quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Que Futsal para 2010/2011?

Era difícil exigir mais ao Futsal Benfica em 2009/2010: campeões europeus de clubes, em Lisboa, frente à Luparense, Araz e ao grande Interviú Movistar. Só isto encheu-me as medidas, era o título que todos ambicionávamos mas em que poucos acreditavam realisticamente. Depois disto poderia acontecer aquilo que quisessem, que eu já estava muito satisfeito com a época. Não é desleixo nem falta de ambição, mas esta conquista foi algo de surreal, foi simplesmente o título mais importante da História das Modalidades do Benfica. Era o mesmo que ganhar a Liga dos Campeões em Wembley, no futebol este ano e acabar em segundo o campeonato, dizendo que a época ficou aquém das expectativas. Não ficou, tanto que as superou largamente. Fomos grandes? Não fomos enormes! O Futsal Benfica deu-me uma das maiores alegrias desportivas da minha vida, eu que estive lá tanto na sexta como no domingo, a assistir aos jogos. Perante quase 10.000 espectadores, o Benfica sagrou-se campeão europeu no Pavilhão Atlântico frente a uma verdadeira constelação de jogadores, sendo que, para terem noção dos orçamentos, apenas um jogador desta equipa espanhola, Betão do Interviú, custou mais do que o orçamento inteiro do Benfica para toda a época.

O Benfica iniciou a época como principal candidato em três frentes: Supertaça, Campeonato e Taça de Portugal. No primeiro troféu, vitória por 1-0 frente ao Belenenses graças à magia de Ricardinho, ele que, como sabemos, acabou por sair no final desta época para rumar ao Nagoya, do Japão. Na Taça de Portugal o Benfica chegou à final, sendo que no seu percurso deixou pelo caminho o Sporting, num jogo marcado pela agressão dos adeptos do clube diferente ao nosso guarda-redes, Bebé, e pela cuspidela desse verme chamado Cardinal ao nosso treinador André Lima. Na final derrota com o Belenenses após prolongamento, com o golo decisivo a ser sofrido a seis segundos do final, num lance em que houve claramente displicência de alguns jogadores, pela forma como o golo é sofrido. No campeonato, e após uma fase regular complicada que culminou no terceiro lugar, também fruto de várias competições mais importantes que se interpuseram pelo caminho (casos da UEFA Futsal Cup ou do Europeu de Selecções, em que Portugal ficou em segundo lugar apesar de uma participação bastante fraca, nomeadamente na primeira fase), seguiram-se os playoff. Aí, o Benfica derrotou o Fundão nos quartos-de-final por 2-1, com uma derrota embaraçosa na Luz, num jogo marcado por muita desinspiração, seguindo-se o Belenenses. Aí, muitos sentenciaram o fim do Benfica, que teria a difíl tarefa de ganhar no Acácio Rosa para passar à final. Curiosamente, a resposta da equipa foi categórica, com vitórias limpinhas na Luz e a seguir no Restelo, num grande jogo de futsal.

Por fim as finais, a 5 jogos, com o Sporting: o primeiro jogo em Loures sorriu, e "sorriu" é realmente a melhor palavra para descrever, ao Sporting, por 4-3, numa partida em que os leões marcaram três dos seus quatro golos às três tabelas, e o Benfica enviou quatro bolas aos ferros. No dia seguinte, novamente em Loures, o Benfica conseguiu confirmar a ideia deixada no primeiro jogo e venceu por igual resultado ao da derrota averbada no dia anterior, novamente 4-3, num jogo em que nos últimos 25 segundos houve três golos, um dos quais (o do Benfica) alcançado num lance de génio. A final estava empatada e o Benfica levava a decisão final para a Luz, onde poderia sagrar-se tetracampeão. No terceiro jogo da final, primeiro em casa, o Benfica esteve sempre na frente do marcador mas alguns erros infelizes e decisões de arbitragem pouco felizes também (ou algo premeditadas), marcaram o jogo, e o Sporitng teve novamente a felicidade de vencer a partida, desta feita nos penalties, ficando o Benfica a defender um match-point na Luz, no dia seguinte. E o facto é que não conseguiu salva-lo. Num jogo que ficou novamente marcado por lances muito polémicos, a roçar a fraude e a vergonha, o Benfica saiu derrotado pela equipa de arbitragem que branqueou pelo menos dois penalties, um dos quais a seis segundos do fim, e ainda conseguiu expulsar Ricardinho, por, imaginem, palavras a um adversário, quando durante o jogo todo outros jogadores do Sporting, nomeadamente aquele porco que todos sabemos quem é, ter ameaçado de morte um jogador do Benfica. O resultado foi o que sabemos, e logo ali, na festa do Sporting na Luz, ficámos a perceber pelas palavras do treinador leonino, Paulo Fernandes, que iria haver mudanças no Benfica para 2010/2011.

2010/2011 está a ser marcado por mudanças e renovação do plantel. Sem os mesmo argumentos financeiros que o Sporting, onde se pagam ordenados acima dos 25 mil euros, graças à CGD, o Benfica perdeu a sua estrela maior, Ricardinho, que um dia voltará, e ainda Zé Maria, o mítico "7" encarnado, um benfiquista desde pequenino como nós e ainda não se sabe se o guardião Zé Carlos fica. Em termos de entradas, estão confirmadas três, e provavelmente ainda poderão vir mais um ou dois jogadores. Mas dizia eu, confirmados estão já Vítor Hugo, guarda-redes português ex-Fundação, ele que é dos melhores na sua posição actualmente mas que parece não conseguir tirar, neste momento, a titularidade a Bebé, Diece, jovem ala brasileiro que vai espalhar muita magia pelos pavilhões de Portugal, ele que é um fantasista à semelhança do que é Ricardinho, e ainda o ex-belenense Diego Sol, jogador já muito contestado por uma boa parte dos benfiquistas, mas que para mim tem uma qualidade indiscutível e um grande respeito por esta casa, ele que sabe bem a dimensão do clube que vem representar. Como aconteceu com Gonçalo há uns anos, Diego vai encarnar a camisola e a mística benfiquista, estou bastante seguro disso, visto ser um bom profissional.

Por isso, as expectativas para 2010/2011 serão as mesmas que as de 2009/2010: vencer as duas competições nacionais em que estamos inseridos e chegar o mais longe possível na UEFA Futsal Cup, onde defenderemos o título de campeões como cabeças de série. Ambição exige-se, e vitórias também. Sob o comando de Paulo Fernandes, a missão tem de ser a de vencer. Afinal de contas, esse é o nosso destino.

10 comentários:

MAFARRICO disse...

Este ano vamos ser campões no Futsal disso não tenho duvidas, até porque agora temos o melhor treinador, e a melhor equipa (já tinha-mos).
BENFICA SEMPRE

João disse...

Não gosto propriamente do Artigo. Dás mais importância à final perdida para o Sporting do que à final da UEFA.

Descreves a final do campeonato como se tivesse sido o fim do mundo. E pior não consegues ver quando (mesmo que prejudicados) o Benfica não teve a categoria de outras alturas para ganhar o campeonato.
Culpas a derrota no campeonato pelos discutíveis erros de arbitragem. Até podem ter existido não digo que não. Mas para ser grande o Benfica não o pode ser apenas quando ganha. Tem que o ser em todas as circunstâncias. E é quando se perde que se vê a grandeza. Não mostraste a grandeza do clube.

Enaltece as vitórias e não justifiques as derrotas com erros dos outros quando os erros foram internos...

Abraços

djeiti disse...

nao estou confiante para esta época. a equipa piorou relativamente ao ano passado e se nao chegarem 2 ou 3 grandes alas nao teremos hipoteses face ao rival que se reforçou mto bem. o Vitor Hugo substitui sem grande diferença para o Ze Carlos (que bebe caipirinhas como gente grande na Oura), o Diego Sol substitui com algum acrescento de qualidade o Ze Maria, mas o Diece nao faz esquecer o Ricardinho.
Para nao falar que ja sentiamos falta o ano de mais 2 alas de qualidade semelhante.
O Simoes e Anilton sao peças que pouco contam e só fazem numero.
Ficava com o Anilton, dispensava o Simoes e contratava 2 alas de grande qualidade.
Se assim nao for...receio chorar o que chorei na final do campeonato e nao chorar o que chorei na final da Uefa.

Anónimo disse...

Um anti benfica a comentar(JOAO)

RouboCopo disse...

Comecei a ler o post com um objectivo, que não foi atingido, por isso o meu comentário.
Após anos de ódio lançado por Paulo Fernandes em relação ao Benfica, o mesmo assina pelo nosso clube, relegando para o desemprego o campeão europeu André Lima. Que tens a dizer sobre isto? Paulo Fernandes? Que te parece?

JNF disse...

João,

como é possível dizer que dou mais destaque à final perdida para o Sporting que à vitória na UEFA Futsal Cup? Volta lá a ler o primeiro parágrafo sff. Quanto à derrota, perdemos não porque o Sporting tenha sido superior, porque não foi, esteve à vista. Eu nem sequer costumo falar de erros de arbitragem assim, mas estive nos dois jogos na Luz e vi os dois em Loures e do que vi, foi escandaloso. Não concordas?

JNF disse...

RouboCopo,

a minha opinião sobre André Lima é simples: foi o maior e melhor que passou pelas modalidades do Benfica nesta década. Melhor que Panchito, Doliboa, Ricardinho, Fortunato, Dantas, Donner. Simplesmente o melhor. E a eleger as três figuras mais marcantes da década, uma delas seria André Lima (com Simão e Vieira, muito provavelmente). Em termos técnicos, não duvido que AL seja melhor que Paulo Fernandes. Em dois anos de treinador conseguiu ganhar TUDO, mas TUDO o que havia para ganhar, inclusive uma UFC, algo que nenhum outro português ganhou. Esclarecedor, não? E não sou fã de Paulo Fernandes, pelo contrário, sempre achei que as suas equipas jogam um futsal feio e os resultados não foram assim tão satisfatórios, mas enfim, é o que há e temos de apoia-lo.

João disse...

JNF li e reli o post. Continuo com a mesma opinião. Respeito a tua opinião. Aliás cada um tem a sua. Não falo de arbitragens porque quem quer realmente ganhar ganha mesmo com erros de arbitragem. As equipas que defendemos são sempre roubadas, mas temos que ver, o Ricardinho por exemplo não esteve ao nível de outros momentos. O Arnaldo, o Costa. Eu comento este post que é a "minha" modalidade. O Sporting com toda a sorte do mundo ganhou o Campeonato, afinal de contas até foi a equipa mais regular. E olha que esta temporada vi muitos jogos ao vivo, não só do Benfica mas como do Sporting e algumas equipas da 2ª Divisão.

Mas pronto não estou aqui para dizer mal do teu post.

Falando agora de futsal, parece-me que o investimento está a ser feito praticamente com jogadores estrangeiro (estigma do futebol 11 que os brasileiros é que são bons?). Há jogadores de grande qualidade em equipas com menos dimensão mas esses não interessam ou será que também já existem Kias e Mendes no futsal?

Abraço

djeiti disse...

JNF,
devo dizer que este teu ultimo comentario de resposta em que falas do Andre Lima...é digno de ser um post!

Anónimo disse...

disse neste post e muito bem que o "verme do cardinal" agrediu (uma cuspidela dolorosa) o andre lima...mas esqueceu-se de referir que o guarda redes Cristiano poderia ter cegado em pleno pavilhão da luz, quando os adeptos da casa o agrediram com um isqueiro.