terça-feira, 7 de junho de 2011

4 sugestões para médio interior (direito)

Recentemente tenho abordado o mercado, tendo em conta os défices da equipa e sugerindo alguns jogadores que podiam ser bons reforços com vista a próxima época. Vou continuar com esse trabalho, e desta vez vou falar de centro campistas que podiam fazer o papel de "Ramires", partindo do pressuposto que o 4-1-3-2 é para manter. É sem dúvida uma das lacunas do plantel. Começo por falar de:

Enzo Peréz, 25 anos - Estudiantes de La Plata


Enzo é um meio campista extremamente versátil. Pode ocupar as duas faixas do meio campo, não como um extremo na verdadeira acepção da palavra, mas antes como um médio ala. Com uma vocação ofensiva assinalável, é para alem disso um jogador capaz de equilibrar a equipa tacticamente, sabe posicionar-se sem bola, e tem uma grande intensidade de jogo, o que faz com que seja um jogador muito pressionante na saída de bola do adversário. O seu nome tem sido conotado ao Benfica, e espero que esse rumor se concretize.

Willians, 25 anos - Flamengo


Willians é um médio defensivo de origem, mas que tem jogado como interior direito na equipa do Rio de Janeiro e com resultados bem positivos. Destaca-se sobretudo pela sua capacidade de marcação, é um autêntico pitbull na procura do esférico, alguém que prima por nunca desistir de um lance. Ofensivamente tem mostrado dotes que pensava-se que não existiam nele, denotando também capacidade para desequilibrar no um para um se caso disso. Nesse aspecto não é tão forte como o Enzo, embora seja mais veloz, mas nas compensações defensivas em nada lhe fica atrás.

Steven Defour, 23 anos - Standard Liége


Também já ligado ao Benfica e aparentemente carta fora do baralho, Defour é um meio campista com uma maturidade notável dentro de campo, e que encaixaria que nem uma luva no actual Benfica. Capaz de oferecer consistência defensiva, mas também de pensar o jogo, pois é um futebolista extremamente inteligente dentro de campo. Tenho noção de que é um jogador com muito mercado, assim como o seu colega de equipa e de selecção Witsel, mas pessoalmente encanta-me mais Defour. Um desejo quase utópico.

Tinga, 20 anos - Palmeiras


De todos a aposta mais arriscada. Tinga apareceu em força no Ponte Preta, depertando interesse de alguns clubes europeus, mas acabou por transferir-se para o verdão. Está a passar por uma fase menos boa no clube paulista, mas é um jogador com muito talento, e que precisa de muito trabalho, um diamante por lapidar. Tecnicamente evoluído, veloz, em comparação com Ramires, não é alguém que tenha tanta capacidade de saber aparecer no sítio certo para a marcação, nesse apecto Ramires é dos melhores a nível mundial, mas tem também a capacidade de mexer no jogo com abola nos pés, através da sua velocidade. Tem-se falando numa possível aposta por parte do Benfica no Danilo, jogador do Santos. Pessoalmente prefiro este ao santista, apesar de ambos terem muito ainda a provar.

Existem no mercado mais jogadores que podem ser igualmente mais valias, mas seja como for, não há dúvidas de que temos que reforçar este sector, até porque não sabemos até que ponto Ruben Amorim poderá ser opção face aos problemas físicos que tem tido. Enzo Pérez é nesta altura o nome mais falado, e seria um grande reforço a todos os níveis, um valor seguro dentro do futebol argentino e com capacidade para impor-se de imediato, sem precisar de grandes períodos de adaptação. Diria eu, o reforço perfeito.

19 comentários:

Anónimo disse...

Concordo com o Defour. Não demora muito para mudar de ares

Edu disse...

Que achas do Arouca? Acho que conseguia cumprir estas funções.
Gostei do que tenho lido sobre o Enzo, no entanto, confesso que nunca o vi jogar.

Anónimo disse...

Defour e/ou Enzo Perez e fechava a posição sendo que o Amorim também pode tapar o buraco em casos extremos.

Far(away) disse...

Edu, o Arouca prometeu muito quando apareceu no Fluminense, entretanto baixou o seu nível, até estar a ser recuperado no Santos. É um bom jogador, mas longe de estar na minha lista, heheehe. Já o Enzo, esse seria um enorme reforço amigo. Enormíssimo mesmo, e chegaria com 1 ano de atraso.

L. disse...

não achas o danilo, ainda que jovem, com qualidade para estar na lista? ele faz todo o flanco.

Anónimo disse...

O football manager é nice...

Royalboyz disse...

Hj sim,gostei!

Joao disse...

Far, já agora, tendo em conta as capas dos jornais de hoje, faz sentido comprar o Salvio e o Enzo? Não conheço o Enzo mas pelo que têm escrito é um médio diferente do Salvio, a virem os dois só um poderá ser titular e com a quantidade de medios que se perspectivam ter no plantel não será demais? Qual destes serviria melhor ao Benfica?

Anónimo disse...

Boas,

Eu não os conheço, mas em termos de negócio porque não aproveitar o falado empréstimo do Airton pelo Willians, sempre dava para aproveitar para ir buscar outra alternativa mais atacante. Mas isto só eu a pensar alto.

Cumprimentos
João Rei

Trimble disse...

Se o Enzo seria um enorme reforço então parece que ''estamos'' com sorte, pois pelos vistos este parece que já não foge.

Anónimo disse...

Ao acrescentaria aquele Austriaco que jogou contra nós pelo Estugarda. Marcou o golo na Luz.

GNR

Ricardo disse...

Depende de qual a escolha de sistema de jogo que o Jesus vai escolher para esta época. Pelas contratações feitas e pelas que são faladas, inclino-me para a ideia de que vai mudar para 433. Se for esse o caso, Enzo Pérez, do que vi, faz sentido - um jogador mais talhado para jogar numa ala. Como interior, como algumas pessoas que o conhecem melhor têm defendido, não vejo grande futuro. Mas como não o conheço a fundo, deixo as "certezas" para quem tem mais informação.

No restante, nunca vi o Tinga e o Willians vi muito pouco. Achei bom jogador mas nada de especial.

O Defour, sim, seria o jogador perfeito para encaixar nesta equipa. Fosse em 4132 ou 433. Joga muito à bola.

vose jeiga disse...

Enzo Perez: excelente médio. espero, também, que ingresse no Benfica (a vir, chegará com 1 ano de atraso)

Defour: além do preço proibitivo, pertence a um clube com ligações "familiares" aos corruptos assumidos. Sendo assim: difícil, para não dizer impossível.

Em relação aos 2 brasileiros nunca os vi jogar.


Aproveito para destacar 3 jogadores a jogar na argentina que muitos de vós já conhecem: ricky alvarez, patito rodriguez e sperdutti.

pjsimoes disse...

O q achas do Salino do Braga ou o Paulo Machado?

DeVante disse...

Tou com o anónimo...Defour ou Pérez...Airton, Menezes, Sidnei e outros deixaram-me com um amargo de boca...

John Wakefield disse...

1- Continuo a preferir 2 jogadores do campeonato Belga, mais concretamente do Standard

1.1 - caro Far(away), desses 4 que mencionaste, optava obviamente por Defour... Ao contrário de todos os outros jogadores mencionados aqui, este está adaptado ao futebol europeu (pois é belga).

1.2 - O Witsel também era outra opção excelente para o meio campo, mas parece que o AC Milan está a adiantar-se na corrida apesar da sua primeira proposta ter sido recusada.

1.3- Claro que estes 2 nomes sairiam mais caros do que os outros mencionados mas creio que se tratam de jogadores de imensa qualidade e com alguma polivalência.
Ambos me parecem ser bons nas tarefas defensivas e ofensivas e revelam um posicionamento táctico interessante, embora cada um incorpore determinadas particularidades técnicas.


2- Em relação ao argentino e aos outros 2 brasileiros:

Talvez destacaria mais Enzo Pérez. Este fez carreira na América do Sul ganhando a Copa Libertadores com os Estudiantes de la Plata. nas tarefas defensivas.
Não sei se estou a dizer algum disparate (corrijam-me pois tenho pouca conhecimento sobre o jogador em questão), mas pelo que li, fico com a ideia de que Enzo Perez é um misto de Salvio (procura atacar muito na ala direita) e Ramires (como referes, pressiona fortemente os adversários e tem um bom sentido de posicionamento). Por isso, caso Enzo Pérez venha, parece que se fechará definitivamente a questão no lado direito do meio campo (ou seja, Salvio já será seguramente uma carta fora do baralho para a próxima época).
Não conheço Willians e Tinga, apenas conheço pelo FM (e aí, este último costuma ser mais jogador quando actua a trinco). Por isso, não posso opinar sobre esses dois médios brasileiros.
Mas continuo a preferir a chegada dum médio oriundo do mercado europeu.

Far(away) disse...

L, o Danilo é para mim ainda uma incógnita, não me convenceu totalmente.

João, se tivesse que escolher entre Enzo e Salvio, optaria pelo Enzo, pois o clube tem falta de um jogador com as características do Enzo, já que de extremos, já temos Nolito, Urreta e mesmo o Gaitán (embora não considero este um extremo).Enzo é um jogador com capacidade para ser um médio interior atento no equilíbrio à equipa e ao mesmo tempo um jogador desiquilibrante se tiver que ser, não como Salvio é certo.

pjsimões, acho o Salino curto para o Benfica. Quanto ao Paulo Machado, gosto, mas tem uma costela portista muito acentuada para meu gosto.

Anónimo disse...

ai que o porto já anda na sombra...

Mentiroso disse...

No lote de hipóteses financeiramente acessíveis, Danilo e Edgar Pacheco seriam outras boas soluções.

Vou socorrer-me da estatística para defender a minha primeira opção para o lugar de médio interior direito.

Danilo tem apenas dezanove anos e nos últimos quatro meses foi titular absoluto nos 26 jogos disputados pelo Santos, sendo substituído apenas por três vezes, a última das quais por lesão. É deste tipo de jogadores, sempre disponíveis e com fôlego para 90 minutos, que o Benfica necessita.