terça-feira, 18 de outubro de 2011

Vitória fundamental por 2-0 na Suíça

Foi um Benfica com uma novidade que se apresentou na Suíça para defrontar o Basileia - Rodrigo foi titular em detrimento de Cardozo e tem que se dizer que foi uma aposta ganha, já que o jovem jogador espanhol realizou enquanto esteve em campo uma boa exibição. Nolito ficou no banco, Bruno César manteve a titularidade e mais uma vez foi crucial para o Benfica, marcando o primeiro golo do Benfica no marcador. O Benfica entrou bem no jogo, controlando o adversário, segurando a posse de bola, o Basileia não soube reagir na maior parte das ocasiões de forma perigosa ao esquema montado por Jesus e quando reagiu Artur Moraes respondeu com toda a segurança. Javi Garcia retornou a equipa depois de lesão e conferiu à equipa maior equilíbrio defensivo, formando com Witsel uma importante parelha no meio campo na procura de recuperar bolas no meio campo suíço. Foi com alguma naturalidade que a equipa chegou ao golo e o intervalo chegou com o Benfica em vantagem por uma bola a zero.

Esperava-se na segunda parte uma reacção do Basileia, mas o que assistimos foi um Benfica ainda mais dominador, ainda mais perigoso na saída para o contra-ataque. O que vimos durante o segundo tempo foi um Benfica tranquilo na gestão do jogo, inteligente na forma como trocava a bola, nunca descurando atacar e criar perigo para a baliza suíça. Aimar saíu, entrou Nolito, Gaitán passou para o centro, mas o esquema táctico do Benfica manteve-se bem como a toada de jogo. Posteriormente Rodrigo deu lugar a Cardozo, e o internacional paraguaio vindo do banco, mostrou estar num belo momento de forma, marcando pouco depois o segundo golo do Benfica na execução primorosa de um livre directo, um golo aliás muito ao seu estilo. Foi um rude golpe desferido pelo Benfica ao Basileia e nem a expulsão de Emerson que realizou uma péssima partida, colocou em risco a vitória dos encarnados. 7 pontos em três jogos, coloca o Benfica numa óptima posição para carimbar a passagem para a fase seguinte da competição. Agora receberemos o Basileia na Luz e vencendo esse jogo, podemos ir a Old Trafford tranquilos, sem grande pressão.

Destaques individuais:

Bruno César: Que mais há para dizer? Cada vez mais decisivo este jogador, que demonstra uma frieza incrível em frente à baliza. Marcou o sexto golo pelo Benfica, o segundo na liga dos campeões e a cada jogo que passa mostra ser um elemento prepoderante na manobra da equipa. Como tinha dito aquando da sua contratação, um reforço em cheio e mais jogador que Carlos Martins...

Witsel: O internacional belga foi fundamental no esquema montando por Jorge Jesus. Nos momentos sem o bola foi importante na recuperação da esférico e no posicionamento táctico, nos momentos com bola, foi um elemento de ligação entre sectores, ou seja, entre Javi e Aimar. Voltou em grande estilo à equipa, crucial.

Cardozo: Podia-se pensar que estaria deprimido por ter ficado no banco, mas Cardozo respondeu com um livre directo primoroso, dando tranquilidade à equipa. É matador e ponto final.

17 comentários:

helderrocha disse...

mais um vitória no estadio da luz na contra estes e temos o apuramento garantido! Vai ser dificil, embora joguemos em casa, ainda por cima estamos sem defesa esquerdo para esse jogo! no entanto espero uma vitória da nossa parte!

Jotas disse...

Foi um belo Benfica que praticamente carimbou o apuramento, assente numa defesa coesa, num guarda redes decisivo e com um Bruno César a um nível extraordinário, transpirando confiança e uma classe que ainda não lhe tinha visto e com uma gestão de bola muito inteligente que fez toda a diferença.
Cada jogo tem a sua história e cada equipa as suas caracteristicas, Jorge Jesus, sabendo e percebendo isso, lançou Rodrigo(ainda bem que ganhamos senão... coitado do Jesus em alguns blogues), o qual em função do adversário, apostou numa linha avançada de grande mobilidade e capacidade técnica, o que baralhou a defesa adversária que sem referências para marcar atrapalhou-se, aposta essa ganha com mestria e só espero que aqueles que apressadamente e severamente tanto o criticam quando corre mal, tenham ao menos agora, o bom senso de o elogiar.

Anónimo disse...

Quem jogou melhor, Artur ou Cardozo?

Quem jogou melhor, Garay ou Cardozo?

Quem jogou melhor, Luisão ou Cardozo?

David Duarte disse...

Totalmente de acordo em relação ao Emerson! Trata-se de um defesa aceitavel, bom para a liga portuguesa (como alias o era para a liga francesa) mas nada mais. Tem um nivel posicional bom, mas não é nada agil e tem um tempo de reacção muito lento, sendo muitas vezes ultrapassado facilmente quando confrontado com jogadores rapidos com boa técnica... ofensivamente é proximo do zero.

Disse-o aqui na preparação desta época. O Benfica tem nos seus quadros o substituto natural do Coentrão. O Carole tem tudo para ser um jogador "à la Coentrão" : muita agilidade e velocidade e boa técnica. Falta-lhe ainda resistência e confiança na fase ofensiva.

Sei muito bem que ainda é miudo e que usa-lo como titular regular esta época podia ser queima-lo. Mas contratar o Emerson que ão tem nada a ver com o perfil de laterais que o Benfica usa com o Jesus... sinceramente ainda não percebi.

David Duarte disse...

E sobretudo, é bom voltar a ver um Benfica que faz o que tem de fazer na Europa. Trata-se de um clube que pela sua historia deveria estar sempre (e isto é o minimo dos minimos) na segunda fase da Liga dos Campeões

DeVante disse...

O Bruno César não jogou nada bem, marcou aquele golo e nada mais. Mas como não é Gaitán...ninguém se chateia que não ajude a defender...E muito do que Emerson (que jogou também francamente mal) foi devido a Bruno César...

Anónimo disse...

Quem lê este post pode ficar com a ideia, para mim errada, de que foi um jogo fácil para o Benfica. Não acho. Não foi por acaso que o Basileia empatou em Manchester. É uma equipa muito perigosa e que joga muito rápido. E só um Benfica muito personalizado é que conseguiu fazer frente a essa equipa do Basileia, que criou diversas situações de perigo para a baliza do Benfica. De tal forma que, na minha opinião, o destaque principal vai para o guarda-redes Artur que fez um punhado de grandes, e algumas delas difíceis, defesas. Porventura, até mais do que as efectuadas pelo guarda-redes do Basileia. Portanto, não se deve pensar que o apuramento já está garantido e que o próximo jogo com o Basileia, em casa, é “favas contadas”. É preciso encarar de uma forma muito séria, profissional e com muita concentração esse jogo. Aliás, foi a concentração e o empenho da equipa que estiveram na base da vitória neste jogo. Os meus destaques vão, ainda, para a dupla de centrais do Benfica, Luisão e Garay, que fizeram um grande jogo e com grande personalidade. Isso significa que a defesa do Benfica teve muito trabalho para parar o ataque do Basileia, que foi bastante auxiliada pela dupla de centro campistas, Witsel, que fez também um bom jogo, e Javi Garcia. Esta equipa do Benfica é, sem dúvida, mais madura e consistente do que a do ano passado. Embora, em relação à do ano passado, julgo que só 5 jogadores se mantiveram na equipa inicial, Luisão, Maxi Pereira, Javi Garcia, Aimar e Gaitán, entrando, depois, Óscar Cardozo, já no segundo tempo. Isso significa que o Benfica teve de mudar bastante para ter uma equipa mais competitiva. O último destaque vai para Jorge Jesus que continua a demonstrar que é um treinador competente e com categoria para estar à frente da equipa do Benfica.
MM

Anónimo disse...

Destaques:

Artur: Defende e dá confiança á defesa.

Luisão e Garay: Nova dupla de Ouro

Witsel: Infelizmente, não vai ficar cá muito tempo.

Bruno César: Até a defesa esquerdo.

Emerson: desde o inicio que sou um critico, basta ver os meus comentários neste blog. Ontem voltou a provar. Não peço que seja bom a atacar, mas pelo menos a defender tem que melhorar. Qualquer jogador faz dele gato sapato. Revela falta de posicionamento, duro de rins. Temos que ir ao mercado em Janeiro se o Capdevilla for embora.

Ontem Jesus pôs a questão: ou era Capdevilla ou Rodrigo. Aqui é que se começou a errar. A duvida deveria ser entre Jardel (5º central, depois dos outros 3 e Javi Garcia) ou Matic. Nunca Capdevilla. 4 centrais e só 1 defesa esquerdo??? Felizmente qualquer jogador no lugar do Emerson, seja Miguel Vitor, Jardel, Luis Martins, David Simão ou até Ruben Amorim não faz pior que Emerson.

GNR

Nuno Pinho disse...

E com tudo isto foi esquecida a tremenda exibição (mais uma!) do Artur. A destacar alguém seria entre ele ou o Garay. O Benfica foi pragmático, mas não esteve bem a atacar. Abria espaços e confundia marcações rapidamente, mas depois faltava algum discernimento ao calcar os últimos metros. O Rodrigo teve movimentações muito boas, como exemplifica o momento do golo do Bruno César, mas faltou-lhe poder de choque, o que é aceitável para um jovem de 20 anos. Foi uma aposta de risco do Jesus, mas penso que acertou até no momento de entrada do Cardozo.
A ver vamos se as lesões do Nico e Máxi não são preocupantes. Já basta não contar com o Emerson (o Shaqiri fez-lhe a cabeça em água) que vai obrigar a uma adaptação do Miguel Vítor ou David Simão a lateral-esquerdo...

xirico disse...

O melhor para mim foi Witsel.Quanto ao Artur,que tal a nacionalização,para que não haja futuros frangos na selecção(que é uma questão de tempo).

David Gonçalves disse...

Quem jogou melhor, mesmo muito bem, com espírito e classe de mãos dadas, como noutras ocasiões esta época, foi o SLB

Anónimo disse...

Impressionante a qualidade do nosso keeper. Impecável a todos os níveis. Felicitações ao próprio e aos responsáveis pela sua vinda.

SLB4EVER disse...

Siga, agora é repetir a vitória em casa para confirmar!
Luís Martins vai ser a revelação do ano, venha lá a Shakira!

andremt disse...

Penso que faltou um nos destaques. Artur foi enorme e por mais de uma vez salvou o Benfica. Seguro, rápido a sair, mt bem.

Garra Benfiquista disse...

Para mim estivemos muito bem seguros e criativos e mais uma vez grande nota para Artur que mostrou que pode ser o melhor GR na nossa liga com a sua segurança entre os postes está-se a tornar imbativel e quanto a Bruno César tá a conseguir passar grandes barreiras excelente nota para toda a equipa Benfiquista que está a conseguir a confiança de todos os seus adeptos que já estão em grande escala mundial.Vamos em frente que para trás fica outra gente força Benfica!.Garra Benfiquista está contigo!

Garra Benfiquista disse...

Eu desde pequenino que me apaixonei por este clube e vi muitas vitórias e conquistas desde logo me tornei Benfiquista com Garra é esse o meu sentimento o amor a esta camisola e a vontade e ambição de ser um lampião campeão. Estou cada vez com mais orgulho de ter nascido com este gosto por este clube que quero que brilhe sempre como o sol de dia e a lua e as estrelas á noite e para sempre gritarei Benfica!Benfica!Benfica!.

Garra Benfiquista disse...

Este ano será o ano da Águia podem acreditar vamos fazer história da maneira que está a equipa bem organizada e temos um bom guadião que dá segurança a sua equipa atento seguro nas suas saidas e inteligente força Benfica dá-nos o que merecemos e serás o rei dos clubes essa é a nossa ambição porque a união faz a nossa força e por ti lutaremos com cânticos gloriosos.