domingo, 2 de outubro de 2011

Nolito tem sido o Ás deste Benfica

É o melhor marcador do Benfica neste momento, leva oito golos em treze jogos, cinco dos quais para o campeonato, o que o classifica como uma peça fulcral para a equipa. A sua capacidade de mexer com o jogo pelo flanco, a sua frieza em frente à baliza no momento de rematar, tornam-no um jogador precioso para este Benfica, é incrível a sua eficácia no momento do remate. Nos últimos 2 jogos tem vindo do banco ajudar a equipa, mas Jesus tem de perceber penso eu, que Nolito em condições normais tem que ser titular. Bruno César é um óptimo jogador, mas ainda estou à espera de o ver no centro, alternando com Aimar a posição de médio ofensivo. Como ala, Nolito oferece muito mais à equipa. Está verdadeiramente on fire.

7 comentários:

Anónimo disse...

Um verdadeiro achado. E parece que quando fica no banco não "amua", pelo contrário, salta lá para dentro e ....golo(s).

Tenho sido muito critico para com as exibições de Emerson. Ontem na primeira parte, voltei a não gostar. Na segunda, vez a melhor exibição desde que está no SLB.

1 abraço a todos

GNR

xirico disse...

O JJ não o queria para 1ªopção mas o espanholito ganhou a titularidade.Espero que JJ seja inteligente e que não embirre com o rapaz,pois só o Benfica tem a perder.O Nolito joga em alta rotação e obriga todos a jogar assim.

Far(away) disse...

Tem que ser regra geral, titular.

M disse...

é um belo problema nao é? temos um plantel do cacete este ano.....e espero pelo retorno do Pérez, em que deposito grandes expectativas.

Joga Bonito disse...

Far, peço desculpa mas o melhor jogador do Benfica, para mim, tem sido o inevitável Pablo César Aimar.

É outra estirpe...

Nolito tem sido, isso sim, o mais decisivo! O que não significa o melhor.

Abraço

Far(away) disse...

Não discordo de ti. Pablo Aimar é de facto de outra estirpe.

dezazucr disse...

Temos 3 excelentes reforços, entre Nolito, Bruno César e Artur, julgo que os 3 têm sido decisivos em TODOS os jogos. Por exemplo sempre que jogam ou saltam do banco vêm sempre cheios de vontade, conforme atestam os golos.