terça-feira, 2 de março de 2010

Vídeo do Mês - Março 2010

Poucos dias depois do encontro com o Hertha Berlin, que garantiu a passagem aos oitavos-de-final da Liga Europa, onde vamos jogar com o Marselha, nada melhor que recordar o embate ocorrido há quase 20 anos entre os dois dos mais fortes clubes à altura. Estavamos a 18 de Abril de 1990 e o Benfica recebia o Marselha num jogo a contar para a 2ª mão das meias-finais da Taça dos Campeões Europeus. Na primeira mão o Benfica tinha perdido por duas bolas a uma mas podia ter sido bem mais, a sorte protegera-nos. Neste jogo na Luz ficaram célebres as palavras de Carlos Mozer, defesa central dos franceses, que antes tinha jogado no Benfica, quando advertiu os seus colegas para o perigo do público, que era assustadoramente forte. Dizia Mozer aos seus colegas que jogar contra 30 000 pessoas como faziam em França era uma coisa, mas entrar num estádio com 120 000 benfiquistas era o fim do mundo. E assim foi: mal os jogadores marselheses puserem a cabeça de fora do túnel foi um "bafo" que alguns voltaram para trás, segundo rezam as crónicas. Mas tentanto não desviar-me do jogo em si, o Benfica foi globalmente melhor e acabou por chegar ao merecido golo de uma forma ilegal. Após canto ganho por Pacheco, na esquerda, Vata, que havia entrado para o lugar de Thern, vê-se impedido de chegar à bola com a cabeça, uma vez que estava a ser agarrado, e por isso não foi de modas: mão na bola e golo. O Estádio da Luz explodia de alegria. As imagens falam por si:



O vídeo foi colocado pelo SerBenfiquista.

14 comentários:

Anónimo disse...

Amigo benfiquista não te deves lembrar pois eras muito novo mas eu lembro. Na primeira mão perdemos 2-1. Golo do SLB marcado pelo avançado brasileiro Lima e golos marselheses marcados por Papin. Foi um sufoco a 2a parte com Silvino a fazer uma grande exibição e tivemos também alguma sorte de não sair com 3 ou 4 no bucho.
Mas a 2a mão meu deus que loucura. A velhinha luz quase vinha abaixo.

Saudações
As:Pedro Oliveira

falsolento disse...

Na primeira mão perdemos por 2-1 e não 1-0, por isso bastou 1-0 na Luz para passarmos à final.

Mr. Shankly disse...

"Na primeira mão o Benfica tinha perdido por uma bola a zero"

Por dois a um, por acaso. O nosso golo foi marcado pelo Lima.

Galaad disse...

Correcção, JNF: Na primeira mão, lá, perdemos por 2-1 e até entrámos no jogo a ganhar com um golo do Lima num canto. Por isso é que 1-0 na Luz bastava.

Abraço

Mr. Shankly disse...

anónimo, acho que os golos foram do papin e sauzee. Essa equipa do OM era verdadeiramente fenomenal, com Papin, Waddle, Francescoli, Sauzee, Amoros, Mozer...

Éter disse...

Queria ver estes franciús a comentarem a mão do Henry este ano. Já não deviam ficar tão histéricos.

Cefas disse...

Pelo que vejo no vídeo parace que o vata não entra para o lugar do Thern e que o canto é marcado pelo valdo e não pelo pacheco. Alguém me pode tirar estas dúvidas

JNF disse...

Que confusão... vamos por partes:

1 - 2-1 queria eu dizer, não 1-0, claro, caso contrário tinham de ir a prolongamento.

2 - Sim, o canto é do Valdo, o que eu queria escrever é queo canto é ganho pelo Pacheco.

3 - Vata entra para o lugar do Thern segundo a ficha de jogo, apesar de nas imagens estar a cumprimentar outro jogador.

O GLORIOSO disse...

Que recordações foi talvez o dia mais feliz que passei na Luz.
No velhinho 3º anel em que fiquei nas escadas e no golo não o vi pela confusão. Foi a loucura nunca mais vi nada igual e acho que foi um milagre naquele 3º anel não ter acontecido uma desgraça na confusão dos festejos. Aí chorei mas de alegria a maior que tive na Luz (ainda mais que 2 anos antes com o Steua).
O golo é com a mão mas convem referir que há penalti pois o Vata está a ser agarrado pelo Di Meco e só por isso mete a mão, as imagens são claras.
Já agora em Marselha fomos massacrados na 2ª parte. Incrivel com só sofremos 2 golos e o mais curioso na unica vez que fomos á baliza do Castaneda o Mats falhou 1 golo certo que faria o 2-2.

P.S- Eles estão sedentos de vingança mas o nosso Jesus sabe bem dar a resposta

Anónimo disse...

Ficam todos convidados para lerem o livro..O Silênçio do Mantorras

Valter disse...

Que nostalgia, meu deus!
Com 11 anos, jogava num clube a 5Km da minha terra. Eu mais uns colegas saímos tarde da escola e não apanhámos o autocarro a tempo. Fizemos os 5Km a pé. Chegámos ao campo os portões estavam fechados! Não havia treino porque o Benfica dava na TV. Fomos para um café e vimos o jogo até ao 1-1. Depois, metemo-nos a caminho, pois já era de noite e tínhamos mais 5Km para fazer. Quando cheguei a casa soube que o Benfica tinha perdido e fiquei muito triste.

Jogo da 2ª mão. Era para dar na TV, mas afinal não deu. Por avaria, sei lá, não deu. Recordo-me que passei 90m a subir a uma cadeira (o rádio estava em cima do frigorífico), ouvir o resultado, e descer para ir brincar mais um pouco. Até que, estava quase na hora de acabar, e o Benfica tinha de marcar. Passei os últimos 15m do jogo em pé, em cima da cadeira. A sofrer, a sofrer, até que..... gooooooooooooloooooooo do Benfica! kabuuummmm.. .pois, mandei um tralho da cadeira tal foi impulso que dei ao saltar para celebrar o golo. E isto, com 11 anos e sozinho na cozinha!
É uma recordação que há-de morrer comigo!!

Homem da Luz disse...

Tinha 16 aninhos, saí de casa às 15h e fui sozinho ver este jogo. Entrei assim que as portas abriram e esperei, esperei. Lembro-me de estar "ensanduichado"por mais de 120.000 pessoas. No momento do golo, vi a maior explosão de alegria que alguma vez assisti na minha vida. Fui literalmente parar 9 filas abaixo do meu lugar. Foi a noite de futebol mais gloriosa que alguma vez vivi.
No caminho para casa, com o meu walkman xunga, ainda ouvi na rádio um jornalista a chamar "Monsieur Bernardette" ao Tapie, que à chegada a Lisboa tinha dito que se o Marselha não ganhasse o podiam chamar de mulher.

ABRAÇOS BENFIQUISTAS À FAMÍLIA

Pedro disse...

Primeiro bilhete q paguei para ver um jogo. Teve q o meu irmão ir a correr às bilheteiras comprar para eu poder entrar com ele e com os amigos. Foi a loucura total.

Na primeira mão a segunda parte foi de loucos. os franceses deve ter tomado umas bombas pois corriam q nem super homens. Lembro-me perfeitamente de um lance em que o Pacheco, q tinha entrado há poucos minutos, numa corrida para ganhar uma bola é ultrapassado por um dos laterais q estava a jogar desde o inicio e q parte de muito detrás. E o Pacheco corria bem...

Foi uma loucura!!! Mas depois a Luz fez o resto...arrasou com os franceses. Mas aquele silêncio a poucos minutos do fim qd o Marselha tem um livre directo a favor...arrepiante.

João disse...

A Luz era BRUTAL!!! Não me lembro deste jogo porque era muito novo mas ao ver o vídeo fiquei arrepiado, esta tem que ser a garra dos adeptos de hoje!!! Com a equipa que temos vão haver jogos importantes como este e nós temos que estar à altura!!!