terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Sejamos pragmáticos

Quinze jogos depois, com 33 pontos amealhados, pode dizer-se que o Benfica acabou por fazer uma primeira volta, olhando apenas ao número de pontos, positiva. Objectivamente. Não dando para liderar muitos campeonatos de edições anteriores, estes 33 pontos também não deixam, salvo raras excepções, os líderes desses campeonatos com uma grande folga. Em comparação com 2009/2010, o actual Benfica tem apenas menos 3 pontos, e o mesmo número de vitórias. Não é assim tão mau, face a todas as condicionantes. No entanto, este é o actual campeonato, no qual estamos a 8 pontos do líder, o Porto, que terá de perder, na segunda volta, mais do dobro dos pontos que perdeu na primeira, sendo que o Benfica terá de somar por vitórias todos os jogos que disputar até Maio. Impossível? Não. Provável? Só em sonhos.

Olhando para a tabela vemos o ridículo Sporting, ainda mais fraco que na época passada, com piores jogadores (depois das perdas de Moutinho e Veloso) e pior treinador (sim, Paulo Sérgio consegue ser mais fraquinho que o Carvalhal), com mais 4 pontos que em igual período da época passada. Onde os foi buscar? Na Figueira, onde foi escandalosamente beneficiado, em casa com a Olhanense, onde anularam um golo limpíssimo aos algarvios, e agora com o Braga, onde no mesmo lance houve dois fora-de-jogo, a Vukcevic e João Pereira, que não foram sancionados. São os efeitos da "cláusula Moutinho", como bem referiram no Ndrangheta e no GB.

Não tenho muitas dúvidas do que nos espera até final do campeonato. Enquanto muitos benfiquistas ainda pensam no Marquês, eu prefiro o pragmatismo do segundo lugar. Não é pensar "à pequeno", é a triste realidade. A machadada que nos foi dada no início do campeonato e as sucessivas ajudas que o Porto tem benfeciado retiram-me as esperanças. E olhando aos jogos do Sporting, menos dúvidas ficam.

Vendo o calendário do Benfica, neste início da segunda volta, os objectivos parecem-me claros: segurar o segundo lugar, num conjunto de jogos onde perdemos muitos pontos. Académica fora, Nacional e Guimarães na Luz, e as deslocações ao Sado, a Alvalade e a Braga constituem ameaças sérias aos nossos objectivos. Estamos fortes? Sim. Mas é fácil abater este Benfica. E Vítor Pereira até já deu o aviso.

19 comentários:

Carlos Alberto disse...

Pois, mas acho que começa a ser mais difícil abater o Benfica (quase) rolo compressor.

JPEB disse...

Não podia estar mais de acordo consigo...vamos sonhar, só nos resta isso....se não fosse o colinho do fêcêpê,estava no papo...agora o problema é que ele vão continuar a ser beneficiados e nós prejudicados. Saudações Benfiquistas

Olho Gordo disse...

Ainda assim, acabámos de ganhar ao quarto classificado assim... como diz Jesus: "limpinho".

Anónimo disse...

Nada disso , vamos ser campeões der por onde der.... Temos de ser cegos , depois no fim logo se vê...
Os jogadores tem de encarar cada jogo como uma batalha e se for preciso deixar lá o sangue. E temos de voltar a criar uma onda vermelha , isso sim é o mais importante de tudo , pois contra isso não há hipotese e pelos vistos isso já está a voltar.
Vamos invadir todas as cidades deste pais e ter sempre 50 mil na luz. O Porto tem uma fase do calendario muito complicada para finais de fevereiro principios de março e aí eles vão perder pontos.
Exijo o maximo , depois no fim se for preciso estou cá para chorar e para ouvir coisas do genero "eu bem tinha dito que não havia hipotese".

Ricardo disse...

Pragmaticamente, é isso tudo que escreves. Mas há sempre uma fezada, ainda que irracional.

Acho curioso que, em 25 jogos oficiais esta época, não tenhamos empatado um único: 16 vitórias, 9 derrotas. Isto, parecendo que não, quer dizer muita coisa: se o Benfica se vê em desvantagem, não consegue sequer acabar o jogo empatado. E das 9 derrotas só por duas vezes ao longo dos jogos o Benfica conseguiu, depois de estar a perder, empatar (mesmo que depois acabasse a perder): Madeira e Nacional. É verdade que nesses jogos fomos prejudicados mas, no cômputo geral, estes números demonstram a pouca confiança com que a equipa entrou nos primeiros 3 meses da época, depois de perdida a Supertaça. O erro principal foi motivacional e essa é uma das falhas que não posso perdoar à actual estrutura do Benfica. Partíamos em vantagem clara sobre os restantes e, por megalomania, basófia, egocentrismo estúpido, não só queimámos essa vantagem como proporcionámos a oportunidade para que do outro lado os rivais ganhassem confiança que lhes permitiu distanciarem-se. Agora andamos a correr contra o tempo, quando devíamos estar seguros na liderança para o Bi-campeonato. No Benfica, ainda falta muita coisa, principalmente saber lidar com o sucesso.

Anónimo disse...

1- O discurso do seu post para muitos pode ser encarado como derrotista, mas na minha opinião está a ser completamente realista.

2- É óbvio que não entramos tão bem no campeonato por demérito próprio (agora melhoramos mto) mas se as arbitragens fossem isentas. tinhamos ganho ao académica e ao guimarães fora. Provavelmente perderiamos pontos por culpa própria contra o Nacional... Mas de resto tinhamos mais 6 pts.
Já não falo dos empurrões favoráveis ao fcp. Creio que não nos vão deixar aproximar do primeiro lugar.

3- O Sporting é bem mais fraco que os dois primeiros. Mas quando o fcp for campeão (dificilmente o não será por que joga bem e porque é beneficiado), certos elementos poderão concentrar-se agora em tirar-nos o segundo lugar e se assim for, as coisas poderão ficar mais complicadas para o nosso lado. Se não deixarmos pelo menos que o Porto amplie a vantagem sobre nós é um bom sinal, visto que estamos ao mesmo tempo a solidificar o segundo lugar.
O Sporting tem um calendário mais acessivel nos proximos 5 jogos. Mas nos ultimos 5 jogos da Liga tem 3 deslocações terriveis: Guimarães, FCP e Braga.

rui gomes disse...

Qualquer equipa pode ser abatida. Lembram-se de um árbitro norueguês que apitou um jogo para a Champions entre o Chelsea e o Barça? Foram para aí uns 4 penaltis que ficaram por marcar para o Chelsea. Alguém se lembra do árbitro?
O que é certo é que o Barcelona foi campeão europeu e o árbitro continua a sua vidinha.
Neste momento, o Benfica é o alvo a abater em Portugal. Todos ganham se o Benfica cair na tabela.
Em primeiro lugar, é preciso estar atento mas não hostilizar o sr Pereira. Ele já avisou. E não tenham dúvidas que cumpre a ameaça.
JJ fez bem ao elogiar os árbitros do Leiria-Benfica.
Aliás, todo o discurso de Jesus melhorou ultimamente

Vermelhusco disse...

Concordo contigo JNF. O segundo lugar não está nada seguro e o calendário agora complica bastante.

Para além disso, os Corruptos muito dificilmente perderão pontos com as ajudas todas que têm dos árbitros como ficou provado nas duas últimas jornadas de 2010 contra Setúbal e Paços de Ferreira.

Mas vamos ver, normalmente as 2as voltas das equipas do Jesus são melhores que as primeiras... Basta não perder em Alvalade e acho que o segundo lugar fica seguro.

Jotas disse...

de facto impõem-se o pragmatismo, não só pela frieza dos números que aqui colocas, mas também por vários factores extra futebol que vão sendo evidentes.
Digo-o desde o princípio, que esta Liga da Mentira, está pré definida desde o início, com um campeão pré concebido, algo que deveria envergonhar toda a gente que verdadeiramente gosta de futebol.
Ainda no meu post relativo ao Leiria - Benfica, frisei que se todas as arbitragens fossem do nível da protagonizada por Duarte Gomes neste jogo, certamente teriamos um campeão com mérito e um campeonato com maior verdade e competitividade.

JNF disse...

Ovrebo. A mão do Eto'o no final então foi escandalosa.

Mas atenção: uma coisa é não acreditarmos, adeptos, no título. Outra coisa é deixar de lutar. A segunda não pode acontecer.

DeVante disse...

JNF,

Nem a primeira...

JNF disse...

Não pode acontecer porquê? Eu não acredito, mas isso não vai influenciar o meu comportamente no estádio, a apoiar a equipa. Ganhe ou perca, eu estou lá. Sempre.

(hoje não, que há que trabalhar de vez em quando).

JNF disse...

Ao triste sifilítico que agora assina como anónimo, podes tentar alterar muita coisa na tua escrita, mas o vocabulário é tão próprio que é impossível esconder.

Idiotas como tu, topo-os à distância.

DeVante disse...

Eu acredito...no dia que deixar de acreditar...bem, nem sei!
Porquê deixar de acreditar numa equipa que tem Aimar, Saviola, Cardozo, Luisão, David Luiz, Coentrão...

Anónimo disse...

Eu também acho que o Porto vai perder pontos lá para fevereiro março..o problema é que não vai chegar.(até porque se estiver algo em risco, mt antes há algo em acção para não se borrar a pintura) E sim, sem o belo do empurrão a esta hora a história era outra. Até porque encontraram depois mt jogo mais relaxados que senão fosse isso haveria mt mais tremideira.

Agora gostava de fazer uma pergunta/afirmação..
No contexto Benfica/Jesus (que pessoalmente vejo a durar uns 3/4/5anos) ach(o)am que esta epoca vai servir de exemplo para a nossa estrutura? Em condições normais estariamos a lutar para o titulo, independentemente das ajudas que houve para os outros lados. O jesus nao aprendeu com Liverpool, acham que com esta epoca aprendeu?
Eu julgo que sim, e é a mudança de discurso que me faz acreditar nisso... O que pensam disto?

Aliás, acho que isto seria bom material para um post, como prevemos os próximos 2anos?Que dizes JNF?

cumps DMC

JNF disse...

Acho difícil prever ciclos de dois anos, porque no Benfica, nas últimas duas décadas, não houve um ciclo de dois anos completo por ninguém. E raramente aprendem alguma coisa.

VHugo disse...

Acho que agora vamos te rum ciclo de 3 anos!

http://forcamagicoslb.blogspot.com/2011/01/rumo-fase-seguinte.html

Anónimo disse...

Nunca os houve, é verdade, mas não é algo que vos parece mais próximo de acontecer agora?eu espero que sim...
DMC

eduardo disse...

enquanto o slb não perder pontos por culpa propria, nunca serão capazes de emnedar os erros e evoluir, não digo como equipa que essa por vezes até ganha mas como clube de referencia como modo de estar perante a vida.