quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Escolhas ridículas da FIFA

Estamos perante uma crise económica mundial assustadora a todos os níveis e sem precedentes. Vai daí, esse conjunto de micro-ditadores que constituem a FIFA, decidiu atribuir a organização do Mundial-2018 a um país de máfias e que mata quem se opõe ao regime como forma de diversão pessoal, sejam políticos ou jornalistas. Claro que a Rússia oferece algumas características atractivas, mas escolher um país que precisa de construir 13 estádios e remodelar mais 3 num total de 3 mil milhões de euros a serem gastos, sem falar em derrapagens orçamentais ou na construção de auto-estradas a ligarem as cidades que acolherão os jogos (sendo que há regiões que nem têm entre si rotas aéreas, aquilo é pouco melhor que o terceiro mundo). Mas é a FIFA. Mandar um Mundial para um país desenvolvido com a maior parte dos estádios já feitos (seja qual fosse a candidatura) não tinha graça. Temos é de gastar mais dinheiro.

Como se não bastasse, aqueles idiotas ainda tiveram a distinta lata de escolher quem organizará o Mundial-2022. Acho que não é preciso ser um génio para saber que aquele conjunto de dinossauros da FIFA já terá sido extinto, ou perto disso, em 2022! Estão a escolher um Mundial que se disputará daqui a doze anos, 12 anos! Como é possível? Como deixam esta gente andar aí à solta? O Qatar? Que temperatura estará no Verão de 2022? E esses qataris ou lá o que são, têm selecção de futebol, ou é para levarem cinco em cada jogo? Vergonha.

4 comentários:

Anónimo disse...

Descubra os Erros...1) Haverá crise em 2018? Ou será um ciclo de prosperidade!? 2) Haverá Qatar em 2022? 3) Não devíamos estar a dar pulos de alegria!? Afinal estamos em crise e um Mundial é para enterrar mais (precisamos de mais turismo?...acho que não!) 4) 5 por jogo!?!?!? Os Qataris levam 10 no mínimo!... Eu fiquei satisfeito, confesso, levar com hooligans e malucos bêbados é uma seca!

Tiago disse...

mas não era este o resultado esperado?? não é pelo factor económico que a FIFA sempre tem escolhido os países?

o engraçado disto é que se ocorrer algum problema com a Rússia ou com o Qatar (o que até nem seria de todo descabido), se calhar quem acaba por organizar é uma das candidaturas que saiu derrotada!

Anónimo disse...

Os Tchechénos devem estar já a preparar as bombas!

Anónimo disse...

Mas havia dúvidas de quem iam ser os escolhidos?! Venceu o dinheiro do gás (Rússia) e do petróleo (Qatar).
Ahh, e máfias qualquer país as tem...