domingo, 1 de maio de 2011

UEFA Futsal Cup - desilusão total


Um ano depois da conquista do título mais incrível dos últimos 15 anos da História do Sport Lisboa e Benfica, a sua defesa foi um fracasso. No Cazaquistão, o Benfica não conseguiu revalidar o título conquistado a 25 de Abril de 2010. Depois da brilhante caminhada até à final four, em que deixou pelo caminho o poderoso campeão sérvio, o Ekonomac, o Benfica sucumbiu perante o Montelsilvano nas meias-finais (3-0) e perdeu o jogo de atribuição do terceiro e quarto lugares ao ser derrotado nas grandes penalidades pela formação da casa, o Kairat Almaty.

Claro que chegar aqui não era fácil, mas verdade seja dita: os adversários desta final four deixavam muito a desejar. Objectivamente. Então se compararmos com os do ano anterior, maiores se tornam as discrepâncias: o Montesilvano é terceiro no seu campeonato, a dezasseis pontos do líder, estando atrás da Luparense, adversário do Benfica na edição transacta e que era tricampeão; os cazaques ou brasileiros ou lá o que são, estão a anos-luz do Araz Naxçivan de Thiago, Serjão e Biro Jade; e quem quiser comparar o Sporting com o Interviú de Schumacher, Borja, Marquinho, Gabriel, Daniel, Ortiz, Betão, Amado e Jordi Torras, precisa de internamento com urgência.

Era mais fácil para este Benfica ganhar a UEFA Futsal Cup deste ano que a do ano anterior. A competição deste ano era muito mais tenrinha. Não foi possível porque os italianos foram superiores tacticamente e a nível de eficácia e venceram-nos por 3-0, resultado que não traduz o que se passou em campo, bem pelo contrário. Depois, contra os cazaques, foi assistir a uma exibição de gala do árbitro russo, completamente inqualificável.

De qualquer das formas, isto não belisca o trabalho feito pelos jogadores e equipa técnica até hoje. Nas provas nacionais, nem uma derrota para amostra. Nas internacionais chegámos à final four da prova europeia. Ainda há dois troféus para conquistar. Os balanços fazem-se no final, mas até agora temos razões para estar optimistas.

3 comentários:

John Wakefield disse...

Podemos ainda atingir 3 finais europeias - futebol (liga europa), hóquei (taça cers - corresponde á taça uefa/liga europa em futebol) e em andebol (já atingimos - Benfica derrota Partizan e chega à final).

Alguma destas 3 competições, iremos ganhar. Estou convicto!

FireHead disse...

O fracasso talvez se deva ao facto de a Final Four ter sido na Ásia em vez da Europa. Toda a gente apontava para uma final portuguesa, mas o Montesilvano (pelos vistos o catenaccio também existe no futsal) foi cínico e matreiro o suficiente para se tornar no primeiro clube italiano a sagrar-se campeão europeu de futsal. O Benfica teve muito azar contra os italianos. Na primeira parte podíamos perfeitamente ter ganho vantagem, mas pronto, estávamos em dia não.
Espero agora pela dobradinha e que para o ano consigamos ser campeões da Europa. O sonho de conquistar a Intercontinental terá de ficar para outra altura.

Anónimo disse...

Claramente a equipa esteve BEM abaixo das suas capacidades. Foi notório, não arrranjem desculpas. Não jogámos nada e o 4.º lugar é bem mercedido. Posso estar a ser injusto, mas parece-me que, MAIS UMA VEZ, fomos para esta competição com o rei na barriga. Disto, sim, é que eu estou farto, desta cultura de ejaculação precoce que assola de maneira transversal a mentalidade da estrutura desportiva do Sport Lisboa e Benfica, seja em que modalidade for. Ninguém consegue meter naqueles cabeças que só se é Campeão quando se ganha a final, não quando se chega lá!!!!
Ricardo Gomes