

No caso de nao poder jogar ha o David Luiz e o proprio Ramires nao e desajustado.
Alem de que o Benfica podia apostar mais no Felipe Bastos.

Agora comparares esta situacao com a dos GRs nao tem nada a ver, ainda para mais quando o Quim ou o Moreira vao sair no final da epoca. Quanto aos centrais, 4 e o numero obvio (e sabes bem disso) ja que e a posicao onde potencialmente se acumula mais cartoes, que e a mais importante para garantir seguranca a nivel defensivo (experimenta por uma equipa a jogar sem centrais! jogar com 4 em linha no meio campo sem medio defensivo dedicado e possivel bem como sem laterais, em 3-5-2).

Quanto ao Urreta, concordo que deveria ser emprestado, mas neste momento da epoca tem boas hipoteses de jogar devido ao numero de jogadores disponiveis no nosso meio-campo.

O Nuno Gomes acho que mostrou contra o Olhanense porque e que tem lugar no plantel nao? O Keirrison falhou mas era uma aposta com sentido no principio da epoca e o Mantorras e um caso a parte - esse fica no Benfica porque basicamente o nosso departamento medico da altura destruiu-lhe o joelho.

Ainda para mais o Yebda criava problemas no balneario por ser suplente.

JS disse...

Interessante a discussão de saber qual a posição de Yebda num 4-4-2 losango. Eu por acaso pensava que seria médio defensivo, não diria box-to-box.

Talvez traído pelo físico (algo semelhante ao Javi Garcia), mas também porque este losango torna-se facilmente em ataque num 4-1-3-2 (há mesmo que ache que seja mais isto, eu acho um misto porque o Di Maria torna-o mais este 2º, o Ramires/R. Amorim torna mais um losango), daí que tenha algumas dúvidas sobre ocupar a posição direita do losango.

sigmund disse...

1- Tens que me dizer quando jogou a 6 na época passada. Sempre jogámos com duplo pivot, em que tinha total liberdade para sair a jogar. Jogou a 6 apenas com Jesus e com más prestaçoes.

2- Amorim é igualmente uma adaptaçao, mas uma adaptaçao bem sucedida. Nao deslumbra como Javi mas nao desilude, além de estar bastante rotinado na posiçao desde os tempos do Belenenses.

3- Nao sei onde foste buscar esse número. Como disse anteriormente, ele nao tem condiçoes para jogar a interior pois nao sabe explorar as alas e nao tem velocidade. Achas que o Javi irá estar indisponível em 10 jogos esta época? Acho evidente que nao.

JNF disse...

1 - Jogou com o Katso. E avalias as más prestações com base em 3 partidas na pré-época?!

2 - Amorim é uma adaptação bem sucedida? Como? Fez 1 jogo com a Académica (em que esteve mal, diga-se) e é logo uma adaptação bem sucedida.

3 - Não me respondeste.

JNF disse...

Vermelhusco,

1 - Jesus, na minha opinião, deveria ter feito um esforço para segurar o jogador. Não o fez. Deixou-o sair.

2 - David Luiz seria expulso logo na primeira parte se jogasse como trinco.

3 - Claro que sei que um plantel deve ter 4 centrais, mas isso foi em resposta ao argumento do Sigmund que disse que não valia a pena ter um jogador que não fizesse 10 jogos por época. E provavelmente o Miguel Vítor não os fará. O exemplo do Nuno Gomes é mais uma vez em resposta ao argumento do Sigmund. Para mim o Nuno Gomes até deveria jogar mais vezes.

4 - Dizes que o Yebda cria problemas por ser suplente, mas acima sugeres o Fellipe Bastos, que saiu do Belenenses por problemas... disciplinares! Claro que o FB acha que foi injustiçado pois tem qualidade para jogar no Belém, mas também poderia criar problemas na Luz.

JNF disse...

JS,

acho que no losango, Yebda poderia jogar tanto a 6 como a 8. Daí a sua utilidade. Como Amorim, por exemplo.

Pedro disse...

A questão coloca-se agora pois, por um cruel acaso, tivemos lesões e castigos naquela zona do terreno. Claro q assim qqr jogador faz falta.

Mas com o plantel completo o espaço de manobra de Yebda seria muito reduzido e, como tal, o empréstimo faz sentido para rentabilizar o jogador. Claro q agora faz falta à luz das indisponibilidades mas, na análise completa à época, seria um dos jogadores menos utilizados da equipa.

Vermelhusco disse...

1- O JJ so faz algo ate um certo limite. Tu nao sabes que esforco ele fez para manter o rapaz mas eu nao lhe prometeria a titularidade ou jogar com regularidade se o Javi faz o que faz. Tendo em conta o que o Javi jogou ate agora acho que se nao se tivesse emprestado o Yebda no inicio da epoca ele iria ser emprestado agora.

2- Nao sei se seria expulso em 10 minutos. Isso nao me parece um argumento muito razoavel porque jogadores mais agressivos que ele ha muitos mas que carregam a bola como ele isso nem de perto nem de longe existem muitos. E apesar de vez em quando ter umas paragens ate nem e burro.

3- Entao os argumentos que usaste nao foram grande coisa. ;)

4- Pelo que eu soube o Felipe Bastos tinha saido do Belenenses porque o Benfica queria que ele jogasse com mais regularidade... Nao saabia que tinha sidio por conflitos. Ainda para mais porque no Benfica nunca deu problemas.