quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Triste fim do jornal A Bola

Quando era pequeno não havia sábado em que não acordasse às sete da manhã. Os desenhos animados começavam bem cedo e ainda estavam os meus pais a dormir já a televisão estava ligada com o "pequenito" a ver o que a RTP tinha. O meu pai ia às compras de manhã antes do pequeno-almoço e quando ouvia o elevador a regressar os desenhos animados já não interessavam para nada: vinha aí o jornal A Bola. Ainda em pijama, pegava no jornal e como era demasiado grande para as minhas mãozinhas de seis anos, altura em que comecei a ler o diário desportivo, deitava-me no chão da cozinha a lê-lo.

Hoje já não faço isso. Nem me deito não chão da cozinha nem voltarei a comprar o dito jornal. Hoje foi a última vez, se calhar até o guardarei, quem sabe. O silenciamento do qual foi alvo Zé Diogo Quintela na sua crónica é algo de tão abjecto e tão anti-democrático que não cabe na cabeça de ninguém (a não ser na de Vítor Serpa, mas esse muito espaço por preencher na cabeça e pouco no abdómen). O jornal que eu tinha como referência preferiu tomar parte pelo lado de um indivíduo abjecto. Não que o facto de os portistas defenderem o Porto seja abjecto, não é, é óbvio que os seus adeptos vão continuar a defender todas aquelas trafulhices, não esperem o contrário, o que me choca é que o jornal que eu tinha como referência de jornalismo preferiu escolher a má-educação (chamou "rafeiros" a RAP e ZDQ), a deturpação de factos e o conflito moral (escutas do Apito Dourado e outras) à crítica sagaz e ao humor fino e inteligente. E fê-lo da pior das maneiras, censurando o texto de um dos artistas.

É uma vergonha que o jornal A Bola tenha tomado esta decisão e concordo e apoio os dois humoristas. São opções que se tomam. Eu já tomei a minha. Nunca mais receberão os meus 80 cêntimos até que o sr. Serpa saia. Nem os meus nem os de milhares de benfiquistas.

11 comentários:

Oscar-r disse...

Desde a cartoon do frango à Roberto, que não gastei nem mais um cêntimo nesse jornal. Parece que adivinhei!

Não que achasse censurável tal cartoon, simplesmente não gostei e dado que vinha desde há muito a desconfiar do jornal, foi a gota de água...

E pensar que já foi a minha Bíblia. Realmente LFV tem que arrepiar caminho, se não o faz ele temos de ser nós!

Custa-me acreditar que tenham chegado tão longe e tenho pena de não ter lido essa informação...

Oscar-r disse...

Já estive a ler, num blogue sportinguista, o que a bola censurou a JDQ! Apesar de não comprar "A bola" não deixava de ler crónicas do RAP e acompanhar as lições de História factual que MST ia recebendo...

Penso acima de tudo que VS é mesmo anjinho! Julga que por esse plagiador fazer umas crónicas que entra mais no universo dos corruptos. Por cá, arredores de Palermo, são tantos os sítios onde só se encontra o Jogo e o Record...

Inenarrável, isto é que é dar tiros nos pés!!!

FireHead disse...

Mesmo! É isso e não assistir aos jogos do Benfica fora que é para não estarmos a alimentar chulos. Já chega de palhaçada às nossas custas!

Mr. Shankly disse...

Plenamente de acordo.

Anónimo disse...

x2... eu vou fazer o mesmo.
Já agora qual é o e-mail desse serpa na bola?

Jotas disse...

É de facto lamentável e vergonhoso.

Red INNdiaNN disse...

Democracia? Em Portugal? Dizem que é o nosso lema, mas só para alguns abonados e ileterados da treta!
E é o Benfica um clube levado ao colo? Uma verdadeira vergonha!!!
Este é o nosso país(zinho)...
Abraço

ZePissa disse...

Nome director: Vitor Serpa
Telefone: 213 463 981
E-mail: vserpa@abola.pt

comentarios sao de certeza benvindos...

Apanhados disse...

Com esta atitude editorial, talvez vendam mais meia dúzia de jornais na área metropolitana do Porto...

Todos os Benfiquistas deviam deixar de comprar o Jornal ao Sábado

Anónimo disse...

Vamos lançar um boicote ao jornal "A Bola", enquanto o Miguel Sousa Tavares escrever lá.
Divulguem pf

lawrence disse...

Tanta gente a desancar no homem!
Por favor, parem e pensem!
O homem papou um almoço à pala ao Glorioso não foi?
"Não há almoços grátis" é uma frase que ouço há muitos anos.
Quem mais que o badocha do serpa contribuíu para o aumento das vendas do jornal do Benfica com esta censura a um gajo que até é lagarto hem?
Não sejam mal agradecidos!