sábado, 1 de maio de 2010

Diferença de cultura e mentalidades. Os portuenses são gente muito digna. Os portistas? Bom, os portistas...

Este texto foi retirado blog RedPass sem autorização prévia e sem consentimento do seu autor. Se o JG quiser, será retirado imediatamente. Era o post que eu queria escrever, mas duvido que espelhasse tão bem o que eu sinto como ele descreveu. VIVA O BENFICA!!!
Estou a achar delirante todas as notícias vindas a público durante esta semana.Então temos que todos os dias uma casa do Benfica é vandalizada, curiosamente os maiores destaques foram para as de Braga, Ermesinde e... Porto.Depois podemos facilmente encontrar na imprensa preciosidades como estas:"Os Super Dragões acabaram de adquirir 3500 bolas de golfe... ""Elementos de um núcleo da Juve Leo e mais uns tantos dragões e não posso divulgar de que zona "são esses núcleos para não descobrir os valentes rapazes, vão unir forças no domingo à tarde e aguardar pela passagem do comboio entre Ovar e Gaia...""Fernando Madureira, líder dos Super Dragões, reconhece que os ânimos estão exaltados e não garante que não ocorram confrontos entre membros das duas claques. "Por muito que eu tenha boa vontade, que a polícia tenha boa vontade e que toda a gente tenha boa vontade, depois de tudo o que se passou neste campeonato, é normal que todos os adeptos se sintam revoltados e com os nervos à flor da pele. Vamos tentar que as coisas corram pelo melhor, mas vai ser muito difícil".E há mais. Se formos aos espaços de blogues e redes sociais é uma festa.A questão é que todo este discurso nortenho de incentivo à violência, de intimidação, a transpirar raiva e ódio por todos os poros nem é novo.
Em 2005 na véspera de viajarmos para o Bessa na última jornada a comunicação social achou que devia de divulgar um comunicado da mesma gente avisando que não iam deixar que nenhum benfiquista festejasse na cidade do Porto. Assim mesmo, como se aquela gente fosse dona e senhora (e representante) daquela zona do país. Depois foi o que se viu.Portanto, continuamos a ter as mesmas ameaças, o mesmo apelo à violência ( que de resto está publicado para quem quiser ler no livro "o Líder" )a partirem da mesma gente que não tem problema em dar a cara. O país assiste a tudo com indiferença e até deixa escapar um sorriso com a história das bolas de golf.
Onde está o sempre activo Miguel Sousa Tavares que tantas vezes escreveu a sua indignação por não se poder ser do Porto em Lisboa?! Ele que inventou isto mesmo com a história da capital a desmenti-lo ano após anos.
Basta recuarmos 4 anos e digam-me quantos portistas foram espancados, quantas vezes os portistas foram ameaçados, e quantos vezes os portistas não puderam invadir alegremente o eixo avenida da República - Marquês de Pombal para festejarem os seus campeonatos ganhos?! Digam-me porque eu não me lembro de nenhum caso.Já agora digam-me também quantas vezes a casa do FC Porto na Av. da República foi vandalizada?Miguel Sousa Tavares não tem nem uma palavra para todas estas ameaças públicas aos adeptos do Benfica? Sousa Tavares não se incomoda que os cidadãos portuenses e benfiquistas não possam festejar em liberdade um campeonato ganho pelo seu clube? Estranho o silêncio do "democrata" Tavares.
E que papel tem a nossa imprensa e os seus colunistas? Divulgam-se ameaças de um líder de um gang, avisam-se cabeças porque vem aí uma chuva de bolas de golf a norte e tudo o que o resto do país faz é olhar para os filhos da capital que andam sempre atrás do Benfica e dizer hipocritamente: tenham cuidado, rapazes! ou não vão ao Porto porque só se vão meter em chatices ou aquilo é muito perigoso!Há alguma lei diferente para aquela região do país que permita que os auto-aclamados guardiões da cidade ameace os adeptos de um clube só por ódio? Claro que há!Imaginem que o FC Porto vinha jogar a Lisboa no fim do Campeonato quase campeão e que na semana do jogo apareciam líderes de claques legalizadas (sim, pelos vistos as legalizadas podem ameaçar com propriedade) a avisar que o ambiente ia ser terrível, que não prometiam que não houvesse ataques a adeptos rivais e a anunciar 3500 bolas de golf, etc... O que acontecia?Os telejornais abriam com Pinto da Costa indignado, o Governo era chamado à conversa, os editoriais dos jornais multiplicavam-se em crónicas de espantos e intolerância perante os arruaceiros, até o Prós e Contras da RTP seria dedicado à violência das claques.
Quando é ao contrário nada se passa.
O medo toma conta do sul. Centenas de adeptos recuam perante a possibilidade de terem problemas a caminho do estádio, as nossas mãe e avós deprimem-se a caminho do dia 2 Maio ( por ironia é o dia da Mãe ), as nossas mulheres ficam em pânico disfarçado, os nossos familiares preocupam-se, os nossos amigos não compreendem o nosso masoquismo.
Mas eu pergunto; é suposto fazer o quê? Ficar em casa de braços cruzados a ver na tv só porque é mais seguro? Nós que estivemos em quase todos os campos deste país de norte a sul passando pela Madeira vamos ignorar um jogo na cidade do Porto só porque há uns bravos guardiões que não querem lá ninguém do clube Campeão?Eu acho que não.Acho que devemos ir todos.A resposta dos benfiquistas dá-me razão. Os 2550 bilhetes a que temos direitos já têm donos. Todos sem medo. Medo de quê? Era só o que faltava neste país se eu não pudesse ir a um estádio de futebol ver o meu clube jogar porque existem uns gangs que se acham acima da lei e que querem fazer a sua própria lei.
Meus amigos, isto é o Benfica.
Os nossos jogadores, dirigentes e técnicos vão ao Dragão para ganhar. O Benfica vai defrontar pela 3ª vez esta época o FC Porto e até agora a nossa equipa ganhou 2 jogos marcou 4 golos sofreu zero ganhou 3 pontos e ergueu uma Taça. Temos medo de quê!? De quem não sabe reconhecer a nossa superioridade? Temos medo de um povo que se agarra a uma equipa regional para mostrar ao país todos os seus complexos de inferioridade em relação à Capital?! Isso é um problema deles. Sempre foi, sempre será.Nós somos o Benfica e estamos com a nossa equipa de futebol.Continuem a vandalizar casas, agridam, partam, roubem, façam o que quiserem e o que vos apetecer (mesmo porque nada nem ninguém ousa vos contrariar no vosso território) mas tenham lá paciência porque vão mesmo levar connosco.E pensem que mais de dois mil rapazes da Luz juntos e fartos de ameaças e com vontade de mostrar que não têm medo são muitos rapazes. Pensem também que toda a força policial que nos vai rodear e nos tornar um alvo fácil para os vossos ataques pode não ser suficiente para controlar as nossas vontades.
Sabem, é que eu no meio de dois mil e tal amigos também sou um Guerreiro Herói do caraças. Ainda para mais em território onde impera a lei do mais forte e onde a liberdade é coisa para ser gozada só em tons de azul.Envergonhe-se o resto do país que assiste a tudo isto impávido e sereno que prefere olhar com pena para os que ousam enfrentar os todo poderosos donos da Sicília do norte.No espaço de 5 anos vão ter que nos ouvir duas vezes a festejar.
In your face como dizem os americanos.
Aí vai o Benfica, deixa passar o maior de Portugal que hoje, como no tempo da ditadura, ousa enfrentar os ditadores/corruptos/mafiosos que se acham acima de tudo e de todos.
PS: os meus rivais são os lagartos. Não por serem muito diferentes, que não são, mas porque eu é que decido quem escolho para meu rival e eu escolho os lagartos da mesma cidade que o meu clube. Os outros são apenas mais uns nos odeiam e eu retribuo o sentimento. Nada mais.
PS2: a ironia do destino pregou valente partida aos tripeiros. Eles que inventaram o discurso das conquistas pós 25 de Abril empurrando o Benfica para clube da Ditadura. Os factos falam por si: 20 anos de conquistas com frutas, chocolates e apitos dourados. Dois campeonatos do Benfica conquistados no Porto que em desespero usa a Ditadura da violência para impedir festejos. Não é preciso dizer mais nada quanto à diferença de culturas.

6 comentários:

tomás andrade e sousa disse...

Acho que está aí tudo dito. E a história das bolas de golf é uma vergonha, estes tripeiros são uns vândalos coitadinhos...

Este domingo vamos ao Dragão para ser campeões!

Anónimo disse...

Era ridículo, sendo nós um pais ocidental e moderno membro das nações unidas e subscritores dos direitos do homem, que se apedrejassem muçulmanos na rua porque tinham uma fé diferente, ou que agredissem homossexuais porque têm uma orientação sexual diferente, ou (porque não) que se queimassem os judeus numa fornalha porque mataram Jesus Cristo há 2010 anos atrás...

Mas pelos vistos se quisermos demonstrar a nossa alegria ou apreço pela vitória de um clube desportivo sofremos ameaças de que vamos ser perseguidos e maltratados.

Curioso não é?

Ataque/Contra-Ataque disse...

Eles falam falam mas são é uns cobardolas! Vamos lá fazer a festa na cara deles!

De resto, é com muita tristeza que ponho aqui este comentário, mas cheguei agora do Gossip e fiquei chocado ao ver o André Lima lá a noite toda, com o seu polozinho cor de rosinha, com jogo amanhã. Mas que exemplo é este? É por sermos campeões da Europa? É que isso é muito bonito, mas no campeonato andamos a fazer figura de idiotas atrás dos pastelinhos que já nem direcção têm.

Este é um dos nossos problemas em todas as áreas, transversal , no nosso clube, está tudo bem. Por isso bastou no futebol apareser um SENHOR PROFISSIONAL chamado Jorge Jesus e de repente afinal já somos mesmo uma das melhores equipas do mundo.

oibaf disse...

Ataque/Contra-Ataque não concordo com as tuas criticas.

Nos ultimos anos temos sido a melhor equipa do campeonato de Futsal,a semana passada fomos campeões europeus qual é o mal do Andre Lima ir prá noite? Não é ele que vai jogar!

Além disso temos visto nos ultimos anos que tanto o futebol como as modalidades jogam pra ganhar,esforçam-se mais e nota-se mais organização,algo que já se havia desvanecido nos ultimos anos.

nascimentos disse...

Ataques a Casas do Benfica,Ataques a montras de lojas de Pessoas de Trabalho até ataques a máquinas de clubes video só para vandalizar.
Grupos de Anti merdas isto e aquilo nas Redes Sociais,
Isto éstá enraizado por todo o Pais,um Pais sem rumo nem destino,onde o Ladrão,o Bandido,o politico e o administrador Fabril correm lado a lado para roubar e incriminar.
Depois aparce o Cobarde ou seja todo aquele que assim que lhe batem o pé bate em retirada e depois decide ir ter com tudo aquilo que não se mexe nem se pode defender.
Agora digo que isto está em todo o Lado,Lisboa,Porto,Benavente enfim por todo o lado,porque gente boa também existe em todo o lado está é cada vez mais f..... essa gente boa.

Bimbosfera disse...

Boas! Grande post, sim senhor, vou ter que lá passar a dar os parabéns!
O texto está todo muito bem apanhado. Penso só que deveria ser enquadrado dentro de umas aspas para se saber que parte é que é citada.

Quanto à cultura desportiva, sobre o André Lima, claro que tem que dar o exemplo. Era dia de folga, por acaso? Só por ser treinador não tem que dar o exemplo? Era o que faltava. Cultura do laxismo? É isso que somos? Esse tipo de atitude dá razão a quem nos critica de nos armarmos em bons...
Há que respeitar quem paga cotas, quem sofre pelo clube. Para muitos os clubes são só de passagem, sejam eles quais forem, ao passo que para os sócios, e eu não sou porque não posso, não o são, daí que há mesmo é que respeitar!

Abraço

Márcio Guerra, aliás, Bimbosfera

http://Bimbosfera.blogspot.com