quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Para onde vais, Freddy Adu?

Chegou ao Benfica naquela época de transição, 2007/2008, por um valor que me pareceu surpreendentemente baixo, cerca de 1,5 milhões de euros (um dos bons negócios de Luís Filipe Vieira, falarei de outros ainda hoje ou amanhã). Catalogado de craque, novo Pelé, fez capa de jornal logo na chegada ao aeroporto, afinal de contas estamos a falar do jogador que todos os amantes de Football Manager compravam mal houvesse dinheiro. E aqui entre nós, quem é que não gostava de jogar FM?

No entanto, a afirmação no soccer europeu não tem sido mais que uma realidade virtual. Adu é craque, tem uma técnica muitíssimo acima da média e, mesmo ouvindo o seu nome há tantos anos ainda é um jovem que acabou de fazer 21 anos. Conhecido no mundo do futebol pela demonstração precoce do seu talento, esteve presente no Mundial sub-20 em 2003 (com 14 anos na altura!) e ficou na retina um célebre jogo no Mundial sub-20 de 2007, onde pela sua selecção, os Estados Unidos da América, desbaratou por completo a organização defensiva do Brasil (que tinha um miúdo franzino e de cabelo curtinho no banco, chamado David Luiz), derrotando os canarinhos por 2-1.

Adu veio para o Benfica após a saída do jogador com mais peso na equipa em toda a década, Simão Sabrosa. Não se adivinhava vida fácil, ainda por cima só tinha 18 anos à chegada. Foi suplente desde o início, mas rapidamente foi lançado às feras por Fernando Santos na primeira mão do apuramento para a Liga dos Campeões, frente ao Copenhaga. Conseguiu a proeza de ser assobiado na estreia, devido à inconsequência do seu jogo, das suas fintas de circo. No entanto reagiu positivamente e com Camacho foi um amuleto semelhante a Mantorras na era Trapattoni: entrou e marcou nos minutos finais contra Marítimo e Académica (ambos para a Liga) e ainda contra o Estrela e Vitória de Setúbal. Depois, a estrela de Adu foi-se apagando lentamente com o passar da época.

Na temporada seguinte, com um Benfica melhor composto e melhor estruturado, Adu foi emprestado ao Mónaco, treinado por Ricardo Gomes, nosso ex-central, onde acabou por jogar muito pouco. Em 2009/2010 foi novamente emprestado mas agora ao Belenenses onde, surpreendentemente ou não, acabou por não se afirmar. Saiu do Restelo com os azuis à deriva e rumou ao Aris, na Grécia, onde começou novamente muito bem (penso que até foi eleito melhor jogador de Abril do campeonato helénico), mas, novamente, com o passar do tempo, voltou a desiludir. Agora, nesta pré-época, depois de recambiado pelo Aris, foi "chumbado" no modesto Sion, da Suíça.

Para onde vais, Freddy Adu? Se nem no Belenenses ou no Sion te conseguiste afirmar, o que queres para o teu futuro? Assenta as ideias e mostra aquilo que realmente vales. Lembra-te: profissionalismo.

5 comentários:

Anónimo disse...

O Adu só terá uma hipotese quando apanhar um treinador que queira apostar nele e perder tempo com ele, caso contrário em 2/3 anos vai para as americas e fica por lá.
Podia ser o extremo esquerdo suplente do benfica, mas isso nao faz o dinheiro rodar.

sloml disse...

Vou copiar o comentário que fiz no Festa do Golo sobre o Adu: para mim é um grande, grande mistério. O rapaz é bom jogador a nível técnico, disso não há dúvidas. Obviamente, é inexistente a nível táctico, mas isso resolvia-se a trabalhar com um treinador como o Jesus. A questão é que se nunca houver nenhum técnico com vontade de lhe ensinar essas noções tácticas básicas, nunca irá evoluir na carreira. É pena, porque eu gosto dele. E os seus números no Benfica não foram nada maus, ao contrário do que se tenta fazer crer. Jogou pouco, mas marcou alguns golos. Acho mesmo que se trata de uma questão total de inadaptação ao futebol europeu e às amarras tácticas. Por isso é que precisava de um treinador como o Jesus para o trabalhar. O potencial está lá todo.

djeiti disse...

tinha ideia de que tinha custado 4/4,5 milhoes...
de certeza que foram só 1,5?

é realmente dos que mais me tem decepcionado pois nem em Belem nem no Aris se consegue afirmar...e agora ate o Sion o rejeitou...
onde irá parar??

JNF disse...

djeiti,

2 milhões de dólares, o equivalente a 1,5 milhões de euros. Podes ler o comunicado aqui:

http://web3.cmvm.pt/sdi2004/emitentes/docs/FR14469.pdf

Tasmaniapt disse...

Também eu esperava mais de Freddy Adu que, das poucas vezes que jogou, não encantou mas também não desiludiu..o futuro já alguém diz "a Deus pertence"....