quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Relação entre Benfica e Braga

Esta é uma relação que causa algum incómodo aos benfiquistas, compreensível é certo mas será que existe alguma vantagem em "alimentar esta guerra"?
Sinceramente, acho que só perdemos com isto. Começando pelos factos mais elementares, manter relações extremadas com eles, significa que vamos ter um ambiente extremamente hostil sempre que tivermos que nos deslocar ao Axa. Como sabem, ainda não conseguimos ganhar lá, desde que Jorge Jesus chegou ao comando da nossa equipa.
Agora vem, quanto a mim, o mais importante. O Braga tem se transformado nos últimos anos num clube extremamente bem sucedido a nível desportivo. Tiveram, provavelmente, os treinadores mais interessantes do futebol português nos últimos anos. Conseguiram também, contratar os jogadores mais interessantes do nosso campeonato e descobriram também, alguns bons valores no estrangeiros como é o nosso guarda-redes, Artur.
O sucesso do Porto começou igualmente, no domínio do mercado nacional. Outro exemplo, a nossa equipa de futsal que marcou uma época, era composta pelos melhores jogadores do nosso campeonato da modalidade.
Portanto, parece-me evidente que o domínio do nosso próprio mercado é meio caminho andado para o sucesso.
Pergunto novamente, temos algum interesse em ter uma má relação com um clube que tem olho para o nosso mercado? E no qual, contratamos um treinador que revolucionou desportivamente o nosso clube...

Existem clubes que convém manter debaixo da "asa".
Pensem nisto!

14 comentários:

Germano Bettencourt disse...

É um bom ponto de vista. No entanto não é fácil de aceitar.

Um abraço

John Wakefield disse...

PB, as aquisições que o Benfica fez em Braga escaparam completamente às decisões da direcção. O Benfica, ou pagava a cláusula de rescisão (casos de Jorge Jesus ou César Peixoto), ou tinha os jogadores a custo zero em final de contrato (é o exemplo de Artur).
Não nos iludamos, o Sporting Clube de Braga, enquanto mantiver esta estrutura directiva, nunca facilitará nas negociações com o Benfica.
E quem criou a rivalidade foi o Sporting Clube do Braga porque são eles que nos encaram como rivais e não o contrário...
Por mim, basta de hipocrisia e preferia que o Rúben Amorim tivesse rodado no Vitória de Guimarães, ou melhor, desejava que ele não tivesse sequer saído...

Anónimo disse...

se o Ruben Amorim for um meio de conseguirmos o Pizzi, aceito a 100%!!

eh eh

estou a brincar. mas gostaria muito de ver o brigantino na Luz

Águia Preocupada disse...

Aquela gente não tem dignidade nem ética! Enquanto viverem PC, Salvador e outros da mesma laia, não haverá paz e sossego entre os nossos clubes. Não nos iludamos!
O empréstimo do Rúben ao Braga, insere-se numa estratégica negocial em que apenas contam os interesses dos amigos Vieira e Salvador. Neste peditório, o Benfica só conta como veículo para chegar onde esses senhores pretendem.
Que força tem um empréstimo dum jogador ao Braga, quando se declara que Oliveira é amigo e que o Benfica lhe deve muito? Ou será que a argumentação que serve neste caso, pode muito bem servir para justificar o acordo das transmissões televisivas com a Sportv, que parece ser o que vai acontecer?
Arranjem lá uma explicação positiva para este possível(?) acordo!!!

FZagalo disse...

Post moderado e inteligente... Felizmente que temos na direcção gente que vê a floresta e não a árvore... É isto que nos vai conduzir à hegemonia do futebol português, que está entregue ao Porto há mais de 20 anos... O resto é conversa!

Quanto às transmissões televisivas, com a saída de cena do Pais Amaral, o SLBenfica ficou com apenas 2 caminhos: Sportv ou BenficaTv. A direcção saberá escolher o melhor caminho, e o melhor caminho não é por ser pessoa A ou B, mas sim aquele que gerar mais receitas, mais dinheiro, mas activos! Quanto mais tivermos mais nos distanciamos dos rivais (Sporting afasta-se cada vez mais, está em autêntico processo de belenização, o nosso único rival em Portugal é o Porto, mas nenhum, e assim será nos próximos anos).

Saudações Benfiquistas!

FZagalo (Coimbra)

Bicadas disse...

O bom é inimigo do ótimo.

Ótimo seria que nada se tivesse passado, que o RA não entrasse em stress por causa do europeu e que o JJ tivesse mais paciência para o aturar.

Bom é estar em primeiro com 5 de avanço e com mentalidade ganhadora.

Ótimo seria que todos os clubes se dessem bem, apenas com rivalidade desportiva, e mantivessem um relacionamento aberto e sem obscurantismo.

Bom é ter um presidente, que apesar dos muitos erros cometidos tem sabido levar o Benfica por um caminho de crescimento, tomando por vezes decisões discutíveis mas em que o progresso global sai positivo.

Ótimo seria ter um treinador cujos jogadores nunca se lesionassem, conseguisse uma equipa equilibrada que marcasse muitos golos e sofresse poucos, que antecipasse todas as angustias dos jogadores e sanasse qualquer conflito antes de este se manifestar.

Bom é ter um treinador que produziu uma equipa de ataque, com mentalidade ganhadora, com capacidade tática, que valoriza e torna melhores muitos dos jogadores e que, para surpresa minha, evidencia humildade suficiente para procurar melhorar.

Cumprimentos

helderrocha disse...

A questao é será que estas amizades farao com que sejamos recebidos da mesma forma que outras equipas que vão a braga jogar?

eupensopelaminhacabeçaeusoulivre disse...

Estratégia, alianças improváveis... cheira-me a hipócrisia... não gosto disso... mas compreendo que o mundo s emova nessas águas turvas... mas não sou eu que vou condenar ninguém (essa não é a minha praia - mas eu faço diferente)! Respeito...

xirico disse...

Pois eu continuo na minha.O negócio dos direitos desportivos é que decidirão o meu voto.Esta história do RA caiu-me muito mal mas aguardo para ver se existe uma estratégia do Presidente.Espero que haja.

PB disse...

Reparem no "currículo" do Braga em termos de treinadores...
- Jesualdo Ferreira
- Jorge Jesus
- Domingos Paciência
- Leonardo Jardim

Dois campeões nacionais e um finalista vencida da Liga Europa. O Jardim nunca falhou objectivos na sua curta carreira de treinador e também não será no Braga.

Em termos de jogadores, penso que tem alguns bem interessantes que podem-nos servir a curto e médio prazo.

Achas que temos algum interesse em extremar posições com eles?
Não percebi, porque motivo foram buscar os direitos televisivos para a conversa.

PB disse...

Não é amizade. É uma subtil aproximação ao clube, que defendo.
Porque pode ser interessante para nós em termos desportivos, tanto em futuros negócios como nos jogos que vamos realizar no Axa.


Já agora, temos amizade e acordo assinado com o Guimarães e não tenho visto nenhum proveito do mesmo.

Homem da Luz disse...

Senhor PB,

pois parece-me um excelente argumento, e se tal for o que pensou a Direcção, parece-me sinceramente uma boa estratégia. Tenho fé que haja na direcção quem pense e veja tão bem ao longe.

Desportivamente tb acho que o RA só rende verdadeiramente a médio, pelo que tão pouco tem lugar neste Benfica, sobretudo porque perdeu a garra.

Por isso, bola prá frente.

Carrega Benfica!

nortebenfica disse...

Esqueçam amigos o salvador é mais Portista do que alguns de voçês serão benfiquistas...
E mais ...
o ditado é velho nunca se deve fazer pactos com o diabo, esse senhor não tem amigos só olha para o umbigo dele e se hoje faz uma aliança estratégica com o benfica é porque de certeza vai tirar beneficios disso.
Se a intenção desta aproximação foi a que escreves no teu post, posso te garantir que não vai dar frutos ...
cumprimentos

Ceifeiro disse...

O Braga há muito que esta debaixo de asa do porto, o salvador dará sempre preferência ao pinto da costa em relação ao Vieira, em braga são uns hipócritas, falsos, o que eles tem feito aquando da visita do Benfica tem sido nojento e não falo apenas dos adeptos, eles é que optaram por ir contra o Benfica e como prenda tem jogadores emprestados.

O Benfica tem capacidade mais que suficiente para ver valor num jogador ou treinador antes dele ir para o Braga, o Jardim ou o Domingos ja o tinham mostrado, a maior parte dos jogadores do Braga já jogavam na 1º divisão, é questão de se estar atento. O Sílvio ou o Alan já tinha mostrado qualidade suficiente antes de irem para lá, não explodiram lá.