sábado, 10 de dezembro de 2011

Eleições FPF

Por falta de tempo, não tenho acompanhado o processo que vai decidir hoje, sábado, quem será o homem-forte do futebol português. Não conheço programas, ideias, apoios, apoiantes, nada. Para ser sincero, só esta sexta é que me apercebi de que as eleições são hoje. E se é verdade que não tive o tempo que queria para me manter a par deste acontecimento, não é menos verdade que estamos perante um quase-não-acontecimento.

Tudo porque não foi dada a devida atenção a estas eleições. Assim de cabeça, dos sete (ou mais?) programas de futebol que temos em Portugal, quantos é que promoveram debates ou apresentações sobre os programas e ideias dos candidatos? Todos interessados em dissecar as declarações de Jesus, analisar a polémica em torno de Cristian Rodriguez ou saber se o Capel gosta de estar em Portugal. Programas que espremidinhos, têm 4 ou 5 minutos interessantes, o resto é material para encher chouriços.

Mas voltando à vaca fria, estas eleições opõem dois indivíduos que pouco ou nada se esforçaram em agitar as águas, espalhar os seus projectos, conquistar apoios, ganhar empatia. Nos sites dos principais jornais desportivos, as eleições são um tema que é difícil encontrar. Nos blogs e fóruns pouco ou nada se fala do assunto. Passada mais de década e meia, Madaíl deixa o poder de fininho e ninguém fala do assunto. Não se observa o que de bom se conseguiu e o que de mau se fez.

Restam dois nomes: Fernando Gomes e Carlos Marta. Tenho como princípio fundamental para apoiar algo conhecer os projectos de uma candidatura. Não conhecendo, só posso falar do trabalho dos candidatos e do seu histórico. E se de Carlos Marta nada conheço, já sobre Fernando Gomes tenho para dizer aquilo que qualquer benfiquista com dois dedos de testa pensa e sabe: é um perigo. Com a transferência do poder da arbitragem da Liga para a Federação, está mais que visto quem é que quer colocar o ex-administrador/estafeta de carne branca da SAD do FC Porto naquele que será o grande centro de decisão do futebol português. Há dúvidas quanto às intenções destas bestas? E porque raio se mantém Vieira do lado de Fernando Gomes?

7 comentários:

Nuno Pinho disse...

Metê-lo na Liga depois da época avassaladora do Benfica foi a melhor jogada do FCPorto. Pensar que se pode ganhar apenas no campo, é como diz o outro, uma ideia de criança...

Francisco disse...

Concordo a 100%, mais uma vez. O gajo das facturas às p*tas agora vai para a FPF... Ouvi parte do debate, e sinceramente acho que ficaremos mal servidos com ambos.

FG parece-me ser competente, mas lá está, a sua ligação ao fcp assusta-me e tenho medo que voltemos a ter anos anos de roubos...

CM, pode ser menos mal intencionado no que diz respeito a foder o Benfica, mas será também menos competente "tecnicamente" vá...

São os dois uma merda, e acho que ficaremos mal servidos de qualquer das formas. Mas também pior que o merdaíl... enfim.

Só me agrada Humberto Coelho na lista de FG e Toni na de CM.

Cumprimentos.

Jotas disse...

Sinceramente, é coisa a que não estou atento e nem ligo, sinceramente o que me interessa é ver o Benfica, em campo a ganhar.

DeVante disse...

Até quando vamos levar com o Bruno César e o Rodrigo a titulares?

Caramba, isto já enoja...o que terá feito Nolito ao Jesus? E quer o Benfica contratar outro jogador ao Barcelona B para quê? Para o banco? Sinceramente...

JON disse...

JNF, se investigares vais perceber que o FG está completamente dissociado do Pinto da Costa. Explico porquê:
1) a Assoc Futebol Porto, apoiou o Mata. Alguma vez esta associação apoiava alguém à revelia do FCP?
2) O FCP não apoiou nenhum clube, ao contrário do SLB e do SCP, por discordar do método de eleição.
3) E aqui é flagrante, o Hermínio Loureiro está na lista do Gomes, quando este é um dos inimigos públicos do Pinto da Costa. Será preciso lembrar a dupla Hermíno/Ricardo Costa da Liga?

JNF disse...

Eu vejo as coisas fora de campo e DENTRO de campo. Um passado não se apaga assim com tanta facilidade. A meu ver, é para desviar atenções, para não provocar associação entre o candidato e o clube.

JON disse...

Se falas em dentro do campo, como explicas o Hermínio na lista do Gomes?

Quer dizer... a dupla Hermínio/Ricardo Costa não fez as coisas bem por dentro do campo...

Por outro lado, o Vieira pode ser muita coisa, mas não é burro. Se o Gomes viesse num cavalo de tróia, ele não lhe ia descobrir o rabo?...