domingo, 16 de janeiro de 2011

O Sporting está a morrer

"Para ser grande, sê inteiro: Nada teu exagera ou exclui" Fernando Pessoa


Escrevo este post, sobre o Sporting, pois a situação que atravessa é grave a nível financeiro, directivo, futebolístico e, sobretudo, ideológico.

O actual momento do Sporting já nem me dá alegria, apenas me entristece. Sinceramente. Eu olho para o Sporting e vejo-o morrer. Se fosse o Porto, a esta hora estaria no Marquês a festejar, mas é o Sporting, o rival com o qual vivi desde pequenino, que eu respeito e desprezo. Não se trata de simpatia pelo clube, claro que não, talvez eu padeça daquele sentimento tipicamente português que é sentir pena de alguém ou algo que percebemos que vai acabar ou morrer. Se calhar é isto.

Bettencourt demitiu-se. No curto espaço de um ano e meio conseguiu agudizar todos os problemas e vícios acumulados pelo clube de Alvalade ao longo dos últimos 30 anos. Ganhou as eleições com 90% dos votos, disse "Bento Forever", contratou dois dos piores treinadores de sempre do clube, acabou em 4º lugar, cometeu gaffes atrás de gaffes, bailou ao som das maracas, chamou "maçã podre" ao capitão que vendeu ao rival Porto, trouxe a armada ex-Porto, resgatou Costinha e Couceiro e, mais grave que tudo, distanciou-se, irremediavelmente, de Benfica e Porto.

Não há forma de negar: hoje, em Portugal, há dois grandes, o Benfica e o Porto. O Sporting, na era Bettencourt, agudizou a belenização crónica. Ninguém respeita o Sporting, ficou descolado de tudo em relação aos rivais e cada vez mais próximo de Braga e Guimarães. E porquê? Essencialmente porque o Sporting cuspiu na sua própria ideologia, não quis ser inteiro, preferiu ir a reboque do Porto, num processo iniciado por Roquette e finalizado por Bettencourt. Gente como Dias da Cunha foi denegrida em praça pública por criticar o Sistema. Os resultados estão há vista. O Sporting não foi inteiro, excluiu os seus valores fundamentais, vendeu-se.

Pejado de incompetentes, com a corda na garganta em termos financeiros, desportivamente na lama e com o prestígio nacional e internacional arrasado, o Sporting vive uma situação gravíssima, tão grave quanto a vivida pelo Benfica na viragem do milénio, apesar de esta ter diferentes causas. Mas é igualmente grave. O Benfica tinha uma força que o Sporting não tem, a da sua massa associativa. O que pode fazer com que o Sporting saia definitivamente do buraco? Não vejo nada.

O meu sonho é ver o Benfica a ganhar, com o Sporting, e não o Porto, como seu grande rival. O Sporting a ombrear com o Benfica, mas nós a ganhar, sempre. Cresci e vivi em Lisboa desde sempre, onde o Porto, enquanto clube, ainda não tem a dimensão que os portistas queriam que tivesse. Aqui, hoje, Lisboa é Benfica e Sporting. E poderá passar a ser só Benfica em breve.

Escrevo isto porque esta situação do Sporting me faz lembrar o momento vivido pelo Benfica no final do milénio. Apesar das diferenças, as semelhanças em termos de consequências são bem reais.

Ah, antes que cheguem os mais indignados a dizer que estou a defender o Sporting, deixo já o esclarecimento: o Benfica, nomeadamente a sua Direcção devem fazer o que deve ser feito. "Se não estão connosco, estão contra nós". O projecto Roquette tentou matar o Benfica e o Sporting nunca se colocou do nosso lado no processo Apito Dourado. Há que dar a machadada.

39 comentários:

Carlos Alberto disse...

Venderam-se (suicidaram-se) por um prato de lentilhas!

Quanto à conclusão que tiras partilho completamente: Temos de dar o tiro de misericórdia.

José Almeida disse...

Eu seria certamente um dos indignados, mas depois li o teu último parágrafo e percebo o que dizes.
De qualquer das formas quem faz ou tentar fazer aquilo que eles queriam fazer ao Glorioso só merecem o meu desejo para percam sempre e acabem de vez.
Estes irão viver de joelhos o resto da existência.

Anónimo disse...

talvez por ser novo mas nao sei em que consistiu o projecto roquete, em relaçao ao benfica se me puderem esclarecer agradeço...

lino

Olho Gordo disse...

Discórdo, em certa medida... o Sporting poderá até estar mal. Muito mal. Mas o seu trunfo permanece por jogar. A academia. Os putos. Os que amam o clube, a camisola e querem, acima de tudo, jogar futebol profissional. Esses, aqueles que sonham ser estrelas e ainda não o são, serão o futuro próximo do Sporting Clube de Portugal.

Até pode ser que a inexperiência os leve a lutar pela manutenção. Mas com a ajuda da arbitragem, encomendada ou não, o Sporting dificilmente chegará a descer de divisão.

E com o sangue e suor dos miúdos, o Sporting terá um dos planteis mais baratos da Primeira Liga, mas com um potencial de crescimento e negócio fabulosos. Até pode ser que seja este o trajecto que acabará invariavelmente por unir a massa adepta e saldar o passivo do SCP. E se assim for, não iremos nós, como benfiquistas, desejar que o Benfica também tivesse apostado no valor da nossa juventude, da nossa "cantera", para gastar menos em ordenados e valorizar mais o valor do passe, acabar com o passivo astronómico e encaixar quase a totalidade do lucro da venda de um activo, em vez das misérias que temos acumulado nos últimos tempos? Quantos negócios já perdemos porque nos faltavam um milhão ou dois?

Não nos podemos iludir. O amor que o adepto leonino tem ao seu clube poderá ter a mesma magnitude que o nosso pelo Benfica.

Será mesmo o fim? Não creio. Mas, será precisa uma limpeza a fundo. Costinha e Couceiro terão que saír. Depois virá a limpeza do balneário. Isto foi apenas o começo...

Anónimo disse...

(PENAJ) Se fosse eu a escrever este post certamente que seria muito diferente! Primeiro, porque, sendo Benfiquista Lux (defino: aquele que é fanático pelo Benfica e vive na Cidade do Porto), não vejo no SCP um rival à altura do Benfica: tanto a nível de adeptos (meia dúzia, vá uma dúzia aqui no Porto), como de títulos. Segundo, porque SINTO que o Benfica não precisa de anti-matéria como o FCP e o SCP precisam do Benfica! Sim, nós vivemos per si, somos grandes! Terceiro, e último, não sou coração de manteiga...SCP na lama?! Quero lá saber, jogamos contra o Leiria ou o Olhanense... (P.S. o post do JNF é bi-polar, começa com "coitadinhos" e acaba com "machadadas"... és terrível pá! uma no cravo outra na ferradura!:-D)

lawrence disse...

Por uma questão de ética, prefiro olhar para o Sporting como adversário do que para o fcp.
A esses vejo-os como inimigos!
Mas por uma questão de egoísmo e olhando ao que tem sido a sua orientação nos últimos anos (em que até conseguiram "banir" João Rocha e Dias da Cunha das suas referências) que vão para a 2ª ou para a 3ª tanto me faz.
Este egoísmo prende-se ao facto de ficarmos apenas nós como os maiores representantes da região.
Embora, e ao contrário do clubeco de contumil, não ficarmos reféns só do local onde temos a sede!
Somos e estamos em todo o País e em todo o mundo!

Vermelhusco disse...

No resto do País nota-se um desaparecimento gradual de adeptos do Sporting. Muitos passaram a apoiar o Porto.

O Sporting fora de Lisboa já tem menos adeptos que o Porto a norte Lisboa.

Não sei como será para o Alentejo e Algarve.

JNF disse...

Lino(1), Olho Gordo(2) e PENAJ(3):

1 - O projecto Roquette, no geral, era um projecto que pretendia colocar o Sporting como um grande europeu através do aumento brutal do seu capital e do investimento. E uma das premissas desse projecto era a eliminação do Benfica do panorama futebolístico nacional porque, e passo a citar o dito projecto “Em Portugal dada a dimensão do país não há lugar para três grandes forças desportivas. Lisboa não comporta dois grandes clubes, pois as receitas de sobrevivência (televisões,afluência aos Estádios, etc) não chegam para todos.” O lema e base seria qualquer coisa como: “numa cidade como Lisboa nao podem existir 2 clubes da grandeza do Benfica e Sporting”. Logo, o Benfica era para ser abatido.

2 - Essa opção já foi tomada com o resultado a ser o esperado: negativo. Os jovens com orgulho em representar o Sporting? Eu vi o orgulho do Simão, do Veloso e do Moutinho e posso dizer que essa solução está gasta.

3 - É normal, não vives em Lisboa e por isso não tens esse sentimento para com o Sporting. Da mesma forma que eu não tenho a raiva que tu deves sentir pelo Porto. O post não é bipolar. Digo que sinto pena deste Sporting, mas que é preciso dar-lhe o golpe final. É triste, mas tem de ser. Até já começo a ter pena dos meus amigos, a maior parte deles sportinguistas.

JNF disse...

No Alentejo e Algarve não estão assim tão mal quanto isso.

Olho Gordo disse...

JNF: Para todos os que sairam que não tinham amor à camisola, ficaram lá os que o tinham, e ainda têm, tais como Carlos Xavier, Sá Pinto (... por vezes até em demasia), Tiago (o guarda-redes) e outros.

Pareces esquecer-te que o nosso menino de ouro, João Vieira Pinto, também jogou pelo Sporting, assim como Paulo Sousa e Pacheco. Não eram das escolas do Benfica, mas vieram para o Benfica ainda novos.

Qualquer jogador de futebol quer ACIMA DE TUDO jogar futebol. Razão pela qual até Nuno Gomes pondera deixar o Benfica. Depois também há o encaixe financeiro, que faz com que muitos cheguem até a parecer mercenários da bola.

Mas o Sporting ainda tem lá muito talento por explorar. Figo, Capucho, Simão, Cristinao Ronaldo, Quaresma, Varela, Nani, Moutinho e Veloso são exemplos de jogadores saídos das escolas do Sporting que, invariavelmente, acabaram por jogar noutros clubes e alguns mesmo por rivais. Ainda assim, o encaixe financeiro foi quase total e invejável. Aliás, o SCP factura por cada transferência milionária do CR7. E o burro sou eu?!

Aceito perfeitamente a tua opinião e ponto de vista e posso até estar enganado (pelo bem do futebol nacional, espero não estar...), mas não acredito neste fim anunciado do Sporting.

Pedro disse...

Não fosse pela minha linda mulher e eu partia-me a rir com tudo o q se passa nos submissos do Lumiar...assim, esbolo um leve sorriso. Mereçem tudo o que lhes está a acontecer Ontem num restaurante ficou bem patente o q é o sporting hoje em dia. Um restaurante em Loures onde os festejos pelos golos do scp foram, na sua maioria, simples gozação por parte de não sportinguistas. O scp já nem adeptos tem, essa é a grande verdade.

E os q restam viram-se para o Glorioso. Como seria de esperar as queixas sobre a arbitragem (não sei se justas ou não) têm coko pano de fundo um qqr beneficio ao SLB...enfim, lagartos!!!

Olho Gordo, para isso é preciso algo fundamental: q os putos da academia tenham sempre qualidade suficiente para fazer uma equipa minimamente competitiva e é será preciso tb q os q realmente são bons fiquem no clube tempo suficiente e não sejam tentados por um qqr Bolton ou Genova...acreditas q assim será? Eu não.

O sporting tem uma crise enorme de valores pq neste momento é um clube q vive do ódio ao SLB e não do amor próprio. A unica coisa q lhe dá animo é o facto de não estarmos em primeiro...só por aí vê-se o q aquele clube é.

O GLORIOSO disse...

O texto está realista e até concordo com parte.
Vamos ver sinceramente estou-me "cagando" para os problemas do clube submisso do Campo Grande. Por isso mesmo, por hoje serem um clubeco submisso, uma especie de satelite de clube corrupto do Norte, assim têm o que merecem.
Também cresci com o Sporting (o verdadeiro, não este) como rival e mesmo não ganhando considerava-os um grande clube, tinha grande prazer em ganhar-lhes (desde os ultimos anos com toda a verdade é como ganhar ao Braga, ao Paços, ao Guimarães, etc, é uma vitoria nada mais) e até admirava como nunca ganhando enchiam o WC deles quase todos os jogos. Tinham um grande presidente João Rocha e mesmo com o comico Cintra das Águas eram de facto grandes, um rival á altura que todos respeitavamos.
Com estes brilhantes gestores Roquetes e compª o clube definhou como até era previsivel. Roquete quis acabar com o Glorioso no tal acordo que fez com o Pápa corrupto e aí a satelização foi inevitável. Os amestrados socios na cegueira do anti-benfiquismo bacoco e estupido aprovaram tudo, venderam tudo, correram com o unico presidente que queria resgatar o verdadeiro Sporting dos corruptos pois queria aliar-se ao Benfica e isso é morte, festejaram 2º lugar como titulos pois ficavam á frente do Glorioso, veneraram um treinador vindo dos juniores porque ficou sempre á frente do Benfica, já que bastou uns meses em que se viu que não ficaria á frente do Glorioso e...porta fora, que até "oferecem" o seu melhor jotgador e capitão ao clube corrupto para ele se reforcar a fazer frente aos Campeões, que para agradar ao clube "pai" vao buscar todos os desempregados que passaram nesse clube corrupto, entre muito mais coisas. Ou seja o Clube Sporting morreu há muito tempo e hoje é um clube sem futuro, satelite de outro, com cada vez menos adeptos, falido, sem ideologia, resignado, enfim um futuro Belem.
Esta demissão poderá ser uma oportunidade para salvar o clube como grande, mas não acredito pois faço ideia se algum candidato falar mal do Pápa, do sistema corrupto e verdade no desporto juntando-se com o nosso Presidente Vieira será arrastado e "morrerá" pois o parvos socios bacocos anti-Glorioso nunca permetiram. Assim apenas mudará o nome do "satelite- mor", talvez um Rogerio Alves, ou mesmo o que palita os dentes na TV.

P.S- Comparar o fim de um grande clube com o que aconteceu em 2000 no Glorioso não tem razão de ser. Na altura estavamos na lama é verdade, sem nada, acabado de viver 3 anos de pesadelo com um vigarista, mas os nossos valores, a nossa razão benfiquista, a nossa ideologia estava intacta, o que não acontece neste caso pois a propria razão de ser do clube está em causa

Vermelhusco disse...

Mas esse é o problema da filosofia Roquette. Lisboa tem espaço para dois clubes grandes além de que com o País inteiro como base serve perfeitamente para obter receitas.

Basta ver a postura adoptada pelo Benfica quando decidiu aumentar o número de sócios. Não foi uma estratégia de abate ao Sporting e deu grande saúde ao clube.

vose jeiga disse...

Subscrevo o post. Principalmente o último parágrafo.

quem não se lembra dos "paineleiros" verdes nos programas de bola se indignarem mais com um golo do Benfica do que com o processo apito dourado?

o modelo bettencourt à foculporco; a venda de um capitão ao foculporco, a submissão pelo 2º lugar para tentar ir à liga dos campeões e ficar à frente do Benfica consequentemente... e muito mais...

"Há que dar a machada" sem espinhas!!

agora deve ir para lá aquele parolo alves que parece um boneco dos simpsons e que tem ódio visceral ao ENORME BENFICA. vai ser bonito este triste ser o último presidente do sportém...

Olho Gordo disse...

Pedro: Não digo que seja "só" com os miúdos. Contudo, se o Sporting fizer meia dúzia de contratações inteligentes de jogadores com experiencia em Portugal (estilo Pedro Barbosa) + 1 ou 2 brasileiros jeitosos (estilo Liedson), safam-se bem até encontratem de novo a identidade e a força para competirem pelo topo da tabela. Não sai caro nem arriscado.

Não se iludam com este "final" anunciado... não vai acontecer. Preocupemo-nos com o Glorioso e com o nosso futuro. Não com machadadas. Tal como o JNF já o disse e muitas vezes, o Benfica tem que apostar na na formação, mas valorizando o "produto" nacional. Caso contrário, será o futebol português que ficará em crise, não só o Sporting. Lá porque os outros são maus, corruptos ou ridiculos, não significa que tenhamos que ser como eles. Temos que ser melhores que eles.

Saudações benfiquistas!

RIVUS disse...

É pena porque nunca odiei o Sporting e sempre o considerei como rival do Benfica e não um inimigo; nanja o próprio Sporting. Preferiu aliar-se á Organização criminosa de Contumil, não de forma decente e digna, mas como um cão rafeiro, lambedor de migalhas e sobras. Vende, por isso, a sua "alma" ao próprio diabo e o diabo leva sempre as almas que se lhe vendem á perdição e ruína. Repito que é pena, mas tem o que merece!

Anónimo disse...

Sendo o mais sincero possível, o Sporting não é para mim um rival desde à uns 4/5 anos para cá. Era-me indiferente se ganham ou perdem porque se sabe que não tem estofo para ser campeões, porque não o almejam.
Desde o momento em que se aliaram ao Porto que se perderam por completo. O mais incrível é perguntar, e por o quê? Achavam que eliminavam o benfica?e depois faziam o que?iam passar o porto?ou ficar na segunda vaga da champions chega?
Eu não sou de Lisboa ainda que agora viva à bastante, e por isso vivi a rivalidade intensa com o Porto mais do que até o Sporting.
Mas o que me fez ter o maior desprezo é a maneira como deixaram de combater o sistema para se aliarem a ele, ainda por cima sem terem qualquer lucro com isso, antes pelo contrário, ficando pior no final.

Duvido que o Sporting se vá safar por causa da academia ou dos sportinguistas. A meu ver a única solução passa por limpeza na casa, deixarem de ser o clube satélite e assumirem a porcaria da identidade que aprendi a respeitar. Senão querem ser independentes e viver por eles mesmos, para ter o prazer de lhes espetar 3-0 em Alvalade, então que se fod@m e passem o rolo compressor por cima..

cumps,
DMC

DUX_XXI disse...

Não percebi. Estás triste por ver o estado em que está o sporting, queres vê-lo como o principal e rival e depois no fim dizes que deve ser dada a machadada final?

É um encadear de ideias sem conexão, desculpa lá...

Anónimo disse...

dizen-se grandes e dessem tao baicho c/ todos estes comentarios...
k eu saiba portugal ainda nao é colonia argentina,mas talves tenha-mos k aprendre espanhol.
cuidado k o Maradona nao tenha k vir desfrutar do estadio da luz!!!!
barrer à sua porta, antes de barrer a porta dos outros...
tenho e reconheço o benfica como um grande clube, mas todos os dias me questiono se o clube meresse este tipo de socios...
p/ os verdadeiros saudaçoes leoninas.

Bimbosfera disse...

Boas a todos!
Primeiro, têm o que merecem. Com ou sem projecto Roquette, é o que merecem. Só nos querem é ver mal. Está aqui a dose.
Segundo, lamento, caro Olho Gordo, mas se quiser fazer bem ao «inimigo» e «dar a outra face» dirija-se até a um balcão deles e deixe ficar uma carta com essa ideia, pois pelos vistos é milagrosa. Aliás, só eles é que não se lembraram disso. Eles e quem anda a pintar a ideia de que a Academia é uma mina de ouro, eheheh! Não, amigo, lamento, mas estou em total desacordo consigo, ou seja, ao lado de quem «lhe dá nas orelhas».
Terceiro, claro que temos que pensar em nós, mas, neste caso em específico, estamos a falar de um adversário (??) que está a perder toda a sua identidade. Seria um motivo para haver mais distanciamento nas opiniões, mas creio, desculpe-me, mas creio, que tanto o senhor como muitos dos que lêem habitualmente jornais se deixam levar pela tese, ridícula, que Alcochete tem lá uma mina. Não tem. E a nível de formação não se esqueça que os outros também trabalham, Benfica, Porto, e demais. E que há outros países que também trabalham, e fazem também teses sobre isso. Sobre a formação, ou foi o Boloni ou o adjunto do Adriaanse que disseram, e creio ter sido o Boloni, que disseram que só se deveria subir um a dois, no máximo, jogadores júniores à equipa principal por época, ou melhor dizendo, que se se tirasse 1 ou 2 de qualidade para a principal por época já era bastante positivo. Quer fazer a equipa toda com os juniores? Se nem em júniores ganham a outros juniores sempre... Ah, ok, com mais meia dúzia de acabados... Ok, mas isso não é o que acontece agora com Maniches, Derleis, Liedsons, Pedros Mendes, Polgas... Quer ver que ainda o Ricardo lá vai parar de novo? Bem, antes lá que no Benfica...
No outro dia li uma entrevista do Ricardo Araújo Pereira sobre as suas primeiras recordações na Luz e falou de um SLB x FCP. Às tantas o Pietra, creio, dá uma sarrafada num azul e esse ficou no chão a queixar-se... De pronto se ouviu alguém no 3º Anel a dizer «se está em sofrimento é melhor abater!»... Sugiro, realmente, o mesmo para este clube! Mata-se com o bicho, acaba-se a peçonha.
Preferia que fossem os azuis. Acho que com estes em acção, por si, sem «acordos» connosco ou com eles, que isto era tudo nosso. Assim, se é para o azul ser mais forte, que se lixe e acabe-se de uma vez com o verde...

Abraço

Márcio Guerra, aliás, Bimbosfera

Bimbosfera.blogspot.com

P.s.- A minha mais-que-tudo também é verde e mesmo ela já torce mais por nós que por eles, por isso veja-se... Que torçam pelo Setúbal, Naval ou pelo Rio Ave, que também são verdes!

Lawrence disse...

Uma chamada de atenção a uma ideia erradamente implantada:
Não se deve dizer que en Lisboa podem coexistir dois clubes grandes!
Deve dizer-se que no país podem coexistir dois clubes grandes!
Os corruptos para estas contas não entram porque são grandes só em contumil enquanto o Glorioso e os submissos tem adeptos distribuídos por todo o país.

Passaralho disse...

À conta dessas ideias inovadoras de 'o nosso rival é o Sporting e não o Porto', vais viver para ver os andrades a passarem por nós também a nível interno.

É que essa atitude de merda que o pessoal de Lisboa tem passa para os jogadores, para o interior do clube, para o seu ADN, se quiserem.

E com isso, somos e continuaremos a ser trucidados pelos andrades. Porque eles há muito que identificaram e definiram o rival.

Mas não, o pessoal de Lisboa interessa é o Sporting, o verdadeiro rival. No fundo, uma boa parte não faz diferente do que acusa os lagartos de fazer: regula-se pelo que o outro de Lisboa faz e fica feliz. Depois levam na cabeça dos do Porto, a culpa é do árbitro.

Enfim...
Começa por nós, por vós, pelo Benfica mudar esse tipo de coisas.
É também isto que podem fazer pelo Benfica.

Cumprimentos,
Benfica Sempre!

Passaralho disse...

E lendo a caixa de comentários, torna-se evidente o que digo no primeiro comentário e o que vai acontecer em breve:
Vamos ser comido, à grande, pelos andrades, porque os meninos e os senhores de Lisboa não acham que o porto seja rival. Não, os bétinhos é que são rivais.
Certo.

Pobre Benfica, para onde caminhas e a quem estás entregue...

Passaralho disse...

Já agora, JNF, o teu texto está uma confusão do catano.
Chegas TU a perceber o que queres dizer?

Cumprimentos

JNF disse...

Passaralho,

não percebeste nada. Não és de Lisboa, não conheces o sentimento. Para nós, benfiquistas lisboetas, o Sporting é diferente do Porto. E há outra coisa. Tenho o desejo de ver o futebol voltar ao sul de Portugal.

Os teus comentários parecem aqueles chavões que traduzem bem o que muita gente pensa erradamente sobre as pessoas de Lisboa: não trabalham e vivem à custa do país, são um peso morto e é por elas que o Benfica vai ser ultrapassado pelo Porto. Nada de mais errado.

Quanto a não teres percebido o texto, não tenho culpa. lê os comentário d'O GLORIOSO e do Pedro, pode ser que percebas. Há o sentimento de pena por ver aquele grande rival de infância desaparecer mas também a sabedoria de que é preciso desaparecer e que o Benfica não pode ser complacente nem piedoso para com ele, mesmo que haja o sentimento de pena.

JoãoLB disse...

"Tenho o desejo de ver o futebol voltar ao sul de Portugal." Este chauvinismo futebolistico enoja-me! E ainda acusam os andrades de terem começado a guerra Norte-Sul.
És de Lisboa e nada tenho contra isso, e muito menos contra o sentimento saudosista da tua infância de há 30 anos. Mas aceites ou não, o nosso grande rival é e sempre será o Porto.

P.S - E essa ideia de estarmos permanente a considerá-los como um clube de região, bairrista e outras coisas más é pura ignorância da nossa parte. As últimas estatisticas confirmam que o Porto é cada vez mais um clube nacional e é isso que nós SLB devemos combater.

Abraço

JNF disse...

Guerra Norte-Sul? Isso não existe, isso é um mito. A guerra é entre Porto e Benfica, estando o Benfica bem representado no norte e no sul.

Mas eu preferia ver clubes como o Belenenses e o Atlético na primeira em vez do Trofense, Penafiel, e outros.

Olho Gordo disse...

Sr Marcio Guerra, hablas español, usted? Há-de me dizer quem foram os dois júniores que o Benfica incluiu no plantel de séniores a época transacta - foi o Roderick Miranda e... mais quem?

E esta época? Pera lá, foi o Roderick Miranda e... mais quem?

O novo "sangue fresco" está todo emprestado. Passamos a vida a vender percentagens de passes a terceiros e a lançar talentos de outras bandas. O caso Rodrigo (... a confirmar-se a venda do passe para Inglaterra) é escandaloso.

Mas posso desde já afiançar que a mim ninguém me dá nas orelhas. Peco por não ter um "amigo" como o senhor que sabe mais que eu ou que acha que o meu ponto de vista necessita de constante reparo. Fazer bem ao "inimigo" é do melhor que tenho ouvido. Inimigo de quem? Meu? Seu? Ou da nação benfiquista? E que idade é que o amigo tem? Cinco?

Hugo disse...

Amigos do futebol.
O Zbordem anda na rua da amargura e isso não é novidade pa ninguem. Acho que nada tem a ver com submissão ou lacaísmo... tem a ver com falta de qualidade, de gente que pense o futebol como ele deve ser pensado e que deixe de haver gente betinha que ache que tudo correrá bem.... depois dizem que o Zbordem tem tiques à FCP... mas algum dia FCP ou SLB deixariam a sua estrutura chegar àquele ponto???
O SCP precisa de reformular todo o seu "ser" e deve ser o unico clube do mundo onde existem "notáveis", eu ainda gostava de saber o que raio é isso... devem pagar mais cotas que qualquer sócio...
Hoje, no seu mais pleno estado mental, quem quereria ser jogador ou treinador do SCP? Um clube que não oferece garantias de nada, que luta para ir à UEFA (LE), que campeonatos só se contratarem o Jardel e o JVP, falam tanto da academia e não passa de uma academia como outra qualquer...
Este país anda louco e a imprensa é a segunda principal culpada do estado do SCP. Depois, se aparece dinheiro naquelas bandas, esbanja-se "à betinho" sem rei nem roque, sem o mínimo de qualidade.
Ver hoje jogos so SCP apenas é só mais um jogo, não o vemos como um rival, mas como do género "ora deixa la ver estes hoje..."
FCP e SLB são oficialmente os unicos grandes em Portugal. SCP é um mito.
E quanto à "regionalização" do FCP, parece-me que estão errados pois tem vindo a crescer largamente "fora de portas" em deterimento do SCP, esse sim... a ficar cada vez mais "Alvaladense"...
A ver o que isto dá...
Aquele abraço!!!
Hugo

Anónimo disse...

Este comentário é no mínimo ridículo. A situação do Benfica só não é idêntica porque vivemos num pais onde o centralismo comanda. O Benfica só não está nesta situação porque a Sra. Ferreira Leite a certa altura e a câmara municipal de Lisboa uns anos depois, ajudaram o grande clube honesto e dono da verdade, com o dinheiro dos contribuintes a não cair na ruína. Esta é a realidade que todos nos sabemos e nunca desmentida, e os adeptos do seu clube aplaudem más quando se trata do seu rival Fc Porto tudo fazem para denegrir a sua imagem. Triste pais onde vivemos.

M disse...

pessoalmente, rival é o FCP e o SCP é o ódizito de estimação....

na realidade, aquilo que me interessa mesmo é o Benfica.

sendo lisboeta, gosto muito do Porto, tenho la familia e vou la várias vezes ao mes.

Basicamente, detesto o Sporting. Ao Porto, quero ganhar em todo e qualquer confronto directo, ate ao berlinde...mas à bilis que os gajos têm por nós, caguei...

mas acima de tudo, quero é o Benfica ganhe e nao encontro satisfaçao nas merdas dos outros caso o Benfica nao ganhe.

ah..e adorava ver o SCP na segunda divisão!!!

DUX_XXI disse...

Mais incoerente do que isto é impossível:

"... nao encontro satisfaçao nas merdas dos outros"

"... ah..e adorava ver o SCP na segunda divisão!!!"

Bimbosfera disse...

Olá de novo a todos...
Várias guerras se levantam aqui para além da do meu nome.
Caro Olho Gordo, não «hablo español, ou castelhano», apenas arranho no que preciso pois sempre gostei de línguas. No entanto isso agora não me faz deixar de querer ter os melhores jogadores no Benfica, sejam eles azuis, verdes, pretos, amarelos, o que for, e por azuis e verdes não quero dizer dos submissos ou dos corruptos...
Sobre a subida de juníores aos seniores, gostava de perceber essa necessidade urgente e essa tendência. O Arsenal já foi milhentas vezes falado por muita gente sobre a aposta na formação e durante épocas a fio lançou no 11 só estrangeiros. Chegou a uma final da Champions numa das épocas em que se discutia se jogava futebol tão ou mais bonito que o Barça...
A política, implantada pelos jornaleiros de serviço, de fazer subir juniores, ou melhor, de querer «inventar» pérolas aos pontapés em Alcochete é que fez pensar os outros, pelos vistos como o senhor, que é só ter formação, por muito bons, por melhores que sejam, sejam até os melhores formadores, que só por causa disso que vamos ter pérolas a nascer ali só porque sim. Não é bem assim. Não é por sermos formadores que vamos ter pérolas. E daí, das pérolas, é que se vê onde tem ido parar o Sporting... É com eles. Só que a solução que o senhor preconiza, e que os verdes praticam, é a mesma, que tem levado a estes «soluços», a estes contratempos, ao fim anunciado, ao que lhe quiser chamar. Ou acha que é por causa de uma ou outra bacorada vinda da boca do «Forever-man» que as bolas vão ao poste, que o Yannick (da formação) deixa de ser um cepo, que o Maniche está gordo, que o Liedson não é aquilo que pintam dele... Não, não é... Com bocas ou sem bocas, fomos, por muito mau que estivessemos a jogar em 2004/05, campeões, e no ano passado, ou seja, não é da parte da direcção toda a culpa, se quiser assim. Pode ter alguma, mas não toda, e será mais ao proteger o treinador do que outra coisa. Franco deixou Bento às moscas, JEB idém. O único que saiu com o treinador foi Dias da Cunha.
Eu não quero a política actual do Sporting para o meu clube. E isto é o ponto um.

Continua

Bimbosfera disse...

Outro ponto, ou outra guerra, é o facto de se mencionarem rivalidades aqui e ali sobre isto e sobre aquilo, e desconfio até que por vezes infundadas sobre o que é a origem da rivalidade do Benfica com o Sporting, e isto estou a falar também para quem é de Lisboa, que presumo ser o caso do JNF...
O Benfica tem no seu símbolo uma coisa que actualmente não usa, por assim dizer, e que é uma roda de bicicleta... A volta a Portugal existe há quase 70 anos, mais coisa, menos coisa, e, para muitos que hoje em dia não sabem, foi aqui, na estrada, que se vingaram por aí as rivalidades que iam existindo no campo, esse aí com mais umas dezenas de anos de existência, mas sem expressão significativa, pois o campeonato é mais ou menos da mesma idade, mesmo com o formato antigo tipo Taça de Portugal, se não me engano... São 32 nossos, são 20s de um, e 18 de outro, se não me engano, por aí, pelo menos, e dá os tais 70 e poucos anos de campeonato, e liga-se com a Volta a Portugal em bicicleta. Aqui, entram então as rivalidades, que se iam seguindo, por vezes, na rádio, e transpondo do futebol para a estrada, uma das poucas oportunidades das gentes do interior, como eu sou, poderem ver, seguir, sentir, um pouco do que se ouvia na telefonia. Eu tenho 31 anos, isto já não é do meu tempo, claro, mas é do nosso, presumo eu, o Joaquim Agostinho, por exemplo.
Ou seja, foi o culminar, antes da massificação dos jornais desportivos, a tornarem-se diários, antes da internet, antes disto tudo, das pessoas poderem fazer sentir o lado em que estavam, se do lado dos «fidalgos», se do lado dos da «Farmácia Franco», certo?
Quanto ao Porto, bom, as coisas são diferentes. Por muito que muitos pintem sobre a postura do Benfica, erradamente, muito, muito erradamente, em relação ao Estado e à Ditadura, ou seja, o inverso daquilo que se passava na realidade, Porto e Sporting faziam uso nos seus quadros de malta verdadeiramente relacionada com a Ditadura. Há o facto do Porto ter inaugurado as Antas no dia deles, o 8 ou 9 de Maio, a tal história conhecida do Góis Mota, ou lá como se chama o artista que foi presidente «lagarto» de arma em riste cabina do árbitro a dentro, e sabemos todos muito bem que só há cerca de 30 anos se deu a consolidação deles como clube. Para mim a grande vitória deles foi a sedimentação da guerra «norte-sul». Sou de Viseu, mas não a sinto, pois conheço e dou-me com mais Benfiquista que outros, se bem que aceite que hoje em dia há mais de outros clubes, particularmente o Porto, até porque os miúdos geralmente são dos que ganham, sejam essas vitórias como forem, responsabilidade nossa, dos adultos, de as ratificar ou não.
Ou seja, voltando às guerras, a rivalidade em Lisboa há-de ser, com certeza, muito grande, de cariz bairrista, presumo, pois conheço Lisboa muito mal, e no norte, ou resto do país, de cariz clubista, daí a sensação que dá o grosso das opiniões de quem é de Lisboa e de quem não é.
Sobre a presença de clubes na primeira Liga «do sul», é como tudo... Também o meu Académico já esteve na primeira, roubados na última jornada pelo Leiria, e não subimos, pelo contrário, iniciando uma espiral que levou o clube a encerrar e a reabrir com outro nome, tipo Fiorentina.
Por isso, se ofendi alguém, tipo o senhor Olho Gordo, não foi por querer, mas lá por ter a minha opinião, creio, não ofendo com a mesma.

Abraço a todos, e que se abata, então, como dizia o outro, já que está a sofrer. Ou é para serem grandes, e nós dominarmos o esquema pela nossa qualidade, ou então que acabem e se dediquem às modalidades e à formação, que é a única coisa que eles se podem gabar hoje em dia.

Márcio Guerra

Anónimo disse...

senhor DUX-XXI chama-se ironia ao ultimo comentário. Vai lá brincar aos petardos e às bandeiras na Bulgária

M disse...

ó nazi...

se o Benfica ganha, cereja no topo do Bolo é a lagartagem ser enrabada....

se o Benfica perde, não me aquece nem arrefece a lagartagem ser enrabada.

Estás a ver o "..e nao encontro satisfaçao nas merdas dos outro CASO o Benfica não ganhe" que te esqueceste de transcrever?

vai comprar maracas vai..ou pintar cadeiras que também serve.

DUX_XXI disse...

ó papoila:

"se o Benfica ganha, cereja no topo do Bolo é a lagartagem ser enrabada...."

Afinal sempre encontras satisfação.

Luis Aires d'Almeida disse...

Para que conste, a peça que serve de mote a esta discussão, assinada por um tal JNF, mais não é do que uma compilação de comentários oriundos de um outro blogue e que ele muito bem juntou, de modo a resultar num texto que à primeira vista parece ser uma peça única de sua autoria. Agora, na qualidade de sportinguista e plenamente consciente da grave situação do clube assim como de algumas inegáveis verdades que já aqui foram mencionadas, devo dizer que não me surpreenderia nada se o clube entrasse em queda livre e desaparecesse definitivamente. Aconteceu com outros que se tinham por muito mais fortes e poderosos. Sou lisboeta e para mim SLB foi sempre o eterno e necessário rival. Não gosto do FCP, aliás, abomino tudo o que a esse clube diga respeito, mas tenho que ser honesto e por isso digo-o, sobretudo a vós benfiquistas, tende cautela e usai de bom senso, pois tal como alguém aqui referiu, hoje em Portugal só há dois grandes e esses são o SLB e o FCP. Porque há um ditado que diz: Não rias daqueles que encontras quando fores a subir pois serão os mesmos que vais encontrar quando vieres a descer" e por isso, só nos restar esperar para ver quem, de entre os tais dois grandes, é na verdade o MAIOR.

JNF disse...

Desfaio-o a que prove isso mesmo, caro mentiroso. Prove que plagiei um texto de alguém. Ridículo, pateta. Asqueroso.