quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Este Benfica não tem estofo europeu


Se é muito sensível não leia este post. Se ainda acha que o Benfica perdeu por azar ou porque Gaitán foi expulso, esqueça, o melhor é parar por aqui pois vamo-nos zangar. Da próxima vez, caro adepto, quando cair, não o faça com o traseiro, pois até domingo vai ser difícil conseguir sentar-se com as dores que vai ter. É que esta bipolaridade de "vamos ganhar ao Lyon, não é nada de extraordinário, quem acha o contrário é um borrado", etc, irrita-me de tão idiota que é. Agora, duas notas muito importantes:

Aos jogadores, técnicos e dirigentes: era óbvio que isto iria ocorrer, estava escrito com letras maiúsculas nas vossas testas. Mas em vez de olharem uns para os outros, não, preferiram olhar para o céu e andaram (ainda andam?) com a cabeça nas nuvens, carregados de ilusões. Saiu quem equilibrava (Ramires) e quem desequilibrava (Di Maria) e, pior que não virem reforços no verdadeiro sentido da palavra, nem sequer vieram alternativas a curto-prazo. Há ali matéria prima que pode e deve ser trabalhada, mas o futebol do Benfica não pode ser pensado apenas a longo-prazo senão arriscamo-nos a que ganhemos apenas um campeonato a cada cinco anos. Um exemplo é a formação de Di Maria: uma primeira época medonha, uma segunda medíocre e uma terceira fenomenal. O que acontece? Sai logo no final da terceira, é impossível mante-lo depois disso pois há equipas na Europa com argumentos financeiros muito mais fortes que os nossos. Mas isso será conversa para outro post. Jesus demonstrou muito de bom nestes 16 meses de Benfica, mas também conseguiu demonstrar uma arrogância/bazófia que roçam a insensatez. Um líder deve ser um exemplo para os seus jogadores e as palavras proferidas antes dos encontros contra o Schalke e agora contra o Lyon são o exemplo daquilo que não se deve fazer. Nunca vi Mourinho fazer isto, por exemplo, ele que é considerado controverso, não falta ao respeito para com os adversários no pré-jogo. Por fim, os jogadores, muitos deles sem estofo europeu. Quem? Prefiro dizer aqueles que têm, a meu ver, esse estofo: Luisão, Fábio Coentrão e Aimar. Ponto final. A lista é curtinha e é uma pena não haver mais. Uns por estarem constantemente fora de forma, caso de Saviola, outros por ainda cometerem erros primários de julgamento, falo de David Luiz, e outros por não terem estaleca para isto, como Maxi ou Martins. É "muita futabole", como diria Jesus. E é mesmo, para eles é. Servem para as competições internas? Claro que sim, mas a nossa Liga é um caso completamente à parte, se queremos ganhar na Liga estes jogadores chegam, se queremos ir longe na Europa precisamos de outras armas. E penso que ninguém espera que sejam os reforços sul-americanos que ainda não têm um ano de futebol europeu a resolver estes jogos.

Aos adeptos. A fase maníaca da bipolaridade evidenciada na caixa de comentários do post abaixo é um bom exemplo daquilo que eu vou falar. Não sei se é estupidez ou simplesmente desconhecimento total do futebol europeu afirmar que o Benfica tem de ganhar ao Lyon. Não sei mesmo. Ganhar ao Lyon não seria nem fácil nem normal, muito pelo contrário, seria algo de totalmente inesperado. Mesmo para o Benfica da época passada, seria uma autêntica surpresa. Eu lembro-me bem de Jesus ter dito na SIC, dias depois de nos termos sagrado campeões, que ficou surpreendido com a vitória no Velódrome. Claro que ficou, também eu fiquei. Uma equipa tacticamente muito evoluída e com um conjunto de jogadores que juntam força e técnica em todos os sectores não é fácil de bater em ocasião nenhuma. E olhando para o onze de hoje do Olympique Lyonnais, comparando um a um os jogadores com os do Benfica, as conclusões a que chego são as que já tinha apresentado ontem: são melhores, bem melhores. Só não o são nos centrais e no defesa esquerdo, de resto todos os outros são melhores. No entanto, por uma razão inexplicável, houve um conjunto de cabeças pensantes que achou que o Benfica ia ganhar e que mostrar satisfação com o empate seria sinal de fraqueza. Fraqueza? Não, era pragmatismo vs. estupidez.

No entanto, se me perguntassem à partida, ainda em Setembro, quantos pontos teria o Benfica ao final da terceira jornada, a resposta seria três, no máximo quatro. Não mais que isso. Estes resultados foram normais para o que já esperava. E muito provavelmente também se verificaria esta tendência (VDD) com a mesma equipa do ano passado. Então por que razão estou tão chateado com o que se está a passar? Atitude. É esta a palavra chave e que não está a ser seguida. Tem sido falta de atitude aliada a muita bazófia e erros primários que levaram a este estado. Com muita pena minha, esta é a verdade sobre o actual Benfica. Temos um Benfica que chega e sobra para o nível interno e que ganhará este domingo em Portimão, mas um Benfica insuficiente para a piscina dos grandes da Europa do futebol. E eu que até costumo lembrar-me do que me prometem, olho para 2012 e não vejo o Benfica dominador em Portugal e no estrangeiro que me prometeram.

P.S. Antes de escreverem o que quer que seja na caixa de comentários, pensem bem se o vosso comentário verá a luz do dia.

30 comentários:

pjsimoes disse...

Concordo com o que dizes!!! O pessoal tem a mania de ver o valor das equipas consoante a classificação em que estão no campeonato, o que é totalmente errado!!! Champions não tem nada a ver com os campeonatos e este Lyon foi só o semi-finalista da época passada. Com os alemães eu sou da opinião que somos melhores mas com o Lyon a coisa muda de figura. Mas há pessoal que aonda pensa que por termos ganho o campeonato passado que agora estamos no topo do Mundo. Totalmente falso!!! Somos uma boa equipa mas ainda temos de comer muita broa para chegarmos a Lyon, Barcelona, Rela Madrid, Manchester, Arsenal, etc e entrarmos de peito feito e jogar de igual para igual. Hoje parecia que entrámos em campo a pensar que estávamos a jogar com o Setúbal. Pragmatismo, inteligência, espirito de grupo são as palavras chave para vencermos contra estas equipas, se vamos lá armados em bons e a jogar d epeito feito levamos na peida. O Benfica a atacar parecia que estava numa final, a perder e com o jogo a acabar tal era a pressa de chegar á baliza. Deveriamos ter baixado o ritmo de jogo e circular mais a bola, pensar mais o jogo, jogar pela certa, esperar pelo momento certo para atacar a baliza adversária.

M disse...

Subscrevo e estou completamente de acordo...

M disse...

Subscrevo completamente. Foi assim em Liverpool, foi assim em Gelsenkirchen e hoje em Lyon.
Mostraram mania frente ao Lyon que alem de ir sempre à Liga dos Campeões, fica sempre nos quartos e o ano passado foi eliminado nas meias finais contra o vice-campeão europeu, ganhar normal ao Lyon??
Mas o Lyon é um Carcavelinhos( o meu respeito pelo clube)?
E sim vendemos muito mal jogadores que nos iam ser fundamentais como o Di Maria e o Ramires, deixamos ficar alguns contrariados, não soubemos contratar( excepçao feita ao Roberto, que hoje fez um jogozorro), emprestamos o urreta e o miguel vitor e mantivemos jogadores que não são jogadores nem aqui nem em cascos de rolhas.
Agora é aprender a lição ( Ouviram Jesus e jogadores?)e ganhar os tres jogos que faltam e os do campeonato que se avizinham.
Saudaçoes Benfiquistas.

Rearviewmirror disse...

Excelente post. Pouco ou nada há a acrescentar.
Para mim o melhor jogador em campo ainda foi o Roberto, e há já prai á uns tempos valentes que não me lembro de um GR nosso defender umas duas 3 bolas como ele as defendeu.
Temos que aprender com os erros.

vose jeiga disse...

Boas,

Vou dividir o meu comment por partes:

1) Jogo desta noite: um empate teria sido óptimo. uma vitória em casa do lyon era uma pedrada no charco. Estamos a falar de uma equipa semi-finalista da champs do ano passado e que é um habitué nos últimos 10 anos da LC. Vamos a uns números? Briand: 15M€; Gourcuff: 21M€, Lisandro: 24M€, Pianijc: 12 m€; michel bastos: 15M€. não dá hipótese. Jogar em casa de um cabeça de serie com apenas um medio defensivo é de um descaramento impressionante. O madrid joga todos os jogos com kedira e xabi alonso...contra o levante ou milan...dá igual...

2) O facto de defrontarmos uma equipa milionária não implica, longe disso, que estejamos derrotados à partida. E aí entra a denominada estaleca. Ou se tem ou não se tem. Há ali muito jogador que não aguenta este ritmo e esta qualidade. Não se pode admitir que indíviduos que ganham milhares de euros por mês não consigam dominar uma bola em condições e fazer 3 passes seguidos.

3) Plantel. Ramires, Di Maria, D Luiz, Cardozo. Era certo e sabido que pelo menos 2 destes jogadores abandonariam o plantel em junho/julho. Sai Ramires, na minha opinião só o melhor elemento da época passada, e entra quem? não sei. Sai Di Maria e entra quem? Gaintan vindo de um futebol completamente diferente e sem qualquer tipo de adaptação ao futebol europeu. Ainda para mais vem para titular logo ele que nunca será extremo...não há milagres.

Um plantel com gritantes lacunas:

Defesa direito: maxi que apenas serve para consumo interno.

defesa esquerdo: alternativa a coentrao? não há

extremo direito? salvio? acredito que tenha talento mas isso não é tudo.

extremo esquerdo? não há.


Acredito que ainda temos uma palavra a dizer neste grupo mas com humildade e trabalho, não com basófia e venda de fumo...

Far(away) disse...

Eu acho que vencer o Lyon seria algo normal, o que passa, é que para além das limitações que a equipa apresenta, como a ausência de um Ramires, ou de um extremo esquerdo, carências essas que não foram colmatadas, para além do mau momento de forma de alguns jogadores (Saviola principalmente)e da lesão de outros (Cardozo, Amorim), Jesus abordou o jogo de forma errada, inventou.

Colocar Martins a fazer de Ramires, Aimar quase como um extremo direito, vai muito além de estofo europeu ou da falta dele. Aqui Jesus também tem grande culpa no cartório.

Anónimo disse...

Estaleca europeia ... ou categoria, ou classe.
Enquanto houber a parolice que leva a dar a titularidade a um Martins no miolo e, por causa disso, obrigar o Aimar a ir para a direita não há ninguém que me convença que ganhamos alguma coisa na Champions, só mesmo aos israelitas.
Porra pá, o Martins estava no Huelva e não o Benfica não o foi buscar por ser uma jovem promessa, ele já era umacerteza do que é hoje. Tens razão no que escreves também quanto a outros mas esta de ver na champions o Martins a titular, e logo como "Maestro" ... lol ... mas do que é que estamos à espera?
Mas atenção, a culpa não é do Martins, é de quem o pôs a jogar.
O JJ já mostrou que sabe ganhar jogos complicados mas também já mostrou que, se quiser, pode fazer a equipa perder, como confessou quanto ao jogo em Liverpool da época passada. Basta trocar uns jogadores de posição e aquilo desiquilibra-se tudo. A propósito, não foi o Martins também o "Maestro" em Liverpool?
E já agora, não foi o Lyon que esteve envolvido em conversas de incluir uma derrota com os corruptos (jogo particular) na transferência do Lizandro.
E quem foi o empresário que tratou disso? e de quem e quantos mais é ele empresário?
Estes gajos vão acabar por matar o futebol.

Anónimo disse...

Grande posta. Nada a dizer.

Confirma-se que este grupo era complicadíssimo. Concordo que perder estes 2 jogos não constitui nenhum drama e que o problema está mesmo na forma como os perdemos. E gostaria de ter ganho 1 ponto pelo menos, para compensar um eventual deslize em casa. O grupo é realmente forte e não seria de todo surpreendente que alemães ou franceses conquistassem um ponto na Luz.

NT

Anselmo Dam+asio disse...

E tá tudo dito.
Parabéns pelo post.
VIVA AO BENFICA

Anónimo disse...

concordo com tudo o que disses-te. mas então temos de fazer um raciocinio... se nao ha estaleca para ganhar na europa vai ser complicado ganhar no drgão. é que por muito que me custe para ganhar lá também é preciso ter estaleca...

Antonio disse...

Concordo com a análise que é feita. No entanto, o que mais me desilude é a falta de argúcia de JJ. Sinceramente estava à espera que, este ano, tivesse a capacidade de perceber que, com o actual conjunto de jogadores de meio-campo, não poderia manter o esquema táctico do ano passado. Ainda tive esperança na pré-temporada quando fizemos vários jogos em 4-3-3. No entnto, mal começou a época, tudo voltou ao que era, com resultados pouco abonatórios. Nesta altura esperava mais de JJ.

Constantino disse...

Caro JNF,

Não me vou alongar muito no comentario. Apenas direi que se vires os 2 últimos posts que pbliquei no Mão de Vata, entenderás que concordo em absoluto com o que escreves. Somos uma equipa de recem nascidos numa copetição para adultos.

(não precisas publicar este comentario porque não tneho nada que andar a fazer publicidade ao meu blog na Biblia que é o vosso)

Abraço e saudações benfiquistas.

JD disse...

Pois, tá certo.

Mas por favor, não vamos cortar a cabeça do JJ.

Sim ele erra, mas os erros estruturais vêm das Vieirices do costume.

Não é o JJ que vende e que compra os jogadores. Que isto fique claro. Pode dar uma opinião, mas as nas neogciatas não é tido nem achado.

Quanto ao Miguel Vitor é um excelente profissional mas limitado. O Sidnei é um péssimo profissional mas com um potencial tremendo. JJ prefiriu tentar fazê-lo um profissional de jeito, dado q o talento não se ensina. Está a falhar, acontece.

Ureta, seria um alternativa se ficasse no plantel, mas apenas isso. Nunca seria o titular q precisamos.

Estou triste, mas já estava à espera. O Vieira, como sempre, destroi planteis como ninguem, e deixa os outros a arder (JJ e RC).

Ricardo disse...

Tão de acordo que dói.

JNF disse...

Atenção, ninguém está a pedir a cabeça de LFV ou JJ, nada disso. Quando esse dia chegar eu direi textualmente que ambos ou um deles está a mais no Benfica.

Quanto a Vieira, escreverei um post lá para Janeiro, Jesus terá post ainda hoje ou amanhã.

O que mais me custa é que já tinha dito aqui, ainda antes do campeonato começar, que a equipa não tinha estofo europeu, basta ver quem saiu, quem entrou e o que aconteceria aos que ficaram. Tão óbvio, meu Deus, tão óbvio, que o me mais me custa não são os erros cometidos mas sim o facto de ainda haver muita gente que não acordou para a realidade. E o jogo no Dragão será um jogo para a Liga dos Campeões, portanto...

Bola7 disse...

sinceramente até acho o comentário bem simpático para o Benfica...

John Wakefield disse...

o JNF de facto tem toda a razão.
o Benfica perdeu o jogo infantilmente contra um Lyon que nao está nos seus melhores dias.
Repito, não foi o Lyon que se superiorizou ao Benfica, foi o Benfica que se inferiorizou ao Lyon.
Claro que Ramires e Di Maria não viram as suas vagas devidamente colmatadas.


ps: Nada é impossível até porque esta segunda volta da champions é-nos mais favorável, mas se continuarmos a jogar assim...

Miguel A. disse...

Subscrevo inteiramente o teor do post:

1)o nível de basófia do Jorge Jesus já me anda a incomodar há muito tempo...com que então seria normal ganhar ao Lyon em França???...é um tipo de discurso imprudente quer para a própria equipa, para os próprios adeptos e que fragiliza o próprio Jorge Jesus que parece não pensar antecipadamente o que quer e deve dizer nas conferencias de imprensa que antecedem os jogos e que não parece conhecer devidamente o adversário.(sem estratégia)

2)Jorge Jesus tem razão ninguém joga futebol desta maneira a pressionar um adversário como o Lyon a todo o campo, que origina um grande distanciamento entre sectores, enormes espaços entre linhas e que é perfeitamente suicida perante uma equipa rápida e de grande qualidade técnica no meio campo e ataque!...caramba era um jogo de champions contra uma equipa forte, fora de Portugal, não estávamos a jogar contra a Naval ou o Rio Ave, não seria mais inteligente uma maior contenção e pressão do adversário apenas no nosso meio campo e apostar em transições rápidas??!?

3) Com a expulsão, a perder o jogo, não era evidente que ao intervalo tinhamos que preencher aquela faixa esquerda do meio campo com mais um jogador retirando um dos avançados, baixar um poucos as linhas e apostar num jogo mais pausado e de passe certo, tentando num lance de bola parada ou numa transição rápida fazer um golo??

Conclusões que a mim não me supreendem:
- somos uma equipa sem dimensão de "champions" e um treinador que se tem mostrado pouco inteligente no pré jogo e durante o próprio jogo.

- com o dinheiro que gastámos em contratações é possivel fazer bastante melhor, pois as saídas não foram colmatadas com jogadores de idênticas caracteristicas o que retirou dinâmica e equilibrio à equipa (Aimar no lado direito do meio campo?!?!);

- somos grandes em Portugal, onde a maioria dos adversários estão falidos, com jogadores sem qualidade e planteis formados à base de jogadores a custo zero.(esta assimetria cria a ilusão nos nossos adeptos que temos uma grande equipa de futebol);

- com muita pena minha a afirmação europeia vai ter que continuar à espera...

Viva o Benfica

Nairo disse...

Jogar com o losango ja vimos que nao vai dar. N ha ninguem pra fazer de ramires nem de di maria.

E se voltassemos ao 4-3-3 com Jara, Cardozo e Saviola com Javi, Carlos e Aimar no meio campo??

José Vieira disse...

Este Benfica é um mar de equívocos.

Referes algo muitíssimo importante, o facto de nem à equipa do ano passado se poder exigir que vencesse (quanto mais tranquilamente)a este Lyon.
Só não concordo quando referes que falta ou tem faltado atitude.
Não foi por falta dela que perdemos ontem e (muito menos) com o Shalke.
Simplesmente não dá para mais...pelo menos com esta arrumação táctica!!
Sem querer parecer o louco que nas ruas brade a proximidade do fim do mundo, terei que fazer semelhante papel no que toca ao fim que há muito se anunciava do 4-1-3-2.
Se tal sistema já era algo "temerário" com Di Maria e Ramires imagine-se agora com Gaitan e Martins...
Que fique claro que não reitero tal posição somente pelos erros cometidos ontem pelos jogadores em causa, até porque tais falhas são o corolário não só da ineptidão que revelam para o lugar que ocupam no terreno como também da (falta de) dinâmica da própria equipa.
E é aqui que tem que "entrar em campo" J.J.. Há poucas equipas no mundo a jogar como o Benfica? Pois, percebe-se porquê...
Só espero é que depois da célebre "cristalização" do losango de Paulo Bento não falemos nós próprios da cristalização do "diamante" de Jesus.
Se insistir neste último, J.J. arrisca-se a ficar conhecido como o nosso general "Custer".
Que não fique à espera da cavalaria, pois esta só poderá chegar lá para Dezembro.

Anónimo disse...

E que tal o benfica contratar o jesualdo ferreira? E que tal termos como presidente Rui Costa?
Precisamos de mudanças no final da época...independentemente de ganharmos títulos ou não.

Abraço

Ps: foi mau demais ver o Benfica jogar daquela forma...contra o Portimonense até podemos golear mas eu só ficarei de novo contente por ser benfiquista se ganharmos ao Lyon na próxima jornada da Champions.

Jotas disse...

Se é verdade que o Benfica não defrontou uma equipa qualquer, jogou contra um adversário que na história desta competição, nunca se ficou pela fase de grupos, o que não invalida, que não só pelo jogo de ontem, se deva reconhecer que a este Benfica falta classe e dimensão europeia e essa é para mim, por muito que nos custe reconhecer, uma evidência.
Há que ter em mente, que antes de se reerguer na Europa, o Benfica tem de se reerguer em Portugal, ou seja, nunca poderá a voltar ser grande na Europa, sem antes voltar a ser dominador e a ganhar com regularidade a nível nacional e isso, acredito, está para breve.
Mas o ue eu mais lamento, é ver em alguns casos o típico comportamento do adepto bronco em algumas coisas que vou lendo, ou seja, a facilidade com que esta equipa passa de besta a bestial para algumas pessoas é incrivel e é por isso mesmo que estabilidade no Benfica é complicada.
Há que saber analisar as coisa com realismo e frieza, não é para a semana ganhar em Portimão e ser játudo bestial.

O GLORIOSO disse...

Caro JNF compreendo o post pelo nosso estado quando perdemos.
Também fiquei assim por isso é normal estes desabafos. Afinal é o nosso Glorioso que tanto amamos e que doi muito quando mais do que derrotas vemos pouca ambição, vontade, garra, querer, ou seja, jogar á Benfica como aconteceu ontem.
Mas mais uma vez como é apanagio da maioria dos Benfiquistas por 1 derrota não se pode pôr tudo em causa. Este filme já passa há decadas na Luz e como sempre pouca gente aprende a lição. Perdemos 2 jogos fora com as equipas mais fortes do grupo e por isso não temos estofo Europeu. Aliás gostava que saber na ultima decada quantas equipas europeias ganharam em Lyon? O Real creio que já lá perdeu umas 4 ou 5 vezes em 6/7 anos por isso também não tem estofo Europeu. O apuramento já está definido? Não temos hipoteses?
Olhando para outros apuramentos lembro-me a equipa sem estofo europeu de 2005 chegou á 4º jornada com 4 pontos e com Betos e tudo foi uma vergonha a sua campanha europeia. Lembro-me dos corruptos num ano chegarem á 3º jornada com 1 ponto e apurarem-se mas eles sim já têm estofo Europeu.
Enfim é o costume.
Mas o que ontem me angustiou foi mesmo a atitude da equipa indigna com o clube. Foi certemente a pior exibição desde que Jesus está cá e espero que nunca mais se repita. Afinal a equipa é praticamente a mesma do ano passado e que jogou o melhor futebol dos ultimos 20 anos não pode ter exibições daquelas. Porra, então não é a Champions o grande sonho de todos os jogadores? Sei que não se vai repetir pois confio nos jogadores, treinadores e dirigentes.
Quanto ao Jesus ou muito me engano ou já começam a crucifica-lo, ou a degasta-lo em lume brando. É como uma das muitas reposições que existem na RTP Memoria. Depois ainda vão chorar e muito. Estou á vontade pois nunca foi da minha simpatia e tive duvidas na sua entrada mas como sempre faço apoiei e acreditei. Hoje apenas tenho um orgulho imenso em que seja treinador do nosso Benfica, que tenho uma admiração imensa, que não o trocava por nenhum treinador do mundo fosse ele Mourinho, ou Capello, que por mim ficava até ao fim da sua carreira no clube, que se fosse o Presidente hoje renovava-lhe por mais 3 ou 4 anos. Mas muitos gostam do antigo Benfica, do cemiterio de jogadores e treinadores, não é?

Anónimo disse...

Estamos a ser um bocado extremistas,não?....é bem certo que o Lyon na última decada tem dado cartas na Europa milionária, no entanto também é bem certo que nos últimos dois anos, tem andado um pouco aquém do que se espera, internamente, uma vez que a nivel Europeu, parece-me que tem mantido a bitola a um alto nivel, em resume uma equipa de alto nivel, com orçamentos compactiveis.O nosso Glorioso, vem de uma época excelente, que pecou, na minha modesta opinião, por falta de ambição a nivel Europeu, sou da opinião que tinhamos plantel para nos concentrar-mos em mais do que uma frente, mas Jesus, que sente o pulso diariamente aos jogadores, assim não achou. Este ano perdemos dois execelentes jogadores, como não vejo iguais hoje em dia, numa sequência lógica, "money talks", a sua substituição senão impossivel, digamos no minimo, muito dificil. O Glorioso este ano, na minha opinião, tem novamente um excelente plantel, é bem certo que se encontra a maturar e à procura de se encontrar num equilibrio que se identifique, não creio que sejam processos fáceis. Quantas equipas na Europa jogam como o Benfica? Quero eu dizer , com uma táctica de ataque, só com um pivot defensivo, um médio de transição (que este ano é mais um médio atacante), quantas equipas vocês conhecem que joguem assim com este peito aberto, à procura de um futebol espectáculo, nem o Barcelona....se calhar Jesus devia ser mais realista, jogar com dois pivots defensivos, como faz meio Mundo, fazer uma pressão mais baixa, e mais uns quantos ses, no entanto eu pessoalmente prefiro esta paixão pelo futebol golo, onde se arrisca muito, mas que quando se petisca, sai um belo manjar.NO jogo de ontem, antes do 1º golo, vi um Benfica a tentar mandar no jogo, e com uma ligeira superioridade sobre o Lyon, depois do golo, a expulsão de Gaitan, tornou as coisas obviamente muito mais dificeis, ainda para mais, para uma equipa que tinha ido a Lyon (carrasco do Real Madrid) de peito aberto, com uma táctica a fazer jus ao seu ideal atacante, a ideia de por Aimar na direita, parecia-me ser uma boa nuance para confundir os franceses, se bem que eu poria (mais um treinador de bancada/FM, eheh)Aimar na esquerda (pela sua inteligência) e o Gaitan na direita, tenho um feeling, que este miudo na direita daria um outro equilibrio ao jogo do Benfica, uma vez que está visto que o Gaitan entra muito bem para dentro ao invès de sair muito bem para a linha, é obvio que o Aimar também não seria o melhor para a esquerda, mas para aí temos que arranjar algúem.... O Benfica perdeu, já está, não foi vergonha nenhuma, ainda há hipoteses, o tempo vai ser nossso amigo, na procura da maturação e do equilibrio.
(continua)

VHugo disse...

Eu acho que perdemos porque ainda não encontramos sistema de jogo para os jogadores do nosso plantel!

http://forcamagicoslb.blogspot.com/

DUX_XXI disse...

Esta sim, é uma verdadeira manifestação de Benfiquismo. O post? Excelente.

FireHead disse...

Mais um passo dado rumo à Liga Europa, isso sim, uma competição bem mais acessível para o Benfica neste momento. Sou benfiquista, mas também realista. No ano passado podíamos ter ido mais longe na Liga Europa, mas, segundo me derem a entender, não quiseram, em detrimento do campeonato. Champions é miragem, pois moram lá os papões Reais, Barças e outros que tais.
Mais vale tentarmos conquistar tudo o que há para conquistar a nível interno e tentarmos ir o mais longe possível na Liga Europa.

Anónimo disse...

Mas Nairo, o Javi continuaria sozinho. Essa alteração para o 433, que se limita a trocar o Gaitán pelo Jara, não elimina o fosso que existe no meio-campo do Benfica. A verdade é esta: basta apanhar uma equipa com boa capacidade ofensiva para partir a equipa do Benfica em 2. O bloco defensivo baixa e o meio-campo não acompanha.

NT

Anónimo disse...

Concordo completamente com o que escreveu. Na minha opinião, independentemente dos méritos do treinador na época passada, o JJ tem demonstrado ser incapaz de preparar a equipa para os grandes jogos fora de casa, quer sejam europeus, ou nacionais. É evidente que não se pode jogar com Javi sozinho. Fragiliza a equipa e o próprio jogador que é impotente e depois ainda tem que ler e ouvir criticas dos merdia que estão mortinhos pela nossa queda. Só mais uma nota, não percebo o ostracismo de nuno gomes em jogos tão importantes como o schalke e lyon e custa-me a «mantorrização» de um atleta que aos 34 anos ainda tem algo a dar.

JNF disse...

O GLORIOSO:

"Mas mais uma vez como é apanagio da maioria dos Benfiquistas por 1 derrota não se pode pôr tudo em causa."

Correcção: 6 derrotas em 12 jogos oficiais. Não é uma, duas ou três, são seis em doze jogos. No ano passado sofremos 5 derrotas em toda a temporada. Elucidativo, não?

"Perdemos 2 jogos fora com as equipas mais fortes do grupo e por isso não temos estofo Europeu. Aliás gostava que saber na ultima decada quantas equipas europeias ganharam em Lyon? O Real creio que já lá perdeu umas 4 ou 5 vezes em 6/7 anos por isso também não tem estofo Europeu. O apuramento já está definido? Não temos hipoteses?"

Mas o que é que eu disse no post? Oh meu Deus, "No entanto, se me perguntassem à partida, ainda em Setembro, quantos pontos teria o Benfica ao final da terceira jornada, a resposta seria três, no máximo quatro. Não mais que isso. Estes resultados foram normais para o que já esperava. E muito provavelmente também se verificaria esta tendência (VDD) com a mesma equipa do ano passado."

"Mas o que ontem me angustiou foi mesmo a atitude da equipa indigna com o clube. Foi certemente a pior exibição desde que Jesus está cá e espero que nunca mais se repita."

OK, então o problema é a atitude. Pois, foi precisamente o oposto do que eu disse, como se pode ver aqui: "Então por que razão estou tão chateado com o que se está a passar? Atitude. É esta a palavra chave e que não está a ser seguida. Tem sido falta de atitude aliada a muita basófia e erros primários que levaram a este estado."

Ah, e adoro o cemitério de treinadores, tantas vezes elogiado aqui no blog sempre que o presidente promete um novo ciclo. É isso.