quinta-feira, 24 de junho de 2010

Luisão, uma vez mais

Nos últimos 7 anos, Luisão só conheceu um único clube, o Benfica. No entanto, o facto de ter vínculo contratual com os encarnados não o impede de viajar por toda a Europa. Cada defeso que passa é ve-lo ser vendido pelos jornais a grandes clubes europeus. Nos últimos anos, assim de cabeça, lembro-me de Espanha (Real Madrid), França (Marselha, Bordéus), Itália (Juventus, Fiorentina), Grécia (Panathinaikos), Alemanha (Bayern Munique, Bayer Leverkusen), Inglaterra (Manchester City, Liverpool), Holanda (PSV), Rússia (Spartak e Dinamo Moscovo).

No entanto, a situação de hoje não é bem a mesma, não são os jornais a querem colocar Luisão fora do Benfica. É o próprio Luisão que se afirma descontente com o facto de o Benfica não o ter avisado de que haveria um suposto interesse do Atlético de Madrid. Aliás, o internacional brasileiro não afirmou que queria sair, simplesmente afirmou-se "chateado" por não ter tido conhecimento por parte do Benfica do interesse do Atlético de Madrid. O que me leva a um conjunto de questões:

1 - Estando na fase final do Campeonato do Mundo, Luisão não deveria estar concentrado no escrete em vez de dar estas declarações há imprensa?

2 - Depois de tantas vezes ter demonstrado interesse em sair, Luisão não deveria ter um pouco mais de cuidado com as palavras, até porque hoje é, em campo, o capitão do Benfica?

3 - Se apenas houve "interesse" por parte do Atlético, e não houve nenhuma proposta tal como Rui Costa afirmou, por que razão haveria o Benfica de dar conhecimento disso a Luisão?

4 - Luisão não tem empresário próprio, que por acaso é aquele chico-esperto chamado Guiliano Bertolucci, o mesmo do Anderson e que está sempre à espreita de uma comissãozinha? E não deveria ser o empresário a dar conta do interesse ao atleta?

5 - O que é que Luisão quer dizer com "não dá segurança de contrato [com o Benfica]", sabendo que o seu contrato já foi revisto por pelo menos três vezes em 7 anos?

Luisão tem um peso e um ascendente psicológico sobre os colegas importantíssimo. É um líder natural dentro e fora de campo, no entanto esquece-se, não raras vezes, de o demonstrar, especialmente quando tem um microfone à frente da boca. Porque todos os defesos surge a velha história da saída de Luisão, saída essa que nunca se consuma. Sabem como acaba esta história? Da mesma maneira dos últimos anos: Luisão volta, diz que ama o Benfica, que gostaria de experimentar outros campeonatos mas que adora estar no Benfica, adora a massa adepta e que vai trabalhar sempre com a cabeça no Benfica. The end.

4 comentários:

Coluna D'Águias Gloriosas disse...

JNF,

o Atlético de Madrid oferece ao Luisão mais do que o triplo do ordenado que ele aufere mensalmente....

estamos a falar de um diferença em relação ao Benfica de mais de 3 milhões de euros anuais..

o Luisão vai fazer 30 anos....

ora um contrato de 3/4 anos com o Atlético de Madrid é uma diferença de mais ou menos 10(mais até por causa dos prémios de assinatura e jogos..) milhões de euros...

10 milhões de euros é muito dinheiro para um jogador em final de carreira....

ponham-se no lugar do Luisão...

o Simão não é adorado pelos benfiquistas?

saiu não saiu?

ganhava 100 foi ganhar 400....

o teu amigo Nuno Gomes(sem ironias...) também emigrou não foi?

o Simão era o capitão do Benfica...

porque é que ele não ficou na Luz?

agora quer voltar....

e já pedem o regresso dele...

então como é?

em que ficamos?

ponham-se no lugar do Luisão...

e depois analisem as coisas...

falar é fácil quando não se trata do nosso bolso...

ps,

já tinha um post sobre o Luisão em mente antes de ver agora o teu ok...

pelo que tenho lido nos últimos dias na Gloriosasfera....

não penses portanto que é para ti..

saudações gloriosas

JVG disse...

A crer nas palavras do Rui Costa (versão em qual eu acredito), o Luisão já devia ter entendido que o Benfica, deixou de funcionar como funcionava desde que ele entrou para o clube, e já devia de saber distinguir as verdades das mentiras.
Na minha óptica, seria vantajoso para o Benfica se ele fôsse vendido. Está a entrar na fase descendente, e daqui para a frente, vai-lhe ser mais difícil as antecipações aos lances, para além da idade, também a altura dele contribuirão para esse facto.
Saudações.

CP disse...

Há que partir do princípio de que um jogador, quando assina um contrato no qual contém um dado valor como cláusula de rescisão, sabe o que está a fazer. E se o assina, outra coisa não deve esperar que não seja o de cumprir esse contrato caso não surja um clube que se disponibilize para pagar o montante estipulado. Essa arte que dados jogadores adoptam, no sentido de estar sempre à espreita de um contrato milionário, sem que seja salvaguardado o interesse do clube ao qual está vinculado, não pode e não deve virar moda. Trata-se de um dos capitães de equipa, mas até podia ser um habitual (ou não)suplente, até porque no contrato não deve estar, creio, estipulado que o jogador tem que ser titular. A FIFA e a UEFA deviam estar atentas a certas espertezas de clubes que avançam com propostas milionárias junto dos jogadores, na tentativa de criar desestabilização e esperar que o clube detentor do passe acabe por o vender "ao preço da uva mijona".

Pedro disse...

Coluna, eu percebo perfeitamente o desejo de Luisão em ir ganhar mais dinheiro. Só não percebo e não aceito o timing e o tom das declarações do Luisão.

O SLB faz muito bem em não interromper a concentração dos seus jogadores com estes pormenores. E atenção, no final do campeonato o Luisão afirmou taxativamente ser um orgulho acabar a carreira no SLB, q se sente bem em Portugal, q a própria familia não faz qqr tenção de regressar ao Brasil, etc.